Governo da Bahia

NOTÍCIAS

Bahia passa a ter 100 municípios com transporte suspenso

Quinta-feira, 30 de Abril de 2020 / Bahia

O transporte intermunicipal será suspenso em Arataca, Maracás, Maraú e Santo Amaro a partir de sexta-feira (1º). A medida, que tem como objetivo conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (30). No total, a Bahia passa a ter 100 cidades com restrição no transporte. 

A determinação considera a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

O decreto publicado no DOE desta quinta (30) também autoriza a retomada do transporte em Luís Eduardo Magalhães, considerando que o município e os municípios integrantes da sua zona de impacto sanitário completaram 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19. 

As outras cidades com transporte suspenso são Acajutiba, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Aracatu, Barro Preto, Buerarema, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cravolândia, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D'Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gandu, Gongogi, Ibicaraí, Ibirataia, Ibotirama, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica e Itapebi. 

A lista inclui também Itapetinga, Itatim, Jaguaquara, Jaguarari, Jequié, Juazeiro, Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Maragogipe, Mata de São João, Mirante, Morpará, Mucugê, Nilo Peçanha, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, Santaluz, São Felipe, São Francisco do Conde, São José da Vitória, Sátiro Dias, Seabra, Serra Preta, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 2.646 casos confirmados do novo coronavírus e registra 97 óbitos

Quarta-feira, 29 de Abril de 2020 / Bahia

A Bahia registra 2.646 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Considerando o número de 544 pacientes recuperados e 97 óbitos, 2.005 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

No momento, 265 pacientes confirmados para Covid-19 em toda a Bahia encontram-se internados, sendo 80 em UTI. O boletim epidemiológico registra 7.929 casos descartados e 14.276 notificações. Existem hoje 203 profissionais de saúde positivos para coronavírus. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 97 mortes pelo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1); Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (4); Ipiaú (2); Itabuna (3); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Nilo Peçanha (1); Salvador (59); Uruçuca (4); Utinga (1); Vitória da Conquista (3). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até às 12h horas desta quarta-feira (29).

94º óbito: Homem de 58 anos, com histórico de doença cardiovascular, obesidade e hipertensão. Admitido em hospital de Salvador em 15 de abril, vindo a óbito no último dia 18.

95º óbito: Mulher de 86 anos, residente no município de Ipiaú. Admitida em hospital público de Itabuna em 24 de abril, vindo a óbito na última terça-feira (28).

96º óbito: Mulher de 90 anos, com histórico de colangite e demência avançada. Residente de hospital filantrópico de Salvador, vindo a óbito ontem (28).

97º óbito: Homem de 67 anos, com histórico de diabetes e hipertensão. Admitido em hospital filantrópico de Salvador em 27 de março, vindo a óbito no último dia 28.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Um novo boletim com a descrição detalhada do local de ocorrência dos casos será publicado a partir das 17h de hoje.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Rui Costa anuncia cancelamento do São João e prorrogação da suspensão das aulas

Quarta-feira, 29 de Abril de 2020 / Bahia

Não haverá festejos juninos na Bahia neste ano. O anúncio do cancelamento do São João, em 2020, foi feito pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria desta terça-feira (28), que ainda tratou de outras medidas relacionadas ao combate do coronavírus, no território estadual. Uma delas é a nova prorrogação do decreto que determina a suspensão das atividades escolares, nas redes pública e privada, por mais 15 dias, a partir de 3 de maio. 

Acompanhado pelo secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, Rui destacou que as ações são motivadas pelo atraso na chegada dos respiradores adquiridos pelo governo baiano para a montagem de 1,3 mil leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19 em todo o estado. “Se as projeções se mantiverem até o fim de maio serão necessários, ao menos, mil leitos exclusivos para tratamento da Covid-19. Compramos respiradores de diferentes fornecedores justamente para garantir a chegada dos equipamentos, mas, até o momento, nenhuma das cargas chegou, impedindo a montagem desses novos leitos para pacientes com sintomas graves da doença”, explicou. 

Para o governador, este cenário impede o relaxamento das medidas restritivas, inclusive a volta às aulas e a realização das festas juninas, este ano. “Com todos os dados que possuímos, é possível anunciar que, em 2020, não haverá festejos juninos em qualquer cidade da Bahia. Se permitirmos a realização de festas, em qualquer um dos municípios, é possível que pessoas de cidades vizinhas e até mais distantes queiram fazer esses deslocamento e este não é o momento para grandes aglomerações”, avaliou Rui, que também informou que “a princípio, as atividades letivas serão adiadas por mais 15 dias, período que deve ser suficiente para a chegada dos respiradores e, ainda, para acompanhar a progressão da doença em todo o território estadual”.  

Máscaras no metrô

Outro assunto abordado pelo governador foi a obrigatoriedade do uso de máscaras no sistema metroviário da capital baiana. “A partir de segunda-feira [4], será obrigatório o uso de máscaras no metrô. Contratamos a confecção de três milhões de máscaras de tecido, envolvendo diversas cooperativas de costureiras distribuídas nos quatro cantos da Bahia. Já distribuímos 75 mil unidades e vamos receber mais 170 mil até esta sexta [1º], que serão entregues para a população, inclusive nas estações do metrô”. 

Ainda sobre o metrô, Rui contou que câmeras que medem a temperatura corporal serão instaladas e passarão por fase de testes. “Trata-se de mais uma medida para reduzir a contaminação no transporte público. Uma câmera só é capaz de varrer uma grande área e equipes de saúde estarão a postos para orientar as pessoas que apresentarem altas temperaturas”, detalhou.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia tem mais oito municípios com transporte suspenso

Quarta-feira, 29 de Abril de 2020 / Bahia

O transporte intermunicipal será suspenso em Aracatu, Dário Meira, Itatim, Jaguarari, Mata de São João, Santa Bárbara, São Felipe e Seabra a partir de quinta-feira (30). A medida envolve qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

A decisão foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (29). O decreto também autoriza a retomada do transporte em Abaíra, Itapé e Serrinha, municípios com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

No total, a Bahia possui 97 cidades com transporte suspenso. O objetivo é conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no estado.

A suspensão inclui Acajutiba, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Barro Preto, Buerarema, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cravolândia, Cruz das Almas, Curaçá, Dias D'Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gandu, Gongogi, Ibicaraí, Ibirataia, Ibotirama, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapebi, Itapetinga, Jaguaquara, Jequié e Juazeiro.

Também estão com o transporte suspenso os municípios de Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Maragogipe, Mirante, Morpará, Mucugê, Nilo Peçanha, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha,  Santaluz, São Francisco do Conde, São José da Vitória, Sátiro Dias, Serra Preta, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 10 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h, com total de 2.564 casos confirmados

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

A Bahia registra 2.564 casos confirmados de Covid-19, o que representa 22,03% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 522 pacientes recuperados e 93 óbitos, 1.949 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 130 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,57%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ilhéus (1.188,96), Uruçuca (1.023,44), Coaraci (765,02), Itabuna (745,70) e Gongogi (561,17).

No momento, 275 pacientes confirmados para Covid-19 em toda a Bahia encontram-se internados, sendo 89 em UTI. O boletim epidemiológico registra 5.360 casos descartados e 11.638 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 93 mortes pelo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1); Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (4); Ipiaú (1); Itabuna (3); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Nilo Peçanha (1); Salvador (56); Uruçuca (4); Utinga (1); Vitória da Conquista (3). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até às 17h horas desta terça-feira (28).

87º óbito: Mulher de 88 anos, com histórico de hipertensão, asma e doença pulmonar obstrutiva crônica. Admitida em hospital público de Salvador em 18 de abril, vindo a óbito no último domingo (26).

88º óbito: Mulher de 79 anos, com histórico de diabetes e osteoartrose. Admitida em hospital público de Salvador em 13 de abril, vindo a óbito no último dia 23.

89º óbito: Mulher de 56 anos, com histórico de diabetes e doença renal crônica. Admitida em hospital público de Salvador em 17 de abril, vindo a óbito no último dia 24.

90º óbito: Mulher de 44 anos, sem histórico de comorbidades. Admitida em hospital público de Salvador em 21 de abril, vindo a óbito hoje (28).

91º óbito: Mulher de 96 anos, com histórico de doença cardiovascular crônica. Admitida em hospital público de Salvador em 15 de abril, vindo a óbito na última segunda-feira (27).

92º óbito: Homem de 64 anos, sem comorbidades. O paciente veio a óbito na última sexta-feira (24), na própria residência, em Salvador.

93º óbito: Mulher de 63 anos, com histórico de imunodeficiência. A paciente veio a óbito em 23 de abril, no próprio domicílio, na capital.

Faixa etária

No momento, 59,13% dos casos confirmados são do sexo feminino. A faixa etária mais acometida pela Covid-19 foi a de 30 a 39 anos, representando 28,28% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos ou mais (429,81/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa, seguida de 30 a 39 anos (316,03/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

De acordo com a Nota Técnica n° 54 (disponível em saude.ba.gov.br/coronavirus), as unidades de saúde devem realizar a coleta de amostras somente quando o caso suspeito de Covid-19 se enquadrar nos critérios abaixo:

1. Pacientes internados com suspeita de COVID-19;
2. Pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG);
3. Profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de COVID-19, ou contactantes de casos confirmados de COVID-19 mesmo assintomáticos;
4. Pacientes que foram a óbito com suspeita de COVID-19 cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos aeroportos, portos e nas estradas.
Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.

Definição de caso suspeito de coronavírus (Covid-19):

Definição 1 – Síndrome Gripal (SG): indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, mesmo que relatada, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.
– Em crianças (menos de 2 anos de idade): considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.
– Em idosos: a febre pode estar ausente. Deve-se considerar também critérios específicos de agravamento como sincope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.

Definição 2 – Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): Síndrome Gripal que apresente dispneia/desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto.
– Em crianças: além dos itens anteriores, observar os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

NOTA DE ESCLARECIMENTO DAS PREFEITURAS DE PIRITIBA E MIGUEL CALMON/BA

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

As Secretarias Municipais de Saúde dos municípios de Piritiba e Miguel Calmon, através das respectivas Vigilâncias Epidemiológicas, informam à população sobre o primeiro caso positivo para COVID-19 (novo Coronavírus) no município de Piritiba.

Trata-se de um paciente de 34 anos de idade, que veio de São Paulo em 23/04/2020, através de transportes clandestinos. Chegou a Miguel Calmon por volta das 13h, onde permaneceu defronte à lotérica até encontrar com um amigo de infância, residente também em Miguel Calmon, que o levou até a Ponte do Massambão. No carro que transportava o viajante, encontrava-se o motorista e sua esposa gestante. Nenhuma das pessoas usava máscaras, na ocasião. No dia seguinte (24), a equipe da Vigilância de Piritiba realizou a visita para investigação e passou todas as orientações de etiqueta respiratória e de isolamento domiciliar, já que o paciente procedia de zona endêmica. O mesmo foi encaminhado para avaliação clínica sendo medicado e liberado devido à ausência de sintomas específicos para COVID-19. O paciente é portador de cardiopatia e parecia ter sintomas relacionados à doença de base. Permaneceu em isolamento domiciliar, sendo monitorado diariamente.

O relato é de que o mesmo teve contato com apenas 03 (três) pessoas na localidade da Ponte do Massambão. Paralelamente, a Vigilância de Miguel Calmon, desde o dia 24/04/2020, fez busca ativa do motorista orientando também isolamento e continua investigando os contactantes através do rastreamento de pessoas e locais. Ontem, 27/04/2020, período hábil para detecção dos anticorpos (8º dia após o início dos sintomas segundo o paciente), foi realizado teste rápido com resultado positivo para COVID-19. Além do teste rápido, também foi colhido material a ser enviado ao LACEN (Laboratório Central do Estado da Bahia), para contraprova, através do exame considerado padrão ouro. 

O paciente encontra-se em isolamento respiratório, na sala vermelha do Hospital Municipal Dr. Carlos Ayres de Almeida, na cidade de Piritiba, aguardando transferência através da central de regulação para unidade secundária e/ou terciária. As Vigilâncias Epidemiológicas dos municípios já identificaram os contactantes iniciais e os mesmos já estão isolados, monitorados e também serão testados em tempo oportuno. Os prefeitos Samuel Oliveira Santana e José Ricardo Leal Requião, em consonância, já estão tomando as medidas cabíveis para continuar investigando os contatos e assistindo seus munícipes. Além disso, convocam de forma mais enfática a necessidade rigorosa das medidas de controle e prevenção.

Miguel Calmon, 27 de abril de 2020

Secretaria Municipal da Saúde

Vigilância Epidemiológica de Miguel Calmon


Blogbraga/Secretaria Municipal da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Tomógrafos computadorizados chegam a hospitais destinados a tratar a Covid-19

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

O Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas, que vai receber pacientes infectados com a Covid-19, já conta com um tomógrafo computadorizado, entregue na unidade na manhã desta segunda-feira (27). O equipamento é o segundo de seis que foram comprados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) no início deste mês, ao custo total de R$ 9,2 milhões. O primeiro dos equipamentos foi entregue na sexta-feira (24), no Hospital de Campanha Arena Fonte Nova. Os seis aparelhos vão ajudar no tratamento de pessoas contaminadas com o novo coronavírus.

Segundo o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, os novos equipamentos asseguram um tratamento mais preciso. “Estamos trabalhando para garantir que os pacientes sejam diagnosticados e tratados da forma mais adequada. Temos o compromisso de investir em inovação e tecnologia, reduzindo o tempo de espera por exames de imagem de alta complexidade e melhorar os níveis de qualidade no atendimento dos pacientes”, afirma o Secretário.

A subsecretária da Saúde, Tereza Paim, explica a importância dos tomógrafos para o tratamento da Covid-19. “A tomografia computadorizada de tórax é um exame muito esclarecedor, é bem sensível para pacientes que apresentam insuficiência respiratória por causa da Covid-19. O exame traduz anatomicamente a condição do pulmão e faz com que esse diagnóstico fique mais preciso. É também um exame de rastreio intermitente da melhora ou piora clínica do paciente. É um equipamento imprescindível”.

Tereza Paim informa que quando o surto estiver controlado, os equipamentos serão realocados para reforçar outras unidades. “Quando passar essa fase, os equipamentos serão destinados a outros hospitais que estamos montando, que estão sendo terminados, e serão incluídos também em ampliações de leitos que nós já temos dentro da própria rede de saúde. São equipamentos que não deixarão de ser utilizados, todos serão aproveitados em locais onde é necessário se manter a assistência à saúde, independente da pandemia”.

Próximas entregas

Ainda serão entregues tomógrafos no Hospital Mater Dei, nesta terça-feira (28), e, na quarta-feira (29), no Hospital Espanhol e no Hospital Municipal de Caetité. O Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso, em breve, também vai receber um tomógrafo.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Final de semana marcado por flagrantes de ultrapassagem proibida nas rodovias federais da Bahia

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

Aliado aos esforços e ações de combate a pandemia do novo coronavírus, a PRF continua realizando o policiamento nas estradas e reforçando junto a população a campanha:“Se puder, fiquem casa, mas se tiver que sair respeite as leis de trânsito”.

A PRF alerta aos motoristas que obedecer às normas de trânsito, contribui para um trânsito mais seguro. A redução da violência nas rodovias federais depende da participação de todos.

Policiais rodoviários federais realizaram mais uma etapa da Operação Hybris voltada a coibir condutores agindo com imprudência e desrespeito às Leis de Trânsito. De sexta-feira (24) até domingo (26) foram flagrados 562 motoristas ultrapassando em local proibido. As atividades de fiscalização aconteceram em várias regiões do estado.

Conforme levantamento da instituição só nos primeiros três meses deste ano foram flagradas 10.688 ultrapassagem proibidas. Nunca é demais enfatizar que a colisão frontal, quase sempre causada pelas ultrapassagens indevidas, é o tipo de acidente que mais fere gravemente e mata pessoas em rodovias do país inteiro, além de ocasionar perdas irreversíveis.

A infração de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada.

A PRF alerta que mesmo em tempos de pandemia do novo coronavírus manterá fiscalização rigorosa nas estradas, com o objetivo de combater as possíveis irregularidades no trânsito como ultrapassagens proibidas e a embriaguez ao volante, infrações tidas como causadoras de acidentes graves e muitas vezes fatais. Um leito utilizado pela vítima de um acidente de trânsito que poderia ter sido evitado é um leito a menos para o tratamento das vítimas da Covid-19.

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.


Blogbraga/PRF

Compartilhar no Whatsapp

“Uso de máscara é agora obrigatório em 385 municípios da Bahia sob calamidade”, anuncia presidente Nelson Leal

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

PROJETO DE LEI FOI APROVADO, NA ALBA, PELA UNANIMIDADE DOS DEPUTADOS ESTADUAIS

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, anunciou hoje (28.04) que o uso de máscara protetiva é agora obrigatório para toda a população, nos 385 municípios da Bahia em que estão em vigor os decretos legislativos que reconhecem o estado de calamidade pública, assim como naqueles em que foram registrados casos da doença. Em mais uma sessão plenária virtual, foi aprovado, em dois turnos, pela unanimidade dos 56 deputados presentes, o projeto de lei 23.848/2020, apresentado pelos deputados Ivana Bastos (PSD) e Fabrício Falcão (PCdoB), que torna obrigatório o uso de máscaras em toda a Bahia, tanto por pessoas que circulam nas ruas como em locais de trabalho e também para quem está no trânsito.

“Todos estão aprendendo, em todo o mundo, como lidar com o Covid-19. E nos lugares onde a máscara foi utilizada, os índices de contaminação foram reduzidos drasticamente. Um portador do vírus, mesmo que assintomático, sem máscara, ele tem 70% de chances de contagiar outra pessoa. Se as duas pessoas usam máscara, mesmo que uma delas esteja doente, mesmo sem sintomas, a probabilidade de contágio cai para apenas 1,5%. Então, continuamos com as medidas de isolamento e, agora, com o uso obrigatório de máscara”, pontua Leal. 

A Assembleia também votou e aprovou por unanimidade 11 novos projetos de decreto legislativo municipais solicitando o reconhecimento do “estado de calamidade pública” em razão da pandemia do Covid-19 para os seguintes municípios: Angical, Campo Alegre de Lourdes, Feira da Mata, Pau Brasil, Anagé, Manoel Vitorino, Santa Rita de Cássia, Sebastião Laranjeiras, Tanhaçu, Teodoro Sampaio e Wanderley. No total, 385 dos 417 municípios baianos já vivem sob os efeitos da calamidade.


Blogbraga/ALBA - Assessoria da Presidência

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Centro de Atendimento Covid-19 é inaugurado em Ilhéus

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

Foi inaugurada, nesta segunda-feira (27), uma Unidade de Atendimento Covid-19 no Centro de Convenções de Ilhéus para acolher, estabilizar e encaminhar pacientes suspeitos de infecção pelo novo coronavírus na região sul da Bahia. Com 22 leitos, o espaço irá receber casos leves de pessoas com suspeita de infecção e pacientes que apresentam a progressão dos sintomas, como falta de ar. 

O Centro foi adaptado para operar 24 horas por dia com uma equipe de 20 profissionais de saúde, entre médicos, técnicos de enfermagem, enfermeiros, maqueiros, serviços gerais e atendimento. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) atuou em parceria com a Prefeitura de Ilhéus para a montagem e estruturação da unidade.

"O sul da Bahia vive uma situação muito preocupante, com um taxa de contágio muito maior que no resto da Bahia. Em função desse crescimento, o Governo do Estado está dobrando o número de leitos de UTI para atender a região", afirma o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

Os pacientes que apresentarem evolução dos agravos vão ser regulados pela Central Integrada de Comando e Controle da Saúde do Estado da Bahia para um dos hospitais de referência.

Equipamentos

Também nessa segunda-feira (27), o Governo do Estado entregou para a região 5,5 mil litros de álcool 70%, 8,2 mil máscaras de TNT e 2 mil máscaras acrílicas de proteção facial do tipo Face Shield, para utilização em unidades de saúde, além de 5 mil máscaras de tecido para estudantes. Os materiais foram entregues para a Prefeitura Municipal de Ilhéus, Santa Casa de Misericórdia (Itabuna), Hospital de Base (Itabuna), Hospital Regional Costa do Cacau (Ilhéus) e Núcleo Territorial de Educação (NTE) de Itabuna.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Rui Costa e governadores pedem ao presidente do STF suspensão temporária do pagamento de dívidas

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

O governador Rui Costa informou durante transmissão ao vivo em suas redes sociais, na noite desta segunda-feira (27), que participou de videoconferência com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o ministro Alexandre de Moraes, governadores, o advogado-geral da União, André Mendonça, e procuradores dos Estados. A reunião teve caráter de audiência de conciliação, já que os Estados têm solicitado a suspensão temporária do pagamento de dívidas junto à União para que os recursos sejam utilizados nas ações de combate ao novo coronavírus. 

Segundo Rui, a expectativa é de que o impasse seja solucionado em breve. “Foi uma reunião extremamente positiva, onde o presidente do STF determinou que Banco do Brasil, Caixa Econômica e BNDES se manifestem em até 24 horas sobre o pedido dos governadores. Além disso, ficou estabelecido o prazo de cinco dias para que as partes envolvidas, Estados, Governo Federal e bancos, possam chegar a um acordo. Nos próximos dias haverá uma intensa negociação nesse sentido. Nosso esforço deve ser voltado a salvar vidas humanas e assistir à população mais carente dos estados”, explicou.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Mais 12 municípios baianos têm transporte suspenso

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Bahia

Caetanos, Caldeirão Grande, Camamu, Gandu, Ibotirama, Laje, Lajedo do Tabocal, Livramento de Nossa Senhora, Nilo Peçanha, Oliveira dos Brejinhos, Santaluz e Ubaitaba terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quarta-feira (29). A decisão, que visa conter o avanço da pandemia do novo coronavírus na Bahia, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (28).

O decreto também autoriza a retomada do transporte em Serra do Ramalho, município que completou 14 dias sem novos casos de Covid-19 confirmados. No total, 92 cidades baianas estão com restrição no transporte intermunicipal. A medida considera a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Outros municípios com transporte suspenso são: Abaíra, Acajutiba, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Barro Preto, Buerarema, Camacã, Camaçari, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cravolândia, Cruz das Almas, Curaçá, Dias D'Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Jaguaquara, Jequié e Juazeiro. 

A suspensão ainda inclui Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Luís Eduardo Magalhães, Maragogipe, Mirante, Morpará, Mucugê, Paramirim, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, São Francisco do Conde, São José da Vitória, Sátiro Dias, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista. 


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 2.356 casos confirmados de Covid-19 e 83 óbitos

Segunda-feira, 27 de Abril de 2020 / Bahia

A Bahia registra 2.356 casos confirmados de Covid-19, o que representa 20,61% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 501 pacientes recuperados e 83 óbitos, 1.172 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 123 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (60,36%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ilhéus (1096,55), Uruçuca (1023,44), Coaraci (765,02,48), Itabuna (694,11) e Gongogi (561,17).

No momento, 253 pacientes confirmados para Covid-19 em toda a Bahia encontram-se internados, sendo 73 em UTI. O boletim epidemiológico registra 5.360 casos descartados e 11.430 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 83 mortes pelo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1), Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (4); Ipiaú (1); Itabuna (3); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Nilo Peçanha (1); Salvador (48); Uruçuca (4); Utinga (1); Vitória da Conquista (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até às 17 horas desta segunda-feira (27).

O 77º óbito foi registrado em 25 de abril, no entanto, apenas hoje (27) a vigilância epidemiológica estadual obteve acesso a Declaração de Óbito do paciente que estava internado em um hospital filantrópico de Salvador, mesmo após reiterados contatos telefônicos e o envio de e-mails para a unidade. A paciente era uma mulher de 60 anos, com histórico de diabetes e doença cardiovascular.

O 78º óbito foi registrado em 26 de abril. A paciente era uma mulher de 82 anos, residente em Salvador, que estava assintomática e possuía histórico de hipertensão, hipotireoidismo e doença de Alzheimer. Ela estava internada em um hospital filantrópico da capital baiana.

O 79º óbito foi registrado em 26 de abril. O paciente era um homem de 70 anos, residente em Salvador, com histórico de diabetes e doença cardiovascular. Ele estava internado em um hospital filantrópico da capital baiana.

O 80º óbito foi registrado em 24 de abril. O paciente era um homem de 25 anos, residente em Salvador, com histórico de Sarcoma Mielóide de Mediastino. Ele estava internado em um hospital filantrópico da capital baiana.

O 81º óbito foi registrado em 25 de abril. A paciente era uma mulher de 88 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão e doença cardiovascular. Ela estava internada em um hospital filantrópico da capital baiana.

O 82º óbito foi registrado em 26 de abril. A paciente era uma mulher de 62 anos, residente em Salvador, com histórico de doença pulmonar obstrutiva crônica. Ela estava internada em um hospital filantrópico da capital baiana.

O 83º óbito foi registrado em 23 de abril. O paciente era um homem de 39 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão, diabetes e epilepsia. Ele estava internado em um hospital filantrópico da capital baiana.

Faixa etária
No momento, 58,82% dos casos confirmados são do sexo feminino. A faixa etária mais acometida pela Covid-19 foi a de 30 a 39 anos, representando 28,01% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos ou mais (405,93/ 1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa, seguida de 30 a 39 anos (287,69/ 1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

De acordo com a Nota Técnica n° 54 (disponível em saude.ba.gov.br/coronavirus), as unidades de saúde devem realizar a coleta de amostras somente quando o caso suspeito de Covid-19 se enquadrar nos critérios abaixo:
1. Pacientes internados com suspeita de COVID-19;
2. Pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG);
3. Profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de COVID-19, ou contactantes de casos confirmados de COVID-19 mesmo assintomáticos;
4. Pacientes que foram a óbito com suspeita de COVID-19 cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos aeroportos, portos e nas estradas.

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.

Definição de caso suspeito de coronavírus (Covid-19):
Definição 1 – Síndrome Gripal (SG): indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, mesmo que relatada, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.
– Em crianças (menos de 2 anos de idade): considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.
– Em idosos: a febre pode estar ausente. Deve-se considerar também critérios específicos de agravamento como sincope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.
Definição 2 – Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): Síndrome Gripal que apresente: dispneia/desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto.
– Em crianças: além dos itens anteriores, observar os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Violência doméstica: CNJ cria grupo para frear aumento dos casos na quarentena

Segunda-feira, 27 de Abril de 2020 / Bahia

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) criou um grupo de trabalho para elaborar sugestões de medidas emergenciais para prevenir ou frear a violência em situação doméstica. A medida foi tomada após a confirmação do aumento dos casos registrados contra a mulher durante o isolamento social, determinado como forma de evitar a transmissão do novo coronavírus e da Covid-19. Veja a íntegra da Portaria nº 70/2020.

O grupo vai realizar estudos e apresentar diagnósticos sobre dados que conduzam ao aperfeiçoamento dos marcos legais e institucionais sobre o tema e sugerir medidas que garantam maior celeridade, efetividade e prioridade no atendimento das vítimas de violência doméstica e familiar no Poder Judiciário. Também devem apresentar propostas de políticas públicas judiciárias para modernizar e dar maior efetividade no atendimento das vítimas de violência doméstica durante o período da quarentena.

Os coordenadores do GT são o ministro Rogerio Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (coordenador), e a conselheira Maria Cristiana Ziouva (coordenadora-adjunta). Do CNJ, também participam a conselheira Flávia Pessoa e o juiz auxiliar da Presidência Rodrigo Capez. Representando os tribunais de Justiça, estão no grupo as magistradas Adriana Ramos de Mello (TJRJ), Eunice Maria Batista Prado (TJPE), Julianne Freire Marques (TJTO) e Maria Domitila Prado Mansur (TJSP), além da juíza Renata Gil de Alcântara Videira, representando a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

O grupo tem prazo de 60 dias para apresentar soluções que possam contribuir no atendimento as vítimas. Os encontros de trabalho ocorrem, prioritariamente, por meio virtual.

O GT tem o apoio da Secretaria Especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica do CNJ e go gabinete da conselheira Maria Cristiana Ziouva. E pode contar ainda com o auxílio de autoridades ou especialistas de entidades públicas ou privadas com atuação em área correlata para colher subsídios e aprofundar estudos.


Blogbraga/CNJ

Compartilhar no Whatsapp

Drogas são apreendidas pela polícia em Xique-Xique

Segunda-feira, 27 de Abril de 2020 / Bahia

Na noite da última quinta-feira (23), por volta das 22h, uma equipe da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) Semiárido, durante abordagem, flagrou uma mulher comercializando drogas em um bar.

Conforme a corporação, ao prosseguir com o trabalho, o companheiro de convívio da mulher e mais um comparsa foram surpreendidos pela a ação dos militares. Eles foram encontrados com drogas prontas para serem comercializadas.

Materiais apreendidos:

R$ 967,00 em espécie

04 celulares

24 invólucros de maconha

115 invólucros de cocaína

01 pedra de cocaína

01 cartão poupança da Caixa Econômica

01 folha de anotações de devedores de droga

01 motocicleta Honda, CG Fan, cor preta

O trio e todo o material foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Xique-Xique.


Blogbraga/Correspondente de Irecê-repórter Luciano Kastro

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM PRENDE INDIVÍDUO POR IMPORTUNAÇÃO SEXUAL NO CENTRO DO MUNICÍPIO DE JACOBINA

Segunda-feira, 27 de Abril de 2020 / Bahia

Na manhã deste domingo, 26 de abril, Policiais Militares do PETO (Pelotão de emprego Tático Operacional), foram acionados por populares com a denúncia de que um indivíduo estaria se masturbando e mostrando os órgãos genitais em via pública e que estaria importunando sexualmente uma senhora de 37 anos de idade, funcionária de um posto de combustível no centro do município de Jacobina.

Munidos das informações, os Policiais iniciaram uma busca por toda cidade, sendo alcançado no Calçadão localizado no centro comercial. Tratava-se de um homem de 35 anos de idade, onde recebeu voz de prisão e apresentado na sede da 16ª COORPIN para que medidas cabíveis sejam adotadas.

“Parabenizo os Policiais Militares pela exitosa ação, na retirada de circulação deste indivíduo com um comportamento não tolerado pela sociedade. A Polícia Militar da Bahia sempre estará pronta para coibir todo e qualquer delito, protegendo assim toda população.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 26 de abril de 2020.
Vitor Costa - Subtenente PM
Chefe do Setor de Comunicação Social da 24ª CIPM


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Bahia tem 2.116 casos confirmados de Covid-19 e 72 óbitos

Sábado, 25 de Abril de 2020 / Bahia

A Bahia registra 2.116 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 18,91% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 454 pacientes recuperados e 72 óbitos, 1.590 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 117 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,58%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ilhéus (917,90), Uruçuca (682,29), Gongogi (561,17), Itabuna (534,65) e Coaraci (529,63)

No momento, 254 pacientes confirmados para Covid-19 em toda a Bahia encontram-se internados, sendo 71 em UTI. O boletim epidemiológico registra 5.360 casos descartados e 11.190 notificações. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Entre os dias 1º de março e 25 de abril, o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou o total de 14.776 exames. No momento há 1.740 amostras em análise laboratorial.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 72 mortes pelo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1), Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (4); Ipiaú (1); Itabuna (3); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Salvador (38); Uruçuca (4); Utinga (1); Vitória da Conquista (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas deste sábado (25).

O 71º óbito foi registrado no dia 22. A paciente foi uma mulher de 45 anos, residente em Ilhéus, que tinha comorbidade HIV positivo (descobriu recentemente e estava sem tratamento).

A 72ª morte é de um homem de 61 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Vindo a óbito hoje (25).

Faixa etária

A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 28,92% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos ou mais (401,95/ 1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa, seguida de 30 a 39 anos (266,77/ 1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmadosclique aqui.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM PRENDE INDIVÍDUO POR PRÁTICA DE DESCAMINHO NO MUNICÍPIO DE PIRITIBA

Sábado, 25 de Abril de 2020 / Bahia

Na manhã desta quinta-feira, 23 de abril, Policiais Militares do Destacamento Policial Militar em Piritiba, durante o apoio em uma das barreiras de vigilância sanitária do citado município, avistou uma caminhonete trafegando em atitude suspeita e de imediato decidiram abordar.

Na condução do veículo abordado estava um indivíduo de 36 anos de idade, natural do município de Conceição do Coité, o qual não apresentou sua CNH. Procedendo com a continuidade da abordagem, os Policiais passaram a revistar o veículo, onde foram encontradas no seu interior várias caixas de cigarros, caixas de remédios diversos, pacotes de fumo, dentre outros itens. Também em posse do abordado foram encontrados R$ 1.848,00 em espécie, R$ 15.082,00 em cheques de várias agências bancárias e R$ 131.199,00 em cheques devolvidos.

Diante da suspeita de crime de Descaminho, por não ser comprovada a origem de toda mercadoria, os Policiais Militares o encaminhou, juntamente com o veículo e todo produto apreendido, para Delegacia de Polícia local, onde o Delegado Titular passou a lavrar o Flagrante Delito.

“Parabenizo os Policiais Militares de nossa Unidade pela exitosa ação, os quais atuaram munidos da técnica necessária no combate deste Delito na área de jurisdição da 24ª CIPM. A Polícia Militar da Bahia sempre estará pronta para coibir todo e qualquer delito, protegendo assim toda população.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"
Jacobina, 25 de abril de 2020.
Vitor Costa - Subtenente PM

                   Chefe do Setor de Comunicação Social da 24ª CIPM    


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Com entrega de nova ala do Lacen, Bahia passa a ter capacidade para realizar mil testes diários da Covid-19

Sábado, 25 de Abril de 2020 / Bahia

A capacidade da Bahia de processar testes para o novo coronavírus salta de 400 para 1.000 exames por dia, com a entrega, nesta sexta-feira (24), da nova ala do Laboratório Central (Lacen) da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), realizada pelo secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas. O secretário afirmou que “o investimento superior a R$ 2 milhões, em obras e equipamentos, tornou o Lacen o maior laboratório do País em capacidade de realização de exames da Covid-19, e foi idealizado de forma preventiva para o estado, ainda em janeiro, quando a China divulgou o início da pandemia mundial”. O Laboratório fica na Rua Waldemar Falcão, 123 – Horto Florestal, em Salvador.

Ainda de acordo com Vilas-Boas, "esse primeiro pilar, que é o do diagnóstico, compreendeu a construção deste prédio, a ampliação do laboratório de biologia molecular, a aquisição de novos equipamentos e a contratação de insumos. Isso alçou o Lacen da Bahia ao principal laboratório público estadual do Brasil na capacidade de realizar exames para coronavírus”.

De acordo com a diretora-geral do Lacen, Arabela Leal, a unidade tem recebido uma média de 400 exames diariamente, e, com a ampliação, a expectativa é atender até mil pacientes por dia. “Essa nova ala comporta não apenas o setor de biologia molecular, que faz todos os exames de coronavírus, HIV, hepatites e outras doenças, mas, também na parte superior, está montado um laboratório de vigilância sanitária, que faz análises químicas de água, de alimentos, produtos de limpeza, entre outros produtos”.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Embrapa publica guia para identificação de inimigos naturais de pragas em cultivos de hortaliças

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Bahia

Para auxiliar produtores na implementação do manejo integrado de pragas (MIP) em suas propriedades rurais, com foco no controle biológico, pesquisadores da Embrapa reuniram em uma publicação, no formato de guia de campo, uma lista com fotos e informações descritivas dos principais inimigos naturais, como espécies de besouros, moscas e ácaros predadores, percevejos e vespas parasitoides, de pragas encontradas em lavouras de hortaliças.

A identificação correta dos inimigos naturais é o ponto de partida para um controle biológico eficaz, um dos pilares de sustentação do MIP. “A proposta do guia é auxiliar agricultores, profissionais da assistência técnica e da extensão rural, consultores e estudantes da área de Ciências Agrárias, no reconhecimento dos inimigos naturais comumente encontrados em cultivos de hortaliças”, explica o pesquisador Miguel Michereff Filho, da área de Entomologia da Embrapa Hortaliças (Brasília, DF).

Intitulado “Guia para Identificação de Inimigos Naturais em Cultivos de Hortaliças” o documento traz informações básicas sobre ciclo de vida, características corporais e sinais de atuação das pragas que atacam lavouras de hortaliças, além de imagens ilustrativas de seus inimigos naturais. Os inimigos naturais são agentes de controle biológico e contribuem para a mortalidade natural das pragas no campo, isto é, são aliados dos agricultores no combate às pragas agrícolas e têm ação positiva para o equilíbrio do agroecossistema.

Os cultivos de hortaliças são muito suscetíveis a infestações por inseto-praga ou ácaro-praga e estimativas apontam que as perdas na produção podem alcançar 80%, dependendo de fatores como condições climáticas, tratos culturais e cultivar utilizada. Por isso, saber identificar com precisão quais insetos são benéficos é fundamental para que eles não sejam confundidos com as pragas em si e acabem sendo eliminados por engano com o uso de pesticidas.

As diferenças entre predadores e parasitas

No guia, os inimigos naturais estão divididos em dois grupos: predadores e parasitoides. Os predadores são inimigos naturais que se alimentam de insetos e ácaros que são nocivos aos cultivos de hortaliças. Esse grupo inclui besouros, moscas, percevejos, tesourinhas, vespas, formigas, louva-a-deus, ácaros e aranhas.

“Muitos dos inimigos naturais categorizados como predadores são maiores do que suas presas, com exceção das formigas e ácaros predadores. Eles têm o hábito de caminhar sobre as plantas ou o solo para encontrar suas presas e costumam ser generalistas, ou seja, consomem aquilo que conseguem capturar”, explica Michereff, ao acrescentar que, além dos adultos, ninfas e larvas também conseguem matar e consumir as pragas.

Os inimigos naturais considerados parasitoides são vespas, microvespas e moscas que, ao parasitar outros insetos, causam a morte do seu hospedeiro.  Eles são menores que suas presas e atuam como especialistas, isto é, optam por um tipo de hospedeiro e em uma fase de desenvolvimento específica. “Muitos desses inimigos naturais vivem boa parte da sua vida dentro do hospedeiro ou aderidos a ele externamente. Na maioria das vezes, eles passam despercebidos pelos produtores, que acabam desconsiderando a sua importância como agentes de controle biológico de pragas nos cultivos agrícolas”, analisa o pesquisador.

Controle: químico ou biológico?

Os diferentes tipos de controle de pragas não devem se rivalizar porque o MIP pressupõe a associação de dois ou mais métodos de controle, visto que quando se adota diferentes práticas, compatíveis entre si, criam-se várias frentes de controle e, ao longo do tempo, a eficiência aumenta à medida que o problema fitossanitário se reduz.

A adoção simultânea do controle biológico e do controle químico potencializa as chances de supressão da praga-alvo mais rapidamente e contribui para a sustentabilidade da produção. Por exemplo, a liberação dos inimigos naturais na lavoura, se realizada no momento exato e na quantidade correta, garante altos índices de controle e contribui para a redução do número de pulverizações de produtos químicos.

Embora o custo do controle biológico e do controle químico seja praticamente equivalente, há uma economia indireta e outras vantagens associadas à adoção do MIP como, por exemplo, a redução entre 30% e 40% da frequência de pulverizações em diferentes cultivos de hortaliças. “Há também uma exigência do mercado consumidor por alimentos mais saudáveis, o que pode fazer o produtor pensar em outras vias de controle”, pondera o pesquisador.

Incentivo à adoção do MIP

A publicação do “Guia para Identificação de Inimigos Naturais em Cultivos de Hortaliças” faz parte das ações previstas no projeto “Promoção do Manejo Integrado de Pragas na Produção de Hortaliças do Distrito Federal”, que visa resgatar a adoção das boas práticas agrícolas direcionadas ao manejo de pragas em quatro culturas agrícolas: morango, alface, tomate e pimentão.

Além da disponibilização de documentos orientadores, a equipe do projeto dedica-se à realização de cursos de capacitação para técnicos e produtores rurais. O objetivo dos treinamentos tem sido diagnosticar e nivelar os conhecimentos para que, a partir de parcerias e articulação institucional, seja possível efetuar a instalação de Unidades de Referência Tecnológica (URT) para implementação do MIP nessas quatro importantes culturas do Distrito Federal.

“Pretendemos contribuir com o processo de conscientização da cadeia produtiva para que incorporem o MIP e compreendam a relevância do controle biológico na sua rotina de trabalho”, planeja Michereff, ao contar que o objetivo maior será contribuir para a racionalização do uso de agrotóxicos e para a produção de alimentos de alta qualidade nutricional e totalmente seguros para a saúde humana.

O projeto é realizado em cooperação técnica com a Emater/DF e com financiamento da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF).


Blogbraga/Assessoria Embrapa

Compartilhar no Whatsapp

BOLETIM OFICIAL CORONAVÍRUS: Bahia registra 9 óbitos por Covid-19 em 24 horas, com total 1.845 casos confirmados e 62 óbitos

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Bahia

A Bahia registra 1.845 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 16,9% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 428 pacientes recuperados e 62 óbitos, 1.355 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 108 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,3%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ilhéus (782,37), Uruçuca (682,29), Barra do Rocha (525,03), Itapebi (487,38) e Itabuna (464,30).

No momento, 231 pacientes confirmados para Covid-19 em toda a Bahia encontram-se internados, sendo 67 em UTI. O boletim epidemiológico registra 5.360 casos descartados e 10.919 notificações. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 62 mortes pelo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Capim Grosso (1); Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (3); Ipiaú (1); Itabuna (2); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Salvador (34); Uruçuca (3); Utinga (1); Vitória da Conquista (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quinta-feira (23).

O 60º óbito ocorreu ontem (22), em um hospital público de Salvador. A paciente era uma mulher de 83 anos, com histórico de demência avançada, AVC hemorrágico, hipertensão, insuficiência de comunicação, imobilidade, disfagia, tromboflebite crônica de veia cefálica e dupla incontinência.

O 61º óbito foi registrado ontem, em um hospital público da capital. A paciente era uma mulher de 90 anos, com Doença de Alzheimer em fase avançada.

A 62ª morte aconteceu na última segunda (20), em uma unidade de saúde do município de Uruçuca. O paciente era um homem de 35 anos, cardiopata.

Faixa etária

A mediana de idade foi 40 anos, variando de 4 dias a 99 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 28,29% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (322,36/ 1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa seguida de 30 a 39 anos (227,54/ 1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

De acordo com a Nota Técnica n° 54 (disponível em  saude.ba.gov.br/coronavirus), as unidades de saúde devem realizar a coleta de amostras somente quando o caso suspeito de Covid-19 se enquadrar nos critérios abaixo:
1. Pacientes internados com suspeita de COVID-19;
2. Pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG);
3. Profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de COVID-19, ou contactantes de casos confirmados de COVID-19 mesmo assintomáticos;
4. Pacientes que foram a óbito com suspeita de COVID-19 cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos aeroportos, portos e nas estradas.

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.

Definição de caso suspeito de coronavírus (Covid-19):
Definição 1 – Síndrome Gripal (SG): indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, mesmo que relatada, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.
– Em crianças (menos de 2 anos de idade): considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.
– Em idosos: a febre pode estar ausente. Deve-se considerar também critérios específicos de agravamento como sincope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.
Definição 2 – Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): Síndrome Gripal que apresente: dispneia/desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto.
– Em crianças: além dos itens anteriores, observar os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

COMANDANTE DA 24ª CIPM AVANÇA GABINETE DE COMANDO NAS 10 CIDADES DA ÁREA DE ATUAÇÃO DA UNIDADE PM, EM SUPERVISÃO AO POLICIAMENTO E EM APOIO ÀS BARREIRAS DE VIGILÂNCIAS SANITÁRIAS

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Bahia

 Nos dias 20, 21 e 22 de abril, o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM, supervisionou pessoalmente todo policiamento da Unidade PM empregado em apoio às barreiras instaladas pelas vigilâncias sanitárias nas 10 cidades da área de atuação sob seu comando, além da cidade de Jacobina.

Assistido pelos, Capitão PM Juliano Rodrigues, Sub Comandante da Unidade PM, Capitão PM Hugo Marx e o 1° Tenente PM Alan Lopes, o Comando da 24ª CIPM, esteve em apoio institucional, e realizando operações nas cidades de Saúde, Caldeirão Grande, Caém, Mirangaba, Várzea Nova, Umburanas, Ourolândia, Miguel Calmon, Piritiba e Tapiramutá.

Esta supervisão teve como objetivo verificar as estruturas instaladas e, principalmente, observar as condições de trabalho dos Policiais Militares, referente à aquisição e uso de EPI (Equipamento de Proteção Individual), buscando assim o cuidado na proteção da tropa, diante da atual Pandemia do COVID-19 que está se proliferando por todo mundo.

O emprego de Policiais Militares nas barreiras realizadas pelos órgãos de saúde municipais tem como principal missão proporcionar o apoio e segurança nas abordagens dos prepostos de saúde, onde fiscalizam a entrada de pessoas embarcadas em veículos provindas de outras localidades, no intuito de orientar, verificar e encaminhar indivíduos com prováveis sintomas do vírus, para exame mais minucioso. No cumprimento da missão, os Policiais Militares assim como outros profissionais, ficam mais vulneráveis, haja vista que a PMBA é um dos órgãos da Segurança Pública que diuturnamente está nas ruas em cumprimento a seu dever legal.

 “Diante desta Pandemia que vem se alastrando por todo Mundo de forma exacerbante, a Polícia Militar da Bahia vem cumprindo o seu papel de Servir e Proteger, e todos nós devemos nos preocupar com as condições de trabalho dos nossos Policiais Militares, bravos guerreiros que não medirão esforços em garantir a segurança, a ordem, a paz e apoiar todas as ações de saúde pública.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

 "PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

 Jacobina, 23 de abril de 2020.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Ferramenta Fique no Lar já cadastrou serviço de delivery em 32 municípios baianos; Luis Eduardo Magalhães está entre os municípios

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Bahia

A ideia do Governo do Estado é estimular negócios das micro e pequenas empresas

A plataforma digital Fique no Lar, lançada há 10 dias na Bahia para apoiar micro e pequenas empresas, já cadastrou 327 estabelecimentos, em 32 municípios baianos. A ideia da ferramenta, desenvolvida por pesquisadores do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e disponibilizada para o Estado, graças a uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), é estimular o serviço de delivery e manter a população em casa. O setor de alimentação é campeão em cadastros.

“O Fórum Regional Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte continua atento a este segmento e pensando em ações para alavancar o setor. Estamos fazendo um trabalho agora por território de identidade, para que os empreendedores dessas regiões se cadastrem. E pedimos que os consumidores que podem ficar em casa, façam a experiência e utilizem a ferramenta como fonte de pesquisa. Fique no lar”, pede o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Fórum.

Frederico Teixeira, proprietário da Oxe é de Minas, que fica dentro do Mercado do Rio Vermelho, conta que a empresa precisou se reinventar muito rápido e passar a trabalhar com delivery. “Fiquei sabendo do aplicativo Fique no Lar, criado para fazer uma conexão mais rápida entre clientes e pequenos empreendedores. Já fiz meu cadastro e acredito que vai facilitar muito o acesso dos consumidores aos pequenos, peço que olhem ferramenta, ela é fantástica”, afirma.

A Mariquita Lavanderia está trabalhando a todo vapor para que seus clientes fiquem em casa. “A lavanderia vai até você oferecer nossos. Tudo isso podendo contar com a iniciativa do Fique no Lar, que está dando todo apoio ao pequeno empreendedor”, diz a empreendedora Ester Cunha.

Salvador lidera na ferramenta com 167 cadastros, seguido de Feira de Santana com 30, Itabuna (13), Ilhéus (11), Vitória da Conquista, Lauro de Freitas e Jequié (10), Barreiras (9), Juazeiro e Luís Eduardo Magalhães (8), Porto Seguro e Teixeira de Freitas (7), Mata de São João (6), Guanambi e Serra do Ramalho (5). Os demais 21 estabelecimentos estão cadastrados em outros 21 municípios.

Os empreendedores que adotaram o serviço de delivery durante a pandemia e não constam na lista, podem entrar no aplicativo e fazer o cadastro, que solicita informações que facilitam a busca do usuário por categoria.

ACESSE:  http://www.fiquenolar.ifce.edu.br/#/


Blogbraga/ Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

REGIÃO DE MORRO DO CHAPÉU-BA: Cooperativa de Várzea Nova dribla crise com novas iniciativas para comercializar a produção

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Bahia

Buscando alternativas para viabilizar a comercialização de seus produtos, neste período de pandemia do novo Coronavírus, associações e cooperativas da agricultura baiana buscam novos formatos para o escoamento da produção. Com motivação e criatividade, cooperativas como a de Produção Agropecuária de Giló (Coopag), localizada no município de Várzea Nova, no Território de Identidade Piemonte da Diamantina, vem garantindo renda para dezenas de famílias de cooperados, possibilitando a continuidade da atividade leiteira na região.

De acordo com o vice-presidente da Coopag, Fred Jordão, as vendas para as redes de supermercados da região e da capital baiana continuam, mas a comercialização dos iogurtes, que é feita para prefeituras e destinada à alimentação escolar, está parada, pela suspensão das aulas. Por isso, o leite está sendo destinado à produção de queijos, gerando um excedente na produção.

A alternativa encontrada por um dos cooperados foi envolver todos os produtores no escoamento desse excedente da produção, para manter o fornecimento do leite. A partir da proposta, aceita pelos cooperados, cada um ficou responsável pela venda direta, para amigos, vizinhos, familiares, de 40 quilos de queijo ao mês. A iniciativa está dinamizando as propriedades dos cooperados e motivando-os a continuar o trabalho.

José Junior, produtor de leite, que trabalha em parceria com um irmão, no município de Tapiramutá, explicou que diante da pandemia e da possibilidade de reduzir a entrega do leite, pela dificuldade de escoamento da produção, teve a ideia de ajudar na comercialização desses produtos, além de oferecer para vizinhos e amigos, também para mercados próximos: "É dessa forma que estamos buscando sair dessa crise, com o menor impacto possível, com o serviço de entrega, ajudando também àquelas pessoas que não podem sair de casa, como os idosos".

Fred Jordão destaca que, a partir do diálogo com os produtores, ou eles se envolviam, tornando-se 'donos do negócio', ou corria-se o risco de o laticínio suspender a coleta do leite: "Está dando certo! Tem produtor de leite que está vendendo acima da meta estipulada. Todo mundo entendeu a necessidade e está sendo muito interessante e positivo aqui para a gente, porque eles abraçaram a causa e cada um está vendendo seja para a mãe, vizinho ou amigo".

Referência de agroindústria

A Coopag, que possui 180 cooperados, trabalha há mais de 20 anos com uma linha de laticínios de qualidade e sabores surpreendentes. Os produtos são elaborados com matérias-primas selecionadas e passam por um rigoroso controle, que proporciona mais sabor, nutrição e saúde para os consumidores. A cooperativa se tornou referência na agroindústria de pequeno porte da agricultura familiar. Atualmente, a produção mensal é de 150 mil litros de iogurte, sete mil quilos de manteiga, 20 mil quilos de queijo e 130 mil quilos de polpas com frutas.

Pontos de venda na capital

Iogurtes de café, coco, abacaxi, morango, ameixa, umbu e licuri, produzidos pela Coopag, estão disponíveis nas gôndolas de supermercados da capital baiana, como o Rede Mix e Hiperideal, nos bairros de Piatã, Alphaville, Imbuí, Pituba, Armação, Canela, Vila Laura, na BR-324 e também em Lauro de Freitas. Os produtos podem ser encontrados ainda nas lojas da Cesta do Povo e Almacem Pep. Além de iogurtes, na Cesta do Povo o consumidor encontra queijo e manteiga da Coopag.

Investimentos

Por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a Coopag vem recebendo apoio com investimentos voltados, tanto para o aumento da produtividade, quanto para a aquisição de equipamentos para a Unidade de Beneficiamento de Leite, possibilitando a diversificação da produção e a inserção de novos produtos ao mercado.

A cooperativa também foi contemplada com R$1,4 milhão, no edital Alianças Produtivas Territoriais, do projeto Bahia Produtiva, com o objetivo de estimular o crescimento produtivo da agricultura familiar da Bahia, por meio de parcerias com o setor privado.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Mais cinco cidades baianas têm transporte suspenso

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Bahia

Água Fria, Almadina, Campo Alegre de Lourdes, Licínio de Almeida e São José da Vitória terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de sábado (25). A decisão, que visa conter o avanço da pandemia do novo coronavírus na Bahia, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (24).

O decreto também autoriza a retomada do transporte em Araci, Aurelino Leal, Belmonte, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Itagi, Itatim e Ituberá, municípios com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19 confirmados. 

No total, 80 cidades baianas estão com restrição no transporte intermunicipal até o dia 3 de maio. A medida considera a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Os outros municípios com transporte suspenso são: Abaíra, Acajutiba, Aiquara, Alagoinhas, Amélia Rodrigues, Barro Preto, Brumado, Buerarema, Camacã, Camaçari, Canavieiras, Candeias, Cansanção, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Cravolândia, Curaçá, Dias D'Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Ipirá, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Jaguaquara, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Mirante, Morpará, Mucugê, Paramirim, Paulo Afonso, Porto Seguro, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, São Francisco do Conde, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Vera Cruz e Vitória da Conquista.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Governo estimula empresas e pessoas para produção e distribuição de máscaras

Quinta-feira, 23 de Abril de 2020 / Bahia

Orientações para quem deseja produzir ou fornecer insumos como tecidos e elásticos podem ser obtidas através do número (71) 99963-5902 e e-mail producao.mascaras@seplan.ba.gov.br

O Governo do Estado está estimulando pessoas físicas e empresas para a produção e distribuição de máscaras de tecido junto à população. Para isso, está disponibilizando o número (71) 99963-5902 e o e-mail producao.mascaras@seplan.ba.gov.br para prestar orientações sobre a produção das máscaras para quem deseja produzir ou fornecer insumos como tecidos e elásticos. Além de anunciar a compra de 10 milhões de máscaras que já começaram a ser distribuídas, o Governo lançou um catálogo de fabricantes de máscaras artesanais, com a relação de empreendimentos habilitados para fornecer o serviço, em toda a Bahia, com o objetivo de conter o contágio do novo coronavírus (Covid-19).

Durante live nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (22), o governador Rui Costa voltou a defender que a população utilize máscaras. “Nós queremos comprar até 10 milhões de máscaras para distribuir para toda a população, porque, se todo mundo estiver usando a máscara, nós vamos conseguir derrubar a taxa de infecção”, disse Rui, ao pedir que empresários, prefeitos e toda a sociedade se unam em torno de um grande mutirão para fortalecer a produção e distribuição de máscaras no estado. “Com isso, a gente vai poder acelerar a volta à normalidade. Voltar à normalidade significa salvar vidas humanas e, para isso, o uso da mascara é fundamental”, acrescentou o governador durante o pronunciamento ao vivo no Facebook e Instagram.

“Estamos numa ampla rede de solidariedade, onde instituições como igrejas, associações, empresas e também pessoas físicas estão se unindo para produzir e distribuir máscaras. Lançamos o catálogo com mais de 600 empreendimentos habilitados para produzir máscaras em toda a Bahia, estamos adquirindo milhões de máscaras e estimulando a doação de tecidos e elásticos, e que costureiras se unam a esta iniciativa para ampliar o nosso potencial de produção. Com todos juntos, fortalecemos o combate ao Coronavírus”, destaca o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia tem 1.789 casos confirmados de Covid-19 e 59 óbitos

Quinta-feira, 23 de Abril de 2020 / Bahia

A Bahia registra 1.789 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), sendo 202 profissionais de saúde. Considerando o número de 419 pacientes recuperados e 59 óbitos, 1.311 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

No momento, 225 pacientes em toda a Bahia encontram-se internados, confirmados para Covid-19, sendo 63 em UTI. Foram registrados 5.360 casos descartados e 10.863 notificações. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 59 mortes pelo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Araci (1); Belmonte (1); Capim Grosso (1); Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (3); Ipiaú (1); Itabuna (2); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (1); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Salvador (33); Uruçuca (2); Utinga (1); Vitória da Conquista (1). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 12 horas desta quinta-feira (23).

O 54º óbito ocorreu no dia 17 de abril, em um hospital público de Salvador. A paciente era uma mulher de 87 anos, com doença respiratória crônica. Ela deu entrada na unidade de saúde em 5 de abril.

O 55º óbito aconteceu em 18 de abril, em um hospital público da capital. A paciente era uma mulher de 94 anos, que apresentava diabetes e Doença de Parkinson.

O 56º óbito foi registrado em 19 de abril, em um hospital público de Salvador. A paciente era uma mulher de 86 anos, com histórico de hipertensão. Ela foi admitida na unidade de saúde em 10 de abril e apresentou os primeiros sintomas no dia 15.

A 57ª morte aconteceu na última terça-feira (21), em um hospital público de Salvador. A paciente era uma mulher de 87 anos, com doença pulmonar obstrutiva crônica. Ela apresentou os primeiros sintomas no dia 15 de abril.

A 58ª morte foi registrada no município de Itabuna, em um hospital público, no dia 19 de abril. A paciente era uma mulher de 72 anos, cardiopata, com doença renal, diabetes e hipertensão. Ela foi admitida na unidade em 5 de abril.

O 59º óbito ocorreu na última terça (21), em um hospital público de Salvador. O paciente era um homem de 70 anos, com histórico de infarto, diabetes, hipertensão e demência vascular.

Um novo boletim com a descrição detalhada do local de ocorrência dos casos será publicado a partir das 17h de hoje.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Após obras executadas pela Codevasf, projeto Ceraíma retoma produção irrigada e impulsiona economia no Médio São Francisco baiano

Quinta-feira, 23 de Abril de 2020 / Bahia

Imagem ilustrativa

A população do município de Guanambi, no Médio São Francisco baiano, produtores, revendedores e demais envolvidos na cadeia produtiva já estão sentindo os efeitos das obras de reestruturação e modernização do projeto público de irrigação Ceraíma, realizadas em 2019, pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

“A realidade atual de Ceraíma está superando nossas expectativas. Um solo muito fértil, as lavouras produzindo bem demais. O bananal, por exemplo, daqui a uns três meses, já começa uma produção muito boa. Já tem várias colheitas de batata, feijão, mandioca e tomate abastecendo o mercado regional”, conta o presidente da Cooperativa Agrícola de Irrigação do Projeto Ceraíma (Cooperc), Marco Antônio Fraga.

“Um aspecto muito positivo é a geração de emprego e renda. Estima-se que esse empreendimento vai gerar, direta e indiretamente, de 3.000 a 3.500 empregos, movimentando a economia de toda a região. Guanambi cresceu depois que o projeto Ceraíma se tornou realidade nos anos 1970”, afirma o chefe do Escritório da Codevasf em Guanambi, vinculado à 2ª Superintendência Regional, Hudson Faria.

As obras de reestruturação e modernização, que representaram um investimento de R$ 15,9 milhões, com origem em orçamento próprio e no Orçamento Geral da União destinado à Codevasf por meio de emenda parlamentar, retomaram a irrigação e a produção, além de tornarem o perímetro mais eficiente na captação e na distribuição de água.

Estima-se que serão ofertados, entre agosto de 2019 e agosto desse ano, cerca de 4,5 hm³ (hectômetros cúbicos) de água aos irrigantes, uma economia de quase 70% quando comparada aos 15 hm³ utilizados anualmente antes de 2008, quando a irrigação foi suspensa. Isso é resultado da mudança na infraestrutura, com a substituição do antigo sistema de irrigação por sulcos pelo atual sistema de irrigação por microaspersão.

“Em breve, iremos instalar um macro medidor volumétrico para saber e informar, aos órgãos de controle como a Agência Nacional de Água (ANA), o volume exato que está sendo retirado da barragem para irrigação”, diz Hudson Faria.

A alteração no sistema fez com que o projeto passasse a ter uma alta eficiência no uso de recursos hídricos, chegando a 85% do uso da água. Hoje, Ceraíma também possui um sistema de condução de água por meio de tubulações fechadas, ao contrário das estruturas abertas que existiam antes, o que também elevou a eficiência, chegando a estimados 95%.

Um dos principais atrativos para os produtores é o fato de que a estrutura atual capta água da barragem de Ceraíma e a fornece às áreas de irrigação por gravidade, sem uso de energia elétrica.

“É um sistema que, dependendo do volume da barragem, dispensa o uso de energia elétrica por parte dos irrigantes, uma vez que a barragem está localizada em uma posição privilegiada em relação ao perímetro. Em termos de cota, pelo volume atual, permite a todos irrigantes utilizarem seus sistemas de irrigação, por microaspersão ou gotejamento, apenas com a pressão da própria barragem”, explica Hudson Faria.

Em função do bom volume atual do reservatório de Ceraíma, os usuários estão utilizando a própria pressão disponível, sem usar os sistemas de pressurização individuais existentes nos lotes. Isso reduz os custos para os irrigantes, que não têm, atualmente, a despesa coletiva com energia.

“Esse foi um dos fatores determinantes para iniciar esse cultivo em Ceraíma. Só de imaginar não pagar energia já é um salto. A gente chegou aqui, achou a tubulação pronta, a irrigação na porta do lote, você só encaixa o tubo e tem pressão da água para irrigar toda a área, sem custos. Se você falar para qualquer produtor rural que em um lugar não vai ter esse custo de energia, é pra lá que ele vai querer ir”, comemora o produtor local Pedro Henrique de Souza.

Assistência Técnica

O início dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural e Gerencial também foi outro fator que trouxe ânimo aos produtores locais. A ação é fruto de parceria entre a Codevasf, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

“O serviço de assistência técnica já começou. Nós fizemos uma análise de todos os produtores, do que mais se cultiva aqui na área e, após um diagnóstico, fizemos um cadastro dos cerca de 150 produtores, que foram agrupados em cinco turmas – duas turmas de banana, uma de goiaba, uma de manga e uma de pecuária de bovinos de leite. Estamos aguardando a liberação do Senar para dar continuidade ao serviço, após o final da quarentena”, explica a engenheira agrônoma Camila Nogueira Oliveira, que integra a equipe de Assistência Técnica.

“Essa assistência vai ser essencial. Muitos produtores têm noção, mas não têm o conhecimento aprofundado, por exemplo, sobre a quantidade de água ou adubo necessários a um plantio, e o técnico vai poder orientá-los. Vai ser uma evolução no projeto”, aponta o produtor local Pedro de Souza.

Produção

O projeto público de irrigação Ceraíma está em operação desde o início da década de 1970, no município de Guanambi, que faz parte da área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa (BA).  São 756 hectares de área irrigável, atualmente distribuídas em 112 lotes irrigados e 16 áreas produtivas adjacentes. O projeto conta, inclusive, com uma área agrícola experimental e educativa do Instituto Federal da Bahia (IFBA) e com uma estação de piscicultura cedida pela Codevasf.

“São cerca de 112 produtores em atividade, pois todos, sem exceção, estão cultivando em seus lotes. Praticamente toda a área plantada é nova, ou foi recuperada (manga, principalmente), pois a irrigação em si foi retomada em agosto de 2019. O destaque nesse momento inicial é a produção de culturas temporárias, como melão, olerícolas em geral, batata-doce e, mais recentemente, banana (início de produção) e manga (em trabalho de indução)”, informa Hudson Faria, chefe do Escritório da Codevasf em Guanambi.

“A produção em Ceraíma é bastante diversificada, mas tem ênfase na fruticultura. Tem muita banana, manga, goiaba, mamão, maracujá, além de mandioca, quiabo, tomate, e os gados de corte e de leite”, completa a engenheira agrônoma Camila Nogueira, da equipe de Assistência Técnica. Atualmente, a área cultivada é de 207,45 hectares.

“Temos também uva, laranja, melão, melancia, feijão, batata-doce, cebola, abóbora, de tudo um pouco e está saindo muito bem. A gente colhe e, depois de 15 a 20 minutos, já está vendendo no mercado”, revela Marco Antônio Fraga, presidente da Cooperc. 

Uva, por exemplo, é a produção que está sendo iniciada pelo produtor local Pedro Henrique de Souza. “Serão três hectares da variedade Isabel, já toda implantada, no arame; meio hectare de Carmen e mais meio hectare da Violeta. Visitei alguns produtores em Petrolina, Irecê, e optei pela variedade de suco porque já trabalhávamos com venda de suco e, agora, tudo que produzir aqui já vai sair com uma marca daqui mesmo, de Ceraíma”, explica o produtor. 

“A uva aqui já está plantada há três meses, e a nossa previsão é de que, em janeiro e fevereiro de 2021, a produção já esteja acontecendo. O parreiral tem um potencial de 50 mil quilos por hectare por ano, e espera-se que dure de 20 a 30 anos. De primeira, projetamos uma produção de 10 mil quilos por hectare por ano, visando a uma durabilidade maior do parreiral”, complementa Souza.

A retomada de Ceraíma beneficia também aqueles que compram os produtos oriundos do perímetro para revender. “Os principais produtos que a gente compra no projeto são batata-doce, mandioca, banana, goiaba, acerola, tomate, milho verde, além de outras culturas. São produtos da melhor qualidade. Eles costumam ser distribuídos em Guanambi e toda a região. Esse é o melhor momento de Ceraíma nos últimos 40 anos, graças a Deus e à Codevasf”, conclui o comerciante local Roberto Florêncio.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2020
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
Contabilidade Rio Grande - Parceira dessa Causa
PARCEIROS
DBT Extreme Sportime AFS Dique Denuncia Minas Aço Jaú Sutrans Imperial Midori Paisagismo Contabilidade Rondon G7 NET LH Madeiras Luz motos ORIX Grupo Marabá Casa da Ferramenta Paraíba Neli CISO Global Vida Farma Delicia Casa do Marceneiro P&F Casa da Informática Oeste Beton ASMAT PM Guarda Municipal Mineiros Online Celulares Ofertas - Hiper Santo Antonio Polícia Civil DPVAT Odontolessa Dupará Açaí