COVID-19

NOTÍCIAS

Bahia registra 108 casos de Covid-19, com 16 pacientes curados

Sexta-feira, 27 de Março de 2020 / Bahia

A Bahia registra 108 casos confirmados com coronavírus (Covid-19), 1.082 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até as 17 horas desta quinta-feira (26). A boa notícia é que, do total de casos, 16 estão curados, sendo dois no dia de hoje. Entre eles, uma mulher de 95 anos, que estava hospitalizada.

Os municípios com casos positivos são estes: Alagoinhas (01); Barreiras (01); Brumado (01); Camaçari (01); Canarana (01); Conceição do Jacuípe (01); Conde (01); Feira de Santana (09); Ilhéus (01); Itabuna (02); Jequié (01); Juazeiro (02); Lauro de Freitas (05); Porto Seguro (10); Prado (02); Salvador (63 casos, sendo 60 residentes na capital, 1 residente em Mossoró RN, 1 São Paulo e 1 Miami); São Domingos (01); Teixeira de Freitas (01) e 4 estão em investigação sobre o local de residência e infecção. Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

Além dos 16 casos curados, a Bahia possui 51 pacientes em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato, sete pacientes encontram-se hospitalizados, sendo todos em Salvador, e 34 estão em investigação epidemiológica junto aos municípios.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:
1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Impressoras 3D são utilizadas para produção de protetores faciais no combate à Covid-19 na Bahia

Sexta-feira, 27 de Março de 2020 / Bahia

Esforço colaborativo do Governo baiano, que reúne Secti, Sesab, SDE, Seplan, Casa Civil e Corpo de Bombeiros, une Makers para produzir dispositivo essencial que ajuda a proteger contra a transmissão do coronavírus

Uma rede de makers, profissionais que colocam a mão na massa para produzir por conta própria diversos tipos de materiais, está sendo formada na Bahia para ajudar na luta contra o novo coronavírus. Foi lançado, nesta quarta-feira (25), com apoio do Governo do Estado, o projeto Face Shield for Life, reunindo e convidando os “fazedores” para que utilizem suas impressoras 3D na produção de protetores faciais, EPIs essenciais para minimizar o risco do contágio pela Covid-19. O Hospital Couto Maia deve receber um primeiro lote da doação, com 200 unidades, ainda nesta quarta.

O projeto Face Shield for Life 3D (www.faceshieldforlife3d.com) é uma iniciativa de professores e voluntários da Escola Bahiana de Medicina, Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). As impressoras 3D, também utilizadas na Itália para produção de materiais que auxiliem o sistema de saúde, são máquinas primordiais para imprimir, através de tecnologia tridimensional, e criar próteses, peças decorativas e os próprios protetores faciais.

A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia, Adélia Pinheiro, explica que essa é uma rede de solidariedade formada por profissionais capacitados. “Temos um comitê gestor com representantes de instituições parceiras que estão nos ajudando nesta missão de imprimir protetores faciais. Nossos parceiros têm como meta a produção de 10 mil equipamentos em uma semana”, revela. “Já temos impressoras 3D rodando em instituições de ensino, empresas e residências nos municípios de Salvador, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Ilhéus, Jequié, Vitória da Conquista, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Rio de Janeiro e São Paulo. Todos os equipamentos produzidos serão entregues gratuitamente a profissionais de saúde de hospitais públicos e privados”, esclarece.

“Fomos procurados pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) e toda produção de agora em diante será entregue para o órgão, que cuidará da distribuição de acordo com a necessidade das unidades de saúde. É importante lembrar que o EPI é um complemento às máscaras do tipo N95, que protege apenas nariz e boca”, explica o pesquisador Leandro Brito, doutor em Modelagem Computacional e Tecnologia Industrial e professor da UFOB.

Rede do bem

"Todo esforço é fundamental neste momento de enfrentamento estratégico ao coronavírus. Estamos auxiliando a formação de hubs em todo o estado, com esses profissionais que voluntariamente estão produzindo equipamentos para ajudar a rede pública de saúde a conter o avanço do Covid-19. Estamos contatando empresas do setor de Plástico para que possam ajudar com insumos", afirma o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Para o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, a máscara produzida nas impressoras 3D é mais uma importante barreira de proteção para os profissionais de saúde, "dando maior segurança e diminuindo a possibilidade de contato com gotículas de saliva ou secreções dos pacientes".  Ele explica que esse tipo de EPI cobre todo o rosto com plástico transparente e ajuda, principalmente, a proteger a área dos olhos. "Mas vale ressaltar que a utilização desse equipamento não descarta a necessidade do uso da máscara N95", completa.

O projeto Face Shield for Life 3D conta ainda com apoio popular, que ajuda contribuindo com uma ‘vaquinha’ online. A meta inicial, de R$ 10 mil, estabelecida pelos makers voluntários, foi alcançada em menos de 12 horas. Com a grande procura do equipamento, a meta foi ampliada para R$ 50 mil e, até o fechamento desta matéria, as doações passavam de R$ 30 mil. O dinheiro arrecadado é utilizado para a compra de insumos.

Quem possuir uma impressora 3D e quiser colaborar com o projeto, deve fazer contato com um dos membros do comitê gestor do projeto, no site oficial do projeto. Para baixar os arquivos necessários à impressão, basta acessar encurtador.com.br/kHZ01.


Blogbraga/Ascom Secti/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Coronavírus: Bancada da Bahia destina R$ 214 milhões de emendas para o estado

Sexta-feira, 27 de Março de 2020 / Bahia

Com o objetivo de fortalecer a luta contra o coronavírus, o coordenador da Bancada da Bahia, deputado federal Daniel Almeida (PCdoB) anunciou que serão destinados R$ 214 milhões no combate do covid-19. Na Bahia, existem 104 casos da doença confirmados, com previsão do aumento considerável deste número para os próximos dias.

“Todos os membros concordaram em fazer o remanejamento das emendas de bancada para ações de combate ao coronavírus. Os recursos financeiros serão utilizados pelo estado e municípios baianos para o enfrentamento desta grave crise na saúde. No inicio da semana fiz uma reunião online com o governador e todos os parlamentares, onde adotamos essa postura para conter o avanço da doença”, contou Almeida. 

Ainda de acordo com Daniel, os próximos dias serão decisivos para a liberação destes recursos. “A nossa expectativa é que uma medida provisória definindo os critérios de destinação desse recurso seja publicada o mais rápido possível e que a emenda da bancada seja liberada e todas as medidas contra o coronavírus sejam adotadas”, afirmou.

A bancada baiana no Congresso conta 39 deputados federais e três senadores que integram a 56ª legislatura e deliberam sobre o orçamento do governo federal para ações públicas em diversas áreas do estado da Bahia.


Blogbraga/ASCOM

Compartilhar no Whatsapp

UPB promove segunda reunião virtual com governador com 1500 participantes

Sexta-feira, 27 de Março de 2020 / Bahia

Perguntas dos prefeitos ao governador foram encaminhadas pela entidade, em encontro online, que aconteceu nesta quinta-feira (26)

A solução para essa crise grave de enfrentamento ao novo coronavírus não vai ser municipal e sim regional. Esse foi o principal entendimento passado pelo governador Rui Costa, aos prefeitos baianos, em transmissão ao vivo, que aconteceu na manhã desta quinta-feira, 26. A segunda reunião virtual, que contou com cerca de 1500 participantes, entre prefeitos, secretários e técnicos municipais, teve apoio da União dos Municípios da Bahia - UPB. A entidade municipalista articulou a participação dos prefeitos, na convocação e no envio das perguntas dos gestores municipais respondidas pelo governador.

Rui enfatizou que “cada prefeito sozinho não vai conseguir garantir o atendimento que o cidadão precisa” e união é a palavra-chave, nesse momento. A opinião é compartilhada pelo presidente da UPB, vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro. “O governador está conduzindo essa situação de forma extremamente responsável. O momento é desafiador para todos e a nossa união está sendo determinante. Soluções regionais garantem melhores resultados para os cidadãos”, avaliou.

O governador solicitou que os prefeitos de cada região ou consórcios de saúde façam, até esta sexta-feira, dia 27, uma reunião virtual para que o governo possa ter uma referência de atendimento ou ponto de triagem e um local para específico recolher material a ser examinado em Salvador.

O governador disponibilizou os telefones de sua equipe para atendimento direto aos prefeitos. Rui Costa afirmou que está atuando regionalmente e usando os recursos disponíveis no momento. Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA) - Marcus Cavalcanti (71) 3115 8505; Casa Civil - Carlos Melo (71) 3115 6513; Secretaria de Saúde - Cassio Garcia (71) 3115 9696; e Secretaria de Desenvolvimento Econômico - Paulo Guimarães (71) 3115 7831.

“O papel dos prefeitos e prefeitas da Bahia tem sido decisivo, com atitude firme e dedicada. A gente está se mantendo unido e, graças a isso, é que a Bahia está com uma média muito abaixo do Brasil e nós precisamos continuar assim. Todo mundo junto, governador, prefeitos e prefeitas de mão dadas ‘pela internet’ é que nós vamos chegar lá”, finalizou.

Entre os assuntos abordados nesta segunda reunião estiveram:

Medidas restritivas – o governador reforçou que respeita autonomia municipal, mas sugere que as restrições ocorram de maneira progressiva e gradativa de acordo com a evolução da doença no município e região;

Festas, filas e aglomeração de pessoas – evitar totalmente, ainda que os municípios não tenham casos. Manter a quarentena;

Policlínicas – estas não têm estruturas de emergência como as UPAs, então, neste momento, não há recomendação de uso das Policlínicas para atendimento a pacientes de coronavírus;

Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) – governo fez compras destes equipamentos e está aguardando recebimento para enviar aos municípios. Se alguma cooperativa ou indústria do município estiver produzindo esses materiais, o gestor pode indicar ao governo para aquisição;

Bloqueio de rodovias – o governador é contra essa ação e pediu a compreensão dos prefeitos e prefeitas de não fecharem as rodovias estaduais, pois, assim, o governo terá que abrir. “Não podemos bloquear o fluxo de mercadorias para não entrarmos em colapso. Pode ser feita uma triagem, medir a temperatura de quem passa ali. Estamos enviando amanhã (27.03) máquinas que medem a temperatura. Fazer isso é válido”, disse;

Atendimento exclusivo – é necessário estruturar atendimentos exclusivos a pacientes de coronavírus e não colocar estes pacientes em hospitais municipais junto com outros, porque a chance de contaminação é muito alta e as pessoas internadas com outras doenças estão totalmente debilitadas. “A média mundial de infecção dos profissionais da saúde é de 12%. Na Itália 40% dos profissionais de saúde foram infectados. Eles, de forma inevitável, fazem o vírus circular rapidamente”, exemplificou;

Ativação de UPAs – será feito um “cinturão regional” para usar UPAs que estão prontas, mas não foram inauguradas. O governador disse que vai publicar ainda nesta quinta-feira, dia 26, a relação das UPAS a serem ativadas;

Exames - O estado vai buscar. É necessário que os prefeitos se organizem regionalmente e definam o município de retirada “precisamos unificar um locar para buscar os exames”. Todos os dias o governo vai buscar e trazer para Salvador.


Blogbraga/UPB

Compartilhar no Whatsapp

Bahia registra 104 casos de Covid-19

Quinta-feira, 26 de Março de 2020 / Bahia

A Bahia registra 104 pacientes confirmados com coronavírus (Covid-19), 981 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até as 11 horas desta quinta-feira (26). Os 13 novos casos foram registrados em Salvador (06); Alagoinhas (01); Itabuna (01); Feira de Santana (01); Porto Seguro (02). Os outros dois casos são de chineses que estão em investigação. A vigilância epidemiológica está investigando o local que houve a contaminação.

Os municípios com casos positivos são estes: Alagoinhas (01); Barreiras (01); Brumado (01); Camaçari (01); Canarana (01); Conceição do Jacuípe (01); Conde (01); Feira de Santana (09); Ilhéus (01); Itabuna (02); Jequié (01); Juazeiro (02); Lauro de Freitas (03); Porto Seguro (10); Prado (02); Salvador (63 casos, sendo 60 residentes na capital, 1 residente em Mossoró RN, 1 São Paulo e 1 Miami); São Domingos (01); Teixeira de Freitas (01); e 2 em investigação epidemiológica. Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

Até o momento, 14 casos estão com diagnóstico clínico de cura. Há duas semanas eles estão assintomáticos.

De modo reiterado, ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2
Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:
1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Em reunião com prefeitos, Rui tira dúvidas sobre Covid-19 e destaca "nossa orientação não é fechar rodovias"

Quinta-feira, 26 de Março de 2020 / Bahia

A manhã desta quinta-feira (26) foi marcada por uma nova videoconferência liderada pelo governador Rui Costa para responder perguntas de prefeitos de todo o território baiano sobre problemas gerados pela pandemia do novo coronavírus. O envio de máscaras e álcool em gel para os municípios e a articulação que vem sendo feita pelo governo estadual para repasse das emendas parlamentares a fim de aplicação na área da saúde, nas diferentes regiões do estado, fizeram parte das questões apresentadas.  

Acompanhado do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, o governador tirou dúvidas como a apresentada pelo prefeito de Bom Jesus da Lapa e presidente da União dos Municípios, Eures Ribeiro, que tratou da interlocução do Estado para criação de unidades de tratamento da COVID-19, também no interior.  

“Essa doença exige atendimento de alta complexidade, leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI), por isso iremos concentrar, enquanto for possível, o tratamento dos casos que necessitem internação apenas em Salvador. É possível que haja, em breve, a regionalização dos atendimentos, capitaneada pelo Estado, já que cada prefeito sozinho não será capaz de adquirir, em grande escala, Equipamentos de Proteção Individual, por exemplo”, explicou Rui. 

O governador ressaltou, também, que a estratégia de priorizar os tratamentos na capital está sendo adotada “para evitar que pacientes que já têm algum problema e estão internados em hospitais não sejam infectados, já que 80% das mortes ocorrem com idosos ou pessoas com problemas prévios de saúde”. 

Medidas nos municípios

Perguntado sobre como cada prefeito deve proceder em relação às medidas de isolamento social, o governador fez questão de ressaltar que faz sugestões, mas que os gestores municipais têm a autonomia para adotar medidas que julguem mais acertadas. “Em minha opinião, as restrições têm que ser progressivas e gradativas, de acordo com a evolução do surgimento de casos em cada um dos municípios. O fechamento dos terminais rodoviários, por exemplo, só determinei em cidades com casos confirmados. Cidades que não tenham casos confirmados podem manter algumas atividades, como feiras livres, e evitar medidas mais drásticas, inicialmente”, aconselhou. 

Rui Costa advertiu, no entanto, que certas atividades não devem ser retomadas em nenhuma localidade do território baiano. “As aulas de qualquer cidade não devem voltar por que as escolas concentram, diariamente, um volume enorme de pessoas. Dessa forma, apenas um aluno infectado pode passar para os demais colegas e familiares, gerando um grande número de casos naquela cidade. Shows e festas também não podem ser realizados, nesse momento”, alertou o governador.  

Sobre o fechamento de rodovias, Rui Costa foi categórico. “Nossa orientação não é fechar rodovias. Isso não ajuda em nada. Muito pelo contrário, pode causar problemas de abastecimento, pois precisamos manter a comunicação e a circulação daqueles que, nesse período, precisam de fato ir e vir, como pessoas que fazem tratamentos de saúde em municípios diferentes de onde residem”, frisou o governador.

O governador finalizou a videoconferência reforçando que é um momento de união. “A maior força da Bahia tem sido a união, união do Estado com as Prefeituras, e é preciso que isso continue a ser assim. Os 15 milhões de baianos representam 8% da população brasileira e, em número de casos, estamos apenas com 3,5% dos casos de coronavírus de todo o país. Esse índice baixo é resultado dessa parceria e esse entendimento deve ser contínuo”, conclui Rui.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

EM TEMPO DE QUARENTENA, TJBA TRABALHA PARA COMBATER A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA; SAIBA COMO PEDIR AJUDA E SE PROTEGER

Quinta-feira, 26 de Março de 2020 / Bahia

Um total de 149 processos de feminicídio foram distribuídos no ano de 2019 pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA). Destes, 56 foram julgados. Com relação às medidas protetivas de urgência, foram expedidas 474. O Judiciário baiano tem trabalhado para que esse número diminua em 2020, mesmo com a situação de quarentena, por conta da pandemia do Coronavírus (Covid-19).

Em uma circunstância de isolamento social, existe esperança para quem vive em um ambiente propício à violência doméstica. A Desembargadora Nágila Brito, responsável pela Coordenadoria da Mulher do TJBA, destaca cuidados que essas mulheres devem ter. “Tente evitar discussões, o diálogo amigável é o caminho mais correto. Esteja sempre atenta a qualquer sinal de perigo, para procurar ajuda ou se afastar de imediato”.

Para pedir ajuda, a magistrada ressalta que “o contato com a Rede de Proteção pode ser por telefone ou e-mail”. Outras pessoas também podem ser aliadas na hora de pedir ajuda. “Existem vizinhos com quem se pode falar a uma distância segura, mandar e-mails, WhatsApp. A tecnologia hoje encurta distâncias e o importante é não se isolar, não se sentir só, pois o isolamento físico não significa isolamento total. Aprenda a conversar com a família e amigos por vídeo”, acrescenta.

A Rede de Proteção a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica continua funcionando, agora de forma remota, por teletrabalho. Vale destacar que as Varas Especializadas de todo o Estado da Bahia também continuam com os trabalhos normais, parando apenas audiências e atendimentos presenciais. As Casas Abrigo também estão disponíveis para retirar, tanto a vítima quanto os filhos, do local de vulnerabilidade.

Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180
Polícia Militar – Ligue 190
Defensoria Pública – Ligue 100

Para acessar o número das Varas de violência doméstica da Bahia, clique aqui

“Em caso de descumprimento da Medida Protetiva, a mulher deve informar à Vara qualquer descumprimento. Se porventura a vítima ainda não tenha pedido ajuda, e neste momento precise, pode solicitar à unidade responsável uma medida, sem a presença de um advogado”, informa a Desembargadora, destacando ainda que é preciso “observar se há sinais de risco à sua integridade, preparar-se até para fugir, de forma rápida, se isto for necessário”.

Coronavírus – No final da tarde dessa quarta-feira (25), o Ministério da Saúde confirmou 2.433 casos e 57 mortes de Coronavírus (Covid-19) no país. Para a Desembargadora Nágila, é hora de pensar no bem comum. “Se não puder sair para outro local para ter maior tranquilidade neste momento de pandemia, lembre-se que gentileza gera gentileza, evite discussões e, se ocorrer qualquer ameaça, busque ajuda, mesmo que por telefone ou e-mail. Lembre-se que você não está sozinha, a Rede continua trabalhando para ajudar mulheres em situação de violência doméstica”, enfatiza.

A magistrada ainda faz uma comparação entre a pandemia e a violência. “Ambos são inimigos terríveis e colocam em perigo os nossos bens maiores: a saúde e a vida. Então, vamos seguir à risca as recomendações: ficar em casa, mas sem perigo”.

O Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O Covid-19 foi descoberto na China, no último dia do ano de 2019. A doença já foi declarada pela Organização Mundial de Saúde como uma pandemia, e ações preventivas e de combate estão sendo tomadas por diversos órgãos e instituições.

O TJBA está trabalhando em regime especial de teletrabalho. Estão suspensos, até o dia 30 de abril, os prazos processuais, e a determinação está no Ato Conjunto nº 05, publicado na terça-feira (24), no Diário da Justiça Eletrônico.

“O Judiciário precisa, deve e continua trabalhando pelos jurisdicionados! Não só por ser um dever funcional, mas também pela necessidade de passar para o cidadão, para a cidadã, a segurança de poder contar com a isenção e capacidade dos seus magistrados para assegurar os seus direitos e para as nossas mulheres fazer valer o seu direito de viver sem violência”, finaliza a Desembargadora Nágila Brito.

A magistrada gravou um vídeo falando mais sobre o assunto


Blogbraga/TJBA

Compartilhar no Whatsapp

Governadores pedem apoio do Congresso Nacional no combate ao novo coronavírus

Quinta-feira, 26 de Março de 2020 / Bahia

Após a reunião com os governadores do Nordeste, o governador Rui Costa participou nesta quarta-feira (25) da videoconferência do Fórum Nacional dos Governadores, que reuniu todos os 27 gestores estaduais brasileiros, com o objetivo de discutir e alinhar ações de combate ao novo coronavírus. Os líderes também debateram a postura da presidência da República diante das medidas já adotadas por estados e municípios.

“Nessa reunião se reiterou e se fez um apelo para que o Congresso Nacional também tenha maior destaque e protagonismo, o Senado e a Câmara [dos Deputados], aprovando medidas que garantam esse equilíbrio entre cuidar de vidas humanas, da saúde, estruturar os estados para dar assistência e também cuidar para a manutenção dos empregos e das rendas das pessoas. Consideramos que o papel do Congresso é fundamental neste momento”, declarou o governador da Bahia. 

O encontro teve a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que, de acordo com Rui, se comprometeu a priorizar alguns dos pontos apresentados pelos governadores para que os parlamentares possam votar as propostas o mais rápido possível. 

Nesta quinta-feira (26), Rui se reunirá com os prefeitos baianos também por meio de videoconferência. “Nós vamos buscar uniformizar as ações. É a segunda reunião que nós vamos fazer com os prefeitos buscando orientar, coordenar e padronizar as ações. Na primeira, nós tivemos 300 prefeitos participando. Amanhã nós esperamos que todos participem”, afirmou.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM DESENVOLVE OPERAÇÃO EM APOIO ÀS SECRETARIAS DE SAÚDE DE TODAS AS CIDADES DA ÁREA DE ATUAÇÃO DA UNIDADE PM

Quinta-feira, 26 de Março de 2020 / Bahia

Desde a última sexta-feira, 20 de março, Policiais Militares da 24ª CIPM, seguindo as Diretrizes e Instruções Normativas do Alto Comando da PMBA e as recomendações diretas do Major PM Flailton Oliveira, Comandante, vem realizando apoio a diversas barreiras estratégicas realizadas pelas Vigilâncias Sanitárias correspondentes aos diversos municípios localizados na área de atuação da unidade PM. 

Estas barreiras realizadas pelos órgãos de saúde municipais têm como principal missão, fiscalizar a entrada de pessoas embarcadas em veículos provindas de outras localidades, no intuito de orientar, verificar e encaminhar indivíduos com prováveis sintomas do Vírus COVID – 19, para exame mais minucioso. Vírus este que vem se alastrando por todo Mundo de forma exacerbante. 

Foram detectadas pouquíssimas pessoas que apresentaram alguns dos sintomas do referido vírus, porém nenhum caso desta enfermidade fora confirmado até o exato momento.

“Estamos passando por um momento de Pandemia Mundial altamente preocupante. Nada mais justo e solidário que todos os órgãos, independente de competência e esfera, estejam unidos no combate e prevenção a este vírus que importuna e ameaça toda humanidade. E não seria diferente com a Polícia Militar da Bahia, aqui sendo representada pela brava tropa da 24ª CIPM, a qual não medirá esforços no apoio ao combate desta enfermidade.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

 "PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

 Jacobina, 25 de março de 2020.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Bahia confirma 91 casos de Covid-19

Quarta-feira, 25 de Março de 2020 / Bahia

A Bahia registra 91 pacientes confirmados com coronavírus (Covid-19), 981 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até às 17 horas desta quarta-feira (25).

Os municípios com casos positivos são estes: Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Canarana (1); Conceição do Jacuípe (1); Conde (1); Feira de Santana (8); Ilhéus (1); Itabuna (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (3); Porto Seguro (8); Prado (2); São Domingos (1); Teixeira de Freitas (1); e Salvador (57 casos, sendo três deles de residentes em localidades fora da Bahia, porém com notificação na capital baiana). Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

Até o momento, o município de Nova Soure não possui casos confirmados. A investigação epidemiológica identificou que o paciente com diagnóstico positivo para Covid-19 reside em Salvador, ainda que o local de trabalho e coleta das amostras tenha sido Nova Soure.

De modo reiterado, ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:

1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não tem indicação para coleta de amostras


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

COELBA AMPLIA SERVIÇOS DIGITAIS E SUSPENDE CORTE DE ENERGIA DE CLIENTES RESIDENCIAIS POR 90 DIAS

Quarta-feira, 25 de Março de 2020 / Bahia

Em alinhamento com as determinações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para o enfrentamento da pandemia do coronavírus (Covid-19), a Coelba ampliou a disponibilidade de canais digitais e suspendeu o corte de energia para os mais de seis milhões de clientes em toda sua área de concessão. A medida atende à determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e abrange todo o estado da Bahia. A atividade de corte será suspensa por 90 dias, conforme Resolução Normativa do órgão regulador, deliberada pela Diretoria da Aneel, nesta terça-feira (24). 

Apesar da suspensão excepcional do corte, a Aneel solicitou que os clientes que tiverem condições de pagar as contas honrem seus compromissos e, assim, evitem a incidência de encargos. A recomendação da agência reguladora reforça a importância do setor elétrico para a economia e para a arrecadação de recursos para a União e os Estados, que utilizam a verba para implementar políticas públicas e, neste momento, para combater ao coronavírus. A fatura de energia muitas vezes funciona como meio de arrecadação para hospitais e instituições beneficentes, que dependem desse recurso para continuar promovendo atendimentos.  

Por prestar um serviço essencial à população, a distribuidora manterá equipes de prontidão trabalhando initerruptamente para assegurar o regular fornecimento de energia aos clientes. Nesse sentido, todo o esforço da Coelba, bem como das demais distribuidoras da Neoenergia, será com a finalidade de permitir o funcionamento, sobretudo, de hospitais, unidades de saúde, instituições públicas e privadas, além de contribuir com o conforto e o bem-estar de milhares de famílias. 

Em função da emergência de saúde pública, a Aneel definiu que as distribuidoras não devem realizar serviços presenciais. Sendo assim, o envio de faturas de energia deverá ser efetuado por meios eletrônicos, como e-mails ou disponibilização de códigos de barras por aplicativos. A empresa orienta seus clientes que cadastrem ou atualizem seus endereços eletrônicos e solicitem a modalidade de fatura por e-mail, em substituição à entrega presencial das contas impressas. 

Como medida preventiva e alinhada com as orientações do Ministério da Saúde e da Aneel para combater o avanço do coronavírus, a Coelba já havia determinado o fechamento das lojas de atendimento e instituiu medidas de isolamento social. Para suprir a demanda dos clientes, a empresa viabilizou diversas opções de canais digitais para solicitar serviços comerciais e emergenciais, disponíveis 24 horas por dia, com a mesma qualidade e rapidez.

A distribuidora também foi autorizada pela Aneel a realizar leituras de consumo por média aritmética, para evitar a exposição de leituristas e clientes ao vírus. Outra opção defendida pelo regulador é a realização da leitura e envio para a empresa pelo próprio consumidor, prática já adotada por alguns.

Todas essas medidas têm a finalidade de contribuir com o isolamento social e inibir a proliferação do coronavírus.

SERVIÇO:

Central de Relacionamento com o Cliente

116

Site

www.coelba.com.br

Aplicativo para celular 

Sistema IOS (Apple store) e Android (Google play) 

Canais oficiais nas Redes Sociais

Facebook - @coelbaoficial

Twitter – @oficialcoelba

Instagram – @coelba_oficial

SMS para informar interrupção no fornecimento de energia

26560 (basta informar o número da conta contrato)


Blogbraga/COELBA

Compartilhar no Whatsapp

Nelson Leal diz que população deve continuar em isolamento social e critica fala “incoerente” do Presidente da República

Quarta-feira, 25 de Março de 2020 / Bahia

Para o presidente da alba, a hora é de reduzir o número de infectados e salvar vidas

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, instou hoje (25.03) os baianos a ficarem em casa, continuando a prática do isolamento social. “Estamos com um baixo nível de infectados pelo Covid-19 graças à ação do Governo do Estado, com o apoio dos deputados desta Assembleia que votaram, por unanimidade, nos dois decretos – estadual e municipal – pelo estado de calamidade pública. Portanto, esqueçam a fala de ontem, desproposital e incoerente, do Sr. Presidente da República, Jair Bolsonaro: continuem em casa, porque é a nossa chance de ganhar esta batalha”, argumenta Leal.

Para o chefe do Legislativo estadual, reabrir o comércio e retornar as aulas nas escolas é uma recomendação que vai de encontro ao que prega o seu próprio Ministério da Saúde e o que preconiza a Organização Mundial da Saúde. “O Presidente foi muito infeliz no seu pronunciamento, indo na contramão do que estão fazendo os EUA, a Europa, a China, a Índia, a Austrália. O que os governadores e prefeitos – inclusive o governador da Bahia, Rui Costa – estão fazendo é tentando salvar vidas. A economia vai sofrer grandes impactos, mas a hora agora é de tentar reduzir, ao máximo, o número dos que vão morrer com o Covid-19”, diz Leal. 

O presidente da ALBA reforça que o isolamento social - ficar em casa - é a chance possível que temos de evitar uma tragédia maior, como a que acontece com a Itália, que só foi tomar atitudes mais sérias quando a epidemia já havia se espalhado e registra, em números de hoje, mais de 7 mil mortos pela epidemia do vírus. “Depois de tudo que estamos assistindo no mundo, esperava-se que o Presidente nos enviasse uma mensagem de segurança e de proteção aos brasileiros. Ao contrário, ele jogou o país em um abismo maior do que o já vivemos, conseguindo a proeza de ser dissonante do seu próprio governo, do seu país e do mundo. Vamos ficar em casa, diminuir a curva do contágio e ter um amanhã de mais alegrias e menos tristeza”, recomenda Nelson Leal.


Blogbraga/ALBA - Assessoria da Presidência

Compartilhar no Whatsapp

Parados há 14 dias, vigilantes da Bahia voltam ao trabalho por causa de estado de calamidade pública

Quarta-feira, 25 de Março de 2020 / Bahia

O Sindicato dos Empregados de Empresas de Segurança e Vigilância do Estado (Sindivigilantes) informou, nesta terça-feira (24), que a categoria voltou ao trabalho a partir das 7h desta quarta (25). A decisão foi tomada por causa do estado de calamidade pública decretado devido ao avanço do novo coronavírus.

Os vigilantes estão paralisados há 14 dias. De acordo com o sindicato, o estado de greve está mantido e a categoria pode parar novamente quando o estado de calamidade pública for encerrado.

Ainda nesta terça, o Sindivigilantes informou que fez fiscalização dos equipamento de proteção individual (EPIs) e que faltam máscaras para os profissionais. O sindicato patronal, no entanto, diz que não é necessário o uso das máscaras.

Os vigilantes seguem aguardando o julgamento do dissídio da categoria pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). O julgamento deveria ter sido na segunda-feira (23), mas foi adiado e não existe prazo para nova marcação.

Os vigilantes entraram em greve por reajuste salarial. Os patrões oferecem reajuste de 3,57%, relacionado à inflação do ano passado, mas os vigilantes querem recuperação de perda de 8%, relacionados aos anos de 2018 e 2019.


Blogbraga/G1

Compartilhar no Whatsapp

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia

Quarta-feira, 25 de Março de 2020 / Bahia

A população da Bahia passa a contar, a partir desta terça-feira (24), com o Tele Coronavírus 155, que vai prestar orientação e esclarecimentos à população, com rapidez e agilidade, durante à pandemia do novo coronavírus. O serviço, que passa a funcionar das 7h às 19h, é gratuito e fruto de uma parceria entre o Governo do Estado, a Universidade Federal da Bahia (Ufba) e a Fiocruz Bahia. Através do número 155, estudantes do quinto e sexto ano de medicina, supervisionados por médicos, irão orientar a população, evitando a circulação de pessoas que não precisam de atendimento em unidades de saúde, neste primeiro momento.

Segundo o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, o Governo do Estado tem articulado parcerias estratégicas para o enfrentamento do coronavírus e recebeu este importante apoio da Ufba e da Fiocruz, com o envolvimento de diversas universidades baianas. “Trabalhamos, inclusive, para garantir que o serviço fosse disponibilizado através de um número de três dígitos, o 155, para que as pessoas possam memorizar com mais facilidade”.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, explica que os estudantes de medicina, devidamente capacitados, irão escutar as demandas e fazer a orientação, de acordo com o protocolo oficial adotado pela Sesab e Ministério da Saúde. “Ao receber uma ligação, o estudante alimenta uma plataforma e esse dado é utilizado para os registros na área de saúde, para auxiliar na gestão e na assistência à saúde”.

O Tele Coronavírus é um serviço idealizado pela Fiocruz e Ufba, recebeu apoio do Governo do Estado, através das Secretarias de Saúde (Sesab), de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), do Planejamento (Seplan) e da Infraestrutura (Seinfra). Também aderiram à ação as quatro universidades estaduais (Uneb, Uesc, Uefs e Uesb), a Escola Bahiana de Medicina, a FTC Salvador, a Unifacs, a UFRB, a UFSB e a Fesftech, esta última responsável pelo desenvolvimento da plataforma que será alimentada pelos voluntários. Os estudantes das instituições citadas, bem como os médicos supervisores, serão certificados pelo serviço. Aqueles que possuam interesse em se voluntariar, devem procurar as coordenações das respectivas universidades parceiras nesta ação.

Já são mais de 1200 estudantes voluntariados para esta ação. “Cada grupo de vinte estudantes tem a supervisão de um médico residente ou não residente, todos voluntários, que aderiram por inscrição. No momento, temos, aproximadamente, 1200 estudantes e 70 médicos. Durante os trabalhos de planejamento, contamos com a participação de um conselheiro do Cremeb para acompanhar e opinar sobre as questões atinentes ao exercício profissional”, revelou a secretária da Secti, Adélia Pinheiro.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

UPB emite nota de repúdio ao pronunciamento do Presidente Bolsonaro

Quarta-feira, 25 de Março de 2020 / Bahia

A União dos Municípios da Bahia (UPB) assistiu com grande preocupação o pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro na noite desta terça-feira (24). Após esforços concentrados em ações locais de conscientização da população para manter o distanciamento social, fechar escolas, rodoviárias e estabelecimentos comerciais, os prefeitos foram descredibilizados em rede nacional pelo presidente da República, em um ato contraditório das orientações dadas pelo seu próprio governo, através do Ministério da Saúde.

Aos prefeitos baianos, o pronunciamento do presidente passou a sensação de que o Brasil está desgovernado, sem uma liderança coerente e responsável, que respalde as decisões dos gestores locais nesse momento de crise. Deixa a certeza de que, ao seguir seus delírios de que trata-se de uma "gripezinha", serão as lideranças municipais criminalizadas pelas mortes diante da total falta de estrutura para atender casos graves como veem sendo registrados em diversos países.

A União dos Municípios da Bahia (UPB) orienta que os prefeitos sigam tendo responsabilidade com seus munícipes, garantindo o direito fundamental à vida, implementando as medidas necessárias já orientadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Governo do Estado da Bahia na contenção do vírus que deixa um rastro de morte por onde passa.


Blogbraga/UPB

Compartilhar no Whatsapp

Decreto suspende transporte intermunicipal em Nova Soure

Quarta-feira, 25 de Março de 2020 / Bahia

Foto: Blogbraga

O decreto nº 19.569, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (25), suspendeu o transporte intermunicipal e o atendimento do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) no município de Nova Soure, no nordeste baiano. Com a medida, destinada ao enfrentamento do novo coronavírus, a Bahia passa a ter 25 cidades com transporte suspenso.

Pelo decreto, assinado pelo governador Rui Costa, ficam suspensas a partir de 1h de quinta-feira (26), a circulação e a saída, e, a partir das 9h de quinta (26), a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans no município. A suspensão é válida pelo período de 10 dias.

Na Bahia, outros 24 municípios estão com o transporte suspenso: Salvador, Feira de Santana, Entre Rios, Correntina, Santa Maria da Vitória, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Camaçari, Guanambi, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Simões Filho, Porto Seguro, Prado, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Vitória da Conquista, Brumado, Jequié, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Teixeira de Freitas e o Terminal de Bom Despacho, em Itaparica.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia confirma 79 casos de Covid-19

Terça-feira, 24 de Março de 2020 / Bahia

A Bahia registra 79 pacientes confirmados com coronavírus (Covid-19), 725 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até às 17 horas desta terça-feira (24). Todos os casos novos foram importados ou de transmissão local.

Diferente do divulgado anteriormente, o município de Alagoinhas não possui caso confirmado. O paciente reside na capital, mas no momento do preenchimento da ficha de notificação, tinha informado o endereço do local de trabalho. O mesmo ocorreu com uma notificação inicialmente atribuída a Salvador, mas o local de moradia do paciente é Feira de Santana. Desta forma, os municípios com casos positivos são estes: Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Conceição do Jacuípe (1); Conde (1); Feira de Santana (8); Itabuna (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (3); Porto Seguro (8); Prado (2); Salvador (48 casos, com a ressalva que três casos são importados, visto que o local de residência é fora da Bahia); e Teixeira de Freitas (1).

Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA). Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito. Outras informações podem ser obtidas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:

Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não tem indicação para coleta de amostras


Blogbraga/Sesab

Compartilhar no Whatsapp

Ibametro adota medidas para conter o coronavírus

Terça-feira, 24 de Março de 2020 / Bahia

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), autarquia ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), suspendeu os atendimentos externos, para reduzir o avanço do Covid-19. Serão mantidas apenas as verificações para serviços essenciais e de produtos que tenham ligação direta com a prevenção e o combate ao coronavírus.

A vistoria presencial está mantida para aferição de esfigmomanômetro (medidor de pressão arterial), verificação de produtos como álcool 70%, líquido ou em gel, postos de combustíveis e supermercados. 

“Seguiremos sempre atentos como prioridade na prevenção e no combate à propagação do Coronavírus, mas também não podemos deixar de realizar os trabalhos fundamentais para dar apoio à Sesab e hospitais. Além disso, estamos de plantão para receber qualquer denúncia através do nosso 0800 071 1888 e aplicativo do órgão", disse Randerson Leal, diretor Geral do Ibametro.

O atendimento interno será realizado apenas online, pelo site www.ibametro.com.br ou pelo telefone (71) 3116-3182. A Ouvidoria do órgão segue atuando normalmente, pelo telefone 0800 071 1888 ou por email ouvidoria@ibametro.ba.gov.br. 


Blogbraga/Ibametro

Compartilhar no Whatsapp

Rui anuncia compra de respiradores da China e agradece doação da Fieb

Terça-feira, 24 de Março de 2020 / Bahia

Em entrevista à Record TV Itapoan, na manhã desta terça-feira (24), o governador Rui Costa anunciou a compra conjunta de 600 respiradores de uma indústria chinesa, sendo 400 adquiridos pelo Governo do Estado para a Bahia e 200 pelo Estado do Ceará, com previsão de entrega já no dia 13 de abril, para utilizar nas unidades de campanha, no tratamento de pacientes acometidos pela Covid-19.

Durante a participação, Rui agradeceu ainda à Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), que comprou 100 respiradores para doar ao Estado da Bahia. No total, afirma o governador, “nós teremos 500 respiradores no estado e isto vai ajudar a equipar nossas unidades. Estamos dedicando o Couto Maia exclusivamente para isto e ainda queremos montar uma estrutura externa para acrescentar mais leitos. Dentro de 15 dias, o Hospital Espanhol deve estar em funcionamento também”.

Enquanto prepara a rede pública de saúde no combate ao novo coronavírus, o governador tranquilizou a população quanto à pandemia no estado, bem abaixo da média no país. “Estamos com 3% dos casos nacionais, ou seja, estamos muito abaixo do que a população da Bahia representa em relação à população do Brasil. Não temos, na rede pública, nenhum caso grave registrado. Na rede privada, temos três pacientes entubados, mas com informação de que já passaram pelo momento mais difícil e devem, em breve, ser desentubados”, relatou Rui em entrevista durante a inauguração da Unidade Básica de Saúde da San Martin, em Salvador, também na manhã desta segunda.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Decreto inclui Teixeira de Freitas e Bahia tem 24 rodoviárias fechadas para conter Covid-19

Terça-feira, 24 de Março de 2020 / Bahia

O decreto do Governo do estado publicado nesta terça-feira (23) incluiu Teixeira de Freitas na lista de cidades baianas com rodoviárias fechadas para o controle e prevenção do novo coronavírus.  Com a medida, a Bahia passa a ter 24 cidades com transporte intermunicipal suspenso.

A decisão tem validade de dez dias, a partir da zero hora desta quarta-feira (25). Os ônibus foram autorizados a entrar no terminal rodoviário dessas cidades até as 9h de quarta. O decreto do governador Rui Costa regulando esta medida inclui toda modalidade de transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário.

Os outros 23 municípios com transporte suspenso são Salvador, Feira de Santana, Entre Rios, Correntina, Santa Maria da Vitória, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Camaçari, Guanambi, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Simões Filho, Porto Seguro, Prado, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Vitória da Conquista, Brumado, Jequié, Conceição do Jacuípe, Juazeiro e o Terminal de Bom Despacho, em Itaparica.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

STF suspende pagamento de dívida do Estado da Bahia com União

Terça-feira, 24 de Março de 2020 / Bahia

Em decisão publicada nesta segunda-feira (23), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, suspendeu por 180 dias o pagamento das parcelas da dívida do Governo da Bahia com a União para que o Estado utilize os valores no combate à pandemia do coronavírus.

O pedido foi feito pela Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE-BA), que, diante da diminuição da receita estadual por conta dos investimentos que o Estado vem fazendo para enfrentar a pandemia do novo coronavírus, viu, nesta medida, a possibilidade de aplicar os recursos que seriam utilizados para o pagamento da dívida no enfrentamento ao Civid-19.

A PGE ajuizou a ação para pedir ao Supremo que, em caráter liminar, determinasse a suspensão temporária do pagamento das prestações a vencer da dívida com a União, decorrente do Contrato 006/97 STN/COAFI e seus aditivos, pelo período de seis meses, sem imposição de multa contratual ou qualquer restrição cadastral, remetendo o vencimento das parcelas suspensas para o final do contrato. A Procuradoria afirmou ainda que o Estado está em dia com seus pagamentos para com a União.

A decisão

Alexandre de Moraes entendeu que a gravidade da emergência causada pela pandemia do Covid-19 exige das autoridades brasileiras, em todos os níveis de governo, a efetivação concreta da proteção à saúde pública, com a adoção de todas as medidas possíveis para o apoio e manutenção das atividades do Sistema Único de Saúde (SUS).

O ministro destacou que a alegação do Estado da Bahia, de que está impossibilitado de cumprir a obrigação com a União em virtude do atual momento extraordinário e imprevisível relacionado à pandemia do Covid-19, é absolutamente plausível, deixando claro que é imperativa a destinação de recursos públicos para atenuar os graves riscos à saúde em geral, como forma de dar efetividade à proteção a esse direito fundamental.

Alexandre de Moraes ressaltou também que o estado deverá comprovar que os valores respectivos estão sendo integralmente aplicados na Secretaria de Saúde para o custeio das ações em prevenção, contenção, combate e mitigação à pandemia do coronavírus.

Ao deferir o pleito, o ministro citou sua decisão na ACO 3363, por meio da qual o Estado de São Paulo também pleiteou a suspensão do pagamento de parcelas previstas em Contrato de Consolidação, Assunção e Refinanciamento da dívida pública firmado com a União pelos mesmos motivos.

O relator determinou, ainda, a participação do Estado em audiência virtual para composição com a União sobre o tema decidido.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Bahia confirma 63 casos de Covid-19

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

Imagem: TV Bahia

Oito novos casos de coronavírus (Covid-19) foram confirmados na Bahia até às 11 horas desta segunda-feira (23). Com estes casos, a Bahia totaliza 63 pacientes confirmados com coronavírus, 601 foram descartados e não há óbitos registrados. Todos os casos foram importados ou de transmissão local.

Os municípios com casos positivos são estes: Salvador (37), sendo que um caso é importado, visto que o paciente reside na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte; Porto Seguro (8); Feira de Santana (6); Lauro de Freitas (3); Prado (2); Itabuna (1); Camaçari (1); Barreiras (1); Conceição do Jacuípe (1); Juazeiro (1); Jequié (1 – caso importado de São Paulo); Brumado (1 – caso importado de Belo Horizonte). Todos os pacientes encontram-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato.

Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA). Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito. Outras informações podem ser obtidas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:

1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não tem indicação para coleta de amostras 


Blogbraga/Ascom Sesab

Compartilhar no Whatsapp

PRF apreende carga de pneus sem documentação e transportada em ônibus escolar e caminhão na BR 242 em Seabra (BA)

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

A mercadoria, que foi adquirida em São Paulo (SP), seguia para a Região da Chapada Diamantina na Bahia, onde seria comercializada sem nenhuma comprovação de licitude. Estima-se que a carga seria revendida por mais de 100.000 reais.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu ontem (22) 110 pneus usados, sem documento fiscal, configurando crime tributário. A ação foi registrada por volta das 23h40, em um trecho de acostamento da rodovia no município de Seabra (BA), distante 460 quilômetros de Salvador.

Durante fiscalização de combate a criminalidade, os PRFs visualizaram um ônibus de transporte escolar estacionado de maneira suspeita no acostamento da rodovia. Ao iniciar a verificação do veículo, a equipe encontrou diversas unidades de pneus usados, popularmente conhecido como “meia vida”. Questionado pela equipe sobre a origem do material, o condutor relatou que havia sido contratado apenas para transportar a mercadoria da cidade de São Paulo (SP) para Seabra (BA).

Disse ainda que receberia 1.500 reais pelo serviço e que logo a frente seguia um outro veículo, o qual havia iniciado a viagem com ele, transportando a mesma mercadoria.

Em continuidade às diligências e alguns quilômetros depois o caminhão indicado foi localizado e, no momento da abordagem, foi encontrado também dezenas de pneus. O motorista do caminhão confessou ser funcionário de uma empresa de sucatas e que a carga foi comprada no estado de São Paulo pela quantia de 40.000 reais.

Ele informou aos agentes federais que cada conjunto seria revendido a aproximadamente mil reais, totalizando em 110.000 (cento e dez mil) reais o valor da carga a preço de mercado. Ao ser questionado sobre nota fiscal e procedência da mercadoria, o homem afirmou que não possuía nenhuma documentação de origem comprobatória.

Diante dos fatos, os dois condutores foram encaminhados com as mercadorias apreendidas à Delegacia de Polícia Civil, onde serão adotadas as medidas cabíveis. Inicialmente, eles vão responder pelo crime tributário de transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal, previsto no art. 2º da Lei nº 8.137/1990.

A PRF conta com grupos especializados de combate ao crime para intensificar ações a fim de evitar assaltos, porte ilegal de arma, receptação de veículo roubado, contrabando e tráfico de entorpecentes.


Blogbraga/PRF

Compartilhar no Whatsapp

Governador anuncia novos leitos de UTI para pacientes com coronavírus e abertura de 16 UPAs para triagem no interior

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

O governador Rui Costa anunciou novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender pacientes com coronavírus, assim como a abertura de 16 novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), ainda não inauguradas, para fazer atendimento de triagem no interior. As informações foram divulgadas durante entrevista à TVE BAhia e Rádio Educadora, nesta segunda-feira (23). 

“Vamos contar com 100 UTIs instaladas no Hospital Couto Maia, parte delas montadas na área do estacionamento do Couto Maia, e outras 100 no Hospital do Subúrbio. Estamos também avaliando colocar outros leitos na Arena Fonte Nova”, afirmou Rui. 

De acordo com o governador, até este momento, o atendimento aos pacientes diagnosticados com coronavírus continua concentrado em Salvador. Os hospitais Couto Maia e Ernesto Simões, além do Hospital Espanhol, já foram designados para atender com exclusividade os casos confirmados da doença. 

No interior, 16 novas UPAs vão receber pessoas que estão com sintomas da doença. “A ideia é que as UPAs façam a classificação, realizem o manejo clínico, estabilizem o paciente e façam a regulação para unidades de referência secundária ou terciária. Todas as estruturas em análise não estavam em funcionamento”, informou o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. 

Os equipamentos estão nos seguintes municípios: Alagoinhas, Araci, Brumado, Catu, Conceição do Coité, Gandu, Lauro de Freitas, Ipiaú, Itamaraju, Itacaré, Jaguaquara, Morro do Chapéu, Santo Antonio de Jesus, Serrinha, Tucano e Valença.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Marcus Cavalcanti destaca apoio a caminhoneiros; não há decreto que impeça transporte de cargas na Bahia

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

O Governo do Estado está adotando todas as medidas possíveis para conter a disseminação do Covid-19 em todo o estado. Com decretos estaduais publicados desde 18 de março, suspendendo a circulação de transporte rodoviário intermunicipal em cidades com casos confirmados da doença ou com risco iminente, o Governo reduziu, significativamente, o fluxo de pessoas e, consequentemente, o avanço da doença pelo interior.

Nesta segunda-feira (23), o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, pediu à população que, se possível, evite o deslocamento entre as cidades, como medida preventiva contra o avanço da pandemia na Bahia. “Essas medidas são para diminuir a propagação do novo coronavírus. Pedimos a todos que continuem em casa. Evitem viajar, evitem se deslocar. O vírus não viaja sozinho, é transportado por pessoas”, disse o secretário.

Vinte e três rodoviárias já tiveram o funcionamento interrompido na Bahia, nas cidades de Salvador, Feira de Santana, Brumado, Jequié, Conceição do Jacuípe, Juazeiro, Entre Rios, Correntina, Santa Maria da Vitória, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Camaçari, Guanambi, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Simões Filho, Porto Seguro, Prado, Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Vitória da Conquista e o Terminal de Bom Despacho, em Itaparica.

Apoio a caminhoneiros

Por outro lado, Cavalcanti ressaltou a importância de apoiar os profissionais que garantem o funcionamento de serviços de saúde e abastecimento das cidades, como os caminhoneiros. “Nós necessitamos manter a cadeia de suprimentos, assegurar a logística de cargas. Temos que apoiar essa grande categoria dos caminhoneiros, os postos de combustíveis têm que continuar abertos. Nós precisamos que a circulação de mercadorias no Brasil continue. Precisamos que os medicamentos cheguem, que os produtos alimentícios cheguem aos locais. Que os equipamentos que as equipes de saúde usam também cheguem aos locais de atendimento”, concluiu Marcus Cavalcanti, que assegurou o apoio da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) e da Agerba para estes profissionais. Não há nenhum decreto estadual que determine o impedimento do transporte de cargas nas rodovias baianas.


Blogbraga/Secom - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Coelba dá dicas para evitar desperdício de energia e ideias para gerir equipe remotamente

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

Confira as orientações para economizar energia e utilizá-la de forma consciente durante período de home office.

O momento vivenciado no mundo com a pandemia de Covid-19 tem alterado a dinâmica de trabalho e relacionamento entre as pessoas. O home office garante a segurança dos trabalhadores, ao mesmo tempo que mantém a continuidade dos serviços. Mas é importante estarmos alertas e adotarmos práticas eficientes de consumo de energia, por isso preparamos um conteúdo especial com as principais questões sobre o assunto e reunimos dicas de como gerir a sua equipe à distância.

Quais medidas devo tomar com o meu celular e computador?

Monitore o tempo de carregamento da bateria de celulares e computadores e retire sempre o carregador da tomada quando o aparelho estiver totalmente carregado. Desligue o monitor do computador durante as pausas no trabalho. A tela ligada é responsável por cerca de 70% do consumo de energia do equipamento. Não deixe a TV e computadores ligados ao mesmo tempo sem que ambos estejam em uso.

Quais medidas devo tomar em relação aos outros itens da casa?

Você pode implementar medidas acessíveis no seu dia-a-dia como: apagar as lâmpadas que não estiver utilizando e abrir a janela para aproveitar ao máximo a luz natural; desligar os aparelhos eletrônicos da tomada quando não estiver usando; ligar o ar-condicionado e manter as janelas e portas fechadas; desligar o aparelho do ar-condicionado quando o ambiente estiver desocupado; não deixar a TV ligada sem necessidade e não abrir a porta da sua geladeira a todo momento. Não se esqueça: o uso consciente da energia é uma responsabilidade de todos nós!

Quais as principais bases para um trabalho remoto bem sucedido?

A Neoenergia recomenda o modelo dos 3 C’s – Clareza, Comunicação e Conexão. A partir dele, devem ser estabelecidas alguns critérios, como prioridades, metas e expectativas alinhadas entre as equipes. Além disso, é importante o compartilhamento de responsabilidade de contato entre todos, estabelecendo uma base de relacionamento de acordo com estilo, habilidades e preferências de trabalho de cada um.

O contato será feito exclusivamente por e-mail?

Não, o ideal é que a relação entre líderes e colegas de trabalhos vá além do e-mail e adote métodos como telefone, mensagens instantâneas, mensagens de texto individuais ou em grupos. O uso de ferramentas como Teams ou Skype para realização de videoconferência e manutenção de contato visual também é importante, pois a visualização de expressão das pessoas contribui na comunicação.

Preciso ficar online o tempo todo?

Assim como você cumpre um horário regular no ambiente de trabalho, o home office estabelece que o funcionário siga a mesma carga horária quando estiver de casa. O importante aqui é determinar um tempo adequado de resposta para evitar confusão e transtornos causados pelo chamado ‘silêncio virtual’.

Como manter a produtividade e o engajamento?

A programação de reuniões por videoconferência com regularidade contribui para o alinhamento entre todos os membros da equipe sobre o progresso das demandas, assim como evita a sensação de isolamento e desconexão que alguns funcionários podem sentir no início. Esse momento também é útil para engajar conversas que vão além da rotina de trabalho, seja no começo ou ao final da reunião.

Existem formas de otimizar as reuniões online?

Sim, certifique-se que todos escutem claramente o que é discutido em reuniões por telefone ou videoconferência e reduza os ruídos do ambiente. Além disso, verifique regularmente se os participantes têm algo a acrescentar ou perguntar. Essas trocas podem ser facilitadas com o estabelecimento de uma pauta, horário e um cronograma consistente.

SERVIÇO:

Os canais digitais disponibilizados pela Coelba são: 

Central de Relacionamento com o Cliente

116

Site

www.coelba.com.br

Aplicativo

Sistema IOS e Android

Canais oficiais nas Redes Sociais

Facebook - coelbaoficial

Twitter – oficialcoelba

Instagram – coelba_oficial

SMS para informar interrupção no fornecimento de energia

26560 (basta informar o número da conta contrato)

Sobre a Coelba

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), empresa do Grupo Neoenergia, é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida, sendo a maior do Norte-Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios baianos, a Coelba tem uma área de concessão de 563 mil quilômetros quadrados, com mais de 6 milhões de clientes (mais de 15 milhões de habitantes).


Blogbraga/Imprensa Coelba

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM PRENDE INDIVÍDUOS POR PORTE ILEGAL DE ARMAS DE FOGO EM JACOBINA

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

No início da noite deste domingo, 22 de março, Policiais Militares do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da 24ª CIPM, na realização de rondas de rotina por toda área de Jacobina, depararam com dois indivíduos em atitude suspeita batendo à porta de uma residência no bairro Vila Feliz.

 Diante do fato, os Policiais decidiram abordá-los e revista-los, onde foram flagrados com (02) armas de fogo do tipo revólver calibre 38, ambos carregados com cartuchos intactos. Em posse dos indivíduos também estava uma motocicleta de cor preta com licença do município de Santo Antônio de Jesus-Ba, porém com os sinais identificadores do chassi e do motor suprimidos.

 Aos indivíduos de 19 e 26 anos de idade fora dada voz de prisão e, juntamente com todo material apreendido, apresentados na sede da 16ª COORPIN em Jacobina, onde o Flagrante Delito fora lavrado pelo delegado Plantonista.

 “Parabenizo os bravos Policiais Militares nesta rápida e exitosa ação, retirando do poder destes indivíduos armas de fogo as quais provavelmente poderiam ser instrumentos para pratica de crimes em Jacobina e região.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

 "PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

 Jacobina, 23 de março de 2020.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Entidades apresentam à SDE propostas emergenciais para micro e pequenas empresas

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

O vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, reuniu-se, virtualmente, nesta sexta-feira (20), com 13 entidades para discutir e receber propostas emergenciais para auxiliar às micro e pequenas empresas do Estado. O objetivo é ajudar os pequenos negócios a enfrentar a atual conjuntura econômica, em meio à pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. As propostas estão sendo enviadas por representantes da Fecomércio, ACB, FDCL, FIEB, CDL, Associação dos Shoppings Centers, Abraseil, Abav, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Desenbahia e Sebrae.

"O que queremos é estabelecer uma união para ajudar àqueles que terão mais dificuldades de desenvolver seus negócios, em meio a essa turbulência que enfrentamos. Recebemos algumas propostas que iremos analisar a viabilidade dentro do Governo e também a sinalização de algumas ações que os bancos já estão praticando", disse Leão.

O Banco do Nordeste já adotou algumas medidas voltadas para o setor, como a prorrogação do pagamentos de parcelas das dívidas por até 6 meses; concessão de capital de giro emergencial com prazo de 36 meses e taxas de juros de até 0,5% ao mês; elastecimento de prazo das operações de giro do Crediamigo (microcrédito urbano) para 7 meses e; elevação de R$ 50 mil para R$ 100 mil do valor das operações de financiamento, sem a necessidade de garantia real.

O Banco do Brasil informou já ter adotado medidas em âmbito nacional e que, na Bahia, também já está preparado e atuando para apoiar nas ações que buscam reduzir os impactos sentidos pela população, acompanhando de perto a situação de cada cliente, para uma antecipação de soluções financeiras adequadas já nos primeiros dias de dificuldade. Entre as medidas destaca-se a disponibilização de R$ 100 bilhões para reforçar suas linhas de crédito voltadas para pessoas físicas, empresas, agronegócio, além de recursos destinados a investimentos e compra de suprimentos na área de saúde por prefeituras e governos.

Do total, o BB vai destinar R$ 24 bilhões a pessoas físicas, R$ 48 bilhões são para empresas, R$ 25 bilhões para o agronegócio e R$ 3 bilhões para administrações públicas municipais e estaduais.

Entidades que compõem o Fórum Permanente Regional de Micro e Pequenas Empresas apresentaram propostas como estabelecer linhas de crédito para capital de giro, com 6 meses de carência, parcelamento e suspensão de algumas taxas e tributos, que serão analisadas pelo Governo do Estado.

Outras proposições estão sendo enviadas à SDE, que tem uma superintendência que cuida do segmento de Comércio e Serviços. Todas as propostas e ações já em execução serão compiladas em um documento único para orientar os MPEs.


Blogbraga/Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Doação de usinas baianas vai gerar 260 mil litros de álcool 70% para sistema público de saúde

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

O sistema público de saúde da Bahia vai receber, nos próximos dias, a doação de 190 mil litros de álcool à 96% de usinas sucroalcooleiras que operam no estado - 60 mil litros da Usina Santa Maria, 30 mil da Bahia Etanol e 100 mil na Agrovale. De acordo com o Governo do Estado, quando diluir para 70%, a Bahia terá 260 mil litros para distribuição, parte gel e parte líquido. As informações são da força tarefa formada pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Planejamento (Seplan), que busca apoio dos investidores privados para atender à crescente demanda por materiais médicos necessários ao combate do Covid-19.

“Esse esforço tem encontrado grande contribuição do setor privado, a exemplo do Grupo Boticário, Agrovale, Usina Santa Maria, Bahia Etanol, Petrobahia, Larco, Solar - Coca-Cola e SENAI/CIMATEC. Todas as medidas de combate à disseminação são bem-vindas e importantes. O governo está trabalhando de forma incansável para diminuir o avanço da doença”, afirma o vice-governador João Leão, secretário da SDE.

O secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, ressalta que o governador Rui Costa tem liderado uma ampla e ágil mobilização, decisiva para superação das dificuldades vividas  pela sociedade, para evitar que o coronavírus avance. "Fizemos este chamado para os empresários do setor sucroalcooleiro, para que possamos ampliar o estoque de álcool, que é um produto vital para fins de higienização. Então, temos que agradecer por esta valiosa contribuição, ressaltando que precisamos mesmo, cada vez mais, unir esforços para fazer este combate”, destaca.

Neste sábado (21), a Agrovale já enviou para Salvador o primeiro carregamento com 50 mil litros de álcool in natura. A empresa sucroalcooleira fica em Juazeiro, no norte baiano. De acordo com o diretor Financeiro e TI da usina, Guilherme Colaço Filho, na segunda etapa da doação, o álcool 70 já será enviado à capital baiana em forma de gel: "Estamos aguardando somente a autorização de produção dos órgãos responsáveis, que já está em curso. Acreditamos que já a partir da semana que vem as prefeituras de Juazeiro e Petrolina também recebam parte substancial da nossa contribuição".

"Esses empreendimentos estão dando contribuição decisiva para a produção de álcool a 70%, gel e líquido, bem como inúmeras empresas do setor de materiais médicos e de confecções para a produção de máscaras, materiais descartáveis e enxovais para hospitais. Além disso, estamos envolvendo diversas cooperativas no interior e até o sistema prisional neste grande esforço humanitário", reforçou Paulo Guimarães, superintendente de Atração de Investimentos da SDE.


Blogbraga/Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Coronavírus: Prefeitos querem 100% do fundo eleitoral para a saúde nos municípios

Segunda-feira, 23 de Março de 2020 / Bahia

Medida representaria injeção de mais de R$2 bi no combate ao coronavírus no interior país

Com a pandemia de Coronavírus, os prefeitos baianos preveem um cenário desolador para os municípios nos próximos meses. Colocada pelo presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, em um grupo e prefeitos no Whatsapp, a ideia de destinar 100% dos recursos Fundão Eleitoral e do Fundo Partidário à saúde dos municípios foi apoiada pela maioria dos gestores.

De acordo com Eures Ribeiro, que também é prefeito de Bom Jesus da Lapa, no Oeste da Bahia, as prefeituras não dispõem de recurso para conter a proliferação da doença. “Imagina contratar mais médicos, comprar medicamentos, com a queda de receita que teremos nos próximos meses. Adiar ou não as eleições é irrelevante discutir neste momento, o importante é ter medidas de prevenção do coronavírus e de fortalecimento da saúde dos municípios”, explica.

Estima-se que somente o Fundo Eleitoral conta com R$2 bilhões para financiar as eleições deste ano. “É onde a gente sabe que tem bilhões parados e que podem ser usados nesse momento 100% para a saúde dos municípios”, defende Ribeiro, que pretende levar o pleito dos prefeitos baianos para ser incluído na pauta da Confederação Nacional de Municípios (CNM), da qual é vice-presidente.


Blogbraga/UPB - União dos Municípios da Bahia

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2020
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
Contabilidade Rio Grande - Parceira dessa Causa
PARCEIROS
Casa da Informática Sportime DBT CMO Vida Farma Coyote LH Madeiras Jaú Grupo Marabá Paraíba PM Unopar Imperial Luz motos Neli Oeste Manutenção Global DPVAT Barreiras ORIX Mineiros Contabilidade Rondon AFS Minas Aço Guarda Municipal CISO Midori Paisagismo Dupará Açaí Dique Denuncia Ofertas - Hiper Santo Antonio Extreme ASMAT G7 NET P&F Online Celulares Delicia Casa da Ferramenta Sutrans Oeste Beton Polícia Civil