ALBA SECOM Nota Premiada

Shopping
NOTÍCIAS

Moradora de MG desaparece após fugir de hospital em Irecê/BA

Quinta-feira, 07 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Uma mulher de 50 anos, Maria do Céu da Silva, viajava em um ônibus vindo da cidade de Natal, no estado Rio Grande do Norte com destino a Goiânia e, quando chegou na rodoviária de Irecê, passou mal.

Segundo informações do Centro Integrado de Comunicação – Cicom, a mulher que sofre com problemas psicológicos, foi levada ao Hospital Municipal de Irecê na noite desta terça-feira (05), às 22h, onde foi atendida.

Após ser atendida, Maria, que é moradora da cidade de Centralina, Minas Gerais, fugiu. Quem souber de alguma informação sobre a desaparecida, pode entrar em contato com a família ou  com o CICOM, pelo Whatsapp (74) 99803 7636.

(34) 99685-1283 (Vanda-irmã)

(64) 98111-3586(Greice-sobrinha)

(64) 99235-1909(Maria José- irmã)


Blogbraga/Correspondente de Irecê-repórter Luciano Kastro

Compartilhar no Whatsapp

Déficit da Previdência dos estados e segurança pública são prioridades para governadores do Nordeste

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019 / Bahia

A reforma da previdência em estudo pelo governo federal também deverá tratar das previdências estaduais, que já apresentam um déficit que pode levar os estados ao colapso. A avaliação é do governador Rui Costa, que participou, nesta quarta-feira (6), em Brasília, da reunião de governadores do Nordeste. Após o encontro, foi elaborada a Carta dos Governadores do Nordeste, dirigida ao presidente Jair Bolsonaro, apontando temas urgentes a serem tratados pela União e Estados junto ao Congresso Nacional.

Uma das preocupações, a reforma da previdência foi um dos principais temas abordados, com apresentação das contas públicas. Segundo Rui, outros estados – assim como a Bahia fez em 2015 –, já aprovaram a nova previdência, com a inclusão da capitalização das contribuições. Há um passivo previdenciário anterior às reformas, no entanto, que precisa ser tratado no bojo daquela que o governo federal enviará ao Congresso, aponta Rui.

“Buscaremos no debate da previdência, pautar soluções para a previdência dos estados. Uma das questões é a da compensação previdenciária, dinheiro que pertence aos estados que hoje está nas mãos do governo federal”. Segundo Rui, refere-se a contribuições de pessoas que iniciaram a carreira profissional na iniciativa privada, contribuindo para o INSS, mas se aposentaram no setor público.

A Bahia, segundo o governador, tem a receber, a título de compensação, mais de R$ 2 bilhões do governo federal. A compensação, de acordo com o governador, seria uma das medidas que poderia ajudar a sanear o déficit dos estados. Outra medida é o acesso a crédito pelos estados. 

Segurança pública

Um dos pontos elencados pelos governadores, na Carta, é a necessidade de o governo federal efetivar as ações a fim de pôr em prática o cumprimento das regras sobre o Sistema Único de Segurança Pública e sobre o Fundo Nacional de Segurança Pública. Também assuntos como a ampliação de penitenciárias federais em todos os estados, o controle das fronteiras internacionais, o combate ao tráfico de armas e ao comércio ilegal de explosivos foram considerados urgentes e têm impacto real. “Existe uma lei aprovada, uma lei nacional de segurança pública que não está funcionando. É preciso implementar o sistema unificado de segurança pública”, defendeu Rui. 

Outra reivindicação do grupo é a necessidade urgente de encaminhar a proposta sobre o novo Fundeb, com a ampliação da participação financeira da União no Fundo.

O pacote anticorrupção apresentado na semana passada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, de acordo com Rui, tem o mérito de trazer aquilo que os governadores já vinham solicitando. O governador defende o endurecimento da lei contra crime organizado e o homicídio. “Infelizmente a atual legislação prevê que, com um sexto da pena, criminosos presos com fuzis, metralhadoras e escopetas se beneficiem da progressão da pena e sejam postos em liberdade. Isso gera revolta e indignação”.

Outro importante tema tratado na Reunião de Governadores do Nordeste, em Brasília, foi a formação de um consórcio dos estados nordestinos com o objetivo de atuarem em conjunto na aquisição de equipamentos e produtos em diversos segmentos, como agrícola e de saúde. O governador Rui Costa, idealizador do projeto, levou para reunião uma proposta pronta, de protocolo e de encaminhamento para consolidar a ideia.

A partir da proposta, os demais governadores farão uma revisão dos termos apresentados, por meio de suas assessorias jurídicas, para ser levado à próxima reunião do grupo, em março, para a formalização do instrumento jurídico. “É uma grande ferramenta para reduzir custos”, afirma Rui. “Licitando em uma escala maior, cada estado pode comprar muito mais barato do que consegue hoje e possibilita uma ação mais rápida e mais fácil”, explicou.

Em reunião desde o início da manhã em Brasília, Rui segue com a agenda cheia de compromissos. Hoje à tarde se reúne com o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, Mario Rodrigues Junior, para tratar da situação do acesso ao Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

MP participa de simulado de emergência em barragem da Jacobina Mineração

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019 / Bahia

O Ministério Público do Estado da Bahia participa, no próximo dia 22, do simulado de emergência da barragem de rejeitos da Jacobina Mineração e Comércio (JMC), que acontece no município de Jacobina, localizado no norte do estado. A atividade será acompanhada pelo promotor de Justiça Pablo Almeida. Segundo ele, “o MP irá avaliar, juntamente com a empresa e os demais órgãos públicos, as oportunidades de melhorias para atendimento de eventuais emergências”. Este será o primeiro simulado de barragens no estado. No dia anterior ao simulado (21), o promotor de Justiça participa de um treinamento realizado pela JMC com instituições e representantes da comunidade.

O simulado estava agendado para ocorrer em dezembro, mas foi suspenso em razão das chuvas e da decretação de situação de emergência pelo Município. O MP e a empresa já avaliavam uma nova data para a atividade mesmo antes do rompimento da barragem de Brumadinho. A JMC possui duas barragens, uma em processo de fechamento e a outra em atividade. Em setembro de 2018, equipe técnica da Central de Apoio Técnico (Ceat), do MP, realizou inspeção no local. No último dia 22 de janeiro, o promotor de Justiça esteve novamente no complexo para participar de reunião e inspecionou as duas barragens de rejeitos da empresa. Em razão das discussões da reunião, foram adquiridas sirenes de emergência para implantação no local, em continuidade ao trabalho de sinalização das áreas de risco e pontos de encontro.

Pablo Almeida também lembra que a retomada das negociações para a realocação das famílias que se encontram em zonas de maior risco é algo necessário. Além disso, ele destaca que a empresa precisa dar maior transparência ao Plano de Emergências, divulgar amplamente os dados de monitoramento das barragens para população em geral, explicando onde estão as áreas de maior risco e rotas de fuga. O promotor de Justiça solicitou ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) a adoção de algumas medidas, dentre elas que realize fiscalizações ambientais no interior e nos arredores da empresa para identificação de danos ambientais, bem como estabeleça cronograma de fiscalização, pelo menos mensal no local.


Blogbraga/Fonte: MP-BA

Compartilhar no Whatsapp

Ibametro é destaque em relatório do Inmetro sobre acidentes de consumo

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019 / Bahia

O Estado da Bahia ocupa o terceiro lugar no relatório do Sistema de Monitoramento de Acidentes de Consumo (Sinmac), divulgado recentemente pelo Inmetro, entre os estados com índice mais alto de acidente de consumo (10%), perdendo apenas para São Paulo (33%) e Rio de Janeiro 13%, respectivamente primeiro e segundo lugar no ranking. Um acidente de consumo ocorre quando um produto ou serviço é utilizado ou manuseado de acordo com as instruções de uso e, mesmo assim, provoca dano ao consumidor.

“O destaque da Bahia nesse relatório reflete o esforço constante da Rede de Consumo Seguro e Saúde da Bahia (RCSS-BA) em conscientizar as pessoas para registrar as ocorrências, possibilitando mapear esta realidade e monitorá-la, visando inclusive impacto sobre a fabricação de produtos mais seguros”, explica o diretor-geral do Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e presidente da Câmara Setorial de Avaliação da Conformidade da Rede Brasileira de Metrologia Legal e Qualidade do Inmetro (RBMLQ-I), Randerson Leal.

O Ibametro, que é o órgão delegado do Inmetro na Bahia e autarquia da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), é um membro-coordenador da RCSS-BA.

O Ibametro é autor do projeto de certificação compulsória das redes de proteção de janelas, que fez vítima fatal, em Salvador, na Bahia, no bairro do Horto Florestal, quando em 2017 um menino de 11 anos caiu da janela de um prédio de 20 andares. Randerson Leal encaminhou ao Inmetro solicitação oficial para que fossem feitos estudos técnicos visando a regulamentação metrológica para o produto.     

Para o coordenador da RCSS-BA, Gustavo Figueiredo, as ocorrências frequentes no Brasil reforçam a necessidade da certificação compulsória. "Sem nenhum tipo de norma regulatória, casos como esse podem se repetir", alerta Figueiredo.

Relatório aponta fogão como produto vilão - De acordo com o relatório, 308 acidentes foram registrados no Sinmac, em 2018. O número é 75% superior à quantidade de registros de 2017. O fogão foi responsável pela maior parte dos casos registrados (15%), seguido por escada doméstica (11%), fósforo de segurança (9%), pneu (8%) e colchão (7%), que, juntos, levaram à metade dos registros.

“Esse mapeamento permite o conhecimento dos produtos causadores de acidentes, favorecendo que sejam tomadas as providências para mudar esta realidade. As estatísticas geram estudos e, consequentemente, propostas que serão levadas a setores do poder público com competência para implantar as mudanças necessárias e exigir a adequação do setor produtivo”, explica Leal.

Idades mais atingidas - Mais de 10% dos acidentes registrados no Sinmac afetaram consumidores entre 31 e 40 anos. Crianças de 0 a 3 anos foram vítimas em 7,14% dos casos e as de 4 a 14 anos sofreram 9,09% dos acidentes relatados.

Do total de registros, 23% demandaram atendimento médico e 17% geraram afastamento do trabalho. As lesões mais comuns foram corte (8%), queimadura (6%) e intoxicação química (4%), mas vale destacar que em 55% dos relatos não houve registro de lesão. As partes do corpo mais afetadas foram internas (relacionada às intoxicações), o dedo da mão e a mão (ambas associadas com a família de produtos "embalagem".


Blogbraga/Ascom - Ibametro

Compartilhar no Whatsapp

Rui entrega rodovia e anuncia novas intervenções em Água Fria e Irará

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Nesta quinta-feira (7), o governador visitará as cidades de Água Fria e Irará, ambas situadas na região de Feira de Santana. O primeiro compromisso será às 9h, em Água Fria, onde inaugura a restauração da pavimentação da rodovia BA- 084, no trecho entre o município e Irará. Em seguida, Rui se deslocará até a Praça da Matriz para ato de entrega do Sistema Integrado de Água, que vai beneficiar as localidades de Jacaré, Jacaré Um, Jacaré Dois, Jacaré Três, Lagoa Vermelha, Chapada, Chapada um, Chapada Dois, Pau Ferro, Pau Ferro um, Santa Terezinha, Santa Terezinha Um e Topo Um. 

O governador também vai anunciar um convênio do Projeto Bahia Produtiva (Edital Alianças Produtivas Territoriais) para produtores da região e o reinício de execução de obras na Praça da Barra, além de participar da entrega de extensões de rede para a ampliação do Sistema de Abastecimento de Água da Comunidade de Pista de Cavalo. Está prevista ainda uma visita ao Colégio Estadual de Água Fria.

Após a visita a Água Fria, Rui seguirá para o município de Irará. Em ato na Praça Tancredo Neves, programado para as 11h, ele vai autorizar a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar dois convênios no âmbito do Projeto Bahia Produtiva (Edital Socioambientais Quilombolas) e entregar a implantação do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água da localidade de Juazeiro. O governador também vai entregar 119 Títulos de Terra do Projeto Bahia mais Forte Terra Legal, beneficiando 12 municípios do Território Portal do Sertão: Água Fria (quatro), Antônio Cardoso (nove), Conceição da Feira (cinco), Coração de Maria (18), Feira de Santana (um), Ipecaetá (12), Irará (16), Santa Bárbara (23), Santanópolis (três), Santo Estevão (quatro), Tanquinho (um) e Teodoro Sampaio (23). 

Também será entregue um trator com implementos agrícolas.  Oito viaturas policiais serão destinadas para os municípios de Irará,  Rio Real, Catu e Amargosa. Rui vai ainda inaugurar a reforma do Complexo da Polícia Civil de Irará e visitar o Colégio Estadual Joaquim Inácio de Carvalho.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Tribunal suspende sentença que dava 366 mil hectares a um único homem na Bahia; Câmara pede ao ministro Sérgio Moro investigação do caso

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019 / Bahia

A desembargadora Sandra Inês Azevedo, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), suspendeu a polêmica sentença da juíza Marivalda Almeida Moutinho que dava a um único homem, José Valter Dias, a posse de 366 mil hectares de terra em Formosa do Rio Preto, no Oeste da Bahia. A área do terreno equivale a cinco vezes a cidade de Salvador. 
 
Na decisão publicada na quinta-feira, 31 de janeiro, a desembargadora aponta que a decisão de Marivalda foi tomada “em total desrespeito” a uma ordem anterior do TJBA, além de evidenciar “total desatendimento aos preceitos legais.”
 
Paralelamente, a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados encaminhou ofício ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, e a outras autoridades pedindo providências para investigar o conflito fundiário na região. A comissão aponta a suspeita de envolvimento de magistrados locais e servidores do Incra em um esquema de grilagem de terras.
 
O ofício aponta que, em audiência pública no dia 4 de dezembro na Comissão de Agricultura, foi notificada “a existência de mecanismos sistêmicos de grilagem de terras na região oeste da Bahia, com ênfase no município de Formosa do Rio Preto, que resultam na manipulação e inserção fraudulenta de dados nos registros públicos de terrenos rurais com vistas ao desapossamento de mais de 300 agricultores da região, havendo, inclusive, a suspeita do envolvimento de servidores públicos do Incra e de membros da magistratura local.”
 
O ofício foi encaminhado também ao presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, ao governador da Bahia, Rui Costa, além do Incra, Polícia Federal e Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Entre os pedidos de providências está o auxílio na investigação sobre a sequência de moradias de José Valter Dias nos últimos 40 anos e documentos públicos que atestem seus bens nesse período.
 
O ofício também aponta o risco de fraude documental envolvendo um Parque Nacional na região, cuja competência de fiscalização é da União. As terras da reserva ambiental estão entre as reclamadas por José Valter Dias. O assunto está em discussão na Justiça Federal e no CNJ.
 
A região de Formosa do Rio Preto foi colonizada em 1980 por agricultores vindos do Paraná, contando com incentivos do Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento dos Cerrados (Prodecer II) – um programa agrícola do governo brasileiro em parceria com o japonês, que se destinava a criar novas fronteiras agrícolas no cerrado brasileiro. 
 
Apesar de os agricultores produzirem nas terras há mais de 30 anos, José Valter Dias entrou com ação na Justiça alegando ter comprado de supostos herdeiros os direitos sucessórios de toda a região. Ele usou como base um inventário de 1915. 
 
Inicialmente o juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, que atuava em Formosa do Rio Preto, deu uma liminar (decisão provisória) transferindo a posse das terras a José Valter Dias e determinando a saída de todos os 300 agricultores do local. A decisão foi proferida sem que os agricultores nem o Ministério Público fossem ouvidos, o que foi questionado por ambos. Posteriormente, o juiz deixou a causa declarando-se suspeito para julgá-la.
 
Em dezembro, a desembargadora Sandra Inês Azevedo suspendeu a liminar, revertendo a posse aos agricultores. 
 
Apesar disso, ao ser designada pelo TJBA para atuar por apenas um mês em Formosa do Rio Preto, a juíza Marivalda Moutinho ignorou a decisão da desembargadora Sandra Azevedo, de instância hierarquicamente superior, e proferiu uma sentença de mérito confirmando a liminar – ainda que sem ouvir as partes envolvidas – e revertendo toda a área a José Valter Dias, em prejuízo dos agricultores.
 
Ao mesmo tempo, em outra decisão que causou estranheza, Marivalda aplicou multa de R$ 1 milhão a uma das partes que apontou sua suspeição para julgar o processo. O pedido de suspeição afirmava que a juíza manteria vínculos com Adailton Maturino, que se apresenta como mediador de conflitos agrários e cônsul da Guiné-Bissau no Brasil (o Itamaraty nega que ele tenha esse título). A mulher de Adailton, por sua vez, virou sócia de José Valter Dias em uma holding criada logo que ele virou o “dono” das terras, com base na liminar do juiz Sérgio Sampaio. A holding vem cobrando de 20 a 80 sacas de soja por hectares de agricultores para que possam permanecer no local.
 
Ao suspender a sentença, a desembargadora Sandra Inês Azevedo apontou que Marivalda agiu de forma totalmente irregular ao julgar o pedido de suspeição contra ela própria. A desembargadora explicou que, diante de um pedido de suspeição, o juiz pode tomar duas providências: ou declarar-se suspeito, encaminhando o processo imediatamente a um substituto, ou encaminhar o pedido para análise pelo tribunal de instância superior – o que não foi feito no caso.
 
“Não tendo sido tomada qualquer das providências, seja declarar-se suspeita ou encaminhar o incidente ao Tribunal de Justiça, imperativa se faz a concessão da liminar em mandado de segurança, até porque a sentença proferida mostra-se teratológica por inexistir, no direito, a previsão de que o próprio juiz sentencie a exceção de suspeição contra si proposta”, concluiu a desembargadora. 
 
Marivalda ficou conhecida nacionalmente pela controversa decisão de absolver sumariamente nove policiais militares envolvidos na Chacina do Cabula, em 2015, quando 12 jovens foram mortos em Salvador. A juíza também chegou a ser afastada de suas funções em 2006, por acusações como despachar processos com a intenção de favorecer terceiros e movimentar, em sua conta bancária, valores superiores à sua renda anual, mas o processo terminou arquivado.


Blogbraga/Assessoria dos agricultores/Hebert Regis Araticum

Compartilhar no Whatsapp

Consórcio Chapada Forte se reúne com secretário da Saúde

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019 / Bahia

As demandas da saúde dos territórios da Chapada Diamantina e Piemonte do Paraguaçu foram apresentadas pelo Consórcio Chapada Forte ao secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, nesta terça-feira (5). O encontro reuniu, no prédio da SESAB em Salvador, prefeitos de 12 municípios com o intuito de buscar melhorias para o atendimento no Hospital Regional da Chapada, em Seabra, e criação do Consórcio de Saúde da região.

O presidente do Chapada Forte e prefeito de Andaraí, João Lúcio, avaliou a reunião como resolutiva. “Esclarecemos alguns pontos, encaminhamos outros. Acredito que foi muito importante para consolidar o desejo de criação do consórcio de Saúde e viabilizar a construção da policlínica”, ressaltou. Os municípios foram orientados a agendar a assembleia de criação do consórcio para formalizar parceria com o governo do estado.

O prefeito de Itaberaba, Ricardo Mascarenhas, informou ao secretário que 11 municípios já manifestaram interesse na formação do consórcio e que Itaberaba dispõe de um terreno às margens da BR 152 para abrigar a construção da policlínica. “A região tem 40 mil pessoas para serem atendidas. A policlínica é um projeto de sucesso do governo do estado que está dando certo e esperamos materializar na Chapada”, reforçou ao entregar ao secretário o ofício com os municípios interessados em implantar o consórcio de saúde.

O Hospital Regional da Chapada foi outra pauta da conversa com Fábio Vilas-Boas. Problemas com a entrega de laudos de exames, agendamento de cirurgias e regulação foram apresentados. Os gestores também se queixaram da interferência política no atendimento aos pacientes regulados pelo município. Os prefeitos de Abaíra, Edval Luz, e de Mugugê, Manoel Luz, afirmaram que apesar de seguir todos os procedimentos legais da regulação não conseguem atendimento para os doentes.

Em resposta, Fábio Vilas-Boas foi enfático: “a saúde não tem partido”. O gestor solicitou que os prefeitos indicassem os nomes de funcionários que por algum motivo estariam prejudicando o atendimento na unidade. “A gente não permite que nenhum hospital receba esse tipo de influência”, reforçou. O fato havia sido alvo de uma moção de repúdio aprovado em assembleia pelo Consórcio Chapada Forte e agora será tratado pela Sesab.

A reunião contou ainda com a presença dos prefeitos Adenilton Meira de Marcionílio Souza, Edimário de Novais de Iraquara, Elter Bastos de Wagner, Marcos Mota de Lajedinho, Marcos Airton Araújo de Lençóis, Helder Lopes Campos de Boa Vista do Tupim, Guilma Soares de Nova Redenção e Aurélio Fagundes de Boninal. 


Blogbraga/Foto: PraxedesAscom UPB

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Leonardo Góes assume Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento

Terça-feira, 05 de Fevereiro de 2019 / Bahia

O novo secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, anunciado pelo governador Rui Costa nesta terça-feira (5), é o engenheiro agrônomo Leonardo Góes Silva. Natural de Salvador, ele tem 45 anos e é mestre em Ciências Agrárias pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Em abril de 2006, ingressou no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), por concurso público, como perito federal agrário.

Leonardo foi assistente técnico, chefe da Divisão da Obtenção de Terras, diretor de programas e superintendente regional do Incra no estado de Sergipe entre 2012 e 2015. Assumiu a presidência da autarquia entre maio de 2016 e dezembro de 2018 e, desde então, vem contribuindo para a implantação de sistemas simplificados de abastecimento de água em assentamentos baianos.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Barreiras: Corpo de um homem é encontrado em estado de gigantismo na Serra da Bandeira

Terça-feira, 05 de Fevereiro de 2019 / Bahia

No final da manhã desta terça-feira (05), por volta das 11:00h, foi encontrado o corpo de um homem já em estado de gigantismo, na Serra da Bandeira próximo ao Bairro Santo Antonio em Barreiras.

O homem foi identificado como sendo Sidney de Jesus de 22 anos, que segundo a família estava desaparecido desde sexta-feira (01).

Apesar do corpo ser encontrado em processo de gigantismo, a princípio não foi encontrado sinais de violência  na vítima.

Somente exames mais apurados de necropsia feita pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), que fez a remoção do corpo, poderá determinar a causa da morte.


Blogbraga/Repórter Paiva

Compartilhar no Whatsapp

NOTA DE PESAR: No Twitter, Rui Costa lamenta morte de Paulo Gaudenzi

Terça-feira, 05 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Paulo Gaudenzi

O governador Rui Costa, por meio do seu perfil oficial no Twitter, lamentou a morte de Paulo Gaudenzi em mensagem publicada na noite desta segunda-feira (4). "Perdemos hoje um dos grandes profissionais do turismo da Bahia. Paulo Gaudenzi trabalhou intensamente, por muito anos, divulgando nosso estado nos quatro cantos do mundo. Meu muito obrigado ao ex-secretário de turismo do Estado que tanto se dedicou ao setor. Que Deus conforte o coração de amigos e familiares", escreveu o governador na rede social.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

PRF apresenta balanço anual com diminuição expressiva de acidentes

Terça-feira, 05 de Fevereiro de 2019 / Bahia

O ano de 2018 se destacou com os menores índices desde 2000, ano em que se iniciou a computação de dados de acidentes nas rodovias federais pela PRF na Bahia.

Acidentes – Comparação 2017/2018

2017: 4.527                                                          2017: 3.449                                                                        2017: 1.122                                                                                 2017: 583

2018: 3.412                                                        2018: 3.145                                                                      2018: 1.022                                                                               2018: 453

                                                                                                        

– 24,63 %                          – 8,82 %                                     – 8,92 %                                      – 22,30 %

acidentes                      feridos leves                             feridos graves                                  mortos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou uma queda de 22,30% das mortes nas rodovias federais da Bahia ao longo de 2018. De acordo com o levantamento foram registrados 453 óbitos no local do sinistro em 2018, contra 583 em 2017.

O número é o mais baixo dos últimos 18 anos. Até então, o ano menos violento havia sido o de 2017, quando 583 mortes foram contabilizadas. O pico de vítimas fatais ocorreu em 2012 (850).

Estamos nos aproximando da meta proposta pela ONU – redução de 50% das vítimas fatais em dez anos (2011 a 2020). Na Bahia, em 2010, foram registrados 813 vítimas fatais nas rodovias federais. Quando comparado aos números de 2018 (453), a PRF na Bahia já atingiu a redução de 45% no número de vítimas fatais.

O número geral de acidentes também contabilizou uma redução de 24,63%. Enquanto em 2017 ocorreram 4.527 acidentes, em 2018 foram registradas 3.412 ocorrências dessa natureza, 1.115 a menos quando comparado com período anterior.

No universo de acidentes, há aqueles que são considerados graves, pois as suas consequências ultrapassam a esfera de bens materiais e atingem a integridade física das pessoas, ocasionando-lhes ferimento grave ou morte. Também nesse quesito observou-se redução em 2018, saindo de 1.179 em 2017 para 1.058 (10,27%) em 2018.

Retração parecida também é constatada no total de pessoas feridas (leves e graves). Em 2018, tivemos 4.167 feridos em decorrência dos acidentes, 404 a menos do que em 2017, quando 4.571 pessoas se machucaram nas ocorrências. Portanto, uma redução de 8,84%.

Perfil dos acidentes

As principais causas presumíveis dos acidentes que resultaram em vítimas fatais no ano passado, verificada pelo policial no local do acidente, foram: falta de atenção do condutor; velocidade incompatível; falta de atenção do pedestre; desobediência às normas de trânsito; ultrapassagem indevida; e ingestão de álcool.

Analisando os tipos de acidentes em que resultaram em mortes, os cinco mais registrados foram: colisão frontal (33,33%); atropelamento de pedestres (16,11%); saída de pista (12,80%); colisão transversal (8,61%); e colisão traseira (8,61%). No tipo de acidente colisão frontal morreram 151 pessoas em 2018.

Já o tipo de acidente que mais ocorreu em 2018 foi o de saída de pista, correspondendo a 15, 18% dos acidentes, seguido de colisão traseira (13,72%); colisão transversal (12,60%); colisão frontal (11,99%); e colisão lateral (11,66%).

Aproximadamente 50% das mortes ocorreram no período noturno e durante a madrugada (horário compreendido entre às 18h e 06h, com seu ápice no intervalo entre 18h às 19h, em que foi registrado 12,40% dos óbitos.

Os dias da semana os quais se concentraram o maior número de acidentes com vítimas fatais, foram: domingo (21,85%); segunda-feira (16,33%); sábado (15,01%); e sexta-feira (14,35%). Em relação aos acidentes totais, 16,85% ocorreram no sábado, seguido por domingo (16,53%); sexta-feira (14,74%); e segunda-feira (14,75%).

As BR’s 101 (29,80%), 116 (25,16%), 242 (13,02%), 324 (9,27%) e 110 (5,96%) concentraram o maior número de vítimas fatais dos acidentes ocorridos em 2018.

Análise trechos críticos

Ao analisar as rodovias do estado por trechos de 10 Km, podemos verificar quais os locais com maior número de acidentes graves e mortes, elencados por meio de dados estatísticos e considerados pontos críticos.

Os trechos críticos tornaram-se prioridade na distribuição do efetivo para ações pontuais de prevenção e repressão, para a redução das mortes e lesões decorrentes de acidentes de trânsito.

Resultados obtidos

Economia aos cofres públicos de R$ 80.060.205,54 com acidentes evitados e vidas salvas em 2018

A Polícia Rodoviária Federal fiscaliza cerca de 10 mil quilômetros de malha viária na Bahia.

Dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) apontam um aumento de quase quatro milhões de veículos de 2017 (96.790.495) para 2018 (100.746.553). Só no estado da Bahia a frota totaliza 4.139.107 veículos. Apesar do crescimento acelerado da frota nacional de veículos a cada ano, o balanço aponta uma redução significativa no total de acidentes, feridos e mortos.

A PRF tomou novos rumos, mapeando os dados estatísticos e, ao mesmo tempo, promovendo uma readequação na metodologia de fiscalização e controle.

Segundo o IPEA o custo de cada acidente com vítima fatal é de R$ 664.821,46; R$ 96.747,79 por acidente com vítima; e R$ 23.498,77 acidente sem vítima. Dessa maneira os acidentes evitados e as vidas salvas em 2018 geraram uma economia de R$ 80.660.205,54 para o estado da Bahia.


Blogbraga/PRF

Compartilhar no Whatsapp

Na Alba, Rui reafirma educação como prioridade de governo

Segunda-feira, 04 de Fevereiro de 2019 / Bahia

O governador Rui Costa participou, na tarde desta segunda-feira (4), da abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em Salvador. Durante a sessão solene, o chefe do executivo realizou a leitura da mensagem anual, em que tratou da importância de manter a sintonia com a Casa, relembrou conquistas e listou os principais desafios para os próximos quatro anos.

Após saudar os presentes, Rui afirmou que "a correria continua. O caminho é olho no olho, verdade e seriedade. É não olhar em qual município estamos atuando e ter como maior preocupação o que realmente importa: governar para cuidar de gente".

No discurso, o governador fez questão de ratificar a educação como grande prioridade do quadriênio. “Nosso foco será a aprendizagem e usaremos a nossa estrutura educacional para capacitar professores, diretores e coordenadores pedagógicos, mobilizar a comunidade e envolver as famílias para potencializar o ato de aprender”, disse. 

Rui destacou que "educação não é tarefa apenas dos gestores públicos. É algo que se constrói pela sociedade e pelas famílias. Portanto, faremos uma grande mobilização para colher, ao longo dos quatro anos, uma melhoria substancial nos indicadores educacionais na Bahia".

Ainda sobre educação, ele ressaltou que “a fim de continuar melhorando a infraestrutura escolar, serão construídas 60 unidades escolares e entregues 600 quadras cobertas até 2022" e que "uma estrutura física melhor possibilita que os estudantes tenham melhor desempenho".

Relação com a Alba

Na ocasião, o governador também parabenizou o deputado Nelson Leal, escolhido para presidir a Alba, e os demais deputados e deputadas estaduais eleitos e reeleitos. O governador fez uma saudação especial à bancada feminina, que “se ampliou nessa legislatura, mostrando que a mulher vem ocupando os espaços que lhe são devidos em todas as instâncias da vida social”.

Em resposta, no encerramento da sessão, o presidente da Alba declarou que "o modelo de gestão da Assembleia será compartilhado entre todos os 63 deputados" e que "o governador pode contar com a Casa, para que juntos possamos nos debruçar sobre os problemas vividos pelos baianos". 

Êxitos

O primeiro mandato, iniciado em meio à uma grave crise econômica, política e institucional, bem como a concretização de grandes obras e programas estruturantes — em setores como infraestrutura viária, hídrica, logística e de mobilidade, segurança, agricultura familiar e saúde — não foram esquecidos por Rui na mensagem anual. Parte estratégica da gestão, os consórcios interfederativos também foram lembrados.

Outro fato destacado pelo governador foi o esforço para manter o equilíbrio fiscal das contas estaduais, assim como os novos ajustes na máquina pública, feitos no início do segundo mandato, para garantir que o Estado permaneça funcionando plenamente e com mais eficiência. "Essas ações permitiram e permitem que a Bahia continue, por exemplo, a pagar o salário dos servidores rigorosamente em dia".

Rui comentou ainda que "mais importante que inaugurar, é deixar um legado formado por ações que verdadeiramente mudam a vida das pessoas e modernizam o nosso estado". Também participaram do evento o vice-governador João Leão, todo o secretariado estadual e diversas autoridades.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Eduardo Salles é escolhido líder da bancada do PP, a maior da Assembleia Legislativa da Bahia

Segunda-feira, 04 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Reeleito para o segundo mandato de deputado estadual com quase 90 mil votos, o quinto mais votado entre os 63 parlamentares, o deputado estadual Eduardo Salles foi escolhido para ser o líder da bancada do PP na Assembleia Legislativa da Bahia, que, ao lado da do PT, é a maior da Casa, ambas com 10 deputados. 

“No meu primeiro mandato pude presidir as comissões de Educação e posteriormente Agricultura, além da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, além de aprovar diversos projetos de leis. Foi um aprendizado muito grande que me preparou para assumir a responsabilidade de ser o líder da bancada”, diz Eduardo Salles.

O parlamentar garante que nesta legislatura seu maior enfoque será fortalecer o setor produtivo baiano. “Precisamos ter uma legislação e políticas públicas que permitam a geração de empregos na capital e interior. A agropecuária, o comércio, os serviços e a indústria precisam ser apoiados na Assembleia Legislativa para que possam incrementar a economia dos municípios”, justifica o deputado.

Eduardo Salles agradeceu a confiança dos demais deputados estaduais do PP e da direção da legenda e prometeu ajudar o governador Rui Costa e o vice-governador João Leão a levar mais investimentos para melhorar a educação, saúde, infraestrutura, segurança pública e dinamizar o setor produtivo do Estado. 

“Nosso trabalho na Assembleia Legislativa é apoiar o governo em todas as ações que melhorem a vida dos baianos e fazer críticas construtivas ao Executivo. E a bancada do PP tem consciência de seu papel na Casa”, concluiu Eduardo Salles.


Blogbraga/ASCOM – Deputado Estadual Eduardo Salles

Compartilhar no Whatsapp

Quatro vidas são salvas por intermédio do Graer

Segunda-feira, 04 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Saber a importância do tempo no apoio ao resgate da vida humana foi uma das principais motivações do auxílio prestado por equipes do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar, neste domingo (3), em apoio a uma solicitação da Central Estadual de Transplante de Órgãos da Bahia, para onde órgãos precisavam ser levados com urgência.

Coração, fígado e rins que salvariam a vida de quatro pessoas precisavam ser transportados de Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano, para Salvador, o mais rápido possível. Se feito por terra, à distância de 190 quilômetros – cerca de três horas - entre os municípios, não contribuiria para a salvação pois, a partir da extração dos órgãos, cada segundo é essencial para o aproveitamento. As equipes prontamente atenderam o pedido embarcando os órgãos com direção à capital.

“É importante frisar o excelente preparo de todo efetivo do Graer no salvamento de vidas. Com certeza o sentimento hoje é de missão cumprida”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.


Blogbraga/Fonte: Ascom / Rafael Rodrigues

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Força-tarefa do CBMBA realiza buscas em Brumadinho

Segunda-feira, 04 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Foto: Divulgação SSP

Os Militares do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) estão à disposição do Corpo de Bombeiros de Militar de Minas Gerais (CBMMG), atuando de acordo com as definições do Sistema de Comando de Incidentes estabelecido pela corporação mineira.

A cooperação entre os estados ocorre nos moldes do apoio que o Governo da Bahia deu ao estado do Ceará em janeiro deste ano. Neste sentido, integram o grupo que está em Brumadinho os especialistas em Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (BREC).


Blogbraga/Fonte: Ascom | CBMBA

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM PRENDE INDIVÍDUOS SUSPEITOS DE ROUBO A MOTOCICLETAS EM VÁRZEA NOVA

Domingo, 03 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Na manhã de sábado, 02 de fevereiro, policiais militares do Destacamento de Polícia Militar em Várzea Nova, pertencente ao 5º Pelotão, foram solicitados por um cidadão, o qual passou a informar que por volta das 05h40min da manhã na Rua ACM, após deixar a sua motocicleta na frente de sua residência, se deu conta que, momentos depois o citado veículo já não mais se encontrava. Logo em seguida uma mulher, residente à Rua São João, passou a informar que dois indivíduos com os rostos cobertos pelas camisas, embarcados em uma motocicleta vermelha, tomaram de assalto sua motocicleta, portando uma suposta arma de fogo. Fato este ocorrido no Bairro Cascavel.

Diante das informações colhidas, os policiais saíram em diligências, e as 10h00min foram informados que uma câmara instalada na casa vizinha a da que foi furtada a primeira motocicleta, filmou os indivíduos cometendo o delito. Pelas imagens foram identificados os autores do furto e no fim da tarde conseguiram deter os suspeitos na Fazenda Mata Escura que pertence ao pai de um deles, onde foram recuperadas as duas motocicletas. Os acusados confessaram os crimes e passaram a informar que, no momento do roubo, utilizaram uma chave de fenda por trás da camisa para simular uma arma de fogo.

Aos acusados, dois jovens de 19 e 21 anos de idade, foi dado voz de prisão e, juntamente com as motocicletas e vítimas, foram apresentados na 16ª COORPIN onde fora lavrado o Flagrante delito.

“Parabenizo os policiais militares na eficaz ação, recuperando estes veículos, garantindo assim o bem material do cidadão. Este comando garante atender toda e qualquer solicitação para que a ordem e paz públicas prevaleçam na área de nosso domínio de atuação”. Disse o Major Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Em cinco anos, roubos a bancos têm queda de 74% na Bahia

Domingo, 03 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Foto: Blogbraga

Entre 2014 e 2018, os roubos a bancos na Bahia tiveram queda de 74%. O estado saiu de 276 ocorrências em 2014, com média de 23 casos por mês, para 66 assaltos em 2018, totalizando cinco a cada 30 dias.

Há cinco anos que este tipo de crime segue em rota decrescente. Dos 276 casos em 2014, o número passou em 2015 para 252. Em 2016, a polícia investigou 115 assaltos. Em 2017, caiu para 108. Já em 2018, chegou a 66 ocorrências.

Nesta última semana, duas quadrilhas especializadas foram desarticuladas em Salvador e Almadina, durante ações das polícias Civil, Militar e Federal. No total, sete criminosos foram presos e três morreram em confrontos. Foram apreendidos explosivos, fuzil, pistolas, coletes balísticos, munições e veículos. 

"É inegável o empenho das forças de segurança nas reduções seguidas. Precisamos valorizar o trabalho de cada policial em ações de inteligência que duram meses e também nos momentos em que é preciso usar a força", destaca o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

REGIÃO DE JACOBINA: 24ª CIPM DETÉM MULHER POR TENTAR ENTREGAR DROGAS DENTRO DA DELEGACIA DE POLÍCIA EM PIRITIBA

Domingo, 03 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Na no início da tarde desta sexta-feira, 01 de fevereiro, policiais militares do 4º Pelotão, na cidade de Piritiba, receberam uma denúncia da Delegacia de Polícia da cidade, informando quo o carcereiro tivera recebido uma sacola contendo em seu interior um vaso de iogurte que foi deixado por um moto taxista. Ao abrir a embalagem, foi encontrado um preservativo contendo no interior do mesmo, uma porção de uma substância análoga à maconha e uma pedra de crack.

Munidos das informações, estes policiais seguiram em diligências e, após algumas investigações, chegaram até uma mulher de 32 anos de idade, a qual confessou ter contratado o moto taxista para levar o material para um dos detentos.

Tanto a acusada, como o moto taxista, foram conduzidos para a Delegacia de Polícia local para prestarem esclarecimentos.

“Parabenizo a rápida ação destes policiais militares e reafirmo que iremos dar continuidade ao combate do tráfico de entorpecentes em nossa região.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

FazAtleta destina R$ 4,5 milhões para apoio ao esporte na Bahia

Sábado, 02 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Em 2019, o Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador da Bahia (FazAtleta) vai investir R$ 4,5 milhões, a título de incentivo fiscal, em apoio aos atletas. A aprovação dos recursos foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (2), por meio de decreto assinado pelo governador Rui Costa.  

O apoio inclui o pagamento de despesas em viagens, aluguel de equipamento esportivo, contratação de seguro de vida, aquisição de material esportivo, além de bolsa-auxílio para o atleta que se dedica exclusivamente à prática esportiva e remuneração do técnico que o acompanha, entre outros benefícios. 

Criado pela Lei 7.539, o FazAtleta é destinado a atletas, equipes ranqueadas e eventos do calendário das federações e/ou confederações, que se enquadram na categoria de esporte amador, olímpico e paralímpico.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

REGIÃO DE JACOBINA: POLICIAIS MILITARES DA 24ª CIPM PRENDE UMA MULHER COM MANDADO DE PRISÃO EM ABERTO

Sábado, 02 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Foragida da justiça foi presa pela PM 24ª CIPM

Na tarde de quarta-feira, 30 de janeiro, policiais militares do Destacamento de Polícia Militar de Várzea Nova região de Jacobina/BA, pertencente ao 5º Pelotão, foram informados por uma Senhora que sua própria irmã, uma jovem de 29 anos de idade, estaria a ameaçando com uma faca no interior de um Bar localizado no centro da citada cidade. Prontamente os policiais foram até este estabelecimento comercial onde fora localizada a suspeita da ameaça, porém não fora encontra com a faca no ato da abordagem.

Durante esta abordagem, uma das irmãs da acusada passou a informar aos policiais que a mesma era foragida da Justiça, acusada de participação de um crime de latrocínio, tendo como vítima um taxista, cometido no estado de Goiás. De posse dessas informações, foi feito um contato com a Polícia Rodoviária Federal de Capim Grosso, que fez a consulta no Banco Nacional de Monitoramento de Prisão e constatou que existe um Mandado de Prisão em desfavor da acusa, expedido pela Primeira Vara (cível, criminal) da Cidade de Morrinhos-GO.

Munidos das informações, a ela fora dada voz de prisão pelos policiais militares e apresentada na 16ª COORPIN em Jacobina, para medidas cabíveis sejam adotadas.

“Parabenizo os policiais militares de Várzea Nova pelo empenho nesta ação exitosa e pelos prepostos da nossa coirmã, Polícia Rodoviária Federal, os quais cederam às informações. A 24ª CIPM estará sempre atenta com as denúncias e sempre pronta para agir quando solicitada.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante.

TAXISTA DESAPARECIDO APÓS NEGOCIAR CORRIDA É ENCONTRADO MORTO EM GOIÁS

Noticiário divulgado no dia 19 de julho de 2017:

Taxista - Sebastião José

O taxista Sebastião José Siqueira, de 66 anos, que desapareceu após ser contratado para fazer uma corrida, foi encontrado morto em uma estrada próximo a Palmelo, no sudeste de Goiás. Um dos suspeitos foi preso e confessou o crime. Um casal segue foragido. O corpo do idoso foi localizado na terça-feira (18/07/2017), após a Polícia Militar prender um dos suspeitos. “Esse homem era foragido da unidade prisional de Piracanjuba e chegou a trocar tiros com a polícia dias antes, quando estava traficando droga em um povoado. Ele foi preso, confessou o crime e levou a PM até o local onde o corpo estava”, explicou o delegado Fabiano Jacomelis.

Sebastião foi visto pela última vez no dia 5 de julho. Ele foi contratado em Morrinhos por uma mulher que informou que precisava buscar o marido em outra cidade.

Segundo o suspeito, tudo não passou de um pretexto para roubar o veículo da vítima. “Ele contou em depoimento que a ideia era deixa-lo amarrado, mas que a vítima reagiu e ele acabou atirando. Porém, o tiro foi na cabeça, então tudo isso ainda será apurado de acordo com os laudos periciais”, explicou o delegado.

A família não acredita na versão apresentada pelo suspeito. “Foi um tiro na cabeça, eles executaram o meu pai, um homem trabalhador. Eles destruíram uma família”, desabafou a filha da vítima, Késia Siqueira. Agora, os parentes querem que o casal que está foragido seja preso e pague pelo crime.

Já o suspeito preso foi levado de volta para a unidade prisional de Piracanjuba. Ele vai responder por latrocínio. O taxista foi velado e enterrado na tarde de quarta-feira (19/07) em Morrinhos. Quer saber mais notícias de todo o estado?

Fonte: G1 GOIÁS

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

RONDA MARIA DA PENHA DA 24ª CIPM PRENDE INDIVÍDUO POR PRÁTICAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM JACOBINA

Sábado, 02 de Fevereiro de 2019 / Bahia

O agressor foi preso

Guarnição da Ronda Maria da Penha captura agressor por descumprimento de Medida Protetiva e suposta tentativa de Feminicídio.

Na tarde de sexta-feira, 01 de fevereiro, policiais militares da Ronda Maria da Penha foram solicitados pelo Dr. Marley, Juiz da Vara Crime, para cumprimento de Mandado de Prisão em desfavor de um indivíduo de 44 anos de idade, residente do Distrito de Lages do Batata município de Jacobina/BA, o qual após ter sido liberado em Audiência de Custódia por ter praticado violência doméstica contra sua ex-companheira e ter sido notificado da Medida Protetiva de Urgência, foi até a residência da mesma e novamente a agrediu desferindo 10 golpes de faca.

Na época a vítima da injusta agressão foi socorrida para Salvador e nesta sexta-feira, quando recebeu alta e retornou a sua residência, deparou-se com o mesmo indivíduo que a ameaçou de morte. Devido ao empenho do CRAM (Centro de Referência de Atendimento à Mulher) de Jacobina, que acionou o Ministério Público, conseguindo em tempo hábil este mandado de prisão, estes policiais militares realizaram buscas no supracitado Distrito, logrando êxito na captura deste agressor, que recebeu voz de prisão e em seguida apresentado na Delegacia de Polícia de Jacobina onde fora lavrado o Flagrante Delito.

“A nossa atuação enquanto policial militar é justamente garantir a segurança da população. Parabenizo aos Policiais Militares e a todos os Órgãos participantes que, trabalhando em Rede, obtiveram êxito nesta prisão, evitando assim um provável crime de feminicídio.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Bahia avança na política ambiental com apoio dos agricultores

Sábado, 02 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Nos últimos dez anos, a Bahia avançou muito na construção e aplicação de uma política ambiental relacionada à conservação da biodiversidade. Os agricultores baianos, representados pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Aprosoja, e os Sindicatos dos Produtores Rurais de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, vem trabalhando em parceria com os órgãos ambientais nas esferas nacional, estadual e municipal, para garantir a aplicação da legislação ambiental vigente e proteger os recursos naturais, principalmente importantes para aqueles que se dedicam à terra na produção agrícola.

As entidades destacam a preocupação dos últimos governos baianos, liderados pelos governadores Rui Costa e Jaques Wagner, assertivos na indicação dos secretários de meio ambiente, Eugênio Spengler e Geraldo Reis, e diretores do INEMA com a formação de parcerias com as Secretarias Municipais de Meio Ambiente (Semma), que tem desenvolvido um excelente trabalho na região Oeste em parceria com as associações de agricultores. Estas parcerias foram fundamentais e permitiram o desenvolvimento de ações que preservaram, na prática, a biodiversidade dos recursos naturais e sensibilizaram os proprietários de terra no Oeste da Bahia.

Prova dos resultados da preservação na região é um estudo da Embrapa, amplamente divulgado, que demostra que no principal polo agrícola do estado, a região Oeste, os proprietários de terra conservam 64% da biodiversidade local. De um total de 11,6 milhões de hectares de terras nesta região, 3,6 milhões de hectares de vegetação nativa permanecem intocados e outros 2,3 milhões de hectares são exclusivamente de reserva legal. Em outro recente estudo para a região, divulgado final do ano passado, (acessar www.embrapa.br ), a Embrapa Territorial comprovou com dados e números que agricultores investiram R$ 11 bilhões para preservar 35% de suas propriedades quando o Código Florestal brasileiro exige 20% mais APP´s.

Além de fazerem a sua parte, com a aplicação de modernas tecnologias, visando produzir mais em menos área, na aplicação racional e otimizada de defensivos agrícolas e no uso da água para irrigação, os agricultores baianos fizeram além. Apoiaram ações dos governos estadual e municipais, garantindo “desmatamento ilegal zero” e realizando ações de impacto para preservar a vegetação e os recursos hídricos.  Os agricultores fizeram “barraginhas” para contenção da água das chuvas em mais de 1.700 km de estradas diminuindo o assoreamento dos rios. Em parceria com as Secretarias criaram uma paisagem no Oeste onde se observa o Rio, a Vereda (App) e a reserva legal juntas para a proteção dos rios. Os agricultores estão investindo mais de R$ 1.000.000,00  em parceria com as secretarias municipais de meio ambiente na recuperação de nascentes dos pequenos produtores dos vales.

Em parceria com o Governo do Estado, as entidades dos produtores se mobilizaram para criar o Plano de Manejo de Formação do Conselho Gestor da maior área de proteção ambiental da região, a Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio de Janeiro, recuperação das Áreas de Preservação Permanente (APP´s) e apoiando um amplo diagnóstico das águas subterrâneas e superficiais nas bacias hidrográficas ligadas ao Aquífero Urucuia, por meio do “Estudo do Potencial Hídrico do Oeste da Bahia”. No início do ano passado, foram apresentados durante o “I Seminário Internacional de Políticas Públicas de Gestão Sustentável dos Recursos Hídricos, realizados em Salvador e Barreiras, os resultados parciais deste estudo, desenvolvido em parceria com o Governo do Estado, por meio da Sema, Seagri, SRH, INEMA, Universidade de Nebraska, dos Estados Unidos, e Universidade Federal de Viçosa (UFV), Universidade DO RJ, CPRM, dentre outros.

Além de cumprirem a legislação, os agricultores do oeste da Bahia também utilizam os recursos hídricos de forma legal - autorizado pelo Estado por meio da cessão de outorga, além do uso de sistemas inteligentes e modernos de irrigação, evitando o desperdício ou o uso desnecessário de água na plantação. De total de 2,6 milhões de área plantada, 180 mil são irrigados. Ou seja, somente 8% são irrigados. Quem utiliza sistemas de irrigação na produção passa por rigorosas concessões do uso da água pelos órgãos ambientais e por renovação da licença e fiscalização periódicas. Com o apoio e parceria dos governos, principalmente estaduais e municipais, os agricultores cumprem o seu papel com o desenvolvimento sustentável da sua produção e respeito à legislação ambiental, com a preservação de áreas de preservação permanente e de reserva legal dentro das propriedades agrícolas, e os esforços para a proteção do meio ambiente de toda a região.


Blogbraga/Assessoria de Imprensa Abapa

Compartilhar no Whatsapp

Incêndio atinge serra em Jacobina/BA, área do tamanho de 40 campos de futebol foi destruída, diz secretaria

Sábado, 02 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Fogo já destruiu área do tamanho de 40 campos de futebol — Foto: Divulgação/Secretaria de Meio Ambiente

Incêndio destruiu área de serra em Jacobina — Foto: Divulgação/Secretaria de Meio Ambiente

Um incêndio de grandes proporções atingiu uma região de serra localizada na cidade de Jacobina, no norte da Bahia, nesta semana. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, uma área do tamanho de 40 campos de futebol já foi destruída.

O fogo começou na última segunda-feira (28) e, até esta sexta (1º), ainda não havia sido controlado. Bombeiros, brigadistas, voluntários e funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e do Instituto do Meio-Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) trabalham no local.

Um avião chegou na cidade nesta sexta-feira para ajudar no combate ao incêndio. Ainda não há informações sobre o que teria provocado o fogo, mas, segundo a Secretaria de Meio Ambiente, a suspeita é de que tenha sido criminoso.


Blogbraga/G1

Compartilhar no Whatsapp

JACOBINA: Barragem na Chapada Diamantina é a mais perigosa na Bahia; entenda

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019 / Bahia

A barragem estava ali antes mesmo do autônomo Magno da Silva, 31 anos, nascer. Ele, que morou a vida inteira no bairro de Nazaré, em Jacobina, na Chapada Diamantina, nunca teve medo. Sequer tinha pensado na possibilidade de um acidente – até 2015, quando rompeu a barragem de Fundão, em Mariana (MG). Na sexta-feira (25), com o rompimento de mais uma barragem mineira, dessa vez, em Brumadinho, a população ficou alarmada.

Das 34 barragens de rejeitos de mineração na Bahia registradas junto à Agência Nacional de Mineração (ANM), as de Jacobina, de minério de ouro, causariam mais estragos, em caso de rompimento. Não há sirenes na cidade nem outra forma de aviso para evacuação. 

Presidente da Associação de Moradores do bairro de Nazaré, Magno diz “Ninguém pensa em sair daqui por conta de barragem, não. Ouvi no rádio a empresa falando que estava tudo em ordem e que a barragem está monitorada. Eles acalmaram o pessoal, mas a gente não deixa de ficar preocupado”, diz.

Em cidades como Jacobina, as notícias sobre a tragédia em Brumadinho, em Minas Gerais, não provocam apenas consternação. A cada atualização sobre o rompimento da barragem, que deixou pelo menos 100 mortos e 279 desaparecidos, mais temor. 

Jacobina tem duas barragens de rejeitos de mineração, assim como a que rompeu em Brumadinho. Em todo o estado, são pelo menos 34, de acordo com a última lista publicada pela Agência Nacional de Mineração (ANM), divulgada este mês. No levantamento, há 33 estruturas localizadas. Além delas, existe, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), uma barragem para rejeitos da extração de manganês. 

Só que as de Jacobina seriam as mais preocupantes delas – justamente por serem parecidas com a de Brumadinho, localizadas em regiões mais altas, o que torna a queda do material mais violenta do que se fosse em um terreno plano. 

Além disso, há outra semelhança. De acordo com o engenheiro de minas José Baptista de Oliveira Júnior, professor da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Jacobina e Brumadinho têm em comum o fato de terem barragens construídas com os próprios rejeitos. 

“Além disso, a jusante (o lado em direção à foz) da de Jacobina está em um vale muito grande e ainda há muitas pessoas que moram lá, apesar da empresa ter comprado terrenos e casas e indenizado esse pessoal para morar em outro lugar, exatamente com a preocupação com a possibilidade de romper. Mas nem todo mundo saiu”, explica o professor, em entrevista ao CORREIO. 

Embora existam semelhanças, as barragens também apresentam diferenças significativas. A de Brumadinho é feita com alteamento a montante, enquanto as de Jacobina têm alteamento a jusante. O alteamento a montante é o método mais antigo e que ainda é o mais comum. Nesse sistema, a barragem vai crescendo - com os próprios rejeitos - aos poucos. É mais barata e mais rápida para ser construída, mas é bem mais instável. Há, ainda, a possibilidade de liquefação. 

Já a de Jacobina exige mais material de construção para erguer uma parede de contenção. É um método mais seguro, mais resistente a atividades sísmicas, mas é mais caro, devido à quantidade de material necessário. 

Mesmo assim, a maioria das barragens de rejeitos da Bahia é considerada mais segura do que as de Jacobina, segundo o professor José Baptista de Oliveira Júnior. Isso porque a maior parte delas foi erguida com outro método construtivo: são barragens de contenção de rejeitos. É o caso da de Itagibá, no Sul do estado. Os riscos, porém, sempre vão existir.

“Na Bahia, não temos motivo para pânico. Não posso botar a mão no fogo por ninguém. Agora, dentro do que nós conhecemos, dentro dos tipos de barragem, é mais difícil acontecer rompimento. Mas não quer dizer que não possa acontecer”, pondera. 

O gerente geral da mineradora Yamana Golden em Jacobina, Sandro Magalhães, afastou o risco de um acidente. A empresa informou, por meio de nota, que a barragem B1 está inativa desde 2011 e a B2, ativa desde 2011, atualmente utiliza 24% de sua capacidade total. 

O prefeito Luciano Pinheiro destacou que o município deve investir R$ 1,5 milhão para instalar sirenes para evacuação, em caso de risco. 

Na Bahia, há precedentes de rompimento de barragens de água. Em maio de 1985, a Barragem Santa Helena, em Camaçari, rompeu após seguidos dias de chuva. O governo do estado vinha retirando os moradores do local, mas, ainda assim, pelo menos 100 famílias tiveram suas casas atingidas e cerca de cinco mil ficaram desabrigadas. 

Entenda diferenças entre Bahia e Minas Gerais
 

O método de construção de barragens de Minas Gerais não é tão comum na Bahia. Ao contrário do que acontece em terras baianas, boa parte das estruturas mineiras é construída em encostas, devido ao próprio relevo acidentado. 

As regiões baianas onde há exploração de mineração, por outro lado, são predominantemente planas. “Diminui esse impacto. Se você tem uma água em cima e cai, a gravidade vai ajudar. Se a água já está embaixo, ela também vai cair, mas a velocidade é bem menor do que se estiver no alto”. 

Ao todo, são pelo menos 426 barragens na Bahia – entre estruturas que armazenam água e rejeitos de mineração. As informações sobre o estado dessas barragens são difusas: em 2018, dois relatórios distintos apontavam números diferentes. No mais recente, de novembro, a Agência Nacional de Águas (ANA) indicou que, entre as barragens de água, a Bahia tinha a situação mais preocupante do país. 

Das 45 mais vulneráveis apontadas pelo relatório, 10 estavam na Bahia. Em seguida, vinham Alagoas (6) e Minas Gerais (5). Só que, dois meses antes, a Confederação Nacional dos Municípios divulgou um levantamento com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Segurança de Barragens e da ANA, que mostrou um número bem maior: 186 barragens baianas tinham alto risco associado com danos em potencial. 

Das 10 barragens classificadas como de alto risco no estado, as mais próximas da capital são localizadas em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. A RS1 e RS2 foram consideradas preocupantes por conta de comprometimento estruturais. 

De acordo com o balanço da ANA, que considerou dados de 2017, a RS1 apresentava afundamentos, buracos, deterioração da superfície de concreto, infiltrações e até formigueiros e árvores no coroamento e talude de jusante. Já na RS2 foram apontadaas deterioração da superfície de concreto e árvores e arbustos nos taludes de montante, jusante e coroamento. 

Em nota, a Cetrel S/A - Tratamento de Efluentes Líquidos e Resíduos Industriais, responsável pela barragem, afirmou que as duas armazenam água para "eventuais situações de combate a incêndio no Polo Industrial de Camaçari". Diz ainda que a empresa tem investido nos últimos anos na segurança e confiabilidade das barragens.

"Em 2017 e 2018 foram realizados serviços de adequação nestas barragens no montante de R$ 1,5 milhões, sendo previstos novos investimentos em 2019 com o objetivo de conferir ainda mais robustez e segurança ao sistema”, disse a Cetrel, em nota. 

A empresa ainda acrescentou que técnicos da empresa realizam inspeções periódicas para “assegurar a integridade das barragens” e que uma avaliação realizada recentemente classificou o local como "estável" e que "há segurança dos reservatórios". 

Para discutir sobre a real situação das barragens, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA) e outras entidades promovem, nesta terça-feira (29), um debate técnico com a participação de representantes de todos os órgãos responsáveis pelas estruturas no estado. 

“Por lei, toda barragem agora tem que ter um dono e informar à ANA a situação das barragens. Tem que ter um laudo a cada seis meses ou um ano para dizer o que está sendo feito para minimizar os riscos”, avalia o presidente do Crea-BA, Luís Edmundo Campos. 

De acordo com Campos, o número de barragens no estado é muito maior do que o cadastrado nos órgãos responsáveis. No interior, é comum que fazendas tenham pequenas barragens particulares. Ele explica que, até a tragédia de Mariana, em 2015, as de água sempre foram consideradas mais perigosas do que as de rejeitos. 

“Mariana veio mudar nossos paradigmas e mostrou o que ninguém esperava: um material caminhar por 300 quilômetros para cair no mar”, explica. 

Pela estrutura em si, uma barragem de água poderia ser mais perigosa. No entanto, o risco é relativo a partir do momento em que as de rejeitos de mineração não são fiscalizadas da mesma forma. 

No entanto,o presidente do Crea-BA acredita que, após as situações em Mariana e Brumadinho, a forma como as barragens de rejeitos são encaradas deve ter mudanças.

“As pessoas não dão a devida atenção. Mas tem outra coisa: a gente fica culpando a fiscalização, mas a ética profissional diz que você deve fazer bem feito, independentemente de fiscalização. Só que, às vezes, a parte empresarial acaba sendo maior do que a engenharia da segurança”, aponta. 

Embasa nega risco.
 
 Apesar de Luís Edmundo Campos afirmar que as barragens de água oferecem um maior risco, quando considerada a estrutura em si, o coordenador de Segurança de Barragens da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Lúcio Landim, nega. “Não existe isso. Se fizer um balanço dos acidentes, um percentual significativo será de barragem de rejeito, justamente por conta da técnica construtiva diferente”, disse. 

De acordo com ele, a barragem de água é realizada em uma só etapa, com tratamento da fundação, aterro, obras de concreto.

“A barragem de rejeito é uma colcha de retalhos. As mineradoras, para economizar, fazem a primeira etapa e, quando está exaurindo a barragem, elas fazem o alteamento com um material diferente”, esclarece.

As barragens de água são construídas para uma demanda de 30 anos. Apenas uma barragem da Embasa foi alteada após os 30 anos: a de Itabera, que atende a Ilha de Itaparica. O fato da existência de pessoas próximas da jusante da barragem, significa que, geralmente, a matriz de risco e o dano potencial da barragem são elevados - o que não é mensurado pelas agências reguladoras.

A Embasa possui 27 barragens enquadradas na Lei 12.334/2010, que estabelece a Política Nacional de Segurança de Barragens. Outras consideradas “muito pequenas” também são administradas pela empresa, mas elas não têm obrigatoriedade de estudos. Todas as barragens da empresa são consideradas de risco baixo ou médio. 

“Fazemos inspeções regulares, semestralmente. Além dessas, existem inspeções rotineiras realizadas pelas equipes de campo locais e inspeções especiais, quando há necessidade, com especialistas. Os reservatórios administrados pela Embasa estão em boas condições de segurança”, explicou Lúcio Landim. A empresa ainda elabora estudos e relatórios que compõem os Planos de Segurança de Barragens. 

Das 27 barragens da empresa, 20 estão no interior e sete na Região Metropolitana de Salvador. As do interior são distribuídas, sendo 14 na região Sul e seis na região Norte do estado. 

Barragens estáveis.

Em Jacobina, a Yamana Gold, detentora da Jacobina Mineração e Comércio, garante que as barragens de rejeitos da empresa estão seguras e operando de acordo com o projeto, segundo o relatório externo de segurança de barragem e a declaração de estabilidade enviados à Agência Nacional de Mineração (ANM), em setembro do ano passado. 

“A barragem B1 não recebe rejeitos desde 2011 e encontra-se em processo de fechamento, por meio de cobertura, revegetação e posterior reintegração ao meio ambiente. Já a barragem B2, ativa desde 2011, atualmente utiliza 24% de sua capacidade total”, informam, em nota enviada ao CORREIO. 

Além de ressaltar o método de alteamento a jusante, a Yamana afirma, ainda, que faz análises técnicas diárias, relatórios de segurança mensais e auditorias anuais. “Em nenhuma das barragens da empresa há pontos críticos ou condições que denotem alguma anomalia. O comportamento e a performance das barragens encontram-se dentro do esperado, com pleno atendimento aos requisitos técnicos e legais. Reiteramos que, diante do exposto, as barragens da Yamana apresentam-se em condição de estabilidade”. 


Blogbraga/Correio

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM REALIZA OPERAÇÃO “SATURAÇÃO INTENSA” EM MIGUEL CALMON

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Na noite desta quinta-feira, 31 de janeiro, foi realizada pelo Comando da 24ª CIPM, na cidade de Miguel Calmon a Operação “Saturação Intensa”. A Operação esteve sob o comando do Capitão PM Juliano Procópio, com a supervisão direta do Comandante da Unidade, que empregou 03 viaturas e 07 policiais militares.

No período, que prolongou até o início da madrugada desta sexta-feira, 56 pessoas foram abordadas, tanto visando coibir o tráfico de drogas e a circulação de armas de fogo, quanto no intuito de minimizar os índices de homicídios na cidade, e também para promover aproximação com a comunidade, demonstrando que a Polícia Militar está sempre pronta para Servir e Proteger.

Além das pessoas, inúmeros veículos e bares foram abordados de modo que os cidadãos se sintam protegidos e orientações sejam dadas conforme a legislação vigente.

"Parabenizo e elogio a atuação de cada Policial Militar empregado nesta Operação PM, como agradeço aos cidadãos que compreendem e colaboram com o trabalho da Polícia Militar da Bahia. Esta Operação dará continuidade em todas as cidades da área de atuação da 24ª CIPM por tempo indeterminado." Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM MONTA POLICIAMENTO ESTRATÉGICO EM JACOBINA DURANTE O JOGO DO JACOBINA X VITÓRIA PELO CAMPEONATO BAIANO

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Na tarde do último domingo, 27 de janeiro, a 24ª CIPM, sob a supervisão direta do Major PM Flailton Oliveira, Comandante da Unidade, montou forte esquema de policiamento ostensivo geral durante o jogo futebolístico entre Jacobina Esporte Clube e Esporte Clube Vitória, valendo pela 2ª rodada do Campeonato Baiano 2019, que fora realizado no Estádio José Rocha em Jacobina.

Este evento contou com um efetivo de mais de quarenta policiais militares, os quais foram distribuídos em vários setores das arquibancadas, ao derredor do campo e nas portarias. Também contou com guarnições embarcadas em cinco viaturas na área externa e localidades circunvizinhas ao Estádio. Tudo para garantir à segurança de ambas as torcidas que lotaram o estádio.

Durante toda a partida, não existiu nenhuma ocorrência digna de registro. Ao término foi realizada uma escolta policial militar para o ônibus da equipe adversária, transcorrendo sem nenhuma alteração.

"É de suma importância esse tipo de evento em Jacobina, haja vista que os filhos da terra são extremamente apaixonados pela modalidade esportiva. Sinto-me privilegiado em estar à frente do policiamento num evento de tamanha magnitude para o município, onde a ordem e paz públicas são preservadas pela Polícia Militar da Bahia. Parabenizo a todos os Policiais Militares que colaboraram com o evento e a todos os torcedores presentes que abrilhantaram acompanhando e torcendo de forma ordeira e harmônica" Ressaltou o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Estado nomeia 400 novos coordenadores pedagógicos aprovados no concurso da Educação

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019 / Bahia

O Governo do Estado, por meio das Secretarias da Administração (Saeb) e da Educação (SEC), publicou nesta sexta-feira (1°), no Diário Oficial do Estado (DOE), a nomeação de 400 coordenadores pedagógicos aprovados no concurso para a rede estadual de ensino da Bahia.

O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa nas redes sociais na última terça-feira (29), como comprimento do compromisso firmado pela administração estadual aos candidatos convocados pelo certame. A nomeação deste novo quantitativo observa o disposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), considerando que os gastos do Estado com pessoal, apurados recentemente, estão abaixo do limite prudencial de 46,17%. 

O senador Walter Pinheiro, que esteve à frente da gestão da Secretaria da Educação quando o concurso foi lançado, destaca a importância desta convocação. “A nomeação destes profissionais comprova a prioridade que o Governo da Bahia tem dado à Educação, uma vez que com isso todas as escolas da rede estadual passarão a contar com uma coordenação pedagógica, o que vai fortalecer ainda mais o eixo mais importante da rede estadual que é o pedagógico”.

Lançado em novembro de 2017, o concurso ofertou 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. O concurso recebeu 103,5 mil inscritos, com mais de 41 mil habilitados. A primeira nomeação, publicada em 16 de janeiro deste ano, contemplou 2.089 professores e 200 coordenadores pedagógicos. Os 400 coordenadores pedagógicos nomeados nesta sexta-feira (1°) serão distribuídos entre 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), de acordo com a ordem de classificação.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

REGIÃO DE JACOBINA: 24ª CIPM PRENDE INDIVÍDUOS POR PRÁTICA DE FURTO NA CIDADE DE MIGUEL CALMON

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Na tarde de domingo, 27 de janeiro, policiais militares do 4º Pelotão em Miguel Calmon, comandado pelo Subtenente PM Evódio Ferreira, foram informados por um indivíduo, dono de uma propriedade rural próximo ao Bairro do Arroz, que foi vítima de um furto de (15) galinhas, (03) facões e (25) kg de feijão. Também passou a informar que soube por populares da identificação dos autores deste delito e o local onde estariam.

Diante das informações expostas, esses policiais, juntamente com a vítima, foram até o endereço de um dos suspeitos, e no local fora flagrado três indivíduos, já degustando algumas das galinhas, supostamente furtadas. Ao serem interrogados da origem das aves, todos entraram em contradição diante de suas declarações. Ao ser vistoriada a residência de forma minuciosa, foram encontradas algumas galinhas já abatidas e mais dez ainda vivas, escondidas num dos cômodos, além dos três facões, tudo sendo identificado pela vítima.

Aos indivíduos fora dada voz de prisão e conduzidos para a Sede da 16ª COORPIN em Jacobina onde fora lavrado o Flagrante Delito por Furto de Semovente, mais conhecido como Receptação de Animal.

“Parabenizo estes policiais militares pela atuação e resposta em tempo hábil. A Polícia Militar da Bahia está pronta para responder às solicitações e atender à população de forma rápida e eficiente, 24 horas por dia.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Verão aquece economia baiana e gera 4 mil voos extras

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019 / Bahia

Com o maior litoral do país, temperaturas agradáveis durante todo o ano, diversos patrimônios históricos e atrativos culturais, a Bahia tem recebido mais turistas a cada ano. De acordo com a Secretaria do Turismo do Estado (Setur), seis milhões de visitantes de diversas partes do mundo devem chegar à Bahia durante o verão 2018-2019. O número é 7,5% maior que na temporada anterior. 

Incentivos estaduais, realizados por meio de políticas públicas, têm alimentado toda a cadeia de serviços, gerando novos empregos e alavancando a economia baiana, a exemplo da capacitação de profissionais da área turística e da promoção da Bahia em feiras nacionais e internacionais. Já os incentivos fiscais possibilitaram a criação de 4 mil voos extras para a alta temporada de 2019. 

“Com base no número de visitantes que iremos receber esse ano, teremos o melhor verão para a história de nosso turismo. O estado cheio, com grande ocupação de pessoas, representa um impulso forte para a nossa economia, com geração de novas oportunidades de trabalho, mais renda e atração de investimentos, a exemplo do Complexo de Sauípe, que vai render um investimento de R$ 600 milhões ao longo dos próximos quatro anos. O turismo é uma mola-mestra, que movimenta diversos segmentos da economia e fortalece o comércio”, afirma o secretário estadual do Turismo, José Alves.

Localizado no Centro Histórico de Salvador, o Hotel Fera Palace espera atingir ocupação máxima até o Carnaval. “A gente tem notado uma procura maior do hóspede internacional, principalmente o americano. O hotel tem saído muito em prestigiadas mídias, como a CBS e o Jornal The New York Times, e ganhado cada vez mais publicidade internacional", destaca a gerente-geral do hotel, Lívia Nascimento.

A gerente acrescenta que "o Fera está localizado em uma área perfeita, que desperta o interesse do turista internacional, com uma vista para a Baia de Todos-os-Santos. Essa procura é benéfica para os hotéis e para o estado, que gera novos empregos e ganha mais visitantes e reconhecimento maior em outros países”.

Inovação

Para atender a grande demanda e atrair novos públicos, a rede hoteleira tem investido na qualidade do atendimento e na criação de conceitos inovadores. O Lar Sênior Residence, localizado na Mouraria, aposta no público da terceira idade. “Buscamos o diferencial de estarmos preparados para receber visitantes idosos de outros estados e de diversas partes do mundo", diz a dona do estabelecimento, Lilian Piedade. 

Segundo ela, o Lar Sênior Residence "tem capacidade de receber esses turistas com serviços de cuidador 24 horas por dia, pilates e atendimento especializado. Acho que iniciativas como essas fazem com que ainda mais pessoas queiram conhecer nosso estado".


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Rui anuncia envio de força-tarefa baiana para Minas Gerais

Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2019 / Bahia

Bombeiros seguem com trabalho de buscas por vítimas e sobreviventes em Brumadinho — Foto: AP Photo/Leo Correa

Uma força-tarefa do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) será enviada para Minas Gerais para atuar no resgate das vítimas da tragédia de Brumadinho. Vinte e oito bombeiros se deslocam na noite desta quinta-feira (31), do 3º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), no Iguatemi, para a cidade mineira. Eles levarão equipamentos de busca, a exemplo de câmeras térmicas e ferramentas de corte, e quatro veículos de tração, a pedido do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. 

O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, por meio do seu perfil oficial no Twitter (http://@costa_rui). “Autorizei a Secretaria da Segurança Pública [SSP] a enviar uma força-tarefa do Corpo de Bombeiros para ajudar na operação de resgate das vítimas da tragédia de Brumadinho, atendendo a um pedido do Governo de Minas Gerais. Já tinha manifestado a intenção de apoiar o estado e hoje estamos enviando um grupo especializado em salvamento terrestre de Salvador para a cidade mineira. O momento é de solidariedade, e continuo colocando as forças do Estado à disposição do Governo de Minas Gerais", escreveu o governador na rede social. 

A cooperação entre os estados ocorrerá nos moldes do apoio que o Governo da Bahia deu ao estado do Ceará neste mês de janeiro. Integram o grupo que irá para Minas Gerais especialistas em busca e resgaste em estruturas colapsadas (Brec).


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2018
Mundial FM 91,3
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
PARCEIROS
Rabelo Global Mimogás Paraíba Click Tec renda extra Delicia DBT PM àguia motos Mimoso Segurança CISO Dupará Açaí G&G Magazine Polícia Civil Dr. Márcio Rogério Guarda Municipal Evolucao Contabilidade Rondon Online Celulares Cultura Silvano Santos Imperial P&F Effect Jaú Neli Pantanal Digital Informatica Mineiros DM Reparos Mimoaço Grupo Marabá Dique Denuncia Compre Bem AUTOCAR G7 Casa da Ferramenta Floral Paraíso Elo Aço Oeste Manutenção Case MaxCar Coyote Fontana Extreme Luz motos DPVAT Barreiras Querência Máquinas Agrícolas Kenni Henke Casas Baiana Unopar Gil Sportime