Governo da Bahia

NOTÍCIAS

"ENEM foi adiado após mobilização social", afirma o secretário Jerônimo Rodrigues

Quinta-feira, 21 de Maio de 2020 / Brasil

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram, nesta quarta-feira (20), pelo adiamento da aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), nas versões impressa e digital que estavam marcadas para acontecer em novembro. A nova data, que não foi definida, será condicionada a uma enquete com os estudantes inscritos no ENEM 2020, promovida no mês de junho. As inscrições para o exame seguem abertas até esta sexta-feira (22/05).

Secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues - Foto: CONSED

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou que o adiamento fez parte de uma ampla mobilização da sociedade brasileira, envolvendo todos aqueles que acreditam na Educação como uma ferramenta de transformação social. "O ENEM foi adiado após mobilização social, onde caminhamos juntos nesta discussão com os diversos segmentos da Educação, estudantes, professores, gestores de escola, instituições de ensino, conselhos, união de prefeitos e de secretários municipais, deputados estaduais e federais, além do movimento dos senadores que aprovaram o projeto de lei do adiamento do ENEM por 75 votos a 1. Isso mostra o total equívoco que seria manter as provas nessas datas e, deixa clara, a intransigência do Governo Federal, que demorou tanto para tomar esta decisão, e mostrou que não há limites para o descaso deles com a Educação", afirmou.

Ainda segundo o secretário Jerônimo, determinar a realização de uma enquete para definir a data do ENEM mostra que o Governo Federal ainda não acordou para os problemas atuais e não quer assumir as suas responsabilidades. "Temos que monitorar a situação provocada pela pandemia da COVID-19 para que, a cada momento, possamos dar o passo certo. Novos erros criarão mais impactos negativos, principalmente para os estudantes da rede pública que são formados, em sua grande maioria, por jovens de classes menos favorecidas. Vamos continuar a apoiar as inscrições e também lutar pra que o adiamento seja compatível com a realidade da quarentena provocada pela  COVID-19. Por isso, acredito que esta seja apenas a nossa primeira vitória", destacou.

O secretário da Educação também  exaltou o trabalho do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (CONSED). "Nós, do CONSED, sempre fomos firmes na nossa posição de adiamento das provas do ENEM. Mas também abertos ao diálogo com o INEP e com os diversos segmentos responsáveis pela realização da prova. A nossa visão é que na Educação não existe partido, mas sim a necessidade de darmos condições para uma formação plena dos estudantes, os preparando não apenas para uma profissão, mas para a vida", disse.

>> Leia Nota Pública do CONSED sobre o adiamento do ENEM


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

BRASIL: Covid-19: 116.683 brasileiros recuperados

Quarta-feira, 20 de Maio de 2020 / Brasil

O número representa 40% do total de casos confirmados no Brasil. Nas últimas 24h, 9.889 pessoas se recuperaram da doença. As informações foram atualizadas até as 19h desta quarta-feira (20/5)

O Brasil confirmou nesta quarta-feira (20) que 116.683 pessoas já se recuperaram do coronavírus em todo o país. Nas últimas 24h, 9.889 pessoas se recuperaram da doença. O número representa 40% do total de casos confirmados atualmente (291.579). Há ainda 156.037 pacientes em tratamento. As informações foram atualizadas até as 19h e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde.

O Governo do Brasil, junto às secretarias de saúde estaduais e municipais, está cuidando de todos. São investimentos em ações e serviços, aquisição de insumos, respiradores, equipamentos e EPIS, além da habilitação de leitos de UTI. Desde abril, a pasta já habilitou 6.142 leitos exclusivos de UTI exclusivos para pacientes graves ou gravíssimos da doença. Somente na última semana foram 2.352 habilitações. Cada leito recebe o dobro do valor por diária de internação. Ao todo, já foram investidos R$ 882,3 milhões, pagos em parcela única para todos os estados brasileiros.

Até o momento, o país registra 19.951 óbitos, sendo que 888 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Isso porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes. Desse total, 223 mortes ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outras 3.483 estão em investigação.

O Ministério da Saúde tem empenhado esforços e investido em infraestrutura, com habilitação de novos leitos de UTI, reforço de recursos humanos e aquisição de equipamentos de proteção individual, insumos e respiradores. A pasta também tem liberado recursos para auxiliar estados e municípios a enfrentarem a pandemia, com o intuito de garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes. Entre abril e maio, já foram habilitados mais de 4 mil leitos de UTI, voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte não registra nenhum óbito.

SITUAÇÃO DE HOJE: 20/05/2020 - 19h
▶️ 291.579 diagnosticados com COVID-19
▶️ 156.037 em acompanhamento (53,5%)
▶️ 116.683 recuperados* (40,0%)
▶️ 18.859 óbitos (6,5%)
     ⏺️ 223 óbitos nos últimos 3 dias
     ⏺️ 3.483 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas à revisão.

GRUPOS DE RISCO

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

BRASIL: Sobe para 106.794 o número de pessoas recuperadas da COVID-19 e 17.971 óbitos

Terça-feira, 19 de Maio de 2020 / Brasil

O número representa 39,3% do total de casos confirmados no Brasil. Nas últimas 24h, 6.335 pessoas se recuperaram da doença. As informações foram atualizadas até as 19h desta terça-feira (19/5)

Subiu para 106.794 o número de pessoas recuperadas da COVID-19 no Brasil, o que representa 39,3% do total de casos confirmados até o momento: 271.628. Nesta segunda-feira (18) o Brasil bateu a marca de 100 mil casos recuperados.  As informações foram atualizadas até as 19h desta terça-feira (19/5) pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Outras 146.863 pessoas estão sendo acompanhadas (54,1%) pelos profissionais de saúde.

Nas últimas 24h, 6.335 pessoas se recuperaram da doença. Até o momento, o país registra 17.971 óbitos, sendo que 1.179 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Os casos foram notificados apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes. Desse total, 225 mortes ocorreram nos últimos três dias e outros 3.319 estão em investigação.

O Ministério da Saúde tem empenhado esforços e investido em infraestrutura, com habilitação de novos leitos de UTI, reforço de recursos humanos e aquisição de equipamentos de proteção individual, insumos e respiradores. A pasta também tem liberado recursos para auxiliar estados e municípios a enfrentarem a pandemia, com o intuito de garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes. Entre abril e maio, já foram habilitados mais de 4 mil leitos de UTI, voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte não registra nenhum óbito.

SITUAÇÃO DE HOJE: 19/05/2020 - 19h

▶️ 271.628 diagnosticados com COVID-19
▶️ 146.863 em acompanhamento (54,1%)
▶️ 106.794 recuperados* (39,3%)
▶️ 17.971 óbitos (6,6%)
     ⏺️ 225 óbitos nos últimos 3 dias
     ⏺️ 3.319 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas à revisão.

GRUPOS DE RISCO

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

BRASIL: Mais de 100 mil brasileiros já estão recuperados da COVID-19

Terça-feira, 19 de Maio de 2020 / Brasil

Número representa 39,5% do total de casos registrados. Informações foram atualizadas até as 19h desta segunda-feira (18/5)

Uma boa notícia para começar a semana. Nesta segunda-feira (18), o Brasil ultrapassou a marca de 100.459 pessoas recuperadas da COVID-19, o que representa 39,5% do total de casos confirmados até o momento: 254.220 pessoas. Outras 136.969 pessoas estão sendo acompanhadas (53,9%) por profissionais que monitoram a evolução da doença. As informações foram atualizadas até as 19h e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o Brasil.

Até o momento, o país registra 16.792 óbitos, sendo que 674 foram registradas nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde de ontem para hoje, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Os casos foram notificados após a conclusão da investigação do motivo das mortes. Desse total, 188 óbitos ocorreram nos últimos três dias e outros 2.277 casos estão em investigação.

Desde o dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado no país, o Governo do Brasil adotou uma série de medidas, junto a estados e municípios, para garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes com a doença. Desde então, o Ministério da Saúde não tem medido esforços para adquirir e distribuir Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), recursos humanos e financeiros, respiradores e insumos. Entre abril e maio, também foram habilitados mais de três mil de UTI voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte não registra nenhum óbito.

SITUAÇÃO DE ONTEM: 18/05/2020 - 19h

▶️ 254.220 diagnosticados com COVID-19
▶️ 136.969 em acompanhamento (53,9%)
▶️ 100.459 recuperados* (39,5%)
▶️ 16.792 óbitos (6,6%)
⏺️ 188 óbitos nos últimos 3 dias
⏺️ 2.277 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas à revisão.

GRUPOS DE RISCO

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Brasil Coronavírus: 241.080 casos confirmados, 94.122 recuperados e 16.118 mortes

Segunda-feira, 18 de Maio de 2020 / Brasil

Os dados foram atualizados pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 19h deste domingo (17/5)

O Ministério da Saúde registrou até as 19h deste domingo (17) o total de 241.080 casos por coronavírus e confirmou que 94.122 (39%) pessoas são considerados recuperadas. Outras 130.840 pessoas estão em acompanhamento. As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o Brasil no sistema oficial do Governo Federal.

Até o momento, o país registra 16.118 mortes por coronavírus, cuja taxa de letalidade é de 6,7%, considerando o total de casos confirmados. Nas últimas 24 horas, foram registrados 7.938 casos e 485 mortes, sendo que a maioria aconteceu em períodos anteriores, mas foi inscrita nos sistemas oficiais do Ministério da Saúde somente de ontem para hoje, após conclusão da investigação da causa da  morte. Assim, dos novos óbitos registrados, 298 ocorreram nos últimos três dias. Outros 2.450 óbitos estão em investigação.

Desde o dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado no país, o Governo do Brasil adotou uma série de medidas, junto a estados e municípios, para garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes com a doença. Desde então, o Ministério da Saúde não tem medido esforços para adquirir e distribuir Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), recursos humanos e financeiros, respiradores e insumos. Entre abril e maio, também foram habilitados 3.810 leitos de UTI voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos por coronavírus.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros. Mas a maior parte não registra nenhum óbito.

GRUPOS DE RISCO

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

BRASIL: Coronavírus 202.918 casos confirmados, 79.479 recuperados e 13.993 mortes

Quinta-feira, 14 de Maio de 2020 / Brasil

Os dados foram atualizados pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 19h desta quinta-feira (14/5)

O Brasil registrou até as 19h desta quinta-feira (14) o total de 202.918 casos de coronavírus e confirmou a recuperação de 79.479 (39,2% do total) pacientes. As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o Brasil.

Até o momento, são 13.993 mortes provocadas pela doença, cuja a taxa de letalidade é de 6,9%, considerando o total de casos confirmados. Nas últimas 24 horas, o país registrou 13.944 novos casos e 844 novas mortes, sendo que a maioria delas aconteceu em períodos anteriores, mas foi inscrita nos sistemas oficiais do Ministério da Saúde somente de ontem para hoje, após conclusão da investigação. Outros 2 mil óbitos estão em investigação.

Desde o dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado no país, o Governo do Brasil adotou uma série de medidas, junto a estados e municípios, para garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes com a doença através da distribuição de recursos, materiais, insumos, equipamentos de proteção individual e habilitação de leitos de UTI.

Atualmente, boa parte dos municípios de todos os estados brasileiros registram casos e óbitos por coronavírus.

Confira o detalhamento de casos e óbitos por UF

SITUAÇÃO DE HOJE: 14/05/2020 - 19h

▶️ 202.918 diagnosticados com COVID-19
▶️ 109.446 em acompanhamento (53,9%)
▶️ 79.479 recuperados* (39,2%)
▶️ 13.993 óbitos (6,9%)
⏺️ 2.000 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão.

GRUPOS DE RISCO
Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Coronavírus: 162.699 casos confirmados e 11.123 mortes no Brasil

Segunda-feira, 11 de Maio de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas até as 19h deste domingo (10) e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde. Do total de casos, 64.957 estão recuperados e outros 86.619 seguem em acompanhamento  

O Ministério da Saúde registrou, até as 19h deste domingo (10), 162.699 casos de coronavírus em todo o Brasil e 11.123 mortes provocadas pela doença. As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Do total de casos confirmados,64.957 são considerados recuperados (39,9%) e outros 86.619 estão em acompanhamento (53,2%).
Nas últimas 24 horas, foram registrados 6.760 casos nos sistemas oficiais do Governo Federal, além de 496 novos óbitos, dos quais 132 ocorreram nos últimos três dias. Ou seja, a maior parte das mortes refere-se a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje após investigação concluída ou em andamento. Outros 1.892 óbitos seguem em investigação.

Apesar de muitos municípios brasileiros ainda não registrarem casos confirmados nem óbitos da doença, de maneira geral o coronavírus está presente em todos os estados brasileiros. São Paulo segue concentrando a maior parte das notificações, com 44.411 casos e 3.608 mortes, seguido do Rio de Janeiro, que tem 16.929 confirmações e 1.653 óbitos. Os estados que apresentam o menor número de notificações são Mato Grosso do Sul, com 346 casos confirmados e 11 mortes, e Mato Grosso, que registra 502 casos e 16 mortes. Tocantins está na antepenúltima posição, com 572 casos e nove óbitos.

Situação do coronavírus até hoje - 10/05/2020
▶️ 162.699 diagnosticados com COVID-19
▶️ 86.619 em acompanhamento (53,2%)
▶️ 64.957 recuperados* (39,9%)
▶️ 11.123 óbitos (6,9%)
⏺️ 132 apresentam data do óbito nos últimos 3 dias
⏺️ 1.892 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

BRASIL: País se aproxima de 10 mil mortos e só perde dos EUA em óbitos/dia

Sábado, 09 de Maio de 2020 / Brasil

Brasil bateu nesta sexta-feira (8) um novo recorde diário, e registrou 751 vítimas fatais da covid-19, sendo o segundo país com mais mortes no Mundo

O Brasil mais uma vez foi o segundo país em mortes nas últimas 24 horas em decorrência da covid-19, ficando só atrás dos Estados Unidos, país mais afetado pela pandemia até o momento.

Segundo a plataforma de estatísticas Worldometers, 1.570 novos óbitos por infecção do novo coronavírus foram registradas nos EUA entre ontem e hoje. Na sequência vem o Brasil, que nesta sexta-feira bateu novo recorde diário, confirmando mais 751 vítimas fatais.

Com o número, o País chegou hoje a 9.897 mortes por causa da covid-19 e pode ultrapassar amanhã a marca dos 10 mil óbitos. Na contagem da Worldometers, o Brasil é o sexto país com mais vítimas fatais da doença, atrás de França, Espanha, Itália, Reino Unido e Estados Unidos.

Em relação ao total de infectados, o governo brasileiro informou que 145.328 pessoas tiveram infecções pelo coronavírus confirmadas, um aumento de 10.222 casos em relação a ontem. Com este número, o Brasil teve o terceiro maior crescimento de casos de covid-19 em números totais, atrás dos Estados Unidos (mais 26.063 casos) e da Rússia (mais 10.699).

Na plataforma de compilação de dados elaborada pela Universidade Johns Hopkins, as mortes pela covid-19 chegaram nesta sexta-feira a 273,8 mil em todo o mundo, e 3,92 milhões de contaminações ocorreram e foram identificadas.


Blogbraga/R7

Compartilhar no Whatsapp

CAIXA ABRE 680 AGÊNCIAS NESTE SÁBADO (9) PARA PAGAMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Sexta-feira, 08 de Maio de 2020 / Brasil

Horário de funcionamento das unidades será de 8h às 12h 

A CAIXA vai abrir 680 agências neste sábado (9), de 8h às 12h, para atendimento do saque em espécie dos beneficiários do Auxílio Emergencial que recebem pela Poupança Social Digital. 

Consulte as agências que estarão abertas no arquivo anexo ou no link abaixo:

www.caixa.gov.br/agenciasabado 

Nos municípios que contam com mais de uma agência, o banco abrirá 50% das unidades. Também estarão abertas as unidades dos municípios que contam com apenas uma agência. 

No estado da Bahia (BA), 38 agências estarão abertas para atender aos beneficiários do Auxílio Emergencial. A CAIXA reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, de 8h às 12h, serão atendidas. Mesmo com as unidades fechando às 12h, o atendimento continua até o último cliente do dia. 

O banco continua atento à situação das filas em todo o Brasil, atuando para que sejam reduzidas de forma gradual. A capacidade de atendimento foi ampliada nas agências com a realocação de mais de 3 mil funcionários, além da contratação adicional de 4.800 vigilantes e quase 900 recepcionistas para organizarem as filas e orientarem o público. 

Unidades móveis 

Cinco caminhões-agência itinerantes também estão atendendo em locais com maior necessidade, conforme cronograma abaixo: 

Alfredo Chaves (ES) - até 08/05;

Nova Xavantina (MT) - 07 a 16/05;

São Felix do Xingu (PA) - 07 a 15/05;

Buriticupu (MA) - 12 a 15/05;

Viseu (PA) - 14 a 29/05. 

O esforço do banco visa atender a população com mais qualidade e garantir que o auxílio chegue a quem realmente precisa. 

Canais Digitais 

A prioridade ainda é manter o atendimento digital, por meio do cadastramento por app, site e a movimentação do benefício pelo CAIXA Tem. Dessa forma, o banco reforça a orientação para que a população só se dirija às agências em último caso. 

Aqueles que receberam o crédito por meio da Poupança Digital CAIXA podem pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras, bem como fazer transferências para outros bancos por meio do aplicativo CAIXA Tem. 

Os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para o auxílio recebem o crédito no mesmo calendário e na mesma forma do benefício regular, por meio do cartão Bolsa Família nos canais de autoatendimento, lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui. 

Vale ressaltar que a prestação de informações sobre cadastro e pagamento do Auxílio Emergencial está disponível apenas por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site auxilio.caixa.gov.br e da central telefônica exclusiva 111. 

Mais informações 

twitter.com/caixa

facebook.com/caixa

instagram.com/caixa

youtube.com/user/canalcaixa


Blogbraga/Assessoria de Imprensa da CAIXA (71) 3421-4216

Compartilhar no Whatsapp

Auxílio Emergencial – Atuação dos Correios

Sexta-feira, 08 de Maio de 2020 / Brasil

A respeito do anúncio feito ontem (7), pelo Ministério da Cidadania, os Correios informam que a atuação da empresa em apoio ao Auxílio Emergencial ainda demanda ajustes em procedimentos e questões técnicas, a serem realizados em conjunto com o ministério.

Dessa forma, as agências dos Correios ainda não estão aptas a realizar qualquer serviço relacionado ao Auxílio Emergencial. Mais informações serão divulgadas oportunamente. 


Blogbraga/Imprensa Correios

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 135.106 casos de coronavírus e 9.146 mortes pela doença

Quinta-feira, 07 de Maio de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas até as 19h desta quarta (6) e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde. Do total de casos, 55.350 estão recuperados e outros 70.610 seguem em acompanhamento

O Ministério da Saúde registrou até as 19h desta quinta-feira (7) o total de 135.106 casos confirmados de coronavírus e 9.146 mortes provocadas pela doença. As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o Brasil. Do total de casos, 55.350 são considerados recuperados (41% do total) e outros 70.610 estão em acompanhamento (52,2% do total).

Nas últimas 24 horas, foram registrados 9.888 novos casos no sistemas oficiais do Governo Federal, além de 610 novos óbitos. No entanto, a maior parte das mortes refere-se a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje após investigação concluída ou em andamento. Do total de mortes, 227 ocorreram nos últimos três dias e outras 1.782 estão em investigação.

Apesar de muitos municípios brasileiros ainda não registrarem casos confirmados nem óbitos da doença, de maneira geral o coronavírus está presente em todos os estados brasileiros. São Paulo segue concentrando a maior parte das notificações, com 39.928 casos e 3.206 mortes, seguido do Rio de Janeiro, que tem 14.156 confirmações e 1.394 óbitos. Os estados que registram as menores notificações, no momento, são Mato Grosso do Sul, que tem 311 casos e dez mortes, e Mato Grosso, com 417 casos e 13 óbitos.

Situação do coronavírus no Brasil até hoje - 07.05.2020
▶️ 135.106 diagnosticados com COVID-19
▶️ 70.610 em acompanhamento (52,2%)
▶️ 55.350 recuperados* (41,0%)
▶️ 9.146 óbitos (6,8%)
     *227 óbitos ocorreram nos últimos 3 dias
     *1.782 óbitos em investigação *estimativas sujeitas a revisão.

Grupos de risco
Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 125.218 casos de coronavírus e 8.536 mortes pela doença

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas até as 19h desta quarta-feira (6) e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde todo o país. Do total de casos confirmados, 51.370 estão recuperados e outros 65.312 estão em acompanhamento

O Brasil registrou 125.218 casos de coronavírus e 8.536 mortes provocadas pela doença até as 19h desta quarta-feira (6). As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. São consideradas recuperadas, após contraírem a doença, 51.370 pessoas, o que representa 41% do total de casos confirmados. Atualmente, estão em acompanhamento outras 65.312 pessoas (52,2%) e 1.643 óbitos permanecem em investigação.

Nas últimas 24 horas foram registrados 10.503 casos novos e 615 novos óbitos, sendo que a maior parte é referente a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje. Das 615 mortes, 140 ocorreram nos últimos três dias. Os números de casos e óbitos representam, respectivamente, um aumento de 9% e 8% em relação à útlima atualização.

Apesar de muitos municípios do país ainda não registrarem casos da doença, de forma geral, o coronavírus está presente em todos os estados do país. Atualmente, São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 37.853 casos e 3.045 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 13.295 casos e 1.205 óbitos. O estado que registra menos notificações é Mato Grosso do Sul, com 288 confirmações de casos e dez mortes. Tocantins aparece em penúltimo lugar, com 351 casos e nove óbitos.

Situação do coronavírus no Brasil até as 19h de hoje - 6.5.2020
▶️ 125.218 diagnosticados com COVID-19
     
Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

CAIXA REDUZ FILAS PARA PAGAMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL EM TODO O PAÍS

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Brasil

Na manhã desta quarta-feira (6), várias agências tiveram filas zeradas logo após o horário de abertura 

A CAIXA registrou, nesta quarta-feira (6), uma redução considerável das filas nas agências em todo o país. Em muitos casos, unidades que antes tinham um grande volume de pessoas em busca do saque do Auxílio Emergencial tiveram as filas zeradas antes da abertura das portas, às 8h, resultado das medidas para agilizar o atendimento. Com auxílio de empregados do banco, quem chegava nas agências hoje já conseguia gerar o código (token) antes das 8h e realizar o saque nos terminais de autoatendimento. 

O banco reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, de 8h às 14h, serão atendidas. Mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente do dia. A CAIXA continua atenta à situação das filas em todo o Brasil, atuando para que sejam reduzidas de forma gradual. 

Entre as medidas, destaque para as parcerias com prefeituras de cerca de 500 cidades, que contribuíram para a sinalização e organização das filas e instalação de impressoras para facilitar a triagem fora da agência, sempre levando em conta os cuidados necessários para evitar a transmissão do novo coronavírus. 

A CAIXA também está reforçando o atendimento nas agências com mais 3 mil funcionários, além de alocar 4.800 vigilantes e quase 900 recepcionistas para organizarem as filas e orientarem o público. 

Cinco caminhões-agência itinerantes também estão atendendo em locais com maior necessidade, conforme cronograma abaixo: 

Alfredo Chaves (ES) - até 08/05;
Nova Xavantina (MT) - 07 a 16/05;
São Felix do Xingu (PA) - 07 a 15/05;
Buriticupu (MA) - 12 a 15/05;
Viseu (PA) - 14 a 29/05. 

O esforço do banco visa atender a população com mais qualidade e garantir que o auxílio chegue a quem realmente precisa, nessa que é a maior ação de bancarização da história do país. 

Balanço 

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento, 50 milhões de brasileiros já receberam o crédito do benefício, ou seja, um em cada três adultos. Ao todo, mais de R$ 35 bilhões já foram creditados. 

Até 9h desta quarta-feira (6), 51,1 milhões de cidadãos se cadastraram para solicitar o benefício. O site auxilio.caixa.gov.br superou a marca de 696 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 130 milhões de ligações. O aplicativo Auxílio Emergencial CAIXA conta com 76,9 milhões de downloads e o aplicativo CAIXA Tem, para movimentação da poupança digital, ultrapassa 82 milhões de downloads. 

Mais informações

auxilio.caixa.gov.br

Central de Atendimento CAIXA – 111

Central de Atendimento do Ministério da Cidadania – 121


Blogbraga/Assessoria de Imprensa da CAIXA

Compartilhar no Whatsapp

Mudança na data de eleições municipais poderá ser decidida em junho

Quarta-feira, 06 de Maio de 2020 / Brasil

Devido às mudanças causadas no país por causa do novo coronavírus, muita gente tem dúvidas se as eleições municipais em outubro estão garantidas. Em uma conversa virtual com a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), o próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, admitiu que a data do pleito, cujo primeiro turno está marcado para 4 de outubro, pode mudar.

Segundo Barroso,a decisão deve ser pautada por parâmetros sanitários e não políticos. “Por minha vontade, nada seria modificado porque as eleições são um rito vital para a democracia. Portanto, o ideal seria nós podermos realizar as eleições. Porém, há um risco real, e, a esta altura, indisfarçável, de que se possa vir a ter que adiá-las”, adiantou Barroso que assumirá a presidência da Corte eleitoral, atualmente comandado por Rosa Weber, no final de maio.

Emenda à Constituição

Como a data do pleito – primeiro final de semana de outubro – está prevista na Constituição Federal, qualquer alteração nesse sentido terá que ser feita pelo Congresso Nacional. Barroso pretende ter uma definição sobre o assunto em junho. É que nesse mês precisam ser feitos os testes nas urnas eletrônicas. Caso isso não seja possível, ele pretende se reunir com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) para que uma emenda constitucional estabeleça um novo calendário.

Convenções

Além da parte logística da Justiça Eleitoral para a organização das eleições , há ainda uma grande preocupação com o calendário político. Os partidos devem realizar convenções – instrumentos que oficializam as candidaturas – entre o final de julho e o dia 5 de agosto. É esse ato que dá o sinal verde para o início da campanha, em 15 de agosto. Se a proibição de aglomerações ainda estiver em vigor no país até lá, a viabilidade do pleito fica comprometida.

Na conversa com os magistrados, Barroso defendeu que, se for o caso, o adiamento seja o mais curto possível. A ideia reprogramar o primeiro turno para 15 de novembro ou no máximo dezembro. O futuro presidente eleito do TSE também rechaçou a hipótese de se fazer a eleição municipal junto com a eleição nacional, em 2022, o que exigiria a prorrogação por dois anos dos mandatos dos atuais prefeitos e vereadores. “Sou totalmente contra essa possibilidade. A democracia é feita de eleições periódicas e alternância no poder”, afirmou. “Os prefeitos e vereadores que estão em exercício neste momento foram eleitos para quatro anos”, lembrou acrescentando que o mandato atual termina no dia 31 de dezembro.

Grupo de trabalho

A despeito das perspectivas do adiamento das eleições, segundo o grupo de trabalho (GT) criado no Tribunal Superior Eleitoral para projetar os impactos da Covid-19 nas atividades ligadas às Eleições Municipais de 2020, até o momento, a realização do pleito é possível. O GT, criado no início de abril, elabora relatórios semanais sobre a situação. No último, entregue na semana passada, o grupo fez um levantamento de ações realizadas, no âmbito do TSE, para gestão de riscos e equipamentos, para a realização de testes dos sistemas eleitorais e para o acompanhamento da evolução de sistemas de apoio. Também foram avaliados serviços prestados pelo TSE e pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) aos cidadãos, a exemplo do alistamento e da regularização da situação eleitoral, e do cadastramento de empresas interessadas em prestar serviços.


Blogbraga/Agência Brasil

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 114.715 casos de coronavírus e 7.921 mortes pela doença

Terça-feira, 05 de Maio de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas até as 19h desta terça-feira (5) e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde todo o país. Do total de casos confirmados, 48.221 estão recuperados e outros 48.221 estão em acompanhamento

O Ministério da Saúde registrou 114.715 casos de coronavírus e 7.921 mortes provocadas pela doença no Brasil até as 20h desta terça-feira (5), segundo informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde todo o país. São consideradas recuperadas após contraírem a doença 48.221 pessoas, o que representa 42% do total de casos confirmados. Atualmente, estão em acompanhamento outras 58.573 pessoas (51,1%) e 1.579 óbitos permanecem em investigação.

Nas últimas 24 horas foram 6.935 casos novos e 600 novos óbitos, sendo que a maior parte é referente a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje. Assim, nas últimas 24h ocorreram, de fato, 76 óbitos.

Apesar de muitos municípios do país ainda não registrarem casos da doença, de forma geral, o coronavírus está presente em todos os estados do país. Atualmente, São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 34.053 casos e 2.851 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 12.391 casos e 1.123 óbitos. O estado que registra menos notificações é Mato Grosso do Sul, com 283 confirmações de casos e dez mortes. Tocantins, agora, tem 303 casos e sete mortes.

Situação dos casos de coronavírus até hoje - 05/05/2020
▶️ 114.715 diagnosticados com COVID-19
▶️ 7.921 óbitos (6,9%)
▶️ 58.573 em acompanhamento* (51,1%)
▶️ 48.221 recuperados* (42,0%)
▶️ 1.579 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 105.222 casos de coronavírus e 7.288 mortes pela doença

Segunda-feira, 04 de Maio de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas até as 16h30 desta segunda-feira (4) e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde todo o país

O Ministério da Saúde registrou 105.222 casos de coronavírus e 7.288 mortes provocadas pela doença no Brasil até as 16h30 desta segunda-feira (4). As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde todo o país. 

Nas últimas 24 horas foram 4.075 casos novos e 263 novos óbitos, sendo que a maior parte é referente a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje.

Apesar de muitos municípios do país ainda não registrarem casos da doença, de forma geral, o coronavírus está presente em todos os estados do país. Atualmente, São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 32.187 casos e 2.654 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 11.721 casos e 1.065 óbitos. O estado que registra menos notificações é Tocantins, com 267 confirmações de casos e seis mortes. Atualmente, a taxa de letalidade da doença é de 6,9%.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

CAIXA AMPLIA HORÁRIO DE TODAS AS AGÊNCIAS PARA ATENDIMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Segunda-feira, 04 de Maio de 2020 / Brasil

Unidades vão abrir 2h mais cedo a partir desta segunda-feira (4)

A CAIXA amplia para toda a rede de agências a abertura antecipada em duas horas. Com a medida, que passa a valer nesta segunda-feira (4), as unidades passarão a funcionar de 8h às 14h. Desde 22 de abril, 1.102 agências já vinham funcionando neste horário. 

Atenta à situação de filas nas agências, a CAIXA vem adotando uma série de medidas para otimizar atendimento. Neste sábado (2), 902 agências foram abertas exclusivamente para atendimento do saque em espécie da Poupança Social. Na última semana, houve abertura de quase 800 agências no feriado de 21 de abril e no sábado (25). 

Também estão sendo alocados mais de 2.800 vigilantes adicionais (2.000 já está atuando), bem como 389 recepcionistas para reforçar orientação e atendimento ao público.

Para reforçar ainda mais o atendimento, o banco anunciou na sexta-feira (1º) um pacote de medidas adicionais:

-Realocação de mais de 3 mil funcionários para ampliar as equipes nas agências

-Contratação de mais 2 mil vigilantes e 500 recepcionistas para orientação e atendimento ao público (no total, reforço de mais de 5,6 mil contratações)

-Disponibilização de cinco caminhões-agência para atendimento em locais com maior necessidade.

O banco também está em contato direto com as prefeituras com objetivo de fechar parcerias para atendimento à população e divulgação de informações.  

Canais Digitais

O banco tem somado todos os esforços para otimizar e acelerar o atendimento em seus canais físicos e digitais. E ressalta a importância de apenas buscarem as agências aqueles usuários que precisam realizar serviços essenciais ou os beneficiários que receberam o auxílio na Poupança Social Digital e desejam fazer o saque em dinheiro. 

A prioridade ainda é manter o atendimento digital, por meio do cadastramento por app, site e a movimentação do benefício pelo CAIXA Tem. Dessa forma, o banco reforça o pedido para que a população só se dirija às agências em último caso. Aqueles que receberam o crédito por meio da Poupança Digital CAIXA podem pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras, bem como fazer transferências para outros bancos por meio do aplicativo CAIXA Tem.

É importante esclarecer que os beneficiários do Auxílio Emergencial que receberam o crédito em poupança da CAIXA podem movimentar o valor digitalmente pelo Internet Banking ou mesmo utilizando o cartão de débito em suas compras. Os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para o auxílio recebem o crédito no mesmo calendário e na mesma forma do benefício regular, por meio do cartão Bolsa Família nos canais de autoatendimento, lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui; ou por crédito na conta CAIXA Fácil.  

Para quem busca informações sobre o cadastro, os canais são o site auxilio.caixa.gov.br, o app CAIXA | Auxílio Emergencial e a central telefônica exclusiva 111.  

Balanço

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento, 50 milhões de brasileiros já receberam o crédito do benefício, ou seja, um em cada três adultos. Ao todo, mais de R$ 35 bilhões já foram creditados.

Até 18h deste sábado (2), 50,2 milhões de cidadãos se cadastraram para solicitar o benefício. O site auxilio.caixa.gov.br superou a marca de 606 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 115 milhões de ligações. O aplicativo Auxílio Emergencial CAIXA conta com 74,3 milhões de downloads e o aplicativo CAIXA Tem, para movimentação da poupança digital, ultrapassa 77 milhões de downloads. 

Mais informações 

auxilio.caixa.gov.br 

Central de Atendimento CAIXA – 111 

Central de Atendimento do Ministério da Cidadania – 121 


Blogbraga/Assessoria de Imprensa da CAIXA

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 96.559 casos de coronavírus e 6.750 mortes pela doença

Sábado, 02 de Maio de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 14h deste sábado (2). Do total de casos confirmados, 40.937 (42,4%) estão recuperados e outros 48.872 estão em acompanhamento

O Ministério da Saúde registrou 96.559 casos de coronavírus e 6.750 mortes da doença no Brasil até as 14h deste sábado (2), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. São consideradas recuperadas da doença 40.937 pessoas, o que representa 42,4% do total de casos confirmados. Atualmente, estão em acompanhamento outras 48.872 pessoas (50,6%) e 1.330 óbitos permanecem em investigação.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 4.970 casos novos e 421 novos óbitos, sendo que destes, 44 óbitos, de fato, ocorreram de ontem para hoje; os demais são referentes a outros períodos e foram registrados hoje.

Apesar de muitos municípios do país ainda não registrarem casos da doença, de forma geral, está presente em todos os estados do país. Atualmente, São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 31.174 casos e 2.586 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 10.546 casos e 971 óbitos, seguido por Ceará, com 8.309 casos e 638 óbitos. O estado que registra menos notificações é Tocantins, com 191 confirmações e quatro mortes.

Situação do coronavírus no Brasil até hoje - 02.05.2020
96.559 diagnosticados com COVID-19
6.750 óbitos (7%)
48.872 em acompanhamento* (50,6%)
40.937 recuperados* (42,4%)
1.330 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Banco do Nordeste contrata R$ 4 bilhões durante período de pandemia

Sábado, 02 de Maio de 2020 / Brasil

O Banco do Nordeste já contratou, durante a pandemia de Covid-19, no período de 16 de março a 29 de abril, novos empréstimos e financiamentos, totalizando R$ 4 bilhões injetados na economia regional. São operações contratadas com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e no âmbito do programa de microcrédito urbano, Crediamigo. 

Com recursos do FNE, foram 64 mil novas operações, no valor de R$ 2,7 bilhões. As contratações  são destinadas a empreendimentos de toda área de atuação do Banco, os nove estados da Região e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. 

Os novos créditos, que fazem parte do esforço da instituição visando injetar recursos na economia regional, mostram, apesar do contexto de crise, o desafio de empreendedores ao instalarem ou ampliarem seus negócios. 

Das 64 mil novas operações de crédito, no total de R$ 2,7 bilhões, 59,2 mil contratações, no valor de R$ 754,7 milhões, são da área rural, enquanto 4,8 mil, correspondentes a R$ 1,9 bilhão, da área não rural. 

Microcrédito

Além dos investimentos com FNE, foram contratadas outras 531 mil operações por meio do programa de microcrédito urbano produtivo e orientado, Crediamigo. As operações totalizam R$ 1,3 bilhão em benefício de microempreendedores urbanos durante o período da pandemia. Considerando o acumulado do ano de 2020, o valor contratado pelo Crediamigo alcança R$ 3,2 bilhões. 

Toda a equipe do Banco do Nordeste permanece em atendimento, de forma presencial ou por meio de teletrabalho, tomando todos os cuidados necessários contra a pandemia, como forma de minimizar os efeitos da doença na economia da Região, sem, no entanto, interromper o atendimento aos empreendedores.


Blogbraga/IMPRENSA - Banco do Nordeste Assessoria

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 91.589 casos de coronavírus e 6.329 mortes pela doença

Sábado, 02 de Maio de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 14h desta sexta-feira (01). Dos 91.589 casos confirmados, 38.039 (41,5) estão recuperados e outros 47.221 (51,6%) estão em acompanhamento.

O Ministério da Saúde registrou 91.589 casos de coronavírus e 6.329 mortes pela doença no Brasil até as 14h desta sexta-feira (01), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Nas últimas 24 horas, foram 6.209 casos novos e 428 novos óbitos. Dos 91.589 casos confirmados, 38.039 estão recuperados (41,5%) e outros 47.221 estão em acompanhamento.  Atualmente, todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 30.374 casos e 2.511 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 10.166 casos e 921 óbitos. O estado que registra menos notificações é Tocantins, com 164 confirmações e três mortes.

Situação do coronavírus no Brasil até hoje - 01.05.2020
 91.589 diagnosticados com COVID-19
 6.329 óbitos (7%)
 47.221 em acompanhamento* (51.6%)
 38.039 recuperados* (41,5%)
 1.642 óbitos em investigação

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

CAIXA CREDITA 1ª PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA MAIS DE 3,6 MILHÕES DE PESSOAS NESTA QUINTA-FEIRA (30)

Quinta-feira, 30 de Abril de 2020 / Brasil

Serão creditados R$ 2,6 bilhões para mais de 1,7 milhão de inscritos pelo app/site e para 1,9 milhão do Bolsa Família

A CAIXA disponibilizará R$ 2,6 bilhões do Auxílio Emergencial para mais de 3,6 milhões de beneficiários nesta quinta-feira (30). Deste total, R$ 1,1 bilhão já disponibilizado pelo Ministério da Cidadania será destinado para 1,7 milhão de pessoas do total de elegíveis que se inscreveram pelo aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial e pelo site auxilio.caixa.gov.br. No total, R$ 920 milhões serão creditados em contas da CAIXA e R$ 211 milhões em contas de outros bancos.

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento do Auxílio Emergencial do governo federal, a quantidade de pessoas que tiveram o benefício creditado pela CAIXA é de 50 milhões, num total de R$ 35,5 bilhões, já considerando os créditos desta quinta (30). Dentre os inscritos pelo app/site, 18,4 milhões já receberam o auxílio e totalizarão mais de 20 milhões de pessoas com esse novo pagamento.

Até o fim da manhã desta quarta-feira (29), 49,2 milhões de cidadãos se cadastraram para solicitar o benefício. O site auxilio.caixa.gov.br superou a marca de 503,2 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 103 milhões de ligações. O aplicativo Auxílio Emergencial CAIXA conta com 67,5 milhões de downloads e o aplicativo CAIXA Tem, para movimentação da poupança digital, ultrapassa 64,7 milhões de downloads.

Saque em espécie:

Os beneficiários que receberam o crédito do Auxílio Emergencial na Poupança Social Digital já podem efetuar o saque do benefício em espécie. O saque é realizado nos caixas eletrônicos da CAIXA, nas unidades lotéricas e nos correspondentes CAIXA Aqui, de forma escalonada, de acordo com o mês de nascimento.

A CAIXA anuncia a antecipação do saque sem cartão para os nascidos em setembro e outubro que já poderão efetuar a transação a partir desse sábado (02).

Confira o calendário:

30 de abril – nascidos julho e agosto

02 de maio – nascidos em setembro e outubro

05 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Para realizar o saque, o beneficiário precisa atualizar o aplicativo CAIXA Tem, fazer o login e selecionar a opção “saque sem cartão”. O app vai gerar um código autorizador para saque, com validade de duas horas.

 
O app CAIXA Tem está disponível exclusivamente para clientes da Poupança Social Digital. Os beneficiários do Bolsa Família, pessoas que já têm poupança na CAIXA e correntistas de outros bancos não precisam baixar o App.

A CAIXA organizou o calendário de pagamento em espécie com o objetivo de evitar aglomerações nos pontos de atendimento, o que exporia empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio do novo coronavírus (Covid-19).

CAIXA abre agências no sábado (02):

A CAIXA abrirá 800 agências neste sábado (02) para atendimento exclusivo de informações e saque sem cartão do auxílio emergencial.

Consulte as agências que estarão abertas:

http://www.caixa.gov.br/caixacomvoce/agencias-horario-especial/Paginas/default.aspx

Mais informações

auxilio.caixa.gov.br

Central de Atendimento CAIXA – 111

Central de Atendimento do Ministério da Cidadania – 121


Blogbraga/Assessoria de Imprensa da CAIXA

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 78.162 casos de coronavírus e 5.466 mortes da doença

Quarta-feira, 29 de Abril de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 14h desta quarta-feira (29). Dos 78.162 casos confirmados atualmente, 34.132 estão recuperados (44%) e 38.564 estão em acompanhamento

O Ministério da Saúde registrou 78.162 casos de coronavírus e 5.466 mortes da doença no Brasil até as 14h desta quarta-feira (29), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Nas últimas 24 horas, foram 6.276 casos novos e 449 novos óbitos. Dos 78.162 casos confirmados atualmente, 34.132 estão recuperados (44%) e 38.564 estão em acompanhamento. Existem ainda 1.452 óbitos que estão em investigação. Os dados foram apresentados pelo ministro da Saúde, Nelson Teich, durante audiência por videoconferência do Senado Federal na tarde desta quarta-feira (29).

Atualmente, todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 26.158 casos e 2.247 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 8.869 casos e 794 óbitos. O estado que registra menos notificações é Tocantins, com 116 registros e três mortes.

Situação do coronavírus no Brasil até hoje - 29.04.2020

▶️ 78.162 diagnosticados com COVID-19
▶️ 5.466 óbitos (7%)
▶️ 38.564 em acompanhamento* (49%)
▶️ 34.132 recuperados* (44%)
▶️ 1.452 óbitos em investigação

*estimativas sujeitas a revisão.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 71.886 casos de coronavírus e 5.017 mortes da doença

Terça-feira, 28 de Abril de 2020 / Brasil

Imagem ilustrativa - Google

As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 14h desta terça-feira (28). Dos 71.886 casos confirmados atualmente, 32.544 estão recuperados (45%%) e 34.325 estão em acompanhamento

O Ministério da Saúde registrou 71.886 casos de coronavírus e 5.017 mortes da doença no Brasil até as 14h desta terça-feira (28), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Nas últimas 24 horas, foram 5.385 casos novos e 474 novos óbitos.

Dos 71.886 casos confirmados atualmente, 32.544 estão recuperados (45%) do total e 34.325 estão em acompanhamento. Existem ainda 1.156 óbitos que estão em investigação.

Atualmente, todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 24.041 casos e 2.049 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 8.504 casos e 738 óbitos. O estado que no momento registra menos notificações é Tocantins, com 79 casos e duas mortes.

Situação do coronavírus no Brasil até hoje - 28.04.2020
71.886 diagnosticados com COVID-19
5.017 óbitos (7%)
34.325 em acompanhamento* (48%)
32.544 recuperados* (45%)
1.156 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Brasil registra 66.501 casos de coronavírus e 4.543 mortes da doença

Segunda-feira, 27 de Abril de 2020 / Brasil

As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 14h desta segunda-feira (27). Dos 66.501 casos confirmados atualmente, 31.142 estão recuperados (47%) e 30.816 estão em acompanhamento

O Ministério da Saúde registrou 66.501 casos de coronavírus e 4.543 mortes da doença no Brasil até as 14h desta segunda-feira (27), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Nas últimas 24 horas, foram 4.613 casos novos e 338 novos óbitos. 

Dos 66.501 casos confirmados atualmente, 31.142 estão recuperados (47%) do total e 30.816 estão em acompanhamento. Existem ainda 1.136 óbitos que estão em investigação.

"O nosso grande foco hoje é a parte de como garantir a infraestrutura necessária para que as pessoas sejam cuidadas e tratadas. Nesse momento, realmente, cuidar das pessoas e salvar o maior número de pessoas é a prioridade absoluta, absoluta. A gente vai ter um trabalho intenso com estados e municípios, essa semana já vamos ter reunião com os governadores", destacou o ministro da Saúde, Nelson Teich, durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (27) em Brasília.

Atualmente, todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 21.696 casos e 1.825 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 7.944 casos e 677 óbitos. O estado que no momento registra menos notificações é Tocantins, com 67 casos e duas mortes.

Situação do coronavírus no Brasil hoje - 27.04.2020
66.501 diagnosticados com COVID-19
4.543 óbitos (7%)
30.816 em acompanhamento* (46%)
31.142 recuperados* (47%)
1.136 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

COMEÇA NESTA SEGUNDA-FEIRA (27) SAQUE EM ESPÉCIE DO AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA BENEFICIÁRIOS COM POUPANÇA DIGITAL

Segunda-feira, 27 de Abril de 2020 / Brasil

Atendimento será por mês de nascimento; nesta segunda, poderão sacar os nascidos em janeiro e fevereiro 

A partir desta segunda-feira (27), os beneficiários que receberam o crédito do Auxílio Emergencial na Poupança Social Digital já têm a possibilidade de saque do benefício em espécie. O saque será realizado nos caixas eletrônicos da CAIXA, nas unidades lotéricas e nos correspondentes CAIXA Aqui, de forma escalonada, de acordo com o mês de nascimento. 

Na data prevista, conforme o calendário abaixo, os cidadãos terão esta opção habilitada no aplicativo CAIXA Tem, para geração de um código autorizador de saque. 

Confira o calendário: 

27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro

28 de abril – nascidos em março e abril

29 de abril – nascidos em maio e junho

30 de abril – nascidos julho e agosto

04 de maio – nascidos em setembro e outubro

05 de maio – nascidos em novembro e dezembro 

O calendário do saque em espécie foi instituído pela CAIXA com o objetivo de evitar aglomerações nos pontos de atendimento, o que exporia empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio do novo coronavírus (Covid-19). 

Para realizar o saque, é preciso atualizar o aplicativo CAIXA Tem, fazer o login, selecionar a opção “saque sem cartão” e informar o valor a ser retirado.  O app vai gerar um código autorizador para saque, com validade de duas horas, que deve ser utilizado nos caixas eletrônicos, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes CAIXA Aqui. 

A CAIXA ressalta que continua disponível a opção de utilização dos recursos creditados na Poupança Social Digital pelo aplicativo, para pagamento de boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras, bem como para transferências, entre outros serviços. 

Nova versão do aplicativo CAIXA Tem:

Para acessar a funcionalidade do saque sem cartão, a CAIXA liberou uma nova versão do aplicativo CAIXA Tem. A atualização já está disponível para download. Além da funcionalidade “saque sem cartão”, a nova versão do aplicativo também traz ampliação da capacidade de acessos simultâneos, disponibilizando uma previsão de atendimento aos usuários que não conseguirem acesso imediato nos horários de maior utilização. 

Vale lembrar que o CAIXA Tem está disponível exclusivamente para clientes da Poupança Social Digital. Os beneficiários do Bolsa Família, pessoas que já têm poupança na CAIXA e correntistas de outros bancos não precisam baixar o app.

Beneficiários com poupança na CAIXA e público Bolsa Família:

A CAIXA esclarece que os beneficiários do Auxílio Emergencial que receberam o crédito em poupança da CAIXA podem movimentar o valor digitalmente pelo Internet Banking ou mesmo utilizando o cartão de débito em suas compras. 

Os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para receber o auxílio receberão o crédito no mesmo calendário e na mesma forma do benefício regular. Segue o calendário dos próximos pagamentos para este público: 

Segunda-feira (27):

1.921.061 pessoas – NIS final 7 

Terça-feira (28):

1.917.991 pessoas - NIS final 8 

Quarta-feira (29):

1.920.953 pessoas - NIS final 9 

Quinta-feira (30):

1.918.047 pessoas - NIS final 0

Balanço:

Desde 9 de abril, quando teve início o pagamento do Auxílio Emergencial do Governo Federal, a CAIXA já creditou o benefício para 39,1 milhões de pessoas, num total de R$ 27,7 bilhões. Dentre os inscritos pelo app/site, 15,2 milhões já receberam o auxílio.

Até às 14h desta segunda-feira (27), 48,4 milhões de cidadãos já se cadastraram para recebimento do benefício. O site auxilio.caixa.gov.br superou a marca de 383 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 86 milhões de ligações. O aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial soma 63,8 milhões de downloads e o aplicativo CAIXA Tem, para movimentação da poupança digital, supera 52,7 milhões de downloads.

Medidas para atendimento e redução de filas:

Visando manter a segurança de clientes, funcionários e colaboradores, as agências das CAIXA estão funcionando apenas com atendimento de serviços essenciais. Para manter o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas, o fluxo de clientes está sendo controlado no interior das unidades; nas salas de autoatendimento, é permitida a entrada de uma ou duas pessoas por máquina, de acordo com o espaço físico disponível.

O banco também reforçou o protocolo de higienização das unidades priorizando a limpeza das superfícies de contato humano, portas de entrada, maçanetas e vidros do entorno, teclados dos terminais de autoatendimento, balcões de caixa, torneiras e aparelhos sanitários com periodicidade mínima de seis vezes ao dia.

A CAIXA adotou ainda medidas para reduzir as filas e facilitar o atendimento, como a abertura antecipada em duas horas de 1.102 agências pelo país, funcionando das 8h às 14h. Na última semana, houve funcionamento de quase 800 agências no feriado de 21 de abril e no sábado (25). Também estão sendo alocados mais de 2.800 vigilantes adicionais, bem como recepcionistas para reforçar orientação e atendimento ao público.

Nas unidades lotéricas, os clientes também estão sendo orientados a manter distância mínima de um metro para o próximo da fila, como forma de contribuir para a contenção da pandemia. 

Vale ressaltar que a prestação de informações sobre cadastro e pagamento do Auxílio Emergencial está disponível por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site auxilio.caixa.gov.br  e da central telefônica exclusiva 111. 


Blogbraga/Assessoria de Imprensa da CAIXA

Compartilhar no Whatsapp

Coronavírus: Brasil registra 58.509 casos e 4.016 mortes

Sábado, 25 de Abril de 2020 / Brasil

Dos 58.509 casos diagnosticados, 29.160 pessoas são consideradas recuperadas e outras 25.333 estão em acompanhamento. Informações foram atualizadas até as 14h deste sábado (25)

O Ministério da Saúde registrou 58.509 casos de coronavírus no Brasil e 4.016 mortes até as 14h deste sábado (25), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde. Nas últimas 24 horas, foram registrados 5.514 novos casos e 346 novos óbitos. Até agora, do total de casos confirmados, 29.160 pessoas são consideradas recuperadas, correspondendo a 50% dos casos diagnosticados e outras 25.333 permanecem em acompanhamento.

Todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 20.004 casos e 1.667 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 6.828 casos e 615 óbitos.

Situação do coronavírus no Brasil até hoje - 25.04.2020

58.509 pacientes diagnosticados com COVID-19
4.016 óbitos (7%)
25.333 em acompanhamento* (43%)
29.160 recuperados* (50%)
1.312 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

Dono do Armazém Paraíba morre aos 89 anos

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Brasil

Morreu nesta sexta-feira (24), aos 89 anos, o empresário João Claudino Fernandes. O fundador do Grupo Claudino, nasceu na cidade de Luis Gomes, Rio Grande do Norte, dono do Armazém Paraíba, estava em Teresina internado no Hospital de Terapia Intensiva (HTI), segundo informações. Ele morreu em consequência de problemas cardíacos e outras comorbidades.

O Armazém Paraíba foi aberto em Teresina, em 1968. Ao longo de sua história, Claudino se tornou dono de uma das maiores empresas do ramo varejista no país.

Junto ao irmão Valdecy, João construiu um "império", em 2013, eles se separaram. 

Ao longo de mais de 50 anos de trabalho no ramo empresarial, João Claudino se tornou dono de uma das maiores redes varejistas do Nordeste, com 13 empresas e mais de 15 mil funcionários.

A cerimônia de velório e enterro foram restritas à família por causa da pandemia de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

"O co-fundador que era tão importante para todos, quero enviar os meus sinceros pêsames para toda a família e amigos. É preciso muita força e união para ultrapassar uma perda desta dimensão, que Deus conforte a todos" deseja Nelson, gerente da Loja Armazém Paraíba, localizada na rua Pernambuco em Luis Eduardo Magalhães.


Blogbraga

Compartilhar no Whatsapp

CAIXA CREDITA MAIS R$ 1,2 BILHÃO DA 1ª PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL NESTA SEXTA-FEIRA (24)

Sexta-feira, 24 de Abril de 2020 / Brasil

Benefício estará disponível no sábado (25) para 1,9 milhão de inscritos pelo app/site

A CAIXA creditará mais R$ 1,2 bilhão da primeira parcela do Auxílio Emergencial na noite desta sexta-feira (24) para 1,9 milhão do total de elegíveis que se inscreveram pelo aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial e pelo site auxilio.caixa.gov.br. Os recursos, que já foram disponibilizados pelo Ministério da Cidadania, poderão ser acessados no sábado (25).

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento do Auxílio Emergencial do governo federal, a CAIXA já creditou o benefício para 33,2 milhões de pessoas, num total de R$ 23,5 bilhões. Dentre os inscritos pelo app/site, 13,1 milhões já receberam o auxílio e totalizarão 15 milhões de pessoas com esse novo pagamento.

Até a noite desta quinta-feira (23), 45,9 milhões de cidadãos já se cadastraram para recebimento do benefício. O site auxilio.caixa.gov.br superou a marca de 275,5 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 68,6 milhões de ligações. O aplicativo Auxílio Emergencial CAIXA soma 57,2 milhões de downloads e o aplicativo CAIXA Tem, para movimentação da poupança digital, supera 37,2 milhões de downloads.

Informações e pagamento do Auxílio Emergencial

A CAIXA esclarece que os beneficiários do Auxílio Emergencial que receberam o crédito em poupança da CAIXA podem movimentar o valor digitalmente pelo Internet Banking ou mesmo utilizando o cartão de débito em suas compras. Aqueles que receberam o crédito por meio da Poupança Digital CAIXA podem pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras, bem como fazer transferências para outros bancos por meio do aplicativo CAIXA Tem.

Vale ressaltar que a prestação de informações sobre cadastro e pagamento do Auxílio Emergencial está disponível apenas por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site auxilio.caixa.gov.br e da central telefônica exclusiva 111.

Bolsa Família

Além dos beneficiados desta sexta-feira (24), a CAIXA segue creditando o benefício também para os elegíveis do programa Bolsa Família conforme o calendário abaixo:

Sexta-feira (24):

1.919.453 pessoas - NIS final 6
 
Segunda-feira (27):

1.921.061 pessoas – NIS final 7
 
Terça-feira (28):

1.917.991 pessoas - NIS final 8
 
Quarta-feira (29):

1.920.953 pessoas - NIS final 9
 
Quinta-feira (30):

1.918.047 pessoas - NIS final 0
 
Saque em espécie

Com o objetivo de evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, expondo empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio, a CAIXA escalonou o calendário de saque. Os recursos creditados na Poupança digital podem ser utilizados por meio do app CAIXA Tem para pagamentos e transferências, entre outros serviços. Quem indicou conta bancária anterior ou vai receber os R$ 600 em substituição ao Bolsa Família não tem restrição para saque.

Segue o calendário de saque em espécie da poupança digital sem cartão nos canais de autoatendimento e lotéricas:

27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro
28 de abril – nascidos em março e abril
29 de abril – nascidos em maio e junho
30 de abril – nascidos julho e agosto
04 de maio – nascidos em setembro e outubro
05 de maio – nascidos em novembro e dezembro


Blogbraga/Assessoria de Imprensa da CAIXA

Compartilhar no Whatsapp

Coronavírus: Brasil registra 45.757 casos e 2.906 mortes

Quarta-feira, 22 de Abril de 2020 / Brasil

Foto: Erasmo Salomão / ASCOM MS

O Ministério da Saúde registra 45.757 casos de coronavírus no Brasil e 2.906 mortes até as 14h desta quarta-feira (22), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde. Até agora, do total de casos confirmados, 25.318 pessoas são consideradas recuperadas, correspondendo a 55,3% dos casos diagnosticados e outras 17.533 permanecem em acompanhamento.

Todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 15.914 casos e 1.134 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 5.552 casos e 490 óbitos. A taxa de letalidade por coronavírus, atualmente, é de 6,4%.

Dados de recuperados por coronavírus até 22/04
▶️ 45.757 pacientes diagnosticados com Covid-19
▶️ 2.906 óbitos (6,4%)
▶️ 17.533 em acompanhamento (38,3%)
▶️ 25.318 recuperados (55,3%)

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Combate ao coronavírus

Nesta segunda-feira (20), o ministro da Saúde, Nelson Teich, ampliou de 23,9 milhões para 46,2 milhões a previsão de aquisição de testes, seja por compras diretas ou por meio de doações, para diagnóstico da COVID-19. Deste total, são 24,2 milhões de testes RT-PCR (biologia molecular) e 22 milhões de testes rápidos (sorologia). A iniciativa faz parte dos esforços do Ministério da Saúde na busca de novas compras no mercado nacional e internacional para ampliação da testagem do coronavírus no Brasil.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp

BOLETIM OFICIAL CORONAVÍRUS: Coronavírus: 43.079 casos e 2.741 mortes no Brasil - Última atualização em Terça, 21 de Abril de 2020, 18h03

Terça-feira, 21 de Abril de 2020 / Brasil

Foto: G1

O Ministério da Saúde registrou 43.079 casos de coronavírus no Brasil até as 14h desta terça-feira (21). Ao todo, são 2.741 mortes confirmadas até o momento. As informações foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde.

Todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 15.385 casos e 1.093 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 5.306 casos e 461 óbitos. A taxa de letalidade por coronavírus, atualmente, é de 6,4%.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Combate ao coronavírus

Nesta segunda-feira (20), o ministro da Saúde, Nelson Teich, ampliou de 23,9 milhões para 46,2 milhões a previsão de aquisição de testes, seja por compras diretas ou por meio de doações, para diagnóstico da COVID-19. Deste total, são 24,2 milhões de testes RT-PCR (biologia molecular) e 22 milhões de testes rápidos (sorologia). A iniciativa faz parte dos esforços do Ministério da Saúde na busca de novas compras no mercado nacional e internacional para ampliação da testagem do coronavírus no Brasil.


Blogbraga/Ministério da Saúde

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2020
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
Contabilidade Rio Grande - Parceira dessa Causa
PARCEIROS
Sportime Online Celulares DBT LH Madeiras Casa da Ferramenta DPVAT Barreiras Luz motos ORIX P&F Ofertas - Hiper Santo Antonio CISO Delicia Sutrans Dique Denuncia G7 NET Extreme Casa do Marceneiro AFS Midori Paisagismo Grupo Marabá PM Casa da Informática Global Polícia Civil ASMAT Odontolessa Imperial Vida Farma Dupará Açaí Oeste Beton Paraíba Coyote Oeste Manutenção Jaú Guarda Municipal Contabilidade Rondon Minas Aço Mineiros Neli