Governo da Bahia Embasa

NOTÍCIAS

Governo do Estado entrega 33 vans para atender 34 municípios de 13 Consórcios Interfederativos de Saúde; algumas cidades da região oeste foram beneficiadas

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021 / Bahia

Após a agenda  no bairro de Itapuã, o governador Rui Costa seguiu para o pátio da Secretaria de Saúde do Estado, no CAB, onde realizou, acompanhado do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas,  a entrega de 33 vans para 13 Consórcios Interfederativos de Saúde. Os veículos irão atender a demanda de 34 municípios de diversas partes do estado. O investimento para garantir a entrega das vans é de R$ 4,9 milhões.

"Essas vans complementam a frota no sentido de diminuir o tempo de viagem dos pacientes. Eu fico muito orgulhoso porque neste ano chegaremos a 24 policlínicas em funcionamento pela Bahia, transformando a estrutura de saúde do estado", afirmou Rui.

Cada veículo tem custo médio de R$ 147 mil e atenderá a demanda da população que precisa se deslocar até as Policlínicas Regionais de Saúde. As vans têm capacidade para transportar 15 pacientes.

Presidente do Consórcio Interfederativo de Saúde de Morpará, que atende oito municípios, o prefeito Lelei Barreto comemorou a entrega. “Com esse tipo de ação os municípios se sentem contemplados pelo Governo do Estado com os serviços de saúde. É a demonstração da importância de continuar fortalecendo, cada vez mais, a saúde no interior.”

Os municípios beneficiados pela entrega das vans são: Jucuruçu, Feira Da Mata, Iramaia,  Ipecaetá, Amélia Rodrigues, Água Fria, Pedrão, Conceição de Feira, Cachoeira, Itaparica, Curaçá, Encruzilhada, Belo Campo, Presidente Jânio Quadros, Maetinga, Poções, Caldeirão Grande, Várzea da Roça, São José Jacuípe,  Várzea Nova, Ibirapitanga,  Itapitanga, Andorinha, Antônio Gonçalves, Nordestina, Pindobaçu, Mansidão, Catolândia, Morpará, Muquém de São Francisco, Brotas de Macaúbas, Angical, Serra Dourada e Oliveira dos Brejinhos.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Apoio à agricultura familiar amplia horizontes para a mulher e o homem do campo na Bahia

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021 / Bahia

O fortalecimento da agricultura familiar é uma das mais importantes estratégias para alavancar e transformar a economia e reduzir desigualdades sociais. Na Bahia, que possui o maior número de propriedades rurais de todo o país, e mais de três milhões de pessoas vivem dessa modalidade de produção, o apoio de projetos como o Bahia Produtiva e o Pró-Semiárido tem mudado a realidade de quem vive no campo. 

As iniciativas do Governo do Estado, executadas pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) desde 2015, já representaram investimentos de mais de R$ 1,6 bilhão para garantir o acesso dessas famílias a infraestrutura, equipamentos e insumos de qualidade, gerando maior produção, produtividade, melhores resultados com menores custos. Somente em 2020, foram aplicados R$120 milhões em ações voltadas para o fortalecimento da base de produção, acesso à terra e à tecnologia, com infraestrutura, agroindustrialização, abertura de mercado e serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater). 

Os empreendimentos da agricultura familiar da Bahia passaram a contar com um selo próprio para identificar seus produtos, o Selo de Identificação de Produtos da Agricultura Familiar (Sipaf/Bahia). A certificação, além de identificar os produtos, oferece aos consumidores a garantia de que seja de qualidade e genuinamente originário da agricultura familiar. 

A SDR também trabalha no processo da agregação de valor aos produtos das cooperativas e associações, por meio das mais de 400 agroindústrias apoiadas, que estão sendo construídas ou requalificadas. 

“A Bahia está inovando na forma de chegar ao agricultor familiar e é o estado brasileiro que mais investe em um conjunto de obras de melhoramento e incentivo à tecnificação da agricultura familiar. Atendemos a cerca de 130 mil agricultores, com assistência técnica, em 16 sistemas produtivos, que são os mais destacados por território. Com isso, estamos elevando a produtividade média dessas propriedades, ofertando mais alimentos para o povo baiano e, consequentemente, possibilitando renda maior para as famílias envolvidas. Esse é o nosso propósito, por meio de parcerias com as prefeituras, consórcios públicos territoriais e as organizações da sociedade civil”, explica o secretário do Desenvolvimento Rural (SDR), Josias Gomes. 

As iniciativas têm possibilitado a execução de projetos de inclusão produtiva e melhorado o acesso ao mercado para os produtos da agricultura familiar, assim como a implantação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em comunidades rurais mais carentes, em todos os territórios de identidade da Bahia. 

Projetos 

No período de 2015 a 2020, foram selecionados 1.258 projetos de empreendimentos familiares, por intermédio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial, beneficiando diretamente 87.142 famílias. Destas, 31.600 são atendidas pelos serviços de assistência técnica e por intermédio dos investimentos nas organizações produtivas, selecionadas via editais. Outras 55.442 famílias são atendidas com ações de implantação e recuperação de sistemas de abastecimento de água e instalação de banheiros. 

Além do estímulo à produção, as ações do Governo do Estado têm o objetivo de garantir segurança alimentar e nutricional e renda, tanto na ampliação e reforço da produção, quanto por meio de acesso a programas, como o Seguro Garantia-Safra, que protege os agricultores de eventuais perdas, devido ao excesso ou a escassez das chuvas. Na Bahia, o estado assumiu, de forma pioneira, o pagamento de 50% do valor devido aos agricultores e às prefeituras municipais, o que facilita muito o acesso ao seguro no caso de perdas de safra. 

Com o projeto Pró-Semiárido, cerca de 70 mil famílias já convivem melhor com as condições climáticas, em 32 municípios do sertão baiano, dentre os que possuem os menores IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do estado. O projeto é parte de um conjunto de compromissos do Governo para seguir avançando na erradicação da pobreza, levando serviços e investimentos diretamente para a população, a partir de acordo de empréstimo firmado com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), agência da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Permanência no campo 

Entre os vários exemplos de transformação de vida, a partir da convivência produtiva que vem acontecendo no meio rural baiano, está o do jovem Ícaro Rennê, agricultor familiar e presidente da Rede Cooperacaju, composta por cerca de 750 agricultores familiares, de 21 municípios, localizados em quatro Territórios de Identidade (Semiárido Nordeste II, Sisal, Litoral Norte e Agreste Baiano e Portal do Sertão). 

Ícaro considera que a execução de políticas públicas direcionadas à agricultura familiar contribui para a permanência do homem e da mulher no campo: “Com os investimentos que recebemos, pudemos melhorar a comercialização de nossos produtos. Isso é muito importante para a manutenção das famílias no campo, incluindo os jovens, que terão a oportunidade de uma vida digna em suas propriedades e com a boa perspectiva de crescimento e ampliação da renda, sem que precisem sair para as capitais”. 

Assistência técnica 

A Ater é fundamental para o desenvolvimento da agricultura familiar e, em todo estado, há inúmeras experiências bem-sucedidas, a partir da prestação de serviços ofertada pelo governo estadual, coordenada pela Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR). 

Para ampliar esse serviço, no ano de 2020 foram assinados, a partir do Mais Ater, contratos com nove Consórcios Públicos Territoriais da Bahia. A ação possibilita o apoio financeiro para o custeio de atividades de prestação do serviço de assistência técnica a mais de 12 mil famílias. A iniciativa contará com a atuação de cerca de 200 profissionais. 

Regularização fundiária 

Outra ação que vem contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das famílias agricultoras e de povos e comunidades tradicionais, que moram e tiram seu sustento nos chamados ‘Corredores de Vento’, áreas com potencial de geração de energia eólica, é a regularização fundiária dessas áreas. Já foram cadastrados 1.400 imóveis e emitidos aproximadamente 900 títulos de terra. A estimativa é que, com o novo modelo de Corredores de Vento, sejam regularizados aproximadamente 1,2 milhão de hectares e aproximadamente seis mil imóveis, incluindo áreas individuais e áreas coletivas, ocupadas por povos e comunidades tradicionais. 

A ação é realizada por meio da parceria entre a Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA/SDR), Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e Procuradoria Geral do Estado (PGE). 

Pandemia 

Paralelamente às ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, o Governo do Estado tem promovido iniciativas de apoio aos agricultores familiares, a exemplo dos guias com orientações sobre a manutenção dos serviços de assessoria comunitária e formação online para agentes de Ater e equipe técnicas, além de capacitações e encontros presenciais, com famílias agricultoras, seguindo as orientações da Secretaria Estadual de Saúde. 

Também foram mantidos todos os serviços para a contratação e execução dos investimentos por parte das organizações apoiadas, com o atendimento individualizado, além do apoio na divulgação e ativação de produtos. Foram realizados ainda novos investimentos, com o lançamento do Edital CAR/Projeto Bahia Produtiva ,voltado para Segurança Alimentar e Nutricional, no valor de R$15 milhões, para atender 10 mil famílias agricultoras, na produção de alimentos, além da Campanha Viva Feira & Feira Segura, que tem readequado feiras livres e mercados municipais, em diversos municípios baianos


Blogbraga/ Secom Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Governo da Bahia sela compromisso para se tornar zona livre de Febre Aftosa sem vacinação

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021 / Bahia

A Bahia avançou mais uma etapa da maratona rumo ao cobiçado status de Zona Livre da Aftosa sem Vacinação, após a carta de compromisso do governo do estado endereçada à ministra da Agricultura Tereza Cristina, reforçando o empenho e detalhando o planejamento para assegurar a conquista da mudança de status sanitário em 2023.

“A correspondência do governador à ministra é uma prova inequívoca de que Rui Costa tem compromisso selado com o agronegócio baiano, uma vez que a garantia de rebanhos imunizados significa que os produtos cárneos aqui produzidos terão segurança sanitária com alcance garantido nos mercados mais exigentes em sanidade do mundo, o que beneficia também os produtos da agricultura baiana, gerando mais emprego e renda. O alcance desse status valoriza o rebanho baiano e consequentemente aumenta o patrimônio dos pecuaristas”, contabiliza Maurício Bacelar, diretor-geral da ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia).

A ADAB é o braço do governo baiano responsável pelas intervenções agropecuárias necessárias para a conquista do status de zona livre sem vacinação e de implementação do PNEFA (Plano Nacional de Vigilância da Aftosa), coordenado pelo MAPA. O compromisso manifestado pelo governo envolve também a SEAGRI (Secretaria Estadual da Agricultura) e todos os elos da cadeia produtiva em prol do fortalecimento do sistema de vigilância em saúde animal.
 

A valorização do patrimônio dos produtores passa pela sanidade dos rebanhos, referencial eliminatório quando o assunto é exportação. “Para se ter uma ideia, muitos países interessados em exportar sua carne não encontram mercado por não apresentarem status sanitário adequado e o da Bahia, muito em breve, será diferenciado”, comemora Maurício.

A expectativa é que o esforço do governo baiano para a sustentabilidade do PNEFA e a conquista dos benefícios mercadológicos decorrentes, sejam compartilhados também pelos outros 10 estados que integram o Grupo IV do Plano para Erradicação da Febre Aftosa no Brasil, considerada pelos organismos de controle, a mais importante doença que afeta os animais.

Participam do Bloco IV além da Bahia, os estados de Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal. A imunização contra a Febre Aftosa envolve bovinos e bubalinos de todas as idades e acontece em duas etapas ao longo do ano. 

Em 2020, a Bahia vacinou na primeira etapa no mês de maio, 93,65% do seu rebanho, e em novembro, 93,99%. O estado alcançou a nota 1.1, uma das menores pontuações do país na avaliação de probabilidade de risco para reintrodução da Febre Aftosa, em escala que vai até 5, estimada pelo MAPA.

 


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Magrass maior rede de emagrecimento saudável e estética de resultado da América Latina em Luis Eduardo Magalhães

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021 / Bahia

Toda conquista começa com a decisão de tentar! 

Dona Irailde sonhava com seu emagrecimento saudável, mentalizou e colocou e partiu para a ação, assim ela conquistou mais saúde, mais disposição e mais autoestima no ano de 2020! 

Se você quer ter uma mudança em sua saúde no ano de 2021, entre em contato pelo WhatsApp da Magrass (77) 9.9918-3505.

A sua primeira Avaliação é um presente para você. Agende já a sua!
.
Magrass Luís Eduardo Magalhães/BA 
Avenida Juscelino Kubitschek, 1978, Em frente à Clínica Minotto - Centro


Publicidade

Compartilhar no Whatsapp

COELBA DOA REFRIGERADORES CIENTÍFICOS PARA VACINAS DA COVID-19 EM 296 MUNICÍPIOS BAIANOS

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021 / Bahia

A Coelba, em uma iniciativa pioneira da sua controladora Neoenergia, será a primeira empresa do setor elétrico a contribuir com as prefeituras baianas na campanha de imunização contra a Covid-19. A concessionária fará a doação de refrigeradores científicos para armazenar as vacinas em 296 municípios baianos que têm IDHM até 0,61. A doação é parte de uma ação da Neoenergia que irá beneficiar, no total, 658 municípios atendidos pelas suas distribuidoras: Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS).  

A iniciativa levou em consideração as cidades com os menores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel). Apenas na Bahia, a doação desses equipamentos representa um investimento de mais de R$ 2,5 milhões, que somado aos valores das demais distribuidoras da Neoenergia, totaliza R$ 6 milhões.  Se somada às outras ações já realizadas pela empresa, voltadas ao combate da pandemia, como a compra de testes em parceria com a Fiocruz e doação de respiradores, a Neoenergia já investiu um montante que já alcança R$ 20 milhões. 

“Neste momento em que a campanha de vacinação é a saída para conter a pandemia de Covid-19, apoiamos os municípios mais necessitados das nossas áreas de concessão, que precisam dos refrigeradores adequados para a vacinação da população com segurança. Reafirmamos nosso compromisso em levar mais do que energia para a sociedade”, afirma o CEO da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle. 

Os novos refrigeradores serão destinados aos municípios atendidos pelas distribuidoras do Nordeste que têm IDHM até 0,61 e, de São Paulo, com o índice até 0,74. Serão beneficiados 296 municípios na área de concessão da Coelba, 136 em Pernambuco, 95 no Rio Grande do Norte e 131 em São Paulo. 

Responsáveis pela gestão dos programas de imunização, os governos estaduais da Bahia, Rio Grande do Norte e São Paulo, parceiros na ação, receberão, cada um, dois refrigeradores com capacidade de 280 litros e 420 litros respectivamente. Serão entregues à Secretaria de Saúde de São Paulo sete equipamentos de 280 litros.

A instalação de cada refrigerador científico deve injetar no sistema elétrico uma carga de 89 kW e consumo anual de 781 MWh, que será compensado com o recolhimento, em cada município, de dois equipamentos de refrigeração antigos e doação de lâmpadas eficientes para postos de saúde, hospitais e para consumidores residenciais baixa renda. 

Os refrigeradores científicos têm temperatura programável e constante entre 2oC e 8oC, além de alarmes para avisar a em caso de interrupção de energia e baterias recarregáveis para suprir o frio caso ocorra eventual intercorrência no fornecimento, com autonomia de até 12 horas. Os equipamentos possuem sensores e de um sistema de alarme remoto a distância, que realiza chamadas telefônicas se houver uma queda de temperatura ou a bateria estiver em um nível baixo. 

As câmaras de conservação que serão doados pela Neoenergia são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml. 

Sustentabilidade 

Para receber os novos equipamentos, os governos municipais e estaduais devem entregar refrigeradores e freezers antigos às distribuidoras da Neoenergia, nas UTDs (sigla para Unidade Territorial de Distribuição) das empresas. A companhia irá retirar substâncias como os gases CFC (clorofluorocarboneto), que podem contribuir com o efeito estufa, e fazer o descarte correto dos equipamentos. 

“Ao utilizar como estratégia o recebimento dos equipamentos de refrigeração antigos e não adequados para conservação das vacinas, estamos compensando o acréscimo de carga de 89 kW. A iniciativa da Neoenergia é de extrema importância social para as regiões onde atuamos e está alinhada aos compromissos do grupo de combate às mudanças climáticas e combate ao desperdício de energia”, enfatiza Ana Christina Macarenhas, gerente de Eficiência Energética da Neoenergia. 

Troca de lâmpadas 

Os municípios que vão receber os novos refrigeradores para vacinas contarão também com ações de trocas de lâmpadas por modelos de LED, mais eficientes. Ao longo de um ano e meio, serão substituídas cerca de 25 mil lâmpadas de postos e unidades de saúde e mais 100 mil diretamente para a população de baixa renda. Com isso, tanto as prefeituras quanto os moradores dessas cidades poderão economizar na conta de energia e adotar hábitos mais sustentáveis.

Sobre a Coelba

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), empresa do Grupo Neoenergia, é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida, sendo a maior do Norte-Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios baianos, a Coelba tem uma área de concessão de 563 mil quilômetros quadrados, com mais de 6 milhões de clientes (mais de 15 milhões de habitantes).


Blogbraga/Coelba

Compartilhar no Whatsapp

Essentia Energia anuncia implantação de seu primeiro parque eólico na Bahia; Xique-Xique e Itaguaçu da Bahia estão entre os municípios

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2021 / Bahia

Empresa vai investir R$ 2,3 bilhões no complexo Ventos de São Vitor 

O grupo Essentia Energia anunciou, na manhã desta quinta-feira (14), a implantação de seu primeiro parque eólico na Bahia, durante assinatura de protocolo de intenções com governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Serão investidos R$ 2,3 bilhões na construção do complexo Ventos de São Vitor, com capacidade instalada de produção de aproximadamente 2 Gigawatts (GW)/ano. O empreendimento será instalado nos municípios de Xique-Xique e Itaguaçu da Bahia

“Os bons ventos trazem novos investimentos para Bahia. Após anunciar implantação de empreendimento solar no território do Velho Chico, a Essentia vai construir seu primeiro complexo eólico, levando desenvolvimento, emprego e renda para o povo baiano, em uma região com vocação predominantemente agrícola. Além dos investimentos, o empreendimento vai criar mais de 2 mil empregos indiretos durante a construção dos parques”, declara o vice-governador João Leão, secretário da pasta. 

De acordo com o diretor de Implantação, Gilberto Peixoto, as obras civis do complexo foram iniciadas este mês e a assinatura dos protocolos é um passo fundamental na viabilidade dos projetos eólicos. “O complexo eólico São Vitor trará investimentos e empregos para o interior da Bahia, que é uma região que carece de investimento e desenvolvimento. O apoio do governo e o incentivo às empresas para se instalarem, assim como a cadeia produtiva do Estado no suporte dessa instalação são importantes. Esperamos continuar investido na Bahia e construir novos projetos de energias renováveis no futuro”, afirma. 

A previsão é que os parques eólicos comecem a entrar em funcionamento no segundo trimestre de 2022 e esteja 100% operacional no primeiro trimestre de 2023. Além do complexo eólico, a Essentia tem um projeto solar no município de Oliveira dos Brejinhos, que tiveram suas obras iniciadas no ano passado e tem estimativa de serem concluídas no final deste ano. 


Blogbraga/ Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Produção industrial baiana cresce 4,9% e lidera o país em novembro de 2020

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2021 / Bahia

Em novembro de 2020, a produção industrial (de transformação e extrativa mineral) da Bahia, ajustada sazonalmente, cresceu 4,9% frente ao mês imediatamente anterior, a taxa mais acentuada entre os 15 locais pesquisados pelo IBGE. Na comparação com igual mês do ano anterior, a indústria baiana assinalou crescimento de 1%. As informações, divulgadas nesta quinta-feira (14), fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sistematizadas e analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan).

“Esse resultado reflete a retomada mais forte do setor industrial da Bahia após interrupções nas atividades por conta dos efeitos causados pela pandemia da Covid-19. Lideramos o país em novembro com este crescimento de 4,9%, que foi, inclusive, acima do índice nacional de 1,2%, nesta mesma base de comparação”, ressalta o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro. 

No acumulado do ano, devido às consequências da pandemia do Coronavírus, a indústria baiana registrou queda de 6,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. O indicador no acumulado dos últimos 12 meses apresentou redução de 5,9%, frente ao mesmo período anterior.

No confronto de novembro de 2020 com igual mês do ano anterior, a indústria baiana apresentou crescimento de 1%, com seis das 12 atividades pesquisadas, assinalando aumento da produção. A principal contribuição positiva foi de Produtos químicos (67,3%), influenciada, principalmente, pela maior fabricação de etileno não saturado, polietileno linear, propeno não saturado e princípios ativos para herbicidas. Outros setores que apresentaram resultados positivos foram: Celulose, papel e produtos de papel (7,2%), Derivados de petróleo (1,1%), Bebidas (12,6%), Couro, artigos para viagem e calçados (3,1%) e Produtos minerais não metálicos (3,3%).


Blogbraga/ Ascom Seplan

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 3.094 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2021 / Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.094 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 2.111 recuperados (+0,4%). Dos 518.955 casos confirmados desde o início da pandemia, 501.688 já são considerados recuperados e 7.755 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,35%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (10.573,41), Muniz Ferreira (8.676,91), Conceição do Coité (8.558,52), Itabuna (8.178,29) e Jucuruçu (8.174,45).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 907.587 casos descartados e 123.404 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (13).

Na Bahia, 37.935 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 32 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.512, representando uma letalidade de 1,83%. Dentre os óbitos, 56,51% ocorreram no sexo masculino e 43,49% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,10% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,27%, preta com 14,66%, amarela com 0,65%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,20% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,91%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,65%).


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Bahia tem estoque de 10,2 milhões de seringas e agulhas para vacinação contra a Covid-19

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2021 / Bahia

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) esclarece que possui 10,2 milhões de seringas e agulhas em estoque para a vacinação contra o coronavírus (Covid-19). Adicionalmente, foram adquiridas 19,8 milhões de seringas e agulhas, com a entrega de 4 milhões nos próximos 15 dias, 4 milhões em fevereiro e o restante nos meses de abril, maio e junho.

Este quantitativo é mais do que suficiente para a imunização dos grupos prioritários da campanha de vacinação e se contrapõe a informação equivocada do Ministério da Saúde enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF).


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Secretaria da Educação do Estado da Bahia reitera pedido ao MEC para adiamento das provas do ENEM

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Imagem Ilustrativa

Nesta quarta-feira (13/01), a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) reiterou, por meio de Ofício, encaminhado ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), o pedido de adiamento da aplicação da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). 

Segundo o Ofício, assinado pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, “a reiteração deste pedido se baseia no direito à vida, visto como paradigma técnico para as operações que envolvem escolas, governos, famílias e formação de pessoas. Por isso mesmo qualquer ato, evento ou episódio deve ser levado em conta esse direito essencial. ”

Ainda no documento, a SEC destaca que os protocolos enviados pelo INEP em Ofício, referente à primeira solicitação, “são necessárias, mas insuficientes para as especificidades do caso em tela: o deslocamento dos inscritos, de mais de 256 municípios, do total de 417 municípios da Bahia, para os 161 onde serão aplicadas as provas; o contato entre participantes nos minutos que antecedem o início das provas; as salas que terão um número de estudantes acima de manter a capacidade de manter o distanciamento necessário; associada ao receio de contaminação das diversas famílias  e estudantes”.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Empresa portuguesa assina memorando de entendimentos para estudar projetos de infraestrutura na Bahia

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Após três dias de viagem institucional pelas regiões Oeste, Extremo e Baixo Sul da Bahia, o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE) assinou, nesta quarta-feira (13), memorando de entendimentos com o grupo de investidores portugueses da Future. A companhia pretende fazer estudos técnicos de projetos de infraestrutura no Estado da Bahia. Estiveram presentes na assinatura os secretários da Infraestrutura, Marcus Cavalcanti e do Planejamento, Walter Pinheiro e o diretor de Administração e Finanças da Bahiainveste, Ataíde Oliveira. 

"O objetivo do governo da Bahia é continuar atraindo mais investimentos para o estado e por isso estamos firmando este memorando de entendimentos com o grupo português Future, com o objetivo de iniciarmos estudos técnicos na área de infraestrutura a exemplo da viabilidade das duplicações da BR 242 e da BA 001, saindo de Luís Eduardo Magalhães sentido Porto Seguro. Essas duplicações visam impulsionar o desenvolvimento agrícola na região Oeste e o turismo no Litoral Sul da Bahia", declara o vice-governador João Leão, secretário da pasta. 

De acordo com João Andrade, CEO Future, as expectativas da holding estão relacionadas com o potencial da Bahia. “Estes três dias de visita que fizemos ao estado nos mostraram um potencial gigantesco e que ser for aproveitado, conseguirá projetar a Bahia em níveis muito acima do que está hoje em dia, com reflexos positivos para a população. Nossa expectativa é estarmos aqui como parceiros, olhando para as oportunidades de investimentos e atrair outros investidores, promover o desenvolvimento no estado, na estreita articulação com o que for objetivo do governo. Essa é a nossa perspectiva e estamos entusiasmados com o que estamos vendo”, afirma. 

Durante a missão de negócios, o governo do Estado apresentou à Future, uma das maiores empresas de planejamento de obras de Portugal, projetos de duplicação de BRs e BAs, incluindo a que interligará a ponte Salvador-Itaparica ao Sul da Bahia e as instalações do aeroporto de Porto Seguro. A holding tem como expertise o desenvolvimento de engenharia aeroportuária e já executou diversos projetos em todo mundo. 


Blogbraga/Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Secretaria da Educação do Estado abre processo seletivo para profissionais nas áreas de Engenharia e Arquitetura; há vagas para Barreiras e Irecê

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza, até o dia 8 de fevereiro, as inscrições (www.selecao.uneb.br/sectns) para o processo seletivo de dez profissionais nas áreas de Engenharia e Arquitetura, em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). A contratação será pelo prazo de até 36 meses, com possibilidade de renovação por igual período, uma única vez, com lotação para os municípios de Irecê, Juazeiro, Barreiras, Jequié e Salvador.

São vagas para técnicos de nível superior com graduação em Engenharia Civil (7), Engenharia Elétrica (2) e em Arquitetura (1). O processo seletivo constará de análise de títulos (de caráter eliminatório e classificatório) e experiência profissional. Serão considerados como comprovantes válidos para análise os títulos referentes à participação do candidato em cursos de extensão, atualização, aperfeiçoamento e pós-graduação.

Somente serão avaliados os títulos de pós-graduação (lato sensu e stricto sensu) ministrados por instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). O prazo de validade do processo seletivo será de um ano, a contar da data da publicação da homologação, podendo antes de esgotado este prazo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração, por ato expresso do Secretário da Educação do Estado da Bahia.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 60 e o candidato, antes de efetuar o pagamento do valor de inscrição, deverá se certificar que preenche todos os requisitos exigidos para a participação no Processo Seletivo Simplificado, conforme estabelecidos no edital.


Blogbraga/Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado

Compartilhar no Whatsapp

Senai Bahia oferece mais de 800 vagas gratuitas de aprendizagem industrial básica; vagas disponíveis para os municípios de Luis Eduardo Magalhães e Barreiras

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

As vagas são destinadas a jovens entre 14 e 21 anos que estejam cursando a partir do 9º ano do ensino fundamental ou tenham concluído ensino médio. 

O SENAI Bahia está com inscrições abertas para processo seletivo para 823 vagas gratuitas de Cursos de Aprendizagem Industrial Básica em 15 municípios baianos. As oportunidades são voltadas para jovens entre 14 a 21 anos. Os candidatos aprovados no processo seletivo poderão ser contratados na condição de jovem aprendiz de acordo com a demanda das indústrias.

As vagas são para os cursos de Assistente Administrativo, Assistente de Produção, Auxiliar de Curtimento e Acabamento de Couro, Mecânico de Manutenção de Máquinas Industriais e Mecânico de Usinagem Convencional, nas unidades do SENAI de Alagoinhas, Barreiras, Cachoeira, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Paulo Afonso, Santo Antônio de Jesus, Salvador (unidades Dendezeiros e CIMATEC), Serrinha e Vitória da Conquista. 

O edital com todas as informações sobre o processo seletivo está disponível no site do SENAI (www.aprendizagemsenaiba.com.br), onde os candidatos também devem realizar a inscrição, que será apenas pela internet, até o dia 26 de janeiro. 

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 01 de fevereiro de 2021. A confirmação da matrícula obedecerá à classificação geral, por ordem de inscrição, limitada ao número de vagas por unidade, curso e turno. 

AULAS

As aulas serão ministradas pela internet, por meio da Plataforma MEU SENAI, de forma síncrona (ao vivo).  Por isso, para que o aluno acompanhe as aulas, é preciso dispor de computador com acesso à internet. 

Para as turmas do curso de Mecânico de Manutenção de Máquinas Industriais, além das aulas remotas na plataforma MEU SENAI (380 horas), serão realizadas aulas práticas presenciais, fundamentais para o desenvolvimento das competências técnicas aplicadas (100 horas), nas unidades do SENAI ofertantes deste curso. 

O mesmo ocorrerá com o curso de Mecânico de Usinagem Convencional, que, além das aulas remotas na plataforma MEU SENAI (390 horas), terá aulas práticas presenciais (130 horas) na unidade do SENAI CIMATEC. 

O edital prevê que as aulas dos cursos de Assistente de Produção, dos municípios de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, sejam realizadas de forma presencial. 

SERVIÇO  

O QUE: Cursos de Aprendizagem Industrial Básica – SENAI Bahia

QUANDO: Até 26.01.2021

INSCRIÇÕES: Pela internet, no site www.aprendizagemsenaiba.com.br


Blogbraga/Federação das Indústrias do Estado da Bahia - Sistema FIEB

Compartilhar no Whatsapp

AUXÍLIO EMERGENCIAL: 3,4 MILHÕES DE BENEFICIÁRIOS DOS CICLOS 5 E 6 PODEM SACAR ATÉ R$ 2,5 BI A PARTIR DESTA QUARTA (13/01)

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Ainda é possível movimentar o saldo pelo Aplicativo CAIXA Tem

A partir desta quarta-feira (13/01), cerca de 3,4 milhões de beneficiários do Auxílio Emergencial e do Auxílio Emergencial Extensão nascidos em junho podem sacar ou transferir os recursos da Poupança Social Digital. Foram creditados R$ 2,5 bilhões para esses públicos nos ciclos 5 e 6 de pagamentos do Auxílio Emergencial.

Desse total, R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do Auxílio Emergencial Extensão e o restante, R$ 300 milhões, às parcelas do Auxílio Emergencial.

Como realizar o saque em espécie:

É preciso fazer o login no App CAIXA Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da CAIXA, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes CAIXA Aqui.

Atendimento:

Os saques em dinheiro podem ser feitos nas Lotéricas, Correspondentes CAIXA AQUI ou mesmo nas agências.

Continua disponível aos beneficiários a opção de utilização dos recursos creditados na Poupança Social Digital para a realização de compras, por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços. Com o aplicativo CAIXA Tem, também está disponível a funcionalidade para pagamentos sem cartão nas cerca de 13 mil unidades lotéricas do banco.

Saiba mais: Confira no site da CAIXA alguns tutoriais de como receber e movimentar o Auxílio Emergencial no aplicativo CAIXA Tem: http://www.caixa.gov.br/auxilio/tutoriais/Paginas/default.aspx


Blogbraga/Assessoria de Imprensa da CAIXA

Compartilhar no Whatsapp

Nelson Leal recebe Comissão de Metalúrgicos sobre fechamento da Ford

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Nelson Leal recebe comissão de metalúrgicos e defende solução rápida para os milhares de trabalhadores desempregados na Ford

“resposta só virá com novo investimento”, defende presidente da alba

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, recebeu hoje (13.01) dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia, entre eles o presidente Júlio Bomfim, e comissão de operários da Ford para discutir o fechamento das fábricas da companhia, principalmente o da planta de Camaçari, na Bahia. Acompanhado dos deputados estaduais Rosemberg Pinto (PT), Vítor Bomfim (PL), Olívia Santana (PCdoB), Hilton Coelho (PSOL), Jurailton Santos (Republicanos), José de Arimateia (Republicanos), Junior Muniz (PP), Zó (PCdoB), e do deputado federal Sargento Isidório (Avante), o chefe do Legislativo estadual disse que a notícia do fechamento da Ford é um “desastre sem proporções ainda não dimensionadas”.   

“A resposta para essa tragédia econômica e social só pode ser dada com a atração de um grande investimento, de uma nova montadora, para ocupar a lacuna deixada pela Ford. São 12 mil empregos diretos perdidos, fora os mais de 50 mil gerados indiretamente, injetando cerca de R$ 500 milhões/mês na nossa economia, segundo nos informou o Sindicato dos Metalúrgicos. A questão financeira pode até ser equacionada, mas a perda de empregos é um desastre ainda sem proporções dimensionadas. O governador Rui Costa e o secretário do Desenvolvimento, João Leão, já caíram em campo para buscar uma nova indústria, principalmente na China. Esta é a nossa grande aposta e, também, a nossa esperança”, diz o presidente da ALBA, sinalizando que uma frente parlamentar será criada para tratar do tema.


Blogbraga/ALBA - Assessoria da Presidência

Compartilhar no Whatsapp

Governo anuncia nomeação de mais vinte aprovados no concurso para auditor fiscal da Sefaz-BA

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Secretaria da Fazenda do Estado - Foto: Pedro Moraes/GOVBA

O Governo do Estado publica, no Diário Oficial (DOE) desta quarta-feira (13), a nomeação de mais 20 aprovados no concurso público para auditor fiscal, convocados em março do ano passado. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, por meio das redes sociais, na tarde desta terça-feira (12).

As nomeações incluem oito candidatos para a área de Administração, Finanças e Controle Interno; seis candidatos para o setor de Tecnologia da Informação; e outros seis candidatos para atuar na Administração Tributária. O decreto de nomeação também estará disponível no Portal do Servidor.

Esta é a segunda nomeação para o certame, promovido pelas secretarias da Administração (Saeb) e da Fazenda (Sefaz-BA). Lançado em fevereiro de 2019, sob a organização da Fundação Carlos Chagas (FCC), o concurso teve a oferta de 60 vagas para as três áreas.

O resultado final e a homologação do certame foram divulgados no dia 17 de dezembro do mesmo ano. O concurso público tem validade de um ano, podendo ser renovado por igual período.


Blogbraga/Fonte: Ascom/Saeb

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Roubos a bancos fecham em queda pelo sexto ano consecutivo

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Foto: Alberto Maraux

Foto de arquivo: Blogbraga

O número de roubos a bancos na Bahia completou, em 2020, seis anos consecutivos com reduções. No ano passado, a polícia contabilizou 32 casos, enquanto, em 2019, foram registradas 49 ocorrências. A diminuição percentual foi de 34,7%.

Os números dos últimos cinco anos refletem a queda acentuada. Em 2016 aconteceram 115 roubos, no ano seguinte foram registrados 108 casos, em 2018 a polícia computou 66 ataques a bancos, em 2019 investigou 49 crimes e, no ano passado, contabilizou 32 assaltos contra instituições financeiras.

“É um trabalho de parceria total com a Polícia Militar e também com a PF. Conseguimos combater as organizações criminosas, mas a reincidência é um ponto importante a ser destacado. Nos ataques que presenciamos, nos meses de outubro e dezembro, prendemos um criminoso que, em abril de 2020, havia sido capturado com seis fuzis. É de grande urgência uma reforma nas nossas leis”, declarou o diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), delegado Marcelo Sansão.


Blogbraga/Fonte: Ascom/Alberto Maraux

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 2.105 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas e o número total de óbitos desde o início da pandemia é de 9.480

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.105 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 1.842 recuperados (+0,4%). Dos 515.861 casos confirmados desde o início da pandemia, 499.577 já são considerados recuperados e 6.804 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,35%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (10.553,81), Muniz Ferreira (8.663,43), Conceição do Coité (8.533,00), Jucuruçu (8.174,45) e Itabuna (8.152,97).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 904.662 casos descartados e 122.463 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (12).

Na Bahia, 37.811 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 27 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.


A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.480, representando uma letalidade de 1,84%. Dentre os óbitos, 56,46% ocorreram no sexo masculino e 43,54% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,08% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,24%, preta com 14,67%, amarela com 0,65%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,22% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,91%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,68%).


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Governador comanda primeira reunião com grupo de trabalho para viabilizar nova montadora para a Bahia

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

A primeira reunião do Grupo de Trabalho que foi criado pelo governo estadual para viabilizar a atração de uma nova montadora para a planta da Ford instalada na Bahia foi realizada na tarde desta terça-feira (12), na sede da Governadoria.

“A partir de hoje [12], esse grupo irá trabalhar para apresentar o que a Bahia tem a oferecer para esses investidores, que é uma belíssima estrutura, já que temos a maior planta industrial automotiva da América do Sul, estrutura portuária, o parque tecnológico do Senai Cimatec Industrial, inclusive com campo de prova. É tudo isso que vamos apresentar. Já enviamos os primeiros documentos a embaixadas de outros países e estamos esperando que eles nos ajudem a encontrar esses fabricantes para que eles vejam que excelente oportunidade é investir no Brasil e na Bahia”, detalhou o governador Rui Costa.

O governador também fez questão de reforçar que o Estado vai dar todo o suporte necessário aos trabalhadores da Ford, inclusive com a elaboração de um banco de dados para servir de subsídio para empresas que possam vir a empregá-los.

Além de Rui e de trabalhadores da montadora, participaram do encontro representantes da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia, da Casa Civil e das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz), de Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

“Nesse momento, toda ajuda é significativa e esse grupo já está discutindo como trazer uma nova empresa para ocupar o parque em Camaçari, um pátio que com certeza não deve ser desperdiçado”, avaliou o presidente do sindicato dos trabalhadores, Júlio Bomfim.

A reunião ocorre um dia após o anúncio da saída da montadora americana do país e o encerramento das atividades nos três parques industriais que possuía, inclusive em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Rui sanciona fundo garantidor da ponte e Leão comemora: "Concretizamos mais uma etapa"

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2021 / Bahia

Em Porto Seguro, no Extremo Sul da Bahia, numa missão de negócios, o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), comemorou a sanção do Fundo Garantidor do Aporte da Ponte Salvador-Itaparica (FGAP), feita pelo governador Rui Costa nesta terça-feira (12). O ato será publicado no Diário Oficial do Estado na quarta-feira (13). 

"O governador não apenas sancionou o Fundo Garantidor, mas concretizou mais um passo para o início desta importante obra para todo o estado. A construção da ponte deve ter cerca de 7 mil funcionários e é possível começar entre setembro e outubro deste ano. Não começa antes, pois aguardamos o início da vacinação contra a Covid-19", afirma Leão. 

O titular da SDE disse ainda que a ponte Salvador-Itaparica vai ser uma importante geradora de emprego e renda, não só durante a obra, mas com todo potencial de desenvolvimento que propiciará no Recôncavo, Baixo Sul, Sul e Extremo Sul: "Estamos em Porto Seguro com executivos de uma das maiores empresas de planejamento de obras de Portugal, a Future, e eles ficaram impressionados com o tráfego na BA-001. Apresentamos a eles o projeto para duplicação desta BA, a partir da Ponte do Funil até Porto Seguro, interligando com a ponte Salvador-Itaparica também. Isto vai impulsionar o turismo nessas regiões". 

O Fundo Garantidor do Aporte da Ponte Salvador-Itaparica foi aprovado na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), na última segunda-feira, será gerido pela Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) e é destinado aos contratos de Parceria Público-Privada (PPP) para execução das obras e dos serviços de construção, operação e manutenção da estrutura. O Governo do Estado vai injetar R$ 750 milhões divididos em parcelas anuais de R$ 250 milhões. 


Blogbraga/Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Balanço de gestão 2019/2020: Codevasf investe R$ 3 bilhões em políticas públicas e beneficia 3,8 milhões de pessoas

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

Nos últimos dois anos, cerca de R$ 3 bilhões foram investidos em políticas públicas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), beneficiando aproximadamente 3,8 milhões de pessoas na área de atuação da empresa. As ações estão ligadas à agricultura irrigada, revitalização de bacias hidrográficas, economia sustentável e segurança hídrica, além de outras obras estruturantes. Os números fazem parte do balanço de gestão 2019/2020 da Companhia.

 “Como empresa vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), a Codevasf exerce um importante papel como um dos principais braços executores do órgão. As ações promovidas pela Companhia, de acordo com as diretrizes e competências do MDR, resultam em crescimento econômico, geração de renda e melhoria da qualidade de vida da população na área em que atuamos”, explica Marcelo Moreira, diretor-presidente da Companhia.

 Na área da agricultura irrigada, a empresa contabiliza anualmente a produção média de 3,8 milhões de toneladas de itens agrícolas, gerando mais de 249 mil empregos e movimentando cerca de R$ 3 bilhões nos Projetos Públicos de Irrigação (PPIs) mantidos pela Companhia em Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco e Sergipe, compreendendo uma área irrigada total de 145,1 mil hectares. De acordo com o balanço da empresa, aproximadamente R$ 420 milhões em impostos foram gerados com a agricultura irrigada no período.

 Nas ações ligadas à economia sustentável, em 2020, foram doados 2.175 máquinas e implementos agrícolas, 135 veículos, 91 máquinas e equipamentos pesados, 13.797 materiais para sistema de abastecimento e 458 máquinas e insumos diversos, tendo um investimento total de R$ 88,1 milhões.

 Ainda no período houve um investimento de R$ 255,4 milhões em aquisições para doação de 427 caminhões e veículos; 4,8 mil máquinas, implementos e equipamentos agrícolas; 239 máquinas pesadas; 2,6 mil bens para agroindústria. Além de mais de R$ 12 milhões em kits para as cadeias da apicultura, piscicultura, corte e costura, produção de leite e apoio a comercialização dos produtos agrícolas, beneficiando cerca de 5,7 mil pessoas As ações na área da economia sustentável envolvem também implantação de infraestruturas. Foram investidos R$ 35 milhões na contratação de obras de oito mercados públicos, 74 espaços multieventos e diversas pontes. Além de R$ 694 milhões para a pavimentação e recuperação de 4,3 mil km de vias públicas.

 Revitalização e segurança hídrica

 As ações de revitalização objetivam recuperar, preservar e conservar, de forma sustentável, as regiões das bacias hidrográficas da área de atuação da Codevasf e, ainda, promover a melhoria da qualidade da água, o aumento da quantidade da água e a melhoria nas condições socioambientais e econômicas.

 Dentre as ações destaca-se a produção de alevinos pelos Centros Integrados de Aquicultura e Recursos Pesqueiros mantidos pela Codevasf nos estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Entre 2019 e 2020, foram produzidos cerca de 14 milhões de alevinos usados em peixamentos. A ação visa a recuperar a ictiofauna nativa, favorecendo a preservação da biodiversidade aquática e a pesca artesanal.

 No balanço de gestão da Companhia, na área de revitalização, a entrega de 19 obras de saneamento básico com investimento total de R$ 174,3 milhões e potencial para atender 186 mil pessoas se sobressai. Com a entrega dos empreendimentos, estima-se economia de 697 milhões nos custos de saúde.

 Na área de segurança hídrica, a Codevasf promove ações de operação, manutenção e implantação de infraestruturas de oferta de água para uso múltiplo, de forma integrada com as políticas públicas de desenvolvimento regional, socioeconômico e ambiental do País.

 No balanço das ações, destaca-se o aumento de 647,09 m³/s x km de vazão média de água bruta na área de atuação da empresa, além de oito intervenções de recuperação de barragens, entre elas Zabumbão (BA), Ceraíma (BA) e Bico da Pedra (MG).


Blogbraga/Fonte: Ascom - Codevasf

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Eleições da UPB devem acontecer dia 2 de março

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

Presidente Eures Ribeiro garante fazer a eleição mais democrática possível

De acordo com nota oficial emitida pela entidade, no próximo dia 2 de março devem acontecer as eleições para escolha da diretoria executiva da União dos Municípios da Bahia (UPB). Haverá uma reunião no dia 20 de janeiro da Diretoria Executiva atual para deliberação da Resolução e sua publicação, com a provável data a ser confirmada. Em razão da pandemia e conforme os protocolos do Governo Federal e Municipal, a entidade vai adequar a votação aos melhores procedimentos para proteção dos associados e colaboradores.

“Garanto fazer a eleição mais democrática possível porque a UPB precisa continuar firme e forte em defesa dos municípios. Sou conhecedor das dificuldades que passam os prefeitos e prefeitas e sei que juntos conseguiremos ajuda”, disse o presidente da UPB e vice-presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Eures Ribeiro.

Com a pandemia do coronavírus e a prorrogação das eleições municipais, que finalizaram dia 29 de novembro de 2020, muitos prefeitos e prefeitas eleitos de primeiro mandato tiveram real dificuldade de transição de governo, iniciando uma gestão com total atenção e foco no município. “Em janeiro os prefeitos e prefeitas estão efetivando os cadastros na UPB e entendemos esse fato como essencial para maior legitimidade do processo eleitoral”, avaliou Eures.

As regras das eleições da UPB são estabelecidas pelo seu Estatuto Social, sempre disponível no site oficial da UPB e regulamentada por Resolução da Diretoria Executiva da UPB.


Blogbraga/UPB - União dos Municípios da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Rui Costa convida trabalhadores da Ford para participar de grupo de trabalho

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

O governador Rui Costa convidou trabalhadores da Ford para participar do grupo de trabalho que vai buscar alternativas ao fechamento da empresa em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. “Precisamos nos unir e trabalhar com equilíbrio, responsabilidade e celeridade para assegurar a manutenção desses empregos e de toda esta cadeia produtiva na Bahia. Nosso grupo de trabalho será formado por técnicos do Estado, por membros da Federação da Indústria da Bahia e também por representantes do Sindicato dos Metalúrgicos”, afirmou o governador na chegada a Capim Grosso, onde cumpre agenda nesta terça-feira (12). A primeira reunião do grupo acontece na tarde de hoje, em Salvador.

Ontem, por meio das redes sociais, Rui Costa lamentou o cenário econômico brasileiro atual, bem como a gestão do governo federal. “A saída da Ford do Brasil significa milhares de desempregados, sendo cerca de 6 mil demissões somente na Bahia. Significa aumento da pobreza em nossa nação. Infelizmente, são centenas de indústrias que vão fechando, semana após semana, já que temos um país que não cuida da sua economia, não garante segurança institucional a seus investidores e não faz as reformas necessárias”, disse o governador em vídeo divulgado nesta segunda. Rui também entrou em contato com a Embaixada Chinesa para sondar possíveis investidores asiáticos com interesse em assumir o negócio na Bahia.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

LEM/BARREIRAS: Vice-governador e titular da SDE está no Oeste baiano com investidores portugueses

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

Vice-governador e titular da SDE está no Oeste baiano com investidores portugueses 

Cumprindo missão institucional de negócios nas regiões Oeste e Extremo Sul da Bahia, desde segunda-feira (11), com um grupo de investidores de Portugal, o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, lamentou o anúncio de fechamento da Ford no Brasil, mas destacou que o governo baiano já está se movimentando em busca de novos empreendimentos.  

"A Ford fecha, mas vamos em busca de novos caminhos. E isto já está acontecendo. O governador Rui Costa já está buscando alternativas para substituir a Ford em Camaçari", destaca. Além disso, pontua Leão, outro caminho é o Polo Agroindustrial do Médio São Francisco, que tem inspiração no case de sucesso da indústria sucroalcooleira Agrovale, em Juazeiro, que sozinha gera mais de 5 mil empregos. "Já temos uma nova usina em implantação no Muquém do São Francisco, outras duas assinaram protocolo de intenções e estamos em busca de outras sete. A ideia é implantar até 10 usinas, gerar mais de 40 mil empregos e tornar a Bahia competitiva neste segmento", diz. 

No Brasil, a Ford vai manter funcionando apenas as operações do Centro de Desenvolvimento de Produto, aqui na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí, no interior de São Paulo, além da sede regional localizada na capital. Para Leão, é importante lutar para que a montadora amplie este centro de design, mantido na Bahia.  

Novos negócios 

João Leão ainda informou que a SDE fechou 2020 com 92 protocolos de intenções assinados, que somam investimentos na ordem de R$ 34 bilhões e prevêem geração de 7,6 mil novos empregos diretos. "Os números são fruto de muito empenho e trabalho, sobretudo na interiorização do desenvolvimento. A perspectiva para este e para os próximos anos é positiva. Temos também 412 empreendimentos em implantação, atraídos pelo Governo do Estado, com previsão de investir R$ 68,5 bilhões e gerar 52,4 mil vagas de empregos diretos”, afirma o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico. 

A comitiva institucional apresentou potenciais de investimento nas regiões Oeste e no Extremo Sul da Bahia, sobretudo na área de infraestrutura viária, aos executivos da Future, maior grupo de engenharia com sede em Portugal e que possui projetos realizados em 25 países. A duplicação da BR-242, que interliga os municípios de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, e a duplicação da BA-001, ligando a Ponte Salvador-Itaparica de Itaparica à Porto Seguro, foram alguns dos projetos debatidos. 


Blogbraga/Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Crea-BA diz que fechamento da Ford vai gerar prejuízos incalculáveis

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

O fechamento da fábrica da Ford , anunciado nesta segunda-feira (11), trará aumento de desemprego para o Brasil, e agravará a situação da Bahia, onde a montadora possui fábrica na cidade de Camaçari. De acordo com a empresa, a pandemia do novo coronavírus e perdas de crises anteriores foram os motivos que levaram a multinacional a tomar a decisão pelo fechamento das fábricas na Bahia, São Paulo e Ceará.

A Ford recebeu cerca de 20 bilhões de dólares no Brasil em incentivos fiscais desde 1999. “Pediu isenção fiscal e prometeu gerar empregos. A crise chega e simplesmente avisa o fechamento, sem compromisso com o país, com a Bahia”, afirma o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA),  eng. agrimensor Joseval Carqueija.

O fechamento trará grandes prejuízos para o Estado, em um momento que a engenharia já enfrenta perdas em diversos segmentos. “É preocupante, pois já estamos sofrendo com perda de postos de trabalho, profissionais sem perspectivas de emprego. Enquanto estamos pensando em ampliar e buscar alternativas para geração de emprego e renda para a Bahia, somos surpreendidos com o fechamento de uma fábrica que emprega tantos profissionais”, pondera o presidente.

Carqueija destaca ainda que a Ford gera atividades econômicas, desde emprego aos profissionais das engenharias a fornecedores, prestadores de serviço, além de empresas que dão suporte a operação. São cerca de cinco mil pessoas que atuam em todo Brasil, “é um prejuízo incalculável”, afirma.

O presidente, que tomou posse no Crea-BA no último dia 04 de janeiro, já havia sinalizado que a gestão atual trabalharia junto aos legisladores tanto no âmbito estadual, quanto em Brasília, para defender a soberania da engenharia, “agora, mais do que nunca, é urgente pensarmos em soluções para gerarmos emprego para os nossos profissionais. É necessário o envolvimento de todos neste processo”.

Ele finaliza afirmando que, “enquanto o país não tiver tecnologia de ponta para ser competitivo na indústria automática, sofrerá com a falta de soberania”.  


Blogbraga/Crea-BA

Compartilhar no Whatsapp

Passageira de ônibus é presa na Chapada Diamantina transportando cocaína avaliada em 350.000 reais

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

Mais de 3 Kg (três quilos) de cocaína foram interceptados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde desta segunda-feira (11) em Itaberaba, na Bahia. A droga estava escondida na bagagem de uma mulher de 23 anos que foi presa por tráfico de drogas.

Inicialmente, foi dada ordem de parada ao veículo que seguia de Goiânia (GO) com destino a Salvador (BA). Ao subir no ônibus e conversar com os ocupantes, a equipe percebeu um nervosismo incomum em uma das passageiras. Ela apresentou informações desencontradas acerca do destino e motivo da viagem.

Desconfiados, os policiais decidiram aprofundar a fiscalização e encontraram uma mala com três tabletes de cocaína que estavam cuidadosamente embaladas e prontas para comercialização. Ao todo foram apreendidos 3,146 Kg (três quilos e cento e quarenta e seis gramas) da droga.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante e a mulher que reside em Cuiabá (MT) com o produto apreendido foram apresentados a autoridade de plantão da Delegacia de Polícia Civil em Seabra (BA). Inicialmente, ele responderá pelo crime previsto no artigo 33 da Lei 11.343/2006, cuja pena varia de 5 a 15 anos de prisão.

É a Polícia Rodoviária Federal, reiterando mais uma vez sua missão de promover a prosperidade da Nação garantindo a segurança pública e a mobilidade no Brasil.

Confira o vídeo da ocorrência: https://youtu.be/buflwDoe7sQ


Blogbraga/PRF

Compartilhar no Whatsapp

Rui anuncia criação de grupo de trabalho para atrair montadora para a Bahia

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

O governador Rui Costa comentou, no início da noite desta segunda-feira (11), o anúncio do encerramento das atividades de todas as fábricas da Ford no Brasil. Por meio das redes sociais, ele lamentou o cenário econômico brasileiro atual, bem como a gestão do governo federal, e lembrou que um grupo de trabalho já foi criado, inclusive com a participação da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), para atrair uma nova montadora para o estado.

“A saída da Ford do Brasil significa milhares de desempregados, sendo cerca de 6 mil demissões somente na Bahia. Significa aumento da pobreza em nossa nação. Infelizmente, são centenas de indústrias que vão fechando, semana após semana, já que temos um país que não cuida da sua economia, não garante segurança institucional a seus investidores e não faz as reformas necessárias – inclusive a tributária de que tanto precisamos. Ficamos indignados e tristes, pela falta de gestão, de competência e de trabalho, em nosso país. Infelizmente, enquanto uns, dia após dia, só fazem politicagem, nosso país vai perdendo centenas de investidores e postos de trabalho”, lamentou Rui.

No entanto, o governador reforçou que a Bahia já está trabalhando para voltar a ter uma representante do segmento instalada no território. “Nós não vamos ficar parados e iremos fazer a nossa parte. Hoje mesmo, já entrei em contato com embaixadas de outros países, especialmente asiáticos, para efetivar o convite para que indústrias automotivas venham visitar nosso parque e conhecer nossa infraestrutura para que possamos atrair o interesse de outros grupos e voltemos a ter, o mais rápido possível, a fabricação de carros na Bahia, garantindo a renda e o emprego para milhares de famílias de baianos e baianos”, concluiu o governador.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Governador anuncia nome do novo comandante-geral da PMBA

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2021 / Bahia

O Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (12) vai trazer a nomeação do novo comandante-geral da Polícia Militar da Bahia (PMBA). A novidade foi anunciada no início da noite desta segunda-feira (11) pelo governador Rui Costa, que utilizou as redes sociais para comunicar que a corporação passará a ser comandada pelo coronel Paulo Coutinho. Ele estava no posto de comandante de policiamento na Região Integrada de Segurança Pública Central, em Salvador.

“Quero agradecer toda a dedicação, trabalho e o empenho do coronel Anselmo Brandão, que comandou a PM nos últimos seis anos. Amanhã [12], será publicada a nomeação e, na quarta [13], faremos a transmissão do cargo. Seguiremos trabalhando firme, trabalhando duro para perseguir e alcançar nossas metas e melhores indicadores para a segurança pública do nosso estado”, comentou Rui.

Experiência

Recifense, Paulo Coutinho ingressou na Polícia Militar da Bahia em 1986. De lá para cá, passou por diversas companhias e batalhões, comandando, inclusive, o Batalhão de Operações Especiais (Bope). Concluiu cursos de especialização e pós-graduação na área de Segurança Pública.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Produtores baianos entram na reta final do plantio do algodão

Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2021 / Bahia

Com cerca de 90% das áreas previstas de algodão já semeadas, os produtores baianos entram na reta final do plantio. Com o prazo final, marcado pelo calendário fitossanitário do estado para o dia 10 de fevereiro, eles aproveitaram a regularidade das chuvas para adiantar a primeira etapa da safra 2020/21. Apesar de uma redução de área prevista em torno de 15%, com 266.015 mil hectares a serem semeados em toda a Bahia, os produtores baianos se mantêm otimistas com a produtividade das lavouras e com os preços do mercado internacional, que vão permitir maior segurança e rentabilidade para os produtores.

Depois de uma indefinição vinda com a pandemia da Covid-19, o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Luiz Carlos Bergamaschi, explica que a queda do preço do algodão no início da pandemia motivou a busca por parte dos produtores por commodities mais rentáveis, com melhor valorização no mercado agrícola, como a soja, por exemplo. "Para as próximas safras, teremos uma retomada gradual da área de algodão na Bahia, acompanhando o aquecimento da economia mundial e os índices de consumo da pluma pós pandemia do coronavírus”, espera.

Um pouco antes do plantio, em dezembro, as notícias da imunização e maior normalidade do mercado financeiro, com o incremento do preço da pluma, permitiram maior segurança por parte daqueles que continuaram investindo no setor de algodão na Bahia. “Com quatro safras seguidas de retomada do crescimento, e com os investimentos de décadas em maquinário e mão de obra especializada já consolidados, os produtores baianos continuam confiando na tecnologia empregada e no manejo correto de doenças e pragas para garantir a qualidade da pluma como diferencial nos mercados interno e externo”, afirma.

Na última safra de algodão, a Bahia fechou pelo segundo ano consecutivo, uma safra de 1,5 milhão de toneladas de algodão (fibra e caroço). Apesar da instabilidade das chuvas e das incertezas com a pandemia do coronavírus, o estado atingiu uma produtividade média acima das 300 arrobas de algodão em caroço/hectare em uma área total de 313.566,4 mil hectares. O estado vem consolidando a quarta safra seguida com um ciclo de crescimento e resultados satisfatórios em produtividade e qualidade, sendo atualmente o segundo maior produtor de algodão do Brasil, com participação de 25% da produção nacional.


Blogbraga/Assessoria de Imprensa Abapa

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2020
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
Contabilidade Rio Grande - Parceira dessa Causa
PARCEIROS
Grupo Marabá ORIX Minas Aço Rivaldo AFS Guarda Municipal Dupará Açaí P&F Contabilidade Rondon DPVAT Sutrans Paraíba Global Sportime Delicia Imperial Casa da Ferramenta Neli ASMAT Ofertas - Hiper Santo Antonio G7 NET Midori Paisagismo SBS CISO DBT Dique Denuncia Vida Farma Oeste Beton Jaú LH Madeiras Casa do Marceneiro Online Extreme PM Luz motos