Governo da Bahia

NOTÍCIAS

Governo da Bahia abre inscrições para os médicos interessados em atuar nas UTIs das unidades Covid-19

Domingo, 10 de Maio de 2020 / Bahia

Os médicos de todo o Brasil interessados em atuar nas UTIs das unidades de referência e retaguarda para o coronavírus (Covid-19) em território baiano, devem se inscrever até 31 de maio, por meio do site da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (www.saude.ba.gov.br/medicocovid19). São 400 vagas distribuídas entre diaristas, plantonistas e coordenação, com início imediato.

A convocação visa médicos com experiência, sendo especialistas nas áreas de medicina intensiva, anestesiologia, cirurgia, pneumologia, clínica médica, cardiologia, nefrologia, infectologia e áreas afins. As vagas abrangem todo o território do estado da Bahia.

As contratações se farão através das Organizações Sociais gestoras das unidades hospitalares ou por empresas.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM INICIOU NESTA SEXTA-FEIRA,08 DE MAIO, OPERAÇÃO ESPECIAL PARA FISCALIZAR DECRETO ESTADUAL QUE PROÍBE TRANSPORTE INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS EM JACOBINA

Sábado, 09 de Maio de 2020 / Bahia

BARES DA SEDE E DOS DISTRITOS SERÃO TAMBÉM FORTEMENTE FISCALIZADOS. SERÃO FECHADOS DIARIAMENTE ÁS 14 HS.

 Na noite desta sexta-feira 08 de maio, a 24ª CIPM deu início a uma Operação Especial para fiscalizar e proceder com o cumprimento do Decreto Estadual Nº 19.681 DE 07 DE MAIO DE 2020 (http://diarios.egba.ba.gov.br/html/_DODia/DO_frm0.html) onde passa a proibir o transporte intermunicipal de passageiros também em Jacobina.

Esta Operação tem o apoio de prepostos do SMTT, Guarda Civil Municipal e permanecerá comandada diretamente pelo Major Flailton Oliveira, Comandante da PM local. Na Operação os PMs estão orientando toda população a importância do isolamento social e o perigo que representa as aglomerações.

O Comando da PM também intensificará a fiscalização em todos os bares e restaurantes da Cidade sede e seus Distritos, os quais só poderão funcionar impreterivelmente até às 14h. A Operação também se estenderá na fiscalização de aglomeração em campos de futebol e quadras poliesportivas em todo município.

“É bem claro que a proliferação do COVID-19 está aumentando em nossa região, porém não vamos desistir no combate a esta Pandemia Mundial. A 24ª CIPM continuará firme e a postos 24 horas por dia, para garantir o cumprimento ao Decreto Estadual, no intuito de servir e proteger a sociedade. NADA RESISTE AO TRABALHO!” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

 "PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

 Jacobina, 09 de maio de 2020.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando

 

INSTAGRAM: https://instagram.com/24cipm?igshid=h8t25x89o29k

FACEBOOK: https://www.facebook.com/24cipmba/


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 4.818 casos confirmados e 183 óbitos de Covid-19

Sábado, 09 de Maio de 2020 / Bahia

A Bahia registra 4.818 casos confirmados de Covid-19, o que representa 24,95% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 1.286 pacientes recuperados e 183 óbitos, 3.349 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 158 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (64,94%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ipiaú (2.223,53), Ilhéus (1.706,43), Uruçuca (1.657,00), Itabuna (1.336,63) e Coaraci (1.118,11).

O boletim epidemiológico registra 10.864 casos descartados e 19.307 notificações em toda a Bahia. Esses dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 888 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 446 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 50%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 422 leitos exclusivos para o coronavírus, 235 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 55,7%. 

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 24.557 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 8 de maio de 2020. Atualmente, 2.944 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) contabiliza 183 mortes pelo novo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Buerarema (3); Camaçari (2); Capim Grosso (3); Catu (1); Coaraci (1); Feira de Santana (2); Gandu (1); Gongogi (2); Ibirataia (1); Ilhéus (10); Ipiaú (2); Itabuna (6); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Jequié (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5); Maraú (1); Nilo Peçanha (1); Ribeira do Pombal (1); Salvador (118); São Francisco do Conde (1); Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vera Cruz (1); Vereda (1) e Vitória da Conquista (4). Esses números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta sexta-feira (8).

171º óbito: homem de 66 anos, residente em Salvador, com histórico de diabetes e doença cardiovascular crônica. O paciente estava internado em um hospital público na capital baiana, vindo a falecer no dia 30/04.

172º óbito: mulher de 76 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão e doença cardiovascular crônica. A paciente estava internada em uma unidade pública de saúde na capital baiana, vindo a falecer na última segunda (4).

173º óbito: homem de 43 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. O paciente estava internado em um hospital municipal na capital baiana, vindo a falecer no dia 27/04.

174º óbito: mulher de 72 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão. A paciente estava internada em uma unidade pública de saúde na capital baiana, vindo a falecer no dia 22/04.

175º óbito: homem de 54 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão. O paciente estava internado em um hospital privado na capital baiana, vindo a falecer ontem (7).

176º óbito: mulher de 33 anos, residente em Salvador, com histórico de obesidade. A paciente estava internada em um hospital municipal na capital baiana, vindo a falecer no último sábado (2).

177º óbito: mulher de 54 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. A paciente estava internada em uma unidade de saúde na capital baiana, vindo a falecer na última sexta (1).

178º óbito: homem de 78 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. O paciente estava internado em um hospital municipal na capital baiana, vindo a falecer no dia 28/04.

179º óbito: homem de 44 anos, residente em Salvador, com histórico de obesidade. O paciente estava internado em uma unidade de saúde na capital baiana, vindo a falecer no último domingo (3).

180º óbito: mulher de 74 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. A paciente estava internada em um hospital municipal na capital baiana, vindo a falecer no dia 30/04.

181º óbito: mulher de 86 anos, residente em Salvador, com histórico de doença respiratória crônica. A paciente estava internada em uma unidade de saúde na capital baiana, vindo a falecer no dia 15/04.

182º óbito: homem de 79 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. O paciente estava internado em um hospital municipal na capital baiana, vindo a falecer ontem (7).

183º óbito: homem de 64 anos, residente em Salvador, com histórico de diabetes. O paciente estava internado em uma unidade de saúde na capital baiana, vindo a falecer no último domingo (3).

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 51,12% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 25,01% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos ou mais (644,72/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (525,26/1.000.000 habitantes).

A Sesab ressalta os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. O boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, está disponível no site da Sesab. 


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Produção de máscaras por pequenos empreendimentos movimenta economia na Bahia

Sábado, 09 de Maio de 2020 / Bahia

A produção de máscaras faciais é uma oportunidade de renda para os 603 empreendimentos habilitados por edital do Governo do Estado. Mais de 5 milhões de máscaras estão sendo produzidas por associações, cooperativas e pequenas empresas de toda a Bahia. Deste total, 1 milhão de máscaras já foi distribuído pelo Governo do Estado para ajudar a combater a pandemia do novo Coronavírus.

O edital, que resultou em um catálogo eletrônico, foi lançado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em parceria com as secretarias do Planejamento (Seplan) e de Desenvolvimento Econômico (SDE).

O secretário da SDR, Josias Gomes, considera a ação resultado da preocupação permanente do Governo da Bahia em promover alternativas que protejam a população: “É preciso que cada um faça seu papel nesta luta contra a Covid-19. Nós, da SDR, estamos unindo esforços para enfrentarmos essa pandemia. E é uma das nossas ações para gerar renda para os pequenos empreendimentos, promovendo a produção de uma proteção tão necessária neste momento, as máscaras”.

A Cooperativa Rede de Produtoras da Bahia (Cooperede), com sede no município de Feira de Santana, é um dos empreendimentos habilitados pelo edital. A Cooperede está produzindo 2 milhões de máscaras, por meio de contrato com a CAR/SDR. Para atender a essa demanda, a cooperativa está envolvendo 500 mulheres dos territórios do Portão do Sertão, Sisal, Bacia do Jacuípe, Recôncavo, Nordeste II e Região Metropolitana. 

A coordenadora geral da Cooperede, Maria Nilza da Conceição, destaca que o contrato foi muito importante para o fortalecimento do empreendimento neste momento de crise. “Essa foi uma grande oportunidade para as mulheres que estavam paradas e sem perspectiva, e, agora, contam com uma renda. O benefício disso vai além da questão econômica, pois traz a essas mulheres ocupação para a mente, que também é importante neste momento em que precisamos estar isolados”.
 
Outro empreendimento que está a todo vapor com a produção é o Costura Solidária Sustentável, da Península de Itapagipe, em Salvador, vinculado à Cooperativa Central de Agricultura Familiar, Reforma Agrária, de Trabalho e de Economia Solidária Urbana e Rural (Coopercentral). A encomenda inicial foi de 3 mil máscaras. 

Segundo a representante do grupo de costureiras, Carine Nascimento, essa foi a única alternativa de renda para muitas mulheres. “Os empreendimentos de economia solidária estavam em grande aperto neste período, pois não temos consumidores para os nossos produtos. Com a produção de máscaras, mulheres negras, de periferias, e chefes de família voltaram a levar o sustento para suas casas”. 

De acordo com o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, o Governo do Estado está preparando novos insumos para a produção de outros 5 milhões de máscaras, entre os dias 20 e 25 deste mês, o que totalizará 10 milhões de unidades. “Com a produção das máscaras, o Governo da Bahia gera renda para milhares de famílias, ao tempo em que a distribuição em massa amplia a proteção das pessoas contra o Coronavírus”, afirma Pinheiro.

Catálogo eletrônico

O catálogo com os 603 empreendimentos habilitados no edital público está disponível para toda a população nos sites da CAR (www.car.ba.gov.br) e da SDR (www.sdr.ba.gov.br). Como forma de otimizar a divulgação dos empreendimentos habilitados, o catálogo foi enviado para prefeituras municipais, secretarias e órgãos do estado da Bahia, empresas e organizadores de campanhas de uso de máscaras. 

No catálogo constam nome, localização, formas de contato, tudo o que é necessário para encomendar as máscaras. E está dividido por Território de Identidade, para facilitar a encomenda.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 4.745 casos confirmados de Covid-19 e 170 óbitos

Sexta-feira, 08 de Maio de 2020 / Bahia

A Bahia registra 4.745 casos confirmados de Covid-19. Considerando o número de 1.144 pacientes recuperados e 170 óbitos, 3.431 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

O boletim epidemiológico registra 10.712 casos descartados e 19.132 notificações. Até o momento, 328 profissionais de saúde tiveram diagnóstico positivo para Covid-19. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais. Na oportunidade, diferente do informado no boletim divulgado ontem (7), às 17h, não há casos confirmados no município de Serrolândia. O aprofundamento da investigação apontou que o paciente é residente no município de Valente.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 170 mortes pelo novo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Buerarema (3); Camaçari (2); Capim Grosso (3); Catu (1); Feira de Santana (2); Gandu (1); Gongogi (2); Ibirataia (1); Ilhéus (10); Ipiaú (2); Itabuna (6); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Jequié (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5); Maraú (1); Nilo Peçanha (1); Ribeira do Pombal (1); Salvador (103); São Francisco do Conde (1); Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vereda (1); Vera Cruz (1); Vitória da Conquista (4). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 12 horas desta sexta-feira (8).

166º óbito: homem de 67 anos, residente em Salvador, com histórico de doença cardiovascular. O paciente estava internado em um hospital público da capital baiana, vindo a falecer em 05 de maio.

167º óbito: homem de 89 anos, residente em Capim Grosso, sem histórico de comorbidades. O paciente foi atendido na UPA do município em 06 de maio, evoluindo com a piora no quadro clínico, vindo a falecer no mesmo dia na própria unidade.

168º óbito: homem de 48 anos, residente em Salvador, com histórico de obesidade. O paciente foi atendido em uma UPA no município de Lauro de Freitas, evoluindo com a piora no quadro clínico, vindo a falecer no mesmo dia na própria unidade.

169º: homem de 63 anos, residente em Salvador, com histórico de diabetes. O paciente estava internado em um hospital público da capital baiana, vindo a falecer em 23 de abril.

170º óbito: homem de 76 anos, residente em Vera Cruz, com histórico de hipertensão e lesão renal aguda. O paciente estava internado em um hospital público na capital baiana, vindo a falecer em 05 de maio.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Agricultores familiares recebem apoio do Governo do Estado para comercialização de produtos

Sexta-feira, 08 de Maio de 2020 / Bahia

A pandemia do novo coronavírus trouxe grande impacto para os empreendimentos de todo o mundo. Mas a agricultura familiar baiana segue se reinventando e se estruturando para continuar levando à mesa dos baianos alimentos de qualidade. Em todos os territórios do estado, associações e cooperativas se adaptam à nova realidade e adotam o sistema delivery como uma das estratégias de comercialização.

A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) permanece dando contínuo apoio a esses empreendimentos e vem divulgando, em seus meios de comunicação, as iniciativas de delivery que estão sendo realizadas em toda a Bahia. No site da secretaria (www.sdr.ba.gov.br), por exemplo, está disponibilizado um catálogo com nome e contato de empreendimentos que estão realizando entregas, tanto em Salvador como no interior baiano.

São diversos produtos que a população pode adquirir em casa, como morangos, chocolates, cafés, castanhas de caju, derivados do milho, do licuri e do umbu e diversos cortes de cordeiros e cabritos.

O secretário da SDR, Josias Gomes, destaca que a agricultura familiar tem trabalhado firme para manter a segurança alimentar e nutricional do estado: “Os agricultores familiares, organizados por associações e cooperativas, têm se reinventado para poder levar os seus produtos às pessoas. Neste momento de pandemia, mais do que nunca, devemos priorizar as compras de alimentos dos pequenos agricultores, cooperativas e comerciantes. Faça parte dos que apoiam os produtos cultivados e comercializados pelo povo!”.

A Cooperativa Regional de Alimentos (Frigbahia), ligada à Cooperativa Agroindustrial de Pintadas (Cooap), ao longo de 5 anos, fazendo comercializando seus produtos em redes de mercados de Salvador e outras capitais. O presidente da FrigBahia, Valcyr Rios, destaca que, com a pandemia, foi a hora de mudar algumas estratégias: “Neste momento em que estamos passando por esse isolamento, necessário, estamos nos reinventando e passando para uma fase nova, que é a venda eletrônica, com o delivery. Iniciamos em Salvador e Lauro de Freitas, mas a perspectiva é abrir para outros municípios”.

As carnes de caprinos são de animais criados por agricultores familiares, ligados à Cooap, que recebe o apoio da SDR, por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), para qualificar a produção e impulsionar o acesso ao mercado, com produtos de qualidade.

Costela, filé, lombo, picanha e pernil estão entre os cortes nobres de caprinos, da agricultura familiar da Bahia, que já podem ser adquiridos por moradores de Salvador e Lauro de Freitas, por meio do instagram @frigbahia_finosertao e pelo whatsapp (75) 99847-4107.

Confira no site da SDR, o catálogo com informações de outras cooperativas da agricultura familiar e adquira seu produto. Comprar de quem produz em seu estado fortalece a economia local.


Blogbraga/SDR Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Dez mil novas pistolas austríacas são entregues a servidores da SSP

Sexta-feira, 08 de Maio de 2020 / Bahia

Dez mil pistolas da marca Glock foram entregues, nesta quinta-feira (7), às polícias Militar, Civil, Técnica e ao Corpo de Bombeiros, pelo secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, em solenidade simbólica realizada na Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), em Salvador. A entrega não reuniu servidores, apenas representantes de cada órgão que recebeu o equipamento, para não haver aglomeração e evitar a propagação da Covid-19. Na ocasião, também foram entregues seis novas viaturas, sendo quatro para a Ronda Maria da Penha, uma para a Ronda Escolar e outra para o Batalhão de Polícia Rodoviária.

Segundo Barbosa, o investimento de R$ 20,8 milhões na compra das pistolas tem o objetivo de combater a criminalidade. “É um dia muito especial para a segurança pública em geral, pois conseguimos entregar uma das pistolas consideradas mais seguras do mundo para equipar as nossas forças de segurança. Foi um longo processo para a conclusão da compra e agradecemos ao governador Rui Costa pelo recurso. A Bahia é pioneira na aquisição de um lote deste tamanho com recursos próprios".

O secretário disse que realizou uma visita à fábrica da Glock, na Áustria, onde verificou a qualidade e a durabilidade da arma e a linha de produção, além de testar o armamento. “Isso nos deu muita segurança para realizar a compra. A Polícia Militar está recebendo seis mil pistolas; a Polícia Civil e o DPT, cerca de 3,7 mil armas; e o Corpo de Bombeiros, 400. Esse é um primeiro passo para que esse armamento chegue a todo o nosso efetivo”. 

Barbosa acrescentou que a compra também tem como objetivo preservar vidas. “A intenção é preservar vidas e reduzir a criminalidade. Para isso buscamos o que há de melhor no mercado para oferecer aos nossos policiais”.


Blogbraga/SSP-BA/Repórter: Raul Rodrigues

Compartilhar no Whatsapp

Senado aprova auxílio de R$ 125 bilhões para estados e municípios; veja quanto cada município da Região de Irecê deverá receber

Sexta-feira, 08 de Maio de 2020 / Bahia

O Plenário do Senado aprovou no sábado (2) o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (PLP 39/2020), que prestará auxílio financeiro de R$ 125 bilhões a estados e municípios para combate à pandemia da covid-19. O valor inclui repasses diretos e suspensão de dívidas. Foram 79 votos favoráveis e um voto contrário. O tema segue para a Câmara dos Deputados.

O programa vai direcionar R$ 60 bilhões em quatro parcelas mensais, sendo R$ 10 bilhões exclusivamente para ações de saúde e assistência social (R$ 7 bi para os estados e R$ 3 bi para os municípios) e R$ 50 bilhões para uso livre (R$ 30 bi para os estados e R$ 20 bi para os municípios). Além disso, o Distrito Federal receberá uma cota à parte, de R$ 154,6 milhões, em função de não participar do rateio entre os municípios. Esse valor também será remetido em quatro parcelas.

Além dos repasses, os estados e municípios serão beneficiados com a liberação de R$ 49 bilhões através da suspensão e renegociação de dívidas com a União e com bancos públicos e de outros R$ 10,6 bilhões pela renegociação de empréstimos com organismos internacionais, que têm aval da União. Os municípios serão beneficiados, ainda, com a suspensão do pagamento de dívidas previdenciárias que venceriam até o final do ano. Essa medida foi acrescentada ao texto durante a votação, por meio de emenda, e deverá representar um alívio de R$ 5,6 bilhões nas contas das prefeituras. Municípios que tenham regimes próprios de previdência para os seus servidores ficarão dispensados de pagar a contribuição patronal, desde que isso seja autorizado por lei municipal específica.

O auxílio foi aprovado na forma de um texto apresentado pelo relator, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), e que substitui a proposta original enviada pela Câmara (PLP 149/2019). Dessa forma, o Senado, como autor do projeto de lei (PLP 39/2020), terá a palavra final sobre o assunto — ou seja, caso os deputados promovam mudanças, elas terão que ser confirmadas pelos senadores.

A lista completa dos municípios que integram a Região de Irecê

América Dourada  R$ 1.452.410,83
Barra do Mendes  R$ 1.251.253,65
Barro Alto  R$ 1.347.455,33
Cafarnaum  R$ 1.663.856,00
Canarana  R$ 2.362.265,81
Central  R$ 1.558.178,54
Gentio do Ouro  R$ 1.013.727,53
Ibipeba  R$ 1.643.460,53
Ibititá  R$ 1.544.370,98
Irecê  R$ 6.584.942,30
Itaguaçu da Bahia  R$ 1.302.152,10
João Dourado  R$ 2.273.103,27
Jussara  R$ 1.379.311,99
Lapão  R$ 2.456.752,83
Morro do Chapéu  R$ 3.195.863,36
Mulungu do Morro  R$ 982.683,08
Presidente Dutra  R$ 1.366.497,13
São Gabriel  R$ 1.695.983,40
Uibaí  R$ 1.253.239,05
Xique-Xique  R$ 4.194.880,87


Blogbraga/Fonte: Agência Senado

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Transporte é suspenso em mais quatro municípios baianos

Sexta-feira, 08 de Maio de 2020 / Bahia

A partir deste sábado (9), o transporte coletivo estará suspenso em Aiquara, Boa Vista do Tupim, Nova Viçosa e Serrolândia. Não serão permitidas a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. 

A decisão, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (8), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana. O decreto também autoriza a retomada do transporte em Água Fria, Almadina, Jaguaquara, Licínio de Almeida e Santa Luzia, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de covid-19.

A Bahia totaliza 114 municípios com restrição no transporte. Estão na lista as cidades de Abaíra, Alagoinhas, Amélia Rodrigues, Aracatu, Arataca, Barra do Choça, Barro Preto, Buerarema, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Coité, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D'Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Governador Mangabeira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Ibotirama, Ilhéus, Ipiaú, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapetinga, Itapé, Itatim, Ituberá, Jacobina, Jaguarari, Jequié, Jitaúna, Juazeiro, Jussari e Jussiape. 

Também estão com transporte suspenso Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Livramento de Nossa Senhora, Madre de Deus, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mata de São João, Morpará, Mucugê, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Soure, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pilão Arcado, Pojuca, Porto Seguro, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Ribeira do Pombal, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Teresinha, Santaluz, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São Sebastião do Passé, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Serra do Ramalho, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Tucano, Ubaitaba, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz e Vitória da Conquista.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia tem 4528 confirmações de Covid-19 e 165 óbitos

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

A Bahia registra 4.528 casos confirmados de Covid-19, o que representa 23,81% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 1.070 pacientes recuperados e 165 óbitos, 3.293 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 158 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (63,54%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são: Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ipiaú (2.201,73), Ilhéus (1.694,11), Uruçuca (1.657,00), Itabuna (1.327,25) e Coaraci (1.118,11).

O boletim epidemiológico registra 10.864 casos descartados e 19.017 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 855 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 432 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 51%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 422 leitos exclusivos para o coronavírus, 228 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 54%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 24.040 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 4 de maio de 2020. Atualmente, 2.046 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 165 mortes pelo novo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Buerarema (3); Camaçari (2); Capim Grosso (2); Catu (1); Feira de Santana (2); Gandu (1); Gongogi (2); Ibirataia (1); Ilhéus (11); Ipiaú (2); Itabuna (6); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Jequié (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5); Maraú (1); Nilo Peçanha (1); Ribeira do Pombal (1); Salvador (101); São Francisco do Conde (1); Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vereda (1); Vitória da Conquista (4). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quinta-feira (7).

162º óbito – mulher, 63 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e insuficiência renal. Internada em hospital público de Salvador no dia 27/04, vindo a óbito em 04/05.

163º óbito – homem, 38 anos, residente em Salvador, com comorbidades: diabetes e insuficiência renal aguda. Foi internado em hospital público de Salvador no dia 28/04 e faleceu em 04/05.

164º óbito – recém-nascido de 7 dias, do sexo masculino, residente em Salvador, sem comorbidades. Admitido no dia 29/04 em hospital particular de Salvador, vindo a óbito em 06/05.

165º óbito – homem, 78 anos, residente em Camaçari, portador de doença respiratória crônica. Admitido em UPA de Camaçari no dia 02/05, veio a falecer em 04/05.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 50,79% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 24,47% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (604,92/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (482,97/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados,  clique aqui.

De acordo com a nota técnica n° 54 (disponível em saude.ba.gov.br/coronavirus), as unidades de saúde devem realizar a coleta de amostras somente quando o caso suspeito de Covid-19 se enquadrar nos critérios abaixo:
1. Pacientes internados com suspeita de COVID-19;
2. Pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG);
3. Profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de COVID-19, ou contactantes de casos confirmados de COVID-19 mesmo assintomáticos;
4. Pacientes que foram a óbito com suspeita de COVID-19 cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos aeroportos, portos e nas estradas.
Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.

Definição de caso suspeito de coronavírus (Covid-19):
Definição 1 – Síndrome Gripal (SG): indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, mesmo que relatada, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.
– Em crianças (menos de 2 anos de idade): considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.
– Em idosos: a febre pode estar ausente. Deve-se considerar também critérios específicos de agravamento como sincope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.
Definição 2 – Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): Síndrome Gripal que apresente dispneia/desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto.
– Em crianças: além dos itens anteriores, observar os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

PREFEITO DE NOVO HORIZONTE É MULTADO PELO TCM

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

O Tribunal de Contas dos Municípios, em sessão realizada nesta quinta-feira (07/05), por meio eletrônico, julgou procedente denúncia formulada contra o prefeito de Novo Horizonte, Djalma Abreu dos Anjos, em razão do excesso de servidores municipais temporários. O relator do processo, conselheiro substituto Cláudio Ventin, determinou uma multa de R$5 mil. Também foi determinada a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o gestor.

Segundo a denúncia, formulada pelo vereador Josenar Matos Vieira, das 803 pessoas que trabalham na Prefeitura Municipal de Novo Horizonte, 455 são servidores temporários. Além da quantidade excessiva de temporários, a admissão desses servidores não teria sido precedida de processo seletivo, “o que demonstraria que os cargos foram prometidos como vantagens eleitorais”.

Em sua defesa, o gestor afirmou que, no momento das contratações, o município se encontrava em situação de emergência por conta da estiagem, e que as mesmas ocorreram de acordo com a previsão da Lei Municipal nº 27/2005. O prefeito afirmou ainda que, “em fevereiro de 2019, houve uma redução em mais da metade do número temporários contratados, passando então para um total de 151 pessoas”.

De acordo com a relatoria, foi constatada a “total ilegalidade das contratações realizadas pela administração de Novo Horizonte em setembro de 2018 por meio de Regime Temporário de Trabalho – RTT’. O prefeito não conseguiu comprovar, em nenhum momento, a legalidade das contratações, levando a crer que ocorreram sem qualquer critério objetivo que visasse o interesse público. O relator, conselheiro substituto Cláudio Ventin, afirmou que não foram apresentadas “justificativas plausíveis para afastar os indicativos de excessiva contratação de servidores temporários, cujo número ultrapassa o percentual de 50% do total de servidores que compõem o quadro da prefeitura.

O Ministério Público de Contas, em seu pronunciamento, também opinou pela procedência da denúncia. A relatoria recomendou ainda que o prefeito promova a adequação do quadro de pessoal e se abstenha de realizar contratações temporárias sem a realização do devido processo seletivo simplificado.

Cabe recurso da decisão.


Blogbraga/TCM Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Produção de álcool 70% e sabão se transforma em alternativa de renda para agricultores familiares do Oeste da Bahia

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

Agricultores familiares da Associação dos Produtores de Cana-de-Açúcar (Aprocana), da comunidade Brejo da Cachoeira, no município de Barra, no Oeste da Bahia, estão produzindo álcool etílico 70% glicerinado e sabão líquido, para dar apoio às ações de combate à COVID-19 no município.

A associação produz originalmente rapaduras, melaço e cachaça. Os produtos são vendidos para os mercados locais e para atravessadores, mas, com a pandemia, houve queda nas vendas. Foi então que surgiu a parceria com o Centro Multidisciplinar da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). A associação dispõe da matéria-prima e equipamentos do alambique e a UFOB da pesquisa e do conhecimento técnico.

O álcool etílico está sendo produzido a partir da redestilação da cachaça artesanal feita pelos agricultores familiares. Foram produzidos cerca 140 litros de álcool 70%. Já de sabão líquido 50 litros foram produzidos, a partir de óleo doméstico usado da comunidade e também da doação de bares, restaurantes e da população de Barra.

Além de contribuir com as ações de saúde no combate ao vírus, a ação está incentivando a economia local, pois a prefeitura do município está comprando a cachaça dos agricultores para a produção do álcool, possibilitando o incremento na renda de 80 famílias, neste momento de crise. Além disso, garantiu a compra de toda a produção de álcool e sabão, que estão sendo direcionados para assepsia de ambulâncias, equipamentos e a própria higienização das mãos dos profissionais da saúde. Também serão doados para casas de permanência de idosos e população carente.

O vice-diretor da UFOB, Paulo Roberto Filho, afirmou que a parceria com a associação e prefeitura vem sendo importante para a produção de saneantes, necessários no combate da pandemia e explicou como acontece a produção: “Estamos retirando o  álcool da cachaça e transformando em álcool 70%, ideal para desinfecção. Montamos uma estrutura de destilação controlada do álcool da cachaça e concentramos esse álcool para 75 a 85%. Depois, preparamos o álcool 70% glicerinado, que é uma fórmula indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS)  e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)”.

A Aprocana está sendo beneficiada pelo projeto Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), do Governo do Estado, a partir de empréstimo com o Banco Mundial. São R$R$ 178 mil que estão sendo investidos na requalificação da agroindústria dos derivados da cana-de-açúcar. A associação vem sendo acompanhada com assistência técnica e com um consultor para a elaboração do plano de negócios da reestruturação.

Com a atual realidade enfrentada pelo mundo, a associação vem se adaptando e fazendo novos planos para um futuro próximo. De acordo com o presidente da Aprocana e estudante de agronomia da UFOB, Nelson Lima de Meira, a parceria com a universidade melhorou a questão econômica atual da associação e trouxe novas perspectivas: “Com essa ação, envolvemos o produtor, pois adquirimos a matéria-prima dele e todos ganham. Essa é a nossa contribuição no combate a essa doença aqui na região. Além disso, hoje já vemos a produção do álcool e sabão como uma alternativa para agricultura familiar e vamos incluir no nosso projeto do Bahia Produtiva, pois sabemos que não dá mais pra viver sem esses produtos”.


Blogbraga/SDR Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Em apenas 24 horas de fiscalização intensa nas rodovias federais baianas, PRF frustra ações criminosas de receptadores de veículos roubados

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

Em 2020, o sucesso nas fiscalizações com foco no combate ao roubo e furto de veículos continua. A média de veículos recuperados este ano é de mais de 2,5 veículos por dia. Nas últimas 24 horas, 9 veículos foram recuperados de norte a sul da Bahia, representando o esforço contínuo do órgão no enfrentamento à criminalidade.

A Polícia Rodoviária Federal na Bahia recuperou este ano 320 veículos que circulavam com registro de roubo, furto, adulterado ou clonado pelas rodovias federais que cortam o estado. O levantamento realizado até 06/05 representa um aumento de quase 35% em comparação ao mesmo período de 2019, quando foram recuperados 240 veículos.

A atuação rápida e eficiente dos policiais rodoviários federais teve como característica a ostensividade e abordagens mais assertivas, fruto do processo de reorientação da atividade de policiamento, emprego de técnicas de identificação veicular, capacitação do efetivo, ações de inteligência, tecnologia e a expertise dos PRFs, conscientes da missão institucional de proteger a sociedade.

Na Região Norte, na tarde de quarta-feira (06) foi dada ordem de parada a uma Honda/Cg 125 que transitava na rodovia sem placa. A ação aconteceu no Km 355 da BR 324, em Capim Grosso. Durante fiscalização na motocicleta, os agentes federais descobriram que o veículo possuía registro de roubo, registrado no estado do Sergipe. Um homem de 29 anos foi preso por crime de receptação.

Em Tucano, um automóvel FIAT/Toro Volcano adulterado foi apreendido no Km 277 da BR 116. O condutor apresentou aos policiais CRLV com indícios de falsificação. Ao aprofundar a vistoria na caminhonete e com técnicas de identificação veicular os PRFs encontraram indícios de adulterações nos elementos característicos do carro. O motorista foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Euclides da Cunha. Os crimes de adulteração de sinal identificador de veículo automotor e uso de documento falso estão previstos no Código Penal.

Já no sul do estado, às 17h00, foi dada ordem de parada a um veículo Chevrolet/ Celta 1.0, conduzido por um homem de 27 anos. Ao verificar os elementos identificadores do carro e comparar com a consulta realizada nos sistemas da PRF e órgãos fiscalizadores, constatou-se que o veículo estava com diversas adulterações nos elementos identificadores e com técnicas de análise criminal em fraudes veiculares, os PRFs perceberam elementos que indicavam outro veículo, da mesma marca e modelo, porém com placas diferentes. Essa modalidade de troca de placas é utilizada para tentar ‘burlar’ fiscalizações da polícia. Após consulta ao sistema de dados, os agentes constataram que o veículo possuía ocorrência de roubo, registrada em Natal (RN). O motorista foi preso e apresentado a autoridade policial de plantão da Polícia Judiciária, para formalização do flagrante do delito previsto no art. 180 do CTB.

Também em Itabuna (BA) e trabalho minucioso de identificação veicular, o PRF Marcus França, chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização (NPF) local, recuperou dois veículos que possuíam ocorrência de roubo. Os automóveis haviam sido recolhidos ao pátio contratado por apresentarem infrações administrativas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Com técnicas especializadas em fraudes veiculares, o agente federal descobriu diversas adulterações nos veículos e após análise criminal, constatou-se que se tratava de veículos clonados e estavam, inclusive, com placas trocadas para ludibriar fiscalizações. O Onix possuía registro de roubo datado de novembro/2019 em Salvador. Já o Renault/Sandero Stepway constava ocorrência de roubo há mais de 3 anos, registrada na capital baiana. Ambos os veículos foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil (DPC), para os procedimentos cabíveis.

A PRF realiza com frequência a operação temática de Enfrentamento às Fraudes Veiculares (OTEVEIC), composta de aulas teóricas com temas sobre os diferentes elementos de identificação dos veículos, possíveis modos de adulteração e análise documental. Já as atividades práticas, os participantes têm a oportunidade de confrontar os conhecimentos adquiridos através de oficinas ou até mesmo comando específico durante abordagem a veículos que trafegam na rodovia.

Como funciona o crime das fraudes veiculares

O crime de fraudes veiculares resulta em múltiplas vítimas e está dividido em três fases distintas: o roubo, a adulteração e a revenda.

Na primeira fase temos claramente identificada a primeira vítima, que é a pessoa que teve seu veículo furtado ou roubado e, neste último caso, frequentemente com o uso de violência por parte dos criminosos.

Na segunda fase, a adulteração, os criminosos trocam a identificação do veículo e seus documentos para que pareça ser um veículo regular, também conhecida como clonagem. Neste momento o veículo recebe placas de outro veículo idêntico e o proprietário desse veículo, que se encontra em situação regular, torna-se a segunda vítima dos criminosos pois passa, muitas vezes, a receber multas de trânsito por infrações relacionadas ao veículo clonado.

A terceira e última fase é a revenda, alimentada pelo comércio ilegal desses veículos clonados, muitas vezes negociados em sites na internet por valores inferiores ao preço real do veículo. Nesta terceira fase do crime temos a terceira vítima em potencial, o comprador que, inadvertidamente, passa a ter a posse do veículo clonado.

Orientação e dicas da PRF na compra de veículo usado

Atenção redobrada deve ter também o cidadão ao realizar a compra de um veículo usado. Algumas vezes, o comprador sequer tem conhecimento da procedência ilícita do veículo e o adquire de boa fé. A PRF orienta que, na pesquisa ou ato da compra, o novo proprietário sempre desconfie de anúncios tentadores, leve-o a um mecânico de confiança e confronte as informações do documento com os elementos identificadores no veículo.

Um outro alerta quanto a veículos clonados é para os proprietários que estiverem recebendo multas em locais onde não trafegaram. Nesses casos, é importante que procurem o órgão de trânsito para relatarem a possibilidade do veículo ter sido clonado.

Sistema SINAL

Com o sistema SINAL, o cidadão que tiver seu veículo roubado, furtado, com perda de sinal, em seqüestro ou clonado, poderá fazer um cadastro do referido veículo no portal da PRF. Para cadastrar casos de roubo ou furto de veículos, as pessoas podem acessar o site www.prf.gov.br/sinal e inserir informações sobre o crime e as características do automóvel. De imediato, uma mensagem é enviada para os celulares dos policiais que estejam mais próximos da ocorrência, para auxiliar na recuperação do veículo. Vale ressaltar que o registro no sistema não substitui a confecção do Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.


Blogbraga/PRF

Compartilhar no Whatsapp

Draco e COE descobrem meia tonelada de maconha em Esplanada

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

 Entorpecente era cultivado entre plantações de eucaliptos para dificultar visualização da polícia.

O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e a Coordenação de Operações Especiais (COE) erradicaram meia tonelada de maconha, na quarta-feira (6). As plantações ficavam escondidas entre cultivos de eucalipto, dificultando a visualização.

Após denúncias anônimas, trabalho de campana usando técnicas de patrulha rural e utilização de drone, os cultivos ilegais foram descobertos na zona rural da cidade de Esplanada, no povoado conhecido como São José Operário. A ação foi organizada pela Coordenação de Narcóticos do Draco e pela COE.

Os policiais cercaram os locais e andaram cerca de 6h (ida e volta), completando o percurso de aproximadamente 7 km, na mata fechada. Antes de chegarem na primeira plantação, um saco preto com parte da erva colhida foi encontrado. Os policiais acreditam que os traficantes correram e abandonaram a droga assim que ouviram o barulho das equipes caminhando.

Nos plantios, os delegados e investigadores encontraram 2.100 mil pés de maconha, que renderiam 500 kg da droga. As equipes também destruíram acampamentos montados pelos criminosos que davam segurança e manutenção aos plantios.

"Continuamos com o trabalho incansável de combater o tráfico. Sabemos preliminarmente que os entorpecentes pertenciam a um detento que lidera uma facção nas cidades vizinhas de Entre Rios e Esplanada", explicou a titular da Coordenação de Narcóticos, delegada Andréa Ribeiro.

Reincidência

Os dois plantios foram cultivados bem próxímos de outra roça de maconha erradicada há dois anos (maio de 2018). Naquela oportunidade, Draco e COE destruíram 1,5 tonelada de maconha.

"Vamos trabalhar para comprovar as informações colhidas pelos investigadores naqueles municípios e confirmar o proprietário das drogas", completou Ribeiro.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria da Segurança Pública da Bahia/Fotos: Alberto Maraux

Compartilhar no Whatsapp

Bahia tem mais quatro cidades com transporte suspenso; total chega a 115

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

Itapé, Jacobina, Jitaúna e Tucano terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de sexta-feira (8). A restrição envolve a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

A medida, que tem como objetivo conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (7). O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Acajutiba, Ipirá e Serra Preta, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de covid-19. 

No total, a Bahia possui 115 municípios com transporte suspenso. A lista inclui Abaíra, Água Fria, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Aracatu, Arataca, Barra do Choça, Barro Preto, Buerarema, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Coité, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D'Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Governador Mangabeira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Ibotirama, Ilhéus, Ipiaú, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapetinga, Itatim, Ituberá, Jaguaquara, Jaguarari, Jequié, Juazeiro, Jussari e Jussiape. 

Também estão com transporte suspenso as cidades de Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Madre de Deus, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mata de São João, Morpará, Mucugê, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Soure, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pilão Arcado, Pojuca, Porto Seguro, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Ribeira do Pombal, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, Santaluz, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São Sebastião do Passé, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Serra do Ramalho, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz e Vitória da Conquista. 


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Produção agroecológica promove geração de renda e mudança nos hábitos alimentares de comunidade rural

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

A implantação do sistema de Produção Agroecológica Integrada Sustentável (PAIS) está transformando a realidade de dezenas de famílias dos Territórios de Identidade Bacia do Rio Corrente, Litoral Sul, Portal do Sertão, Vale do Jiquiriçá e Velho Chico. A experiência já mostra resultados em diversos municípios.

Em Paratinga, no Velho Chico, na comunidade rural de Carrapicho, 30 famílias da Associação dos Agricultores e Agricultoras Familiares do Vale do Santo Onofre, conseguiram uma renda extra de cerca de R$ 10 mil, só com a produção do PAIS, no período de maio a novembro de 2019, além de garantir alimentação saudável para as famílias, a partir do que é produzido em seus próprios quintais.

O projeto, que está garantindo a segurança alimentar e nutricional na comunidade, neste período de pandemia do coronavírus, também integra um conjunto de ações desenvolvidas pelo Governo do Estado, por meio do edital Socioambiental do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Érica Costa, da comunidade rural de Carrapicho, destaca como a assistência técnica e extensão rural (Ater), melhorou seus conhecimentos sobre a possibilidade de ter uma alimentação mais saudável, a partir do próprio quintal, onde está implantado um dos sistemas de Produção Agroecológica Integrada Sustentável.

"Após a chegada do projeto Bahia Produtiva, houve mudanças, desde novos aprendizados sobre produção, até à comercialização, como também nos nossos hábitos alimentares. Hoje, consumimos alimentos saudáveis e naturais de nossa própria produção e isso gera economia e renda para nossa família", disse Erica. Ela observa ainda que está trabalhando com as plantas alimentícias não convencionais (PANC): "As PANC vieram para fortalecer a nossa alimentação. O objetivo é fazer a multiplicação das mudas para a nossa comunidade".

Alternativas sustentáveis de alimento saudável

Inicialmente, cinco das 30 famílias da comunidade estão recebendo capacitação sobre a importância da utilização das PANC, como alternativa acessível de alimentação saudável. A iniciativa é do Bahia Produtiva/CAR, por meio da Fundação de Desenvolvimento Integrado do São Francisco (Fundifran), instituição prestadora de assistência técnica e extensão rural (Ater), com apoio e acompanhamento da agente comunitária rural (ACR) Maria Xavier.

Associações e cooperativas apoiadas pelo projeto, como a da comunidade de Carrapicho, continuam recebendo o serviço de Ater qualificado e continuado, De forma excepcional, neste período de pandemia, os técnicos e agentes comunitários rurais e de apicultura (ACRs e ACAs), que prestam o serviço de Ater, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva, além de executarem atividades administrativas e de gestão dos subprojetos, seguem acompanhando as famílias das associações e cooperativas beneficiárias, por meio de tecnologias existentes nas comunidades, a exemplo da telefonia móvel ou via internet, por aplicativos de videoconferência e WhatsApp.

"O próximo passo nesse atendimento será produzir conteúdo técnico e utilizar ferramentas como o YouTube na divulgação e capacitação de agricultores e agentes comunitários. Inclusive, vale mencionar que a internet rural, que permite tal continuidade hoje, em muitos casos, foi viabilizada por meio do próprio projeto Bahia Produtiva", destacou Thiago Lopes, da equipe de Coordenação de Ater do Bahia Produtiva.

Bahia Produtiva 

A implantação do Sistema PAIS é uma das ações realizadas no âmbito do edital Socioambiental do Bahia Produtiva. O objetivo desse edital é apoiar ações voltadas para a melhoria do manejo dos recursos naturais nas áreas de produção agrícola e pecuária, recuperação de áreas degradadas, incentivo a outras formas de produção e beneficiamento em bases agroecológicas, além de apoiar as iniciativas de comércio justo e solidário e a garantia da segurança alimentar e nutricional dos beneficiários. O PAIS contempla a instalação de um galinheiro, com área de pastagem, aquisição de material de irrigação, matrizes de aves, mudas frutíferas e sementes de hortaliças, entre outros.

O Bahia Produtiva, resultado de um acordo de empréstimo entre o Governo da Bahia e o Banco Mundial, diferencia-se de outros projetos não só por aplicar recursos para investimentos produtivos, mas, também, por ofertar um serviço sistemático de Ater e apoio à gestão, além de promover a fabricação de produtos sustentáveis e acesso a mercados, entre outras iniciativas.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Governo do Estado reforça enfrentamento ao coronavírus com mais de 2,6 mil leitos

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Bahia

Imagem: Ministério da Saúde

Desde o primeiro caso confirmado de coronavírus na Bahia, há cerca de dois meses, o Governo do Estado tomou diversas medidas para conter as taxas de transmissão da doença, como a suspensão das aulas da rede estadual de ensino e restrições no transporte intermunicipal. Uma estrutura com 2.685 leitos de referência entre clínicos e UTIs, adultos e pediátricos, está sendo implantada para o atendimento de baianos infectados pelo vírus. "Nós utilizaremos o recurso que for necessário para garantir a vida das pessoas que estiverem precisando de atendimento", afirma o governador Rui Costa.

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde (Sesab), o estado registra 4.301 casos confirmados da doença, com 918 pacientes recuperados e 160 óbitos. De acordo com o titular da pasta, Fábio Vilas-Boas, as medidas tomadas pelo governo têm contribuído para impedir o colapso do sistema de saúde baiano. 

"A Bahia começou a se preparar ainda em janeiro. Estamos aumentando nossa capacidade de atendimento com novos leitos, o que vai fazer com que vençamos esse mês de maio e possamos atravessar junho com mais tranquilidade", destaca o secretário.

Para auxiliar no enfrentamento ao novo coronavírus, 350 novos respiradores foram comprados pelo Governo do Estado para tratar pacientes diagnosticados. Os equipamentos serão distribuídos pelos municípios baianos assim que chegarem à capital baiana

Estrutura 

A estrutura que está sendo implantada pelo Governo do Estado dispõe de 1.428 leitos na capital e 1.257 leitos no interior. No sul da Bahia, região mais afetada pela pandemia com mais de 500 casos confirmados, uma unidade de atendimento Covid-19 foi inaugurada no Centro de Convenções de Ilhéus, se somando aos Hospitais da Costa do Cacau e ao Hospital de Ilhéus, totalizando 150 leitos de UTI. Além disso, a cidade aguarda o credenciamento de mais 13 leitos no Hospital São José e outros 30 na montagem de um hospital de campanha.

Em Itabuna, estão sendo oferecidos 40 leitos no Hospital Calixto Midlej, 13 leitos infantis no Hospital Manuel Novaes. Mais 48 leitos estão sendo implantados no Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães.

Na região sudoeste, o Governo do Estado contratou 40 leitos do Hospital das Clínicas (HCC), em Vitória da Conquista, para atendimento de pessoas contaminadas, duplicando a capacidade da estrutura já oferecida para o atendimento da região, com 41 leitos no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) e outros seis no Hospital Geral de Guanambi (HGG). Em Barreiras, o Hospital do Oeste irá atender os pacientes da região com 60 leitos, sendo 50 de UTI.

Na região metropolitana, Lauro de Freitas dispõe de 301 vagas, sendo 91 UTIs. A maior contribuição será do Hospital Metropolitano, cuja abertura será ainda nesse mês, com 191 leitos. O município de Feira de Santana totaliza 160 vagas, que estarão distribuídas entre o Hospital da Criança, o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e o Hospital Mater Dei. Já em Seabra, o Hospital Regional da Chapada está dedicando 37 leitos, sendo quatro UTIs e 33 leitos clínicos. A lista completa de cidades e unidades de referência está disponível no site da Sesab.

Somam-se à estrutura 285 leitos para atender pacientes de baixa complexidade, que não tenham coronavírus. As unidades localizadas na capital baiana e em São Félix são fundamentais para absorver os pacientes dos hospitais gerais. As unidades somente receberão pacientes regulados pela Central Estadual de Regulação.

Pronto Atendimento

Os baianos também contam com 70 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todo o estado voltadas para a classificação, manejo clínico, estabilização do paciente e, caso necessário, regulação para unidades de maior complexidade. 

EPIs 

O governo têm se esforçado para garantir a quantidade necessária de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais de saúde. Atualmente, o Estado mantém em estoque 879 mil luvas, mais de 922 mil máscaras cirúrgicas e 300 mil unidades da máscara N95. Além disso, o governo adquiriu 32 milhões de luvas, nove milhões de máscaras cirúrgicas e um milhão de máscaras do tipo N95, o que são suficientes para atender a demanda por até seis meses.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 4.247 casos confirmados, 884 recuperados e 151 óbitos

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Bahia

A Bahia registra 4.247 casos confirmados de Covid-19, o que representa 23,51% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 884 pacientes recuperados e 151 óbitos, 3.212 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

O boletim epidemiológico registra 10.712 casos descartados e 18.584 notificações. Até o momento, 215 profissionais de saúde tiveram diagnóstico positivo para Covid-19. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Óbitos
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 151 mortes pelo novo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Buerarema (3); Camaçari (1); Capim Grosso (1); Catu* (1); Feira de Santana (2); Gongogi (2); Ibirataia (1); Ilhéus (5); Ipiaú (2); Itabuna (6); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Jequié* (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5); Maraú (1); Nilo Peçanha (1); Salvador (97); Ribeiro do Pombal (1); São Francisco do Conde (1); Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vereda* (1); Vitória da Conquista (4). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até 12 horas desta quarta-feira (6).

147º óbito – homem, 90 anos, sem comorbidades, residente em Salvador. Estava internado em hospital público da capital. Deu entrada dia 24/04, vindo a óbito no dia 29/04. A informação do óbito para o Cievs foi tardia.

148º óbito – homem, 84 anos, sem residente em Salvador, sem comorbidades. Estava internado em hospital público da capital. Deu entrada dia 24/04, vindo a óbito no mesmo dia. Informação para o Cievs foi tardia.

149º óbito – homem, 84 anos, residente em Ribeira do Pombal, com histórico de Doença de Parkinson, diabetes e hipertensão. Estava internado em hospital púbico de Ribeira do Pombal, desde o dia 23/04 e veio a óbito dia 29/04. O Cievs só foi notificado ontem, dia 05/04.

150º óbito – homem, 42 anos, residente em Itajuípe. Sem comorbidades, estava internado em hospital público de Itabuna dia 01/05 e veio a óbito dia 03/05. Paciente com notificação tardia.

151º óbito – homem, 92 anos, residente em Buerarema, com comorbidades de hipertensão arterial e diabetes. Deu entrada em hospital filantrópico dia 28/04 e veio a óbito dia 29/04. Paciente com notificação tardia.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Tele Coronavírus ultrapassa 23 mil atendimentos; veja cidades e bairros mais solicitados

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Bahia

Imagem Ilustrativa

Após 40 dias em operação, o Tele Coronavírus, canal gratuito que pode ser acessado através do número 155, já atendeu mais de 23 mil ligações de cidadãos de toda a Bahia, que buscam orientações e informações sobre a Covid-19, responsável pela pandemia a nível global. O canal de atendimento teve seu maior pico no início da segunda quinzena de abril, quando chegou a atender 1226 pessoas em um só dia. As cidades com maior número de ligações registradas são Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Camaçari, Simões Filho, Itabuna, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista. 

As chamadas recebidas pelo Tele Coronavírus são, em sua maioria, de pessoas na faixa etária entre 20 e 59 anos. A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia, Adélia Pinheiro, uma das coordenadoras do projeto, destacou a importância de colocar à disposição da população serviços como este. “Nossa equipe tem trabalhado junto com os parceiros para que o Tele Coronavírus seja mais uma ferramenta de apoio à sociedade baiana neste momento de pandemia”, disse, revelando os bairros da capital que mais utilizam o serviço. “Os bairros de Brotas e Cajazeiras, que são os mais populosos de Salvador, têm gerado uma demanda maior de acessos. Isso reforça nosso objetivo de fazer o Tele Coronavírus chegar em todos os lugares, auxiliando as pessoas no enfrentamento à doença”. Os bairros da Liberdade, Plataforma e São Caetano completam a lista do cinco locais onde as pessoas mais procuraram por atendimento. 

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, explicou a dinâmica adotada pela plataforma. “O cidadão liga para o número 155 gratuitamente e é atendido por um estudante de medicina do quinto ou sexto ano, devidamente capacitado e supervisionado por um médico, que escuta a demanda e faz a orientação, de acordo com o protocolo oficial adotado pela Sesab e Ministério da Saúde. Ao receber essa ligação, o estudante alimenta uma plataforma e esse dado é utilizado para os registros na área de saúde, para auxiliar na gestão e na assistência à saúde”, informou. 

A pesquisadora da Fiocruz Bahia e integrante da equipe que formulou o projeto, Viviane Boaventura, relembrou o cenário em que o canal de atendimento surgiu. “Ele foi criado com o objetivo de contribuir para o achatamento da curva epidêmica, evitando a circulação de pessoas com sintomas leves da doença. Nessa perspectiva, estamos cumprindo esse objetivo, se constatarmos que, das 23 mil pessoas atendidas, mais de treze mil não tinham critérios de gravidade no momento da ligação e foram orientadas a permanecer em casa. Essas pessoas também são orientadas a retornar a ligação em caso de mudança do quadro, e assim podermos monitorar sua evolução”, pondera. Viviane também destacou o trabalho em equipe para atender o maior número possível de pessoas. “A grande adesão e participação dos futuros médicos, escolas médicas e médicos, todos atuando voluntariamente, é um grande ponto positivo. São ações que reforçam a importância da cultura do trabalho voluntário e da solidariedade num momento tão difícil para a nossa população”. 

Segundo o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, “o serviço do Tele Coronavírus é um importante aliado no combate à pandemia, pois além de prestar orientações para as pessoas sobre como proceder com relação aos sintomas, contribui para que o governo possa realizar um mapeamento de casos suspeitos, auxiliando as autoridades sanitárias no gerenciamento dos casos da Covid-19. Como é um número de três dígitos, a população consegue memorizar com facilidade, o que contribui para que possa ser acessível às pessoas”. 

Idealizado pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e Fiocruz Bahia, o Tele Coronavírus recebeu apoio do Governo do Estado, através das Secretarias de Saúde (Sesab), de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), do Planejamento (Seplan), da Segurança Pública (SSP), da Administração (Saeb) e da Infraestrutura (Seinfra). Também aderiram à ação as quatro universidades estaduais (Uneb, Uesc, Uefs e Uesb), a Escola Bahiana de Medicina, a FTC Salvador, a Unifacs, a Unime, a UFRB, a UFSB, a Associação Bahiana de Medicina (ABM) e a Fesftech, esta última responsável pelo desenvolvimento de uma plataforma que é alimentada pelos voluntários.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

TCM: VENCE NESTA QUINTA PRAZO PARA CONTAS DE 2019

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Bahia

Vence nessa quinta-feira (07/05) o prazo para que prefeituras, câmaras de vereadores, autarquias, fundações e demais órgãos municipais apresentem ao Tribunal de Contas dos Municípios as contas referentes ao exercício de 2019.

Até a manhã desta quarta-feira (06/05), segundo levantamento feito pela Diretoria de Tecnologia da Informação do TCM, 552 órgãos municipais da Bahia já cumpriram o dever, e apresentaram a prestação de contas de 2019 utilizando as ferramentas tecnológicas e-TCM e o Sistema Integrado de Gestão e Auditoria (SIGA), da Corte de Contas. Entre eles, 148 prefeituras; 306 câmaras de vereadores; 71 autarquias e fundações; 24 consórcios públicos; duas sociedades públicas municipais e uma empresa estatal dependente.

O presidente do TCM, conselheiro Plínio Carneiro Filho, destacou a importância do cumprimento do prazo, alertando os gestores municipais de que a desobediência poderá gerar punições administrativas.


Blogbraga/TCM - Assessoria de Comunicação Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA; Paciente provoca princípio de incêndio no Hospital Espanhol

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Bahia

Na noite de ontem (5), por volta das 23h, houve um princípio de incêndio em uma das enfermarias do Hospital Espanhol, localizada no 4º andar.

O Corpo de Bombeiros atendeu ao chamado, mas o fogo foi debelado, imediatamente, pela equipe técnica do próprio Hospital.

O incêndio foi provocado por um paciente desta enfermaria que ateou fogo no colchão do seu leito e pulou da janela. Caiu sobre uma laje de uma ala anexa e, na queda, fraturou as pernas. Sendo socorrido e transferido para o Hospital Municipal, pelo SAMU. Não houve mais ferido algum, no acidente.

Os pacientes internados que estavam no 4º andar, todos de enfermaria, já foram transferidos para outras unidades hospitalares para tratamento da COVID-19. São elas: Hospital Ernesto Simões, Hospital do Subúrbio, Instituto Couto Maia e Itaigara Memorial.

As demais áreas do Hospital Espanhol não tiveram seu funcionamento alterado.

As medidas para reparo da enfermaria danificada já estão sendo tomadas, assim como a apuração sobre o ocorrido.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Morador de Itabepi recebe alta do Couto Maia após 22 dias internado

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Bahia

Todos os dias, pacientes internados com sintomas graves do novo coronavírus recebem alta do Instituto Couto Maia (Icom), uma das unidades de tratamento exclusivo da Covid-19, disponibilizadas pelo Governo do Estado, em Salvador. Um dos cerca de 900 pacientes curados da doença em toda a Bahia, o autônomo Rodrigo Barbosa, 36 anos, deixou o local na manhã desta quarta-feira (6), após 22 dias de internamento.

Morador de Itapebi, no extremo-sul da Bahia, Rodrigo contou que o quadro dele se agravou muito rapidamente. "Estava em Itapebi sem sentir nada, mas minha sogra notou algo diferente e insistiu que eu fosse até um hospital. Assim que cheguei em Porto Seguro, precisei ser transferido já desacordado para o Couto Maia, onde me vi entubado na UTI. Não foi fácil, mas o tratamento espetacular que todos dispensaram a mim foi um fator determinante para a minha recuperação. Todos, inclusive o pessoal da limpeza, foram muito importantes", reforçou o agora ex-paciente.

Rodrigo, que sobrevive da venda de livros, acredita que estar curado da Covid-19 é o mesmo que ter uma segunda chance na vida. "Recebi minha segunda oportunidade de estar vivo e saio muito mais forte dessa experiência. Para a minha família, a data de hoje, desta alta, é meu segundo aniversário. Só tenho a agradecer a Deus, ao Instituto Couto Maia e a todos de Itabepi que oraram por mim", celebrou emocionado.

Coronavírus na Bahia

De acordo com o último boletim emitido pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), a Bahia já registra 4.040 casos confirmados do novo coronavírus, sendo que 3.032 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, que são considerados como casos ativos da doença. Até o momento, são 146 óbitos, em todo o território estadual.

Outras informações podem ser obtidas por meio do site 

www.saude.ba.gov.br/coronavirus


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Mais quatro municípios baianos têm transporte suspenso

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Bahia

Foto: Blogbraga

Barra do Choça, Conceição do Coité, Madre de Deus e São Sebastião do Passé terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quinta-feira (7). A decisão, que visa conter o avanço da pandemia do novo coronavírus na Bahia, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (6).

O decreto também autoriza a retomada do transporte em Coração de Maria, Cravolândia e Mirante, municípios que completaram 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19 confirmados. No total, 114 cidades baianas estão com restrição no transporte intermunicipal. A medida considera a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Outros municípios com transporte suspenso são: Abaíra, Acajutiba, Água Fria, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Aracatu, Arataca, Barro Preto, Buerarema, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Castro Alves, Catu, Coaraci, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D'Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Guaratinga, Governador Mangabeira, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Ibotirama, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapetinga, Itatim, Ituberá, Jaguaquara, Jaguarari, Jequié, Juazeiro, Jussari e Jussiape.

Também estão com transporte suspenso as cidades de Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mata de São João, Morpará, Mucugê, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Soure, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pilão Arcado, Pojuca, Porto Seguro, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Ribeira do Pombal, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, Santaluz, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz e Vitória da Conquista.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia: Sobe para 94 número de municípios cadastrados na plataforma Fique No Lar; entre esses municípios estão Barreiras e Luis Eduardo Magalhães

Terça-feira, 05 de Maio de 2020 / Bahia

Ferramenta auxilia pequenos negócios que têm serviço de delivery

Em um mês, a plataforma Fique no Lar cadastrou 472 estabelecimentos, em 94 municípios baianos.  A ferramenta foi desenvolvida por pesquisadores do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e disponibilizada para o Estado, graças a uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O objetivo estimular o serviço de delivery e manter a população em casa. O setor de alimentos é o campeão de cadastros.

“A ferramenta é um apoio de extrema importância aos micro empreendedores, estamos sempre buscando medidas e soluções para ajudar a população baiana. Reforço o meu pedido para que os consumidores que podem ficar em casa, façam a experiência e utilizem a ferramenta como fonte de pesquisa”, afirma o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

"Estamos muito felizes com os resultados alcançados pela plataforma #FiquenoLar.  O crescimento do número de usuários em nosso estado, reflexo da qualidade, da utilidade da plataforma, da união de esforços e de uma forte campanha de divulgação, nos deixa ainda mais certos de que, quando trabalharmos de forma integrada, em regime de parceria, o sucesso das ações tende a ser muito maior.  E é o caso dessa parceria SDE, SECTI e IFCE", destaca Agnaldo Freire, superintendente de Inovação da Secti.

Salvador lidera na ferramenta com 196 cadastros, seguido de Feira de Santana com 30, Itabuna (16), Barreiras e Vitória da Conquista (13), Ilhéus, Lauro de Freitas e Teixeira de Freitas (11) Jequié (10), Itacaré (8), Juazeiro e Luís Eduardo Magalhães (8), Porto Seguro (7), Barra, Mata de São João, Guanambi e Serra do Ramalho (6). Outros 77 municípios têm um cadastro cada.

Para Aline Ferreira, empreendedora do Nosso Lanchinho BA, a ferramenta chegou em uma hora muito importante para os pequenos estabelecimentos. “Ela é fundamental e permite que o nosso negócio ganhe visibilidade e, dessa forma, continue funcionando”, diz. 

Se você é empreendedor, adotou o serviço delivery durante a pandemia e não consta na lista, pode entrar no aplicativo e fazer o cadastro, que solicita informações que facilitam a busca do usuário por categoria.


Blogbraga/Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Produtores vão doar máscaras 100% algodão para os municípios do Oeste da Bahia

Terça-feira, 05 de Maio de 2020 / Bahia

Depois de apoiar os municípios do Oeste da Bahia com a doação de materiais de proteção para os profissionais de saúde, os produtores rurais baianos, por meio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), vai distribuir, de forma gratuita, um total de 700 mil máscaras 100% algodão para o uso da população. Com a parceria as prefeituras, a entidade vai entregar ao longo desta semana cerca de 70 mil metros de tecido e 100 mil metros de elástico para a finalização das peças dentro do próprio município, o que  pode contribuir para a redução do nível de contágio pelo novo coronavírus. 

O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, explica que a entidade, primeiro, entrou em contato com as prefeituras buscando o quantitativo solicitado para a doação das máscaras. “Com este levantamento em mãos, compramos o tecido e algumas máscaras já prontas para que sejam reproduzidas dentro do próprio município. A ideia é estimular a geração de empregos por meio das associações e cooperativas locais em um momento de dificuldade econômica vivenciada por alguns setores por conta do isolamento social”, explica. O uso das máscaras de algodão é hoje altamente recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e serve como uma barreira de proteção, reduzindo a possibilidade do contágio da Covid-19 por quem precisa sair de casa.

Pelo fato da Bahia ser o segundo maior produtor de algodão do Brasil, Busato reforça que a doação das máscaras pelos agricultores que produzem a fibra no estado vem no momento fundamental para tentar barrar a disseminação do vírus  e para a proteção da população. “Os produtores estão fazendo a sua parte, de forma organizada por meio das entidades com doações para apoiar o poder público no enfrentamento do coronavírus”, afirma. Por meio da Abapa, os produtores destinaram R$ 500 mil na aquisição de materiais básicos para as unidades de saúde da região, doação de 6 mil toalhas para os hospitais em toda a Bahia, e está apoiando com a compra de R$ 370 em equipamentos e insumos para o início dos testes para a Covid-19 pela Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB).


Blogbraga/Assessoria de Imprensa Abapa

Compartilhar no Whatsapp

Bahia convoca médicos de todo o Brasil visando reforçar quadro durante a pandemia

Terça-feira, 05 de Maio de 2020 / Bahia

O governador Rui Costa respondeu a uma nova série de perguntas feitas pelos internautas sobre o combate ao coronavírus na Bahia, durante a transmissão do Papo Correria, no início da noite desta terça-feira (5). Uma das principais novidades desta edição foi o anúncio da convocação de médicos de todo o Brasil, com situação regularizada, para atuarem em unidades da rede pública de saúde estadual. 

Segundo Rui, neste momento, o chamamento só valerá para médicos e será feito por meio de veículos nacionais de imprensa.  “Com o nosso apoio, as organizações sociais que administram as unidades de saúde vão divulgar, já nesta quarta-feira [6 de maio], em jornais de todas as partes do país, um convite destinado a médicos que estejam aptos legalmente a virem para a Bahia, com o objetivo de reforçar o exército de profissionais que lutam diretamente na guerra contra a Covid-19, em todo o território baiano. A convocação vale para médicos que já estão aqui e também para aqueles que residem em outro estado”, revelou o governador, que explicou, ainda, que “a convocação é exclusiva para médicos porque as outras categorias de profissionais de saúde não registram, até o momento, escassez de profissionais”.

Rui afirmou que o Estado está buscando soluções legais para conseguir aumentar o número de médicos atuantes na Bahia, caso essa primeira chamada não atrair a quantidade de profissionais desejada. “Estamos fazendo essa primeira chamada para cadastro e registro desses profissionais e, ao mesmo tempo, trabalhamos para encontrar soluções legais que permitam a contratação de médicos que se formaram no exterior, mas ainda não estão com toda a documentação necessária para atuar no Brasil, por exemplo”, assegurou. 

Acompanhado do titular da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas, o governador Rui Costa encerrou o programa desta noite lembrando que o Estado está utilizando todos os recursos possíveis para garantir tratamento dos casos mais graves da Covid-19. “Em qualquer cidade da Bahia, utilizaremos os recursos possíveis para dar assistência aos baianos que necessitem de vagas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva [UTI], fazendo, inclusive, transferências entre municípios, caso sejam necessárias”, concluiu.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

COMANDANTE DA 24ª CIPM VISITA E REALIZA INSPEÇÃO NAS 11 CIDADES DA JURISDIÇÃO DA UNIDADE

Terça-feira, 05 de Maio de 2020 / Bahia

No período de 27 de abril a 03 de maio, o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM, realizou pessoalmente inspeção em todo Policiamento Ostensivo Geral empregado pela Unidade PM, bem como no apoio às barreiras instaladas pelas vigilâncias sanitárias nas 11 cidades da área de atuação sob seu comando (Jacobina, Saúde, Caldeirão Grande, Caem, Ourolândia, Mirangaba, Várzea Nova, Umburanas, Miguel Calmon, Piritiba e Tapiramutá).

Durante a inspeção o Comandante encorajou toda a Tropa no Cumprimento do Policiamento Ostensivo Geral, bem como, levou mensagem do Excelentíssimo Sr. Comandante Geral da Corporação no que tange a utilização de máscaras e outros equipamentos de Segurança e Proteção individual dos Policiais Militares.

O emprego de Policiais Militares nas barreiras realizadas pelos órgãos de saúde municipais tem como principal missão proporcionar o apoio e segurança nas abordagens dos prepostos de saúde, onde fiscalizam a entrada de pessoas embarcadas em veículos provindas de outras localidades, no intuito de orientar, verificar e encaminhar indivíduos com prováveis sintomas do vírus, para exame mais minucioso. Além do apoio as barreiras sanitárias, o Comandante reforçou o compromisso de ações fortes no combate ao crime contra a vida e ao patrimônio nas Cidades, nos Distritos, nos Povoados e em toda comunidade rural.

“Parabenizo a toda equipe da 24ª CIPM, pelo desempenho, dedicação e profissionalismo que, mesmo num momento de crise como esta da Pandemia, estão firmes e a postos 24 horas pra servir a sociedade! A presença física deste Comandante no terreno é para, além de trazer a mensagem de  total apoio do Comandante Geral da Corporação e do Comandante do Comando do Policiamento da Região Norte, transmitir também encorajamento á tropa e promover todo suporte e necessidades da equipe para o bom cumprimento da missão.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 05 de maio de 2020.
Vitor Costa - Subtenente PM
Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2020
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
Contabilidade Rio Grande - Parceira dessa Causa
PARCEIROS
LH Madeiras Midori Paisagismo Neli Sportime Ofertas - Hiper Santo Antonio Global Sutrans Jaú Imperial G7 NET Luz motos ORIX Online Celulares Grupo Marabá Dique Denuncia CISO ASMAT P&F Paraíba Delicia Vida Farma Contabilidade Rondon Casa do Marceneiro Extreme Casa da Informática DBT Mineiros Odontolessa Casa da Ferramenta Dupará Açaí PM Polícia Civil Oeste Beton Minas Aço DPVAT Guarda Municipal AFS