NOTÍCIAS

Potencial da Bahia para o desenvolver o Nordeste é apresentado no Recife

Sábado, 30 de Novembro de 2019 / Bahia

As potencialidades de investimentos na Bahia foram apresentadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), na quinta-feira (28), em Recife, durante o evento Nordeste 2020, promovido pela Amcham, uma câmara de comércio americana, composta por empresas brasileiras e internacionais. O encontro discutiu as expectativas para região, com representantes das esferas pública e privada dos estados de Pernambuco, Bahia e Ceará.

“Precisamos desenvolver as potencialidades do Nordeste em parceria. Além disso, mais importante do que receber o investimento é receber o reinvestimento. Por isso, na Bahia, o Governo do Estado tem uma aplicada política de responsabilidade fiscal e oferece ao investidor um ecossistema de negócios favorável”, disse Paulo Guimarães, superintendente de Atração de Investimentos e Fomento ao Desenvolvimento Econômico, da SDE.

Guimarães falou do potencial energético do estado, com a liderança baiana no setor de Energias Renováveis, das grandes obras de infraestrutura e de mobilidade urbana, do projeto da Ponte Salvador-Itaparica, da nova fronteira agroindustrial, sucroalcooleira e bioenergético, no Médio São Francisco, e da descentralização do desenvolvimento e arrecadação.


Blogbraga/ Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

Mais de 20 zonas eleitorais farão plantão neste fim de semana; consulte cidades

Sábado, 30 de Novembro de 2019 / Bahia

Objetivo é facilitar o acesso da população ao serviço de recadastramento biométrico; municípios estão em fase de revisão obrigatória

Mais de 20 zonas eleitorais do estado realizarão atendimento extraordinário neste fim de semana (30/11 e 1º/12). O plantão tem o objetivo de facilitar o acesso dos cidadãos ao serviço de recadastramento biométrico. O TRE baiano alerta aos eleitores das cidades envolvidas que o procedimento é obrigatório e aquele que não realizar o cadastro das digitais terá o título cancelado.

A Justiça Eleitoral lembra ainda que, além de impossibilitar a participação nas eleições municipais de 2020, o cancelamento do título resulta em uma série de complicações, a exemplo de restrições em cadastro de recebimento de benefícios sociais, impossibilidade de nomeação em cargo público, dificuldade para obter empréstimos em instituições públicas e etc.

Consulte cidades

O horário de funcionamento e os atendimentos são estabelecidos por cada zona eleitoral. O TRE-BA lembra ainda que outras zonas/cidades podem aderir ao plantão e, por isso, orienta ao cidadão para que consulte seu respectivo cartório eleitoral. A lista com endereço e telefone pode ser acessada aqui.

Para ser atendido, o eleitor deve apresentar documento oficial com foto, comprovante de residência atualizado e o título eleitoral (caso possua). Para homens com idade entre 18 e 45 anos que, além de fazer a biometria, vão solicitar o primeiro título de eleitor, será necessário levar também um documento que comprove a quitação junto a Justiça Militar.


Blogbraga/TRE/BA

Compartilhar no Whatsapp

Formatura dos atiradores do TG 06-008 de 2019 em Jacobina/BA

Sábado, 30 de Novembro de 2019 / Bahia

Na noite desta sexta-feira (29/11/2019)  o Tiro de Guerra 06-008/Jacobina, sob o comando do Subtenente Fagundes, realizou a formatura militar dos atiradores do ano 2019, a turma denominada Tenente EB Lima, homenageou a familia do Tenente em comento com a entrega de um buquê de rosas à sua viúva, que foi realizada pela Cap PM Virgínia, Comandante da 2a Cia PRv/ BPRv, que estava representando o Ten Cel Jarbas Oliveira, Comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária.

Estiveram presentes no evento o vice-prefeito do município, Cleriston, o Ten Cel PM Mota Lima, Assistente Militar da Assembléia Legislativa da Bahia, seu irmão Cel EB R/R Antônio Cícero Mota Lima, Assesor Militar Cultural da 6a Região Militar e demais familiares, o Ten Oliveira, representando o Cmt. da 24a CIPM, além de Secretários Municipais, empresários locais e familiares e amigos dos atiradores. 

Insta:1 https://www.instagram.com/batalhaodepoliciarodoviaria/
Face: https://www.facebook.com/bprvbahia/ 
"BPRv e a Comunidade   na Corrente  do Bem"/ 


Blogbraga/FONTE: CAP PM VIRGÍNIA

Compartilhar no Whatsapp

Turismo da Bahia contará com ações inovadoras envolvendo pesquisas e observatório

Sábado, 30 de Novembro de 2019 / Bahia

Uma parceria entre as secretaria estaduais do Planejamento (Seplan) e do Turismo (Setur) resultará em um novo boletim de análise conjuntural do turismo da Bahia, a ser divulgado trimestralmente. Executado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), órgão vinculado à Seplan, com o apoio da Diretoria Planejamento Turístico (DPT), da Setur, a primeira edição será lançada em dezembro. O assunto foi debatido nesta sexta-feira (29), durante reunião na Seplan entre os titulares das pastas Walter Pinheiro (Planejamento) e Fausto Franco (Setur). Também estiveram presentes à reunião a diretora de Planejamento Turístico, Giulliana Brito e sua equipe, e a diretora-geral da SEI, Jorgete Costa e equipe.

Na oportunidade, também ficou acordado o lançamento da versão aprimorada do Observatório do Turismo, que trará, entre outras informações, indicadores  relacionadas a meios de hospedagem; ocupação hoteleira; receitas das atividades turísticas; fluxos de passageiros em portos, aeroportos, rodoviárias; consumo de energia elétrica, investimentos e demais informações relacionadas ao setor. Durante o encontro também foi debatida a realização de uma ampla pesquisa inovadora envolvendo as 13 zonas turísticas da Bahia.

“Será uma pesquisa envolvendo a nossa estrutura da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, no sentido de construir um caminho para envolvermos os atores do Turismo como um todo e criar um mecanismo para cada vez mais a gente utilizar as informações como ferramenta para o dia-a-dia, para ir melhorando o nosso nível de atendimento, nossas ofertas e ir enxergando também quais são as lacunas para que a gente pudesse efetivamente melhorar as condições, atrair mais gente, melhorar para o Turismo interno e, claro, fazer do turismo a nossa fonte de alegria e também a nossa fonte de receita”, destacou o secretário do Planejamento Walter Pinheiro.

Para o secretário Fausto Franco, as ações possibilitarão um planejamento efetivo das ações de fomento ao setor “considerando que teremos dados importantes tanto economicamente, como aqueles relacionados ao perfil do turista que nos visitam, desde comportamento, tempo de permanência, valores gastos em cada destino, dentre outras informações”. Ele acrescenta que a SEI entra com sua expertise em pesquisas e estudos de dados e a DPT contribuindo no fornecimento de informações complementares aos estudos.


Blogbraga/Foto: Ascom/Seplan

Compartilhar no Whatsapp

24ªCIPM, EM AÇÕES DE COMBATE AO TRÁFICO DE ENTORPECENTES EM MIGUEL CALMON, PRENDE INDIVÍDUOS ASSOCIADOS A ESTA MODALIDADE DE DELITO

Sábado, 30 de Novembro de 2019 / Bahia

Na tarde desta quinta-feira, 28 de novembro, Policiais Militares do 4º Pelotão em Miguel Calmon, após denúncias de populares, apresentou na Delegacia local um senhor de 80 anos de idade, morador da Rua José Lúcio, onde fora lavrado o Flagrante Delito por tráfico de entorpecentes. Com o mesmo fora flagrado certa quantidade de substâncias análoga a entorpecentes: (07) papelotes de maconha, (05) papelotes de cocaína e (04) pedras de crack.

No período da tarde, os mesmos Policiais Militares, tomaram conhecimento que numa residência no Bairro Canabrava, em Miguel Calmon, estaria havendo tráfico de entorpecentes. Prontamente, os Policiais foram até o logradouro, onde fora encontrado, em posse de um indivíduo de 24 anos de idade, 440 pinos vazios para armazenamento de cocaína, uma máquina de cartão de crédito e 02 pacotes de embalagens para cocaína. Este indivíduo, juntamente com o material apreendido, fora apresentado na Delegacia local para que medidas cabíveis fossem adotadas pelo Delegado Titular.

Já na manhã do dia seguinte, 29 de novembro, outra guarnição de Policiais Militares, também pertencentes do mesmo Pelotão, quando efetuava rondas e abordagens rotineiras pela Cidade, ao passar por um beco nas proximidades da Rua Francisco Félix, foi visto um indivíduo em atitude suspeita que, ao perceber a presença dos Policiais Militares, tentou empreender fuga, porém não obteve êxito, sendo alcançado. Em ato contínuo, os Policiais procederam com a busca pessoal e com o indivíduo fora flagrado certa quantidade de substâncias análoga a entorpecentes: (10) trouxinhas de maconha, (05) cinco trouxinhas de Crack e (05) cinco trouxinha de cocaína. Ao indivíduo fora dado voz de prisão e conduzido para a Delegacia de Polícia local, onde deu-se procedimento ao Flagrante Delito.

 "Parabenizo com louvor as ações vigorosas desenvolvidas pelos destemidos Policiais Militares do 4º Pelotão que, com persistência e bravura, combatem de frente o mundo do tráfico de entorpecentes naquela região, cumprindo assim o juramento de Servir e Proteger a população." Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 29 de novembro de 2019.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

PREFEITO OZIEL OLIVEIRA PARTICIPA DO LANÇAMENTO DA BAHIA FARM SHOW 2020 NA FENAGRO, EM SALVADOR

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019 / Bahia

A prefeitura de Luís Eduardo Magalhães apoia as iniciativas de fortalecimento da economia do município. Na última terça-feira (26), o prefeito Oziel Oliveira juntamente com a deputada estadual, Jusmari Oliveira, representaram a Capital do Agronegócio, que é sede da Bahia Farm Show, no lançamento da 16ª edição da Bahia Farm Show 2020, na Fenagro, em Salvador. O evento reuniu agricultores, autoridades, instituições financeiras e a imprensa. 

A Bahia Farm Show é organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Fundação Bahia, Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda (Assomiba) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

A Feira é um dos principais eventos do agronegócio que ocorre no interior do Estado, e seus reflexos econômicos e sociais são observados não só na região Oeste, mas em todo Matopiba (fronteira agrícola situada entre os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). O gestor municipal destacou a importância do evento.

“É uma honra muito grande poder fazer parte dessa história, e saber que contribuímos para potencializar o agronegócio na nossa região, gerando economia, empregos e oportunidades. O evento leva a marca de uma região do Nordeste do Brasil para grandes economias do país e do mundo. Desde o momento em que nós a projetamos, em meu primeiro mandato como prefeito, imaginávamos essa condição dela ser grande e chegar a esse patamar. De modo que, me sinto muito orgulhoso de ter idealizado essa feira que hoje impacta toda a nossa região, como também, a economia local através dos hotéis, restaurantes e lojas, onde a vitrine passa a ser toda a cidade, não somente o local da feira”, declarou o Oziel Oliveira.

O evento realizado em Salvador, representa o início da contagem regressiva, que indicava 181 dias para a abertura da maior feira de tecnologia agrícola e de negócios do Norte e Nordeste do país, a realizar-se entre os dias 26 e 30 de maio de 2020, no Complexo da Bahia Farm Show, em Luís Eduardo Magalhães.

De acordo com os organizadores, em 2019 a Bahia Farm Show teve uma marca histórica de mais de R$ 1,9 bilhão em volume de negócios, onde a feira deu a sua contribuição para a economia e também para a área social. Cerca de 3 mil postos de trabalho temporários foram gerados, direto e indiretamente, Outros números também são expressivos, como 260 expositores, representando mais de mil marcas e 68 mil visitantes.

Com a expectativa de mais um ano de crescimento da safra de grãos e fibra produzidos na Bahia, o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Busato, ressaltou a dedicação, profissionalização e o desenvolvimento da agricultura baiana, que atualmente produz 8% da fibra do Brasil e desponta como a de maior qualidade. “A produção agrícola vai crescer ainda mais com o trabalho do produtor representado em feiras agrícolas. A cada ano teremos uma Fenagro e Bahia Farm Show cada vez maiores, sendo orgulho de mais baianos”, afirmou.


Blogbraga/ASCOM | Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães/Com informações da ASCOM AIBA

Compartilhar no Whatsapp

Contas de doze prefeituras são aprovadas com ressalvas pelo TCM

Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019 / Bahia

O Tribunal de Contas dos Municípios analisou e aprovou com ressalvas, na sessão desta quinta-feira (28/11), as contas de prefeitos de mais doze municípios baianos, relativas ao exercício de 2018. Todos eles foram punidos com multas por irregularidades que foram constatadas durante a análise dos relatórios apresentados. Alguns também foram penalizados com multa equivalente a 30% dos seus subsídios anuais, pela não recondução do índice de despesa com pessoal ao limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Tiveram contas aprovadas o prefeito de Tabocas do Brejo Velho, Humberto Pereira da Silva; de Antas, Manoel Sidônio Nilo; de Barra do Rocha, Luiz Sérgio de Souza; de Candeal, Everton Pereira Cerqueira; de Contendas do Sincorá, Uelinton Valdir Souza; de Várzea Nova, João Hebert da Silva; de Aratuípe, Antônio Miranda Silva Júnior; de Central, Uilson Monteiro da Silva; de Maetinga, Edcarlos Lima Oliveira; Serra Preta, Rogério Serafim de Sousa; de Ibirapitanga, de Isravan Lemos Barcelos; e de Santa Bárbara, Jailson Costa dos Santos.

Destes municípios, apenas Maetinga e Tabocas do Brejo Velho não tiveram suas contas aprovadas com ressalvas por todos os conselheiros presentes à sessão. Isto porque, quando da análise das contas destes municípios, o conselheiro Fernando Vita apresentou voto divergente pela emissão de parecer recomendando a rejeição da prestação de contas. A razão é que o conselheiro não concorda com a aplicação das regras da Instrução 003 do TCM, que permite a exclusão, do cômputo dos gastos com pessoal – para efeito de cálculo do limite de 54% imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal –, das despesas dos municípios com a remuneração dos servidores que trabalham na execução dos programas federais.

Assim, em Maetinga, para ele, os gastos com pessoal alcançaram 55,33% da receita corrente líquida, e não 48,78%, como chegaram à conclusão os demais conselheiros. O percentual de gastos em Tabocas do Brejo Velho seria, para ele, de 55,95% – sem a Instrução 003 – e não de 51,41% como apurado pelos auditores do TCM que aplicam a instrução, conforme entendimento dos demais conselheiros presentes à sessão.

Em relação às contas do município de Contendas do Sincorá, o relator, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, determinou um ressarcimento aos cofres municipais na quantia de R$112.226,00, com recursos pessoais, pelo prefeito Uelinton Valdir Souza. A devolução se faz necessária – para o conselheiro – em razão da ausência de folha de pagamento dos servidores e da comprovação de crédito nas contas dos mesmos (R$112.084,00) e pelo injustificável pagamento de multas e juros por atraso no cumprimento de obrigações (R$142,00).

O gestor também foi multado em R$15 mil, pelas irregularidades constadas pela equipe técnica. Entre elas, o não encaminhamento de processos licitatórios para análise do TCM; indício de contratação irregular de profissional da área de saúde para prestação de serviços médicos em regime de plantão; não apresentação de contrato; e o não recolhidos à Previdência das obrigações patronais, nos meses de janeiro, fevereiro, março, abril, setembro, novembro e dezembro.

O município de Contendas do Sincorá arrecadou, no exercício, recursos no montante de R$16.872.240,02 e realizou despesas na quantia total de R$16.906.123,60, o que resultou em déficit orçamentário da ordem de R$33.883,58. A despesa total com pessoal alcançou o montante de R$7.449.671,32, que corresponde a 45,68% da receita corrente líquida do município, respeitando, portanto, o limite de 54% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

A prefeitura investiu R$5.055.192,38 na manutenção e desenvolvimento do ensino no município, representando 28,33% das receitas de impostos e transferências constitucionais, superado o percentual mínimo exigido de 25%. Nas ações e serviços públicos de saúde foram aplicados R$2.122.083,97, o que corresponde a 18,20% da arrecadação dos impostos, atendendo ao mínimo de 15%. Em relação os recursos do Fundeb, o município aplicou R$3.062.755,69 na remuneração de profissionais em efetivo exercício do magistério, que equivale a 86,51% da receita do fundo, cumprindo a aplicação mínima de 60%.

Cabe recurso da decisão. 


Blogbraga/TCM - Assessoria de Comunicação Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

TCM aprova contas da Câmara de Salvador e de mais 17 municípios

Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019 / Bahia

Na sessão desta quarta-feira (27/11), o Tribunal de Contas dos Municípios aprovou as contas do ex-presidente da Câmara de Salvador, Leonardo Silva Prates, relativas do exercício de 2018. O relator do parecer, conselheiro substituto Antônio Emanuel de Souza, não constatou ressalvas nas contas do gestor. Na mesma sessão os conselheiros do TCM analisaram e aprovaram as contas de outras 17 câmaras de vereadores.

A Câmara de Salvador recebeu repasses, a título de duodécimos, no montante de R$176.118.582,67 e promoveu despesas na quantia total de R$ 171.822.278,73. Não ultrapassou, assim, o limite máximo de 6% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Os recursos deixados em caixa, ao final do exercício, foram suficientes para arcar com despesas inscritas em restos a pagar, contribuindo para o equilíbrio fiscal da entidade.

A despesa com folha de pagamento, incluindo os subsídios dos vereadores, foi de R$108.330.132,80, que corresponde 60,62% do total da receita do Poder Legislativo, mantendo-se abaixo do limite de 70% cumprindo o previsto no artigo 29-A da Constituição Federal.

Também tiveram contas aprovadas pelos conselheiros na íntegra – ou seja, sem quaisquer ressalvas – os então presidentes das câmaras de Igaporã, Gérson Pereira Reis; Piritiba, Sílvio Romero Alves Silva; e São Félix, José Fernando Souza Santos.

Ainda na sessão desta quarta-feira (27/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia analisaram e aprovaram com algumas ressalvas as contas do exercício de 2018 dos gestores de outras 14 câmaras municipais. Alguns dos gestores não tiveram suas ressalvas consideradas passíveis de multa. Outros foram punidos com multas de valor entre a R$1 mil a R$2,5 mil, em razão de irregularidades que foram constatadas quando da análise dos relatórios apresentados, pelos auditores do TCM e pelos conselheiros relatores.

Tiveram contas aprovadas com ressalvas os gestores de Jeremoabo, Benedito Oliveira dos Santos; Bom Jesus da Serra, Euflávio Silva Meira; Miguel Calmon, Carlos Roberto Miranda Rios; Caldeirão Grande, Admilson Alves Moreira; Serrinha, Radson Rogério Pires da Silva; Olindina, Sandro Santana Guimarães; Tapiramutá, Ruy Silva Barros; Dário Meira, Manoel Thomé de Souza; Pé de Serra, Agenário Carneiro; São Domingos, Jotair Batista da Silva; Senhor do Bonfim, Reinaldo Ferreira Santana; Alagoinhas, Roberto José Torres de Lima; Utinga, Antunes Santana dos Santos; e Sobradinho, Carlos Jarques Canturil da Silva.

Cabe recurso das decisões.


Blogbraga/TCM - Assessoria de Comunicação Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Em Brasília secretário Jerônimo Rodrigues representa o CONSED em ato público em defesa do FUNDEB

Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019 / Bahia

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, representou o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED) em ato público realizado, nesta quarta-feira (27), no Congresso Nacional, em Brasília, em defesa e pelo fortalecimento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). A iniciativa foi promovida pela Frente Parlamentar Mista da Educação, em parceria com a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

Na oportunidade, o secretário Jerônimo elencou os quatros pontos que o CONSED acredita serem essenciais para o aprimoramento do FUNDEB. “Nós sabemos a importância de um momento como este, em que precisamos, apesar das dificuldades, continuar a demarcar nosso espaço na defesa de uma educação pública de qualidade. Por isso, definimos que alguns pontos são fundamentais: tonar o FUNDEB uma política permanente na Constituição Federal; fortalecer o foco da qualidade e da equidade; aprimorar seu desenho ampliando seu poder de redistribuição; e consolidar de forma consensual e fundamental, visando, acima de tudo, um sistema de educação de qualidade e mais justo, garantindo a sua continuidade em benefícios de todas as unidades da federação”, disse.

Ainda segundo Jerônimo, para o CONSED, “o FUNDEB é um instrumento e uma prática concreta de nosso regime de colaboração com os movimentos das universidades, com as prefeituras e com os mandatos parlamentares. E fica a nossa palavra, enquanto secretários de Educação de todos os Estados, de nos juntarmos aos deputados federais e estaduais, assim como aos vereadores, para que possamos compreender a importância deste momento em defesa da existência do FUNDEB”, afirmou.

Na oportunidade, o secretário também dialogou com os deputados federais Alice Portugal, Lídice da Mata, Valdenor Pereira e João Carlos Bacelar, que é presidente da Comissão Especial que analisa a PEC do FUNDEB.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria da Educação do Estado da Bahia/Foto: Eduardo Colin

Compartilhar no Whatsapp

Bahia Farm Show 2020 é lançada na Fenagro, em Salvador

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019 / Bahia

Evento reuniu agricultores, políticos, instituições financeiras e imprensa

Os detalhes da próxima edição da Bahia Farm Show foram conhecidos, em primeiríssima mão, pelo público da capital baiana, na noite de terça-feira (26). Como acontece há seis anos, os organizadores do evento viajam mais de mil quilômetros para lançar, em Salvador, um dos principais eventos do agronegócio, que ocorre no interior do Estado, mas cujos reflexos econômicos e sociais podem ser observados não só na região Oeste, mas em todo Matopiba (fronteira agrícola situada entre os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). Com um público seleto, formado por agricultores, autoridades políticas, expositores, profissionais de imprensa e representantes de instituições financeiras e de órgãos e entidades ligadas à agricultura, foi dada a largada para a 16ª edição da Bahia Farm Show.

O evento representa o início da contagem regressiva, que indicava 181 dias para a abertura da maior feira de tecnologia agrícola e de negócios do Norte e Nordeste do país, a realizar-se entre os dias 26 e 30 de maio de 2020, na capital baiana do agronegócio, como é conhecido o município de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia.

Representando o governador da Bahia, Rui Costa, o secretário estadual de Agricultura, Lucas Costa, que se autodenominou de “garoto propaganda” da Bahia Farm Show, devido ao seu encantamento com a feira, e parabenizou os organizadores pelo sucesso do evento, que é um importante agente para a economia baiana. “Este ano, eu tive a honra de participar dos 15 anos da Bahia Farm Show e ver a sua relevância não só para o Oeste, mas para todo o Estado. Desde então, eu saio propagando a feira por onde eu vou, pois acredito que todo agricultor, seja ele de pequeno, médio ou grande porte, deve conhecê-la, para dela levar muito conhecimento”, definiu.

Palco que reúne insumos materiais e imateriais para o agricultor, a feira é vitrine de produtos e serviços imprescindíveis dentro de campo: desde a semente, passando por defensivos e fertilizantes, até os equipamentos mais modernos e robustos, como irrigação e aviação.

“A Bahia Farm Show é o local ideal para o produtor rural fazer aquisição das últimas inovações em tecnologias para o campo; é o momento oportuno para trocar seu maquinário, pois tem condições de crédito especial, mas é, sobretudo, o lugar certo para reciclar o conhecimento e compartilhar experiências. A feira não é só negócios, é também palco para muita discussão e debate de temas pertinentes à rotina do agricultor. Nela acontecem mais de 30 palestras e 1 fórum transmitido ao vivo, em rede nacional”, observou o presidente da Bahia Farm Show, Celestino Zanella, para quem o sucesso da feira é espelho da pujança do agronegócio. “Nos primeiros seis meses deste ano, o agronegócio injetou R$ 33 bilhões no PIB. Para cada emprego gerado na fazendo, outros são gerados fora dela. O setor alimenta a população e promove o desenvolvimento e progresso”, conclui.

Com a marca histórica de mais de R$ 1,9 bilhão em volume de negócios, a feira deu a sua contribuição para a economia e também para a área social. Em 2019, cerca de 3 mil postos de trabalho temporários foram gerados, direto e indiretamente, pela Bahia Farm. Outros números também são expressivos: 260 expositores, representando mais de mil marcas, e 68 mil visitantes.

“A feira, além de vitrine econômica, exerce a responsabilidade social e ambiental, propagando a agricultura de baixo impacto, através de sistemas inteligentes que permitem a produção sustentável, e fazendo o bem a quem precisa. Através do ingresso solidário, destinamos parte do valor arrecadado com a bilheteria para o Hospital do Oeste, unidade de saúde que atende a toda região. Pelo sexto ano consecutivo, a instituição é contemplada com a doação. Este ano, destinamos mais de R$ 35 mil, valor revertido em reforma e aquisição de equipamentos para proporcionar mais conforto e bem-estar aos pacientes e acompanhantes”, ressaltou a coordenadora do evento, Rosi Cerrato.  

Com a expectativa de mais um ano de crescimento da safra de grãos e fibra produzidos na Bahia, o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Busato, ressaltou a dedicação, profissionalização e o desenvolvimento da agricultura baiana, que atualmente produz 8% da fibra do Brasil e desponta como a de maior qualidade. “A produção agrícola vai crescer ainda mais com o trabalho do produtor representado em feiras agrícolas. A cada ano teremos uma Fenagro e Bahia Farm Show cada vez maiores, sendo orgulho de mais baianos”, afirma.

Organização e infraestrutura – Com o início da contagem regressiva e da intensificação dos trabalhos para organizar uma feira do porte da Bahia Farm, a coordenadora geral da feira, Rosi Cerrato, afirma que as expectativas para o próximo ano são de manter o crescimento de negócios e de público, sempre levando uma infraestrutura arrojada para as empresas expositoras, instituições financeiras. “Por conta do sucesso, a internacionalização da feira é um fato. No ano passado recebemos expositores do Uruguai, Alemanha e Estados Unidos, que viram na feira, a oportunidade de alavancar os seus negócios. E este ano, teremos a adesão de empresas estrangeiras, e a importante confirmação dos agentes financeiros públicos e privados que garantem o diferencial no preço e nas condições de pagamento na aquisição de máquinas e equipamentos junto aos expositores”, afirma.

“Em relação à infraestrutura, já a partir deste ano um novo pavilhão coberto entrou em funcionamento, dobrando a área para pequenos expositores e, consequentemente, permitindo que mais empresas participem do evento, o que garante suporte e competitividade ao agronegócio”, enfatizou.

O Complexo Bahia Farm Show compreende uma área de 144 mil metros quadrados, com boa estrutura de rede elétrica, hidráulica e de irrigação, sanitários, área de lazer, ruas 100% pavimentadas e bosque de espécies nativas, além de amplos estacionamentos e dois restaurantes. O Complexo Bahia Farm Show também possui dois auditórios, campo experimental com pesquisas do setor agrícola, além de área para test drive com exibições e performances do setor automotivo, posto médico, central de atendimento ao expositor e ao montador e segurança 24 horas.

A Bahia Farm Show é organizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Fundação Bahia, Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda. (Assomiba) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

O lançamento da Bahia Farm Show na Fenagro contou com a participação do prefeito da cidade sede, Luís Eduardo Magalhães, Oziel Oliveira; dos deputados estaduais Jusmari Oliveira e Antônio Henrique Júnior; de representantes da Faeb e de outras entidades de classe.


Blogbraga/Ascom Aiba

Compartilhar no Whatsapp

BAHIA: Mais 21 prefeituras têm contas aprovadas pelo TCM

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019 / Bahia

Na sessão desta quarta-feira (27/11), o Tribunal de Contas dos Municípios, por quatro votos a um, aprovou com ressalvas as contas da Prefeitura de Itanhém, da responsabilidade de Zulma Pinheiro dos Santos Vaz, relativas ao exercício de 2018. O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, opinou pela rejeição das contas, em razão da extrapolação da despesa total com pessoal, que segundo ele, sem aplicação das regras da Instrução nº 003, do TCM, alcançaram 56,24% da receita corrente líquida. Entretanto, foi vencido por quatro votos a um, com a divergência aberta pelo conselheiro Raimundo Moreira, que, assim como os demais conselheiros presentes à sessão, aplicam a instrução e excluem dos cálculos os gastos com pessoal a despesa com servidores na execução de programas federais.

Com a aplicação da Instrução nº 003, a despesa total com pessoal totalizou R$23.308.813,03, correspondendo a 53,25% da receita corrente líquida do município, inferior, portanto, ao percentual máximo de 54% estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Os conselheiros do TCM também aprovaram a aplicação de multa no valor de R$12 mil à prefeita, em função das irregularidades identificadas durante a análise das contas.

O relatório técnico apontou como ressalvas a admissão de servidores sem a realização de prévio concurso público; a realização de gastos irrazoáveis com aquisição de combustíveis, locação de veículos e transporte escolar, serviços de digitalização e assessoria contábil; baixa cobrança da dívida ativa do município; ausência de inserção de dados no sistema SIGA do TCM; e apresentação do relatório de controle interno sem desacordo com as exigências legais.

Na mesma sessão, os conselheiros também aprovaram com ressalvas as contas de prefeitos de mais 20 municípios baianos. Todos foram penalizados com multas, em razão de irregularidades, equívocos e omissões constatados durante a análise das contas. Alguns ainda foram penalizados com sanções que correspondem a 30% dos seus subsídios anuais, pela não recondução das despesas com pessoal nos prazos estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Foram aprovadas com ressalvas as contas do prefeito de Piritiba, Samuel Oliveira Santana; de Jacaraci, Antônio Carlos Freire de Abreu; de Santaluz, Quitéria Carneiro Araújo; de Santa Luzia, Antônio Guilherme dos Santos; de Saúde, Sérgio Luiz Passos; de Canápolis, Myriam Teixeira de Oliveira; de Jacobina, Luciano Antônio Pinheiro; de Livramento de Nossa Senhora, José Ricardo Ribeiro; de Presidente Jânio Quadros, Alex da Silva; de Gandu, Leonardo Barbosa Cardoso; de Itatim, Gilmar Pereira Nogueira; de Paripiranga, Justino das Virgens Neto; de Presidente Dutra, Sílvio Mário de Almeida; de Saubara, Márcia Oliveira de Araújo; de Brotas de Macaúbas, Litercílio de Oliveira Júnior; de Canudos, Genário de Alcântara Neto; de Utinga, Joyuson Vieira Santos; de Quixabeira, Reginaldo Sampaio Silva; e de Sobradinho, Luiz Vicente Torres Sanjuan.

Cabe recurso da decisão.


Blogbraga/TCM - Assessoria de Comunicação Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

Alba estreita laços de solidariedade entre Bahia e Cuba

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019 / Bahia

Presidente Nelson Leal, embaixador e consulesa cubanos discutiram ações de fortalecimento de acordos bilaterais em áreas diversas.

A Assembleia Legislativa da Bahia tem feito a sua parte na busca de mitigar os efeitos deletérios do “retrógrado” bloqueio econômico promovido pelos Estados Unidos a Cuba.

 As iniciativas do Legislativo estadual foram reconhecidas na manhã desta terça-feira (26), com a visita do embaixador e da consulesa para o Nordeste do Governo de Havana ao presidente da Casa. Deputado Nelson Leal (PP) esteve acompanhado dos deputados Marcelino Galo (PT) e Júnior Muniz (PP).

Rolando Gómez González e Milena Caridad Zaldivar Piedra vieram agradecer às ações da Alba nesse sentido. No último dia 31 de outubro a Assembleia Legislativa da Bahia realizou “Ato em Defesa dos Direitos do Povo Cubano e em Comemoração aos 500 anos de Havana”, proposta por Marcelino Galo.

“Foi a iniciativa mais relevante em favor de Cuba entre os Legislativos do Brasil. O bloqueio viola os direitos humanos do nosso povo e ataca a nossa economia. É terrível”, comentou, o embaixador.

 O chefe do Legislativo baiano também expressou sua indignação com o embargo econômico adotado pelo Governo de Washington, que já dura 57 anos. Em 1996, o Congresso estadunidense reiterou a medida, através da Lei Helms-Burton.

“O embargo não entra em nossas mentes, assim como na de quase todo o mundo. É uma posição retrógrada e contraditória dos EUA, que tanto falam em direitos humanos e democracia. O bloqueio agride a todas as pessoas que defendem os direitos humanos”, destacou, Nelson Leal.

O presidente da Alba firmou novo compromisso com a diplomacia cubana, que revela a posição majoritariamente contrária da Casa ao bloqueio e que fortalece a relação bilateral entre o Estado e o País caribenho.

DEPUTADOS EM CUBA

“Vamos formar uma delegação de parlamentares da Casa, no primeiro semestre do próximo ano, para visitarmos Cuba e mostrarmos ao mundo a nossa solidariedade. Vocês são heróis por enfrentar de forma tão altiva um país que detêm 18% da economia global”, confessou ao embaixador e à consulesa, o presidente.

Nelson Leal destacou sua admiração pela saúde e educação cubanas, bem como a importância de a Bahia fortalecer acordos bilaterais nas áreas médica, comercial, turismo e conservação de patrimônio público. “Nessa delegação de deputados que visitará Cuba, vamos convidar também empresários, visto que o embaixador sairá daqui para visitar a Fieb. Espero que possamos cada vez mais fortalecer e frutificar essa relação bilateral”, explicou, o pepista.

Rolando Gómez González disse que “temos muito carinho pelos baianos”, salientou idiossincrasias entre os dois povos e defendeu o impulsionamento de cooperação de interesse comum entre Bahia e Cuba nas áreas de cultura, comércio, tecnologia e, sobretudo, na saúde.

“O intercâmbio entre Cuba e Bahia é muito positivo. Desejamos estabelecer parcerias com a Bahiafarma, no que concerne a medicamentos na cura do câncer, amputação de membros decorrente da diabetes e também o vitiligo, que somente Cuba tem esse produto”, esclareceu, González.

MAIS MÉDICOS

O embaixador ainda ressalvou que cerca de 63 milhões de brasileiros passaram pelos cuidados dos médicos cubanos, durante a vigência no país do Programa Mais Médicos, implantado pela ex-presidente Dilma Rousseff e extinto pelo atual ocupante do Palácio do Planalto. “O Brasil sente muito a falta do Programa Mais Médicos, especialmente nas cidades mais longínquas, nos grotões as pessoas estão sofrendo”, destacou, Nelson Leal.

Deputado Marcelino Galo reforçou a solidariedade dos cubanos aos brasileiros. “Recebemos, durante o 7º Congresso do PT, um documento de Cuba com 2,2 milhões de assinaturas, pedindo a soltura do ex-presidente Lula. Deputado Júnior Muniz também condenou o embargo econômico à Ilha.

Nelson Leal presenteou a diplomacia cubana com um livro de fotografias do litoral baiano, do fotógrafo Nilton Souza. O embaixador devolveu a gentileza com uma caixa do mundialmente conhecido charuto do país do Caribe.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação da Presidência

Compartilhar no Whatsapp

CHUVAS QUE ATINGIRAM A CAPITAL BAIANA DOMINAM OS DEBATES NA ALBA

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019 / Bahia

A sessão ordinária realizada no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), na tarde desta terça-feira (26), teve como temas mais recorrentes a chuva que atingiu Salvador, causando transtornos em vários pontos da cidade, e o caso da desocupação de terras localizadas em Juazeiro e Casa Nova. O pedido de reintegração de posse foi feito em 2012 pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). 

O deputado Zó (PC do B) lamentou a retirada de duas mil famílias das áreas reivindicadas pela companhia. “A desocupação foi feita em uma área pública da Codevasf e que serve para produção de riqueza para quem mora no campo. Fizeram uma desapropriação onde há escolas, moradias, igrejas. Todas estas edificações foram derrubadas. Eram áreas produtivas, boa parte delas voltada para a agroecologia”, frisou o parlamentar.

O líder do PT na Casa, Marcelino Galo, fez coro com o deputado Zó e classificou como ‘repressão’ a ação de desocupação das famílias dos acampamentos nos municípios de Juazeiro e Casa Nova. “Não se entende como se retira de uma área trabalhadores que estão há anos produzindo alimentos, com excedente sendo exportado, com a força da mão de obra de famílias que estavam ali estabelecidas”, condenou o deputado. 

Segundo Galo, mais de duas mil famílias, trabalhadores sem-terra que ocupavam a região desde 2007, tinham um acordo com a Codevasf para permanecer nas terras produzindo. O parlamentar mostrou ainda preocupação com os soteropolitanos que estão ‘sofrendo com as chuvas’, e felicitou os 20 anos da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), “uma rede de organizações da sociedade civil para fortalecer políticas de convivência com o Semiárido”. 

Ao parabenizar a fala de Marcelino Galo contra a ação que retirou produtores sem-terra de área da Codevasf, Robinson Almeida (PT) solidarizou-se com as famílias e leu nota conjunta assinada pelos partidos e movimentos sociais da região. O documento descreve, entre outras coisas, que os trabalhadores sem-terra “tornaram uma área, antes destinada apenas a monocultura e a especulação do agronegócio, em um espaço agroecológico produtivo e de autossustento”. O parlamentar também tratou, em seu discurso, da chuva que ocorreu na capital baiana no começo desta semana. 

Os deputados Tum (PSC) e Roberto Carlos (PDT) se associaram aos demais colegas. “São 700 famílias em Casa Nova que foram ontem surpreendidas às 5 h da manhã por uma truculenta ação policial. Eu sou de Casa Nova, estamos dando abrigo a essas famílias que foram desalojadas”, informou Tum. Já Roberto Carlos informou que esteve recentemente na região, conhece os problemas dos produtores familiares, e viu de perto “as benfeitorias que realizaram na área”.

Ao passo em que demonstrou solidariedades com as famílias despejadas, o líder da minoria, deputado Targino Machado (DEM), observou que o problema começou em 2012, nos governos petistas de Lula presidente e Jaques Wagner governador, quando a empresa pública requereu a reintegração de posse da área. “Quero me solidarizar com eles. Mas lamento que nem o ex-presidente, nem o governador à época, tenham adotado as providências que pudessem livrar aquelas pessoas do prejuízo que, no momento, estão tendo”, disse.

Targino foi seguido pelo deputado Tiago Correia (PSDB), que ratificou o entendimento do líder da oposição: “Esse processo começou em 2012, tramitou na Justiça e saiu a decisão judicial – o que não tira, de forma alguma, nosso sentimento de solidariedade com essas famílias, que deveriam sim ter sido transferidas, talvez para assentamentos à época, ou quem sabe essa área tivesse sido regularizada e doada a esses mesmos produtores”.


Ainda durante a sessão, a deputada Olívia Santana (PC do B) defendeu um novo modelo de desenvolvimento urbano para Salvador, que contemple a população mais pobre e a periferia da cidade. “A população está pedindo socorro”, disse a legisladora, informando que o sistema de alarme da Codesal foi acionado em alguns bairros. “Segundo o órgão de defesa, já são mais de 130 chamados”, registrou. A comunista também se solidarizou com as famílias dos acampamentos do MST no Vale do São Francisco, que tiveram que desocupar os lotes por ordem da Justiça Federal.

Presidente da Frente Parlamentar de Defesa da Saúde e Institutos de Pesquisas Afins, o deputado José de Arimateia (Republicanos) convocou o apoio de colegas legisladores para buscar uma solução no caso do Hospital de Base de Itabuna. O republicano explica que recebeu denúncias de que somente em julho deste ano, a unidade registrou 130 óbitos. “Precisamos de uma mobilização dos deputados para discutir essa situação”, conclamou.

Ivana Bastos (PSD) registrou a realização da conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), que aconteceu em Salvador na semana passada, quando foi eleita presidente da entidade. A parlamentar agradeceu a presença dos colegas, que prestigiaram a ampla programação de palestras da conferência, além dos órgãos públicos pelo apoio institucional, a exemplo das secretarias estaduais de Infraestrutura, Turismo e Comunicação, Bahiagás, Desenbahia, entre outros. 

O deputado Euclides Fernandes (PDT) também dirigiu votos de congratulação à Ivana Bastos pela eleição na Unale e aplaudiu a realização da conferência nacional ocorrida em Salvador entre os dias 20 e 22 deste mês de novembro. “Um encontro muito importante que reuniu centenas de deputados, palestrantes nacionais e internacionais e cerca de 1600 pessoas durante toda a programação”, disse Fernandes. O pedetista também destacou a realização da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), que vai até o dia 1º de dezembro no Parque de Exposições, em Salvador. O evento, frisou o parlamentar, é de suma importância para a economia baiana.

Jacó (PT) celebrou no plenário a passagem dos 20 anos da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), enumerando os feitos da rede de mobilizadores que construiu 1,2 milhão de cisternas nas casas de agricultores e outras 200 mil cisternas para produção de alimentos. Para o deputado, os números significam “quebra de paradigma da sede que tornavam escravos os povos do semiárido e libertação política das famílias e da população”.


Blogbraga/Reportagem: Marlon

Compartilhar no Whatsapp

TCM aprova as contas de 2018 de nove prefeituras

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019 / Bahia

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia analisaram e aprovaram com algumas ressalvas, na sessão desta terça-feira (26/11) as contas do exercício de 2018 dos prefeitos de nove municípios da Bahia. Todos eles punidos com multas de valor entre R$2,5 mil a R$5 mil, em razão de irregularidades, equívocos e omissões que foram constatadas quando da análise dos relatórios apresentados, pelos auditores do TCM e pelos conselheiros relatores.

Tiveram contas aprovadas o prefeito de Catolândia, Gilvan Pimentel Ataíde; de Barra da Estiva, João Machado Ribeiro; de Boa Vista do Tupim, Helder Lopes Campos; de Santa Maria da Vitória, Renato Rodrigues Leite Júnior; de Conceição do Almeida, Adailton Campos Sobral; de Euclides da Cunha, Luciano Damasceno e Santos; Macururê, Everaldo Carvalho Soares; de Conceição do Coité, Francisco Alves dos Santos e de Ipiaú, Maria das Graças César Mendonça.

O relator das contas de Ipiaú foi o conselheiro Raimundo Moreira, que multou a prefeita em R$4 mil. O conselheiro Fernando Vita apresentou voto divergente pela rejeição, por não concordar com a aplicação das regras da Instrução nº 003, do TCM, no cálculo da despesa com pessoal. Segundo ele, sem a aplicação da instrução, os gastos com pessoal ultrapassam o limite de 54%, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Ele também apresentou voto divergente quando da apreciação das contas dos municípios de Conceição do Almeida e Conceição do Coité pela mesma razão, mas foi vencido pelos votos dos demais conselheiros presentes à sessão.

No caso específico das contas de Ipiaú, com a aplicação da Instrução 003, que exclui do cômputo dos gastos com pessoal do município as despesas com os servidores que atuam na execução de programas federais, o total de gastos alcançou o montante de R$43.283.568,59, representando 53,8% da receita corrente líquida do município, portanto, em percentual inferior ao limite máximo estabelecido pela LRF.

O município de Ipiaú arrecadou, no exercício, recursos no montante de R$82.195.885,41 e realizou despesas na quantia total de R$80.494.255,94, o que resultou em um superavit de R$1.701.629,47.

A prefeitura investiu R$30.469.721,64 na manutenção e desenvolvimento do ensino no município, representando 25,7% das receitas de impostos e transferências constitucionais, superado o percentual mínimo exigido de 25%. Nas ações e serviços públicos de saúde foram aplicados R$6.933.229,07, o que corresponde a 15,9% da arrecadação dos impostos, atendendo ao mínimo de 15%. Em relação os recursos do Fundeb, o município aplicou R$18.855.569,35 na remuneração de profissionais em efetivo exercício do magistério, que equivale a 73,7% da receita do Fundo, cumprindo a aplicação mínima de 60%.

Cabe recurso da decisão.


Blogbraga/TCM - Assessoria de Comunicação Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

COMANDANTE DA 24ª CIPM EMPOSSOU NA TARDE DESTA TERÇA-FEIRA, 26, A TENENTE PM ANA RIOS NO COMANDO DA RONDA MARIA DA PENHA DA UNIDADE

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019 / Bahia

Na tarde desta terça-feira, 26 de novembro, o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM, presidiu a Solenidade de assunção de Comando da Ronda Maria da Penha da Unidade em Jacobina, momento em que classificou como Comandante, a 1º Tenente PM Ana Rosa Rios de Oliveira.

O ato Solene foi realizado na Sede da Ronda Maira da Penha, localizada no Centro de Referência de Atendimento a Mulher (CRAM), bairro Matriz, e estiveram presentes no evento o Exmo Sr. Juíz de Direito da Vara Crime da Comarca de Jacobina, Dr. Josué Teles Bastos Junior, o Exmo Sr. Presidente da Câmara Municipal de Jacobina, Juliano Carvalho Cruz, os Secretários Municipais da Prefeitura de Jacobina, Sr. Ronildo Andrade e Srª Maria da Conceição, ambos representando o Exmo Sr. Prefeito Municipal de Jacobina, Luciano Pinheiro, o Comandante da Guarda Civil Municipal, Sr. Jailson Dias dos Santos, o Presidente do Conselho de Segurança Pública de Jacobina, Sr. Claudio Almeida Menezes, a Secretária Municipal de Assistência Social, Srª Milena Barbosa de Oliveira Castilho, a Coordenadora do CRAM, Srª Janicleide Mota do Nascimento Rocha, dentre outras autoridades.

A Ronda Maria da Penha, projeto aprimorado pelo Alto Comando da PM BA, já é destaque no Brasil e em outros países, através das excelentes e reconhecidas ações coordenadas pela Major PM Denice Santiago, idealizadora e timoneira da Ronda Maria da Penha na Corporação. A experiência tem protegido mulheres vítimas de violência e servido para expandir o conceito dos direitos humanos e sociais. Em Jacobina este projeto foi implantado desde 11 de maio de 2018 onde, com o empenho de toda equipe da 24ª CIPM e total apoio do Exmº Sr. Coronel PM Anselmo Brandão, Comandante Geral da PMBA e do Ilmo Sr. Coronel Anselmo Bispo, Comandante do Policiamento da Região Norte, a Unidade ofereceu este importante Equipamento de Segurança Pública à Cidade e região, avançando assim numa política voltada à valorização e proteção a mulher. Desde a data de inauguração, os Policiais Militares da Ronda Maria da Penha da 24ª CIPM já ultrapassaram a marca de 110 atendimentos e acompanhamentos nas Medidas Protetivas de Urgência.

"Não tenho dúvidas que este instrumento se tornou uma realidade na Proteção de nossa comunidade e vem dando excelentes resultados no combate aos crimes previstos na Lei Maria da Penha. Tenho plena convicção que a 1º Tenente PM Ana Rios dará continuidade ao belo trabalho desenvolvido há mais de um ano, pelos Policiais Militares da Ronda Maria da Penha da Unidade." Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 26 de novembro de 2019.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social da 24ª CIPM


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Saeb divulga resultado provisório da comissão de autodeclaração para concurso da Sefaz

Terça-feira, 26 de Novembro de 2019 / Bahia

Candidatos terão prazo de dois dias úteis para interposição de recurso

A Secretaria da Administração (Saeb) publica nesta terça-feira (26) o resultado provisório da Comissão de Aferição da Veracidade da Autodeclaração, como parte dos trabalhos para avaliação da autodeclaração de candidatos negros inscritos pelas cotas no concurso público para auditor fiscal. Interessados em interpor recursos poderão realizar o procedimento no site institucional da organizadora do certame, a Fundação Carlos Chagas – FCC (www.concursosfcc.com.br), no prazo de dois dias úteis. O trabalho da comissão de avaliação, constituída pela FCC, foi realizado no último dia 17 de novembro, em Salvador.

Lançado em fevereiro deste ano, de forma conjunta pelas secretarias da Administração (Saeb) e da Fazenda (Sefaz), o concurso conta com 60 vagas, sendo 24 são para a área de Administração, Finanças e Controle Interno; 17 para Tecnologia da Informação; e 19 para Administração Tributária. O concurso tem validade de um ano, podendo ser renovado por igual período.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Social

Compartilhar no Whatsapp

Programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) chega a Barreiras, Oeste da Bahia

Terça-feira, 26 de Novembro de 2019 / Bahia

Trinta órgãos públicos e ONGs trabalham em prol da preservação do Velho Chico

A cidade de Barreiras, no Oeste do estado, recebe a 45ª etapa do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), coordenado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), através do Núcleo de Defesa da Bacia do São Francisco (NUSF), pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) e pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec-BA), em conjunto com outros órgãos parceiros. O objetivo é combater as ações de degradação do Velho Chico e seus afluentes, e minimizar os impactos para a população que depende do rio.  

Segundo a promotora de Meio Ambiente do MP-BA, Luciana Khoury, o trabalho é também no sentido de promover melhores práticas. "Nossa atuação vai muito além da fiscalização. Desenvolvemos atividades de orientação e educação ambiental junto às comunidades, empresas e ao poder público local (prefeituras e secretarias). Entendemos que o exercício de preservação do rio deve ser uma questão de consciência para todos", ressalta ela, que coordena a FPI. 

As vistorias abrangem áreas diversas. São elas: saneamento básico, desmatamento, carvoarias, casa de comércio de agrotóxicos, propriedades rurais, extração mineral, indústria cerâmica, transporte de produtos florestais, áreas de preservação e reserva legal, complexo eólico, barragens, piscicultura, fauna, patrimônios cultural e espeleológico (grutas e cavernas), segurança do trabalho e comunidades tradicionais (indígenas, quilombolas e de fecho e fundo de pasto).

Na região Oeste, a atuação ocorre nas imediações do Rio Grande, que, como explica Maciel Oliveira, coordenador da FPI, é um importante afluente do São Francisco. "Em boa parte do ano, rios permanentes como o Grande são quem sustentam a calha do Velho Chico. A maioria dos outros são rios temporários. Poucos têm a quantidade de água  do Grande. Por isso, ele é tão necessário para a garantia da biodiversidade e dos usos múltiplos das águas por parte das comunidades", garante ele, que também é vice-presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF).

A 45ª FPI está sendo realizada em 13 municípios, que foram previamente estudados por uma equipe multidisciplinar. Recebem as ações as cidades de Barreiras, Angical, Baianópolis, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley.  "Nos voltamos para o Oeste, seis anos após a última edição na região. É importante acontecer aqui porque temos neste local um grande berçário de afluentes que alimentam o Velho Chico", reforça o coordenador da FPI e superintendente Adjunto da Defesa Civil, Vitor Gantois.  

Programa continuado

Criada na Bahia em 2002, a FPI é um programa continuado, com desdobramentos que são acompanhados por agentes locais e pela própria equipe, mesmo após sua finalização. “São cerca de 150 profissionais atuando em cada etapa. Nossa missão é permanecer diagnosticando os danos ambientais, adotando medidas preventivas e de responsabilização dos agentes causadores das degradações”, avisa Luciana Khoury.  

Para o promotor regional de Meio Ambiente, Eduardo Bittencourt, a presença da FPI é fundamental para o território: "A operação contribui com as inúmeras demandas referentes à fiscalização que estão paradas. A relevância do diagnóstico que é traçado subsidia as ações das promotorias, abre o olhar para várias questões e ajuda na tomada das decisões e na implementação de políticas públicas".  Uma audiência pública a ser realizada no último dia vai apresentar os resultados dos trabalhos.

Além do MP-BA e do CBHSF, os órgãos parceiros desta edição da força-tarefa são: Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA-BA), Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), Polícia Civil da Bahia, Polícia Militar da Bahia, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal, Defesa Civil, Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB-BA), Diretoria de Vigilância Sanitária e Saúde Ambiental (Divisa), Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab-BA), Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz-BA), Secretaria da Agricultura da Bahia (Seagri-BA), Secretaria de Promoção da Igualdade (Sepromi-BA), Superintendência Regional do Trabalho (SRTE-BA), Superintendência do Patrimônio da União na Bahia (SPU-BA), Conselho Regional de Medicina Veterinária da Bahia (CRMV-BA), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ministério da Saúde, Ordem dos Advogados da Bahia (OAB-BA),  Fundação José Silveira, Agência Peixe Vivo, Agendha e Animallia. Também dão suporte às ações as secretarias de Meio Ambiente dos municípios de Barreiras, Formosa do Rio Preto e Luís Eduardo Magalhães.

Sobre a FPI

A FPI começou em 2002, na Bahia, após os Ministérios Públicos e órgãos do estado baiano constatarem diversas causas e danos que estavam contribuindo para a morte do rio e gerando prejuízo à saúde dos moradores que residem às margens do Velho Chico e nos municípios que fazem parte da Bacia Hidrográfica. Atualmente, além da Bahia, a operação está presente em todos os estados banhados pelo rio São Francisco: Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Minas Gerais. Alvo de constantes atividades irregulares, o Velho Chico possui área de aproximadamente 640 mil quilômetros quadrados, com dois mil e 863 quiômetros de extensão. Suas águas servem para abastecimento e consumo humano, turismo, pesca e navegação. 


Blogbraga/Fotos: Ascom/ FPI

Compartilhar no Whatsapp

Ao lado do senador Jaques Wagner, Nelson Leal exulta o trabalho de 20 anos da ASA - Articulação Semiárido Brasileiro

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019 / Bahia

Presidente da alba abriu a sessão especial em homenagem à rede presente em 10 estados

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, recebeu hoje (25.11) o senador Jaques Wagner (PT) e o deputado federal Afonso Florence (PT) para a Sessão Especial, proposta pelas deputadas Neusa Cadore e Fátima Nunes, que celebrou os 20 anos da ASA (Articulação Semiárido Brasileiro) que congrega cerca de três mil organizações da sociedade civil de distintas naturezas – sindicatos rurais, associações de agricultores e agricultoras, cooperativas, ONG´s e Oscip - que estão envolvidas com as questões da convivência com o semiárido nordestino, presente em 10 estados: MG, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI e MA.

“A maior revolução que foi feita nas políticas públicas do semiárido foi trocar a palavra ‘combate’ por “convivência’ com a seca. Parece pouco, mas isso foi determinante para que fossem implantadas políticas públicas de desenvolvimento sustentável e de agricultura familiar. A implantação, em toda a caatinga, de milhares de cisternas de captação da água de chuva é a face mais visível dessa articulação, importantíssima para os sertanejos da Bahia e do Nordeste”, elogia Leal.

O senador Jaques Wagner destacou que entidades como a ASA são fundamentais para fazer a interlocução entre o governo e a sociedade civil. “No Chile, não há interlocutores entre a sociedade e o governo. E o que se vê por lá é este caos generalizado. Não queremos esse modelo do Chile no Brasil. No caso da ASA, é a união de organizações, movimentos e participação popular que permite a convivência com a seca e impede que milhares de famílias deixem suas terras por acreditarem que o semiárido é inabitável”, diz o senador Wagner.

A ASA começou a defender a proposta de convivência com o Semiárido pela defesa do direito à água. Alimento necessário à vida e insumo para a produção de outros alimentos, a água tornou-se um elemento aglutinador de forças para essa rede que se formava no Semiárido. Assim, a ASA desenvolveu o Programa de Formação e Mobilização Social para a Convivência com o Semiárido, que hoje abriga todas as ações executadas pela rede como os programas Um Milhão de Cisternas (P1MC), Uma Terra e Duas Águas (P1+2), Cisternas nas Escolas e Sementes do Semiárido.


Blogbraga/ALBA - Assessoria da Presidência

Compartilhar no Whatsapp

POLICIAIS MILITARES DA 24ª CIPM,DURANTE ABORDAGENS NA REGIÃO DE OUROLÂNDIA, PRENDE INDIVÍDUOS POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E TRÁFICO DE ENTORPECENTES

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019 / Bahia

Na manhã deste domingo, 24 de novembro, Policiais Militares do 5º Pelotão, da cidade de Ourolândia, ao realizarem rondas de rotina na estrada que dá acesso ao povoado de Patos, avistaram um veículo em um local suspeito. O condutor, ao observar a viatura PM, desembarcou e tomou rumo ao matagal nas proximidades.

Devido à atitude suspeita do indivíduo, os Policiais se aproximaram e iniciaram uma abordagem, onde foi flagrado portando uma arma de fogo do tipo espingarda calibre 36 com 10 cartuchos intactos. A esta pessoa fora dada voz de prisão e, juntamente com arma apreendida, foi apresentado na Delegacia de Polícia local.

No período da tarde, os mesmos Policiais Militares dando, continuidade nas ações de abordagens, interceptaram um veículo com quatro indivíduos em atitude suspeita na estrada que liga povoado de Alagadiço ao distrito de Delfino, quando durante o procedimento de busca pessoal, foi observado na bermuda de um dos abordados, vestígios de uma substância análoga à Cannabis Sativa (Maconha). Dando continuidade na abordagem, foi detectado no interior do veículo sementes e um cigarro no porta luvas e, ao abrir uma tampa por trás da porta do motorista, foi flagrada uma sacola escondida contendo (21) trouxas de da mesma substância.

“Parabenizo os Policiais Militares pelas fortes ações desencadeadas em toda área de atuação da 24ª CIPM.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 25 de novembro de 2019.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social da 24ª CIPM


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPM, DURANTE OPERAÇÃO DE COMBATE À POLUIÇÃO SONORA, APREENDE EQUIPAMENTOS NA ÁREA DE JURISDIÇÃO DA UNIDADE

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019 / Bahia

Na noite deste domingo, 24 de novembro, Policiais Militares do 4º Pelotão, da cidade de Miguel Calmon, durante a Operação de combate à poluição sonora, nas proximidades do Clube Umbuzeiro, abordou um veículo onde o proprietário fora flagrado com o som muito alto, praticando assim a perturbação do sossego alheio. De imediato, os Policiais recolheram o equipamento sonoro do tipo “Paredão” e apresentou na Delegacia de Policia local, onde foram adotadas das medidas cabíveis

Na mesma noite, Policiais Militares do 5º Pelotão, ao transitarem pelo distrito de Lages do Batata, verificaram dois indivíduos com um veículo possuindo um som do tipo “Paredão” sob a carroceria funcionando em volume excessivo. De imediato, os Policiais iniciaram a abordagem, onde determinaram que desligassem. Em ato contínuo, ao realizarem a revista no interior do veículo, encontraram um litro de whisky com 1/4 de seu conteúdo, onde observou-se que o motorista de 23 anos de idade, estava com aparentes sintomas de embriaguez ao volante. Momento em que o segundo indivíduo tentou desobedecer às ordens emanadas pelos Policiais Militares na abordagem, proferindo palavras em Desacato, ambos receberam voz de prisão e conduzidos para o Posto da Polícia Rodoviária Estadual em Jacobina, onde o condutor foi submetido ao teste de Alcoolemia, acusando 1,04mg/l. os indivíduos foram conduzidos para a Sede da 16ª COORPIN onde fora lavrado o Flagrantes Delitos.

“Esta Operação, de combate a poluição sonora, deflagrada na última sexta-feira já garantiu um fim de semana mais tranquilo à comunidade de toda área de atuação da 24ª CIPM. Parabenizo os Policiais Militares que, seguindo orientações deste Comando, garantiram o sossego, a  ordem e a paz públicas em todas as cidades da jurisdição da Unidade.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 25 de novembro de 2019.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social da 24ª CIPM


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Operação termina com seis prisões e quatro fuzis apreendidos

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019 / Bahia

Além de Jéssica Carolina Andrade e José Salviano Neto – localizados na Bahia – outros quatro integrantes da quadrilha também foram capturados nos estados de Alagoas e Pernambuco.

Os seis meses de investigação minuciosa das equipes dos Departamentos de Repressão ao Crime Organizado (Draco) e de Polícia do Interior (Depin) resultaram na prisão de seis criminosos envolvidos em roubos contra a carros-fortes na Bahia e em Alagoas. A operação conjunta ocorreu nas últimas segunda (18), terça (19) e quarta-feiras (20), com a participação das polícias Federal, Militar e Civil de Pernambuco e Alagoas e também tirou das ruas quatro fuzis, três carabinas, três revólveres, uma pistola 9mm, dois coletes balísticos, cinco carros (quatro deles com restrição de roubo), explosivos, rádios comunicadores, balaclavas e roupas do exército.

Na cidade de Paulo Afonso, na Bahia, os policiais capturaram Jéssica Carolina Andrade da Silva, 23 anos, apontada como uma das integrantes do roubo a um carro-forte, ocorrido no mês de abril deste ano, em Juazeiro. Já custodiado no Conjunto Penal de Paulo Afonso pela prática de roubo, José Salviano Arcoverde Neto, 36, também teve o mandado de prisão cumprido por participação no mesmo crime que Jéssica.

O coordenador do Grupo de Repressão a Roubo a Banco e Antisequestro do Draco, delegado Paulo Roberto Guimarães dos Santos, afirmou que outros criminosos do bando já foram identificados. "Em breve outras prisões deste grupo devem acontecer. Temos um novo pedido de prisão já solicitado pelo Draco, mas que ainda não foi apreciado pela Justiça", contou o delegado.

Localizados nos demais estados, Fábio Júnior dos Santos, Leandro Batista de Lima, Galdino Coelho Feitosa Neto e Maria das Dores Vieira integram a mesma quadrilha. Informações sobre os baianos foragidos Varnei Xavier dos Santos, Felipe Bernardes Andrade, Bruno Nobre da Silva, Aldean Oliveira Ramos, assim como dos pernambucanos Cézar Costa, Fabrício de Menezes Albuquerque, José Cícero dos Santos Júnior, da Silva e Messias Vicente da Silva – que também possuem residências na Bahia – podem ser passadas anonimamente pelos números do Disque-Denúncia da SSP da Bahia (3235-0000 capital) (181 interior) ou pela internet.

Por meio do Depin, as Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) de Paulo Afonso, Juazeiro e Senhor do Bonfim estiveram à frente das diligências e investigações, o que resultou na identificação dos assaltantes.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Secretaria da Segurança Pública da Bahia

Compartilhar no Whatsapp

A Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária foi aberta oficialmente neste domingo (24)

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019 / Bahia

Dirigentes e equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e representantes de cooperativas e associações expositoras participaram, neste domingo (24), da abertura oficial da 10ª edição da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária e da Fenagro 2019, que acontecem, simultaneamente, no Parque de Exposições de Salvador, até 1º de dezembro.

A programação contou com a visita aos armazéns dos Territórios de Identidade da Bahia, que compõem a feira. A comitiva conheceu alguns dos cerca de três mil produtos da agricultura familiar baiana, que representam a diversidade dos 27 Territórios, a exemplo dos iogurtes de abacaxi, licuri e umbu, do Armazém Piemonte da Diamantina e a cerveja de maracujá da Caatinga, do Armazém Sertão do São Francisco.

O vice-governador do estado da Bahia, João Leão, ressaltou que é um prazer ver a Feira Baiana da Agricultura Familiar e o desenvolvimento acontecendo na agricultura familiar da Bahia: “É queijo, é iogurte, geleia de frutas. É impressionante. Todos os Territórios de Identidade estão presentes aqui, com o que é produzido de melhor. Quem visitar a feira vai ficar encantado em ver o que a Bahia produz”.

Para o secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Josias Gomes, a feira consolida um momento ímpar na Bahia: “Com o empenho de todos, equipe de Governo e agricultores familiares, que juntos realizam uma feira dessa magnitude, é possível veririficar o desenvolvimento da agricultura familiar, segmento que produz 77% dos alimentos que chegam às mesas dos baianos, e que ocupa um lugar importante no Estado”.

Daniel Dias, que visitou a Feira pela primeira vez, ficou encantado com a variedade dos produtos. Na visita ao Armazém Chapada Diamantina, ele experimentou o picolé de morango da Cooperativa dos Produtores Rurais da Chapada Diamantina (Coopchapada): “Achei muito interessante, verificando a diversidade da cultura baiana e da alimentação. Experimentei o picolé de morango e achei a textura muito boa. A feira está maravilhosa”.

A Feira

A 10ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária é promovida pela SDR, em parceria com a União das Cooperativas da Agricultura Familiar (Unicafes) e conta com 27 armazéns cenográficos que remetem às cidades do interior do estado, onde estão sendo comercializados os produtos.

Entre as atrações da feira está a Cozinha Show - Sabores e Saberes da Agricultura Familiar, com a participação de renomados cozinheiros como Fabrício Lemos, Marina Sabino, Bruna Moreira, Andrea Albuquerque, Caco Marinho, Rafael Zacarias e José Morchon, que farão uma interação entre a gastronomia e a origem dos alimentos, com a apresentação de pratos desenvolvidos a partir dos produtos comercializados na feira.

O evento traz ainda a Praça Quilombola, a Praça Indígena, a Feira de Artesanato e a Feira Tecnológica. Haverá ainda um rico conteúdo técnico-científico como o Simpósio de Pesquisas, as inovações do Balcão Tecnológico, seminários temáticos e eventos diversos, para fortalecer a agricultura familiar da Bahia, além de uma vasta programação cultural.

Praça Gastronômica

Outras novidades da feira são as Ilhas do Bode e do Pescado, onde o público vai se deliciar com pratos como bode assado, hambúrguer de cordeiro, cortes especiais de cordeiros e cabritos como carré francês, filé mignon, costeleta, linguiças de caprinos tradicionais, apimentadas e para churrasco, e na Ilha do pescado, o público encontrará catados de siri, aratu, sururu, chumbinho, linguiça defumada de peixe, filé, espetinho e caldo de peixe compõem alguns dos pratos que estarão sendo comercializados.

Na Praça Gastronômica/Vila Forró, também poderá ser apreciada a culinária trabalhada pela agricultura familiar de diversas regiões da Bahia, como as ostras do Recôncavo, a galinha caipira do Portal do Sertão, a moqueca de tucunaré da Chapada Diamantina e a Tapioca Gourmet do Sudoeste Baiano.


Blogbraga/Assessoria de Comunicação

Compartilhar no Whatsapp

"Vitrine agro, Fenagro movimenta economia baiana", diz Leão na abertura da feira

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019 / Bahia

Agronegócio representa 1/4 do PIB baiano; Evento deve render R$ 180 milhões em negócios

O vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, realizou a abertura oficial da 32ª Feira Internacional da Agropecuária, na tarde deste domingo (24). A Fenagro, maior feira do segmento no Norte/Nordeste e uma das mais importantes do Brasil, deve movimentar em torno de R$ 180 milhões. O evento traz um pedaço do campo para capital e vai até o dia 1º de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador.

“A Fenagro é a grande vitrine do nosso agronegócio, que representa 1/4 da economia da Bahia. Somos o segundo estado em produção de algodão e o terceiro em soja e milho, mas temos ainda muito espaço para crescer e investir. Exemplo disso é o projeto sucroalcooleiro, o maior em implantação no Brasil e que vai tornar a Bahia autossuficiente na produção de açúcar e álcool”, afirma Leão, que representou o governador Rui Costa na solenidade.

A SDE está participando da Fenagro com um stand de serviços, onde os micro e pequenos empresários contarão com suporte técnico e de orientação. O espaço terá atendimentos do SAC Empresarial e da Junta Comercial da Bahia (Juceb), integrados ao Sebrae, à Empresa Gráfica da Bahia (EGBA) e ao Conselho de Contadores que estarão prestando serviços multidisciplinares de atendimento aos empresários. 

Dentro da programação da Fenagro é possível conhecer o potencial da cachaça baiana na Feira da Cachaça de Alambique (FeCachaça). O evento, realizado pela Rota da Cachaça da Bahia, conta com o apoio da SDE e reúne 100 produtores das diferentes regiões do Estado e 18 marcas baianas de cachaça de alambique registradas.

Paralelamente ocorre a 10ª edição da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que reúne mais de 400 empreendimentos de todas as regiões do Estado distribuídos em 27 armazéns e comercialização de cerca de 3 mil produtos.


Blogbraga/Ascom/SDE

Compartilhar no Whatsapp

24ª CIPMFORMA 132 ALUNOS NO PROGRAMA DE RESISTÊNCIA ÀS DROGAS – PROERD, EM JACOBINA

Sábado, 23 de Novembro de 2019 / Bahia

Na tarde desta sexta-feira, 23 de novembro, a 24ª CIPM realizou a formatura dos alunos do PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), desta vez na cidade de Jacobina. A formatura foi realizada na Escola Municipal Professor Carlos Gomes da Silva, localizada no bairro Bananeira e alcançou o quantitativo de 132 alunos. Estiveram presentes, além da Soldada PM Josenilda Vieira, uma das Policiais Militares que ministram este projeto, os pais dos alunos e amigos da escola, os quais foram voluntários para ajudar em diversas tarefas da formatura.

Inúmeras autoridades do município se fizeram presentes como o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM, o Tenente PM Adalberto Nascimento, Coordenador do PROERD, o Sr. Roberval Henrique Ferreira, Secretário de Educação e Cultura do município, bem como a Srª Veralúcia Barbosa de Andrade, Diretora Pedagógica da referida instituição de ensino.

O PROERD consiste em um esforço cooperativo da Polícia Militar, escola e família, para oferecer atividades educacionais em sala de aula, a fim de prevenir ou reduzir o uso de drogas e a violência entre as crianças e os adolescentes. O foco é auxiliar os estudantes a reconhecerem e resistirem às pressões diretas ou indiretas, que os influenciarão a experimentar as drogas ou mesmo a se engajarem em atividades violentas.

A iniciativa é considerada pela ONU como um dos maiores programas de prevenção às drogas e à violência do mundo. É um programa com caráter social preventivo posto em prática pela Polícia Militar, que trabalha em conjunto com os alunos da Educação Infantil aos do 7º ano do ensino fundamental, através do esforço cooperativo entre Polícia Militar, escola e família, oferecendo atividades educacionais em sala de aula que inserem em nossas crianças a necessidade de desenvolver as suas potencialidades, ajudando a preparar para o futuro uma geração consciente do exercício de sua cidadania.

“Estou muito feliz por participar de evento tão importante pra nossa sociedade. Os nossos infantes são o bem mais precioso e, representam o futuro da nossa Cidade, do nosso Estado e do nosso País. Parabenizo a nossa Policial Militar feminina, a Soldada PM Josenilda Vieira pelo brilhante trabalho no PROERD, ao Tenente PM Adalberto pela Coordenação do Programa e aos colaboradores que apoiaram na realização deste evento.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 23 de novembro de 2018.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

COMANDANTE DA 24ª CIPM DEFLAGRA OPERAÇÃO DE COMBATE À POLUIÇÃO SONORA EM TODA ÁREA DE JURISDIÇÃO

Sábado, 23 de Novembro de 2019 / Bahia

AÇÃO PM, COMANDADA PELO MAJOR PM FLAILTON OLIVEIRA, COMANDANTE DA UNIDADE, COMEÇOU NA TARDE DESTA SEXTA-FEIRA, 22, NO DISTRITO DE BREJO GRANDE DO MUNICÍPIO DE MIGUEL CALMON.

No início da tarde desta sexta-feira, 22 de novembro, foi deflagrada pelo Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM, a Operação de combate à poluição sonora em toda área de jurisdição da Unidade PM que abrange 11 cidades com seus diversos distritos e povoados. Durante todo este fim de semana, está designado para Comandar a Operação o 1º Tenente PM Alan Ricardo, onde intensificará rondas com abordagens em todas as localidades que assim sejam flagradas cometendo este Delito.

A primeira localidade a ser visitada, com a presença do próprio Comandante da Unidade, foi o distrito de Brejo Grande pertencente ao município de Miguel Calmon, a fim de tranquilizar a população e garantir a Paz e Ordem públicas. Na oportunidade, o Major Flailton Oliveira realizou visitas em estabelecimentos comerciais propícios a desencadear o uso de som com volume excessivo, onde passou a orientar e conscientizar dos malefícios que esta prática proporciona a toda comunidade.

A poluição sonora ocorre quando um som ultrapassa os decibéis permitidos por lei e pode causar diversos danos à saúde do ser humano como o estresse e a insônia. Além de prejuízos à saúde humana e à qualidade de vida, o excesso de ruídos pode causar conflitos entre as pessoas de uma localidade.

Portanto, quem for flagrado praticando este Delito, de imediato será conduzido para a Delegacia de Polícia, juntamente com seu equipamento sonoro apreendido, tendo como embasamento a Resolução nº 001/1990 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), que regula os critérios para a emissão de ruídos em atividades comerciais, industriais, sociais ou recreativas, incluindo as de propaganda política.

"Esta prática maléfica vem prejudicando intensamente as pessoas de nossa comunidade e a 24ª CIPM estará atenta no combate a esta postura intolerável. Garanto dar continuidade em Ações deste gênero, para manter a Paz e Ordem públicas dos cidadãos de nossa área de atuação.” Disse o Major PM Flailton Oliveira, Comandante.

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"

Jacobina, 22 de novembro de 2019.

Vitor Costa - Subtenente PM

Chefe do Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando


Blogbraga/24ª CIPM - JACOBINA/BA

Compartilhar no Whatsapp

Durante encontro de Legislativos do Brasil, Nelson Leal diz que a proposta de Paulo Guedes de extinguir municípios pode não passar

Sábado, 23 de Novembro de 2019 / Bahia

Presidente da alba concorda com ministro nardes, do tribunal de contas da união

“Não é justificável que haja um município com menos de 1 mil habitantes, mas vejo com muita preocupação a iniciativa do governo federal em extingui-los. Eles se conformarão em voltar a ser distritos e povoados? E a redistribuição de verbas? Será repassado ao município incorporador o FPM que antes era a receita dos pequenos? Concordo com o ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União, quando ele diz que não é esta a melhor solução. É uma proposta que terá muitas dificuldades de ser aprovada pelo Congresso Nacional”, disse o deputado Nelson Leal, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, ao participar hoje (22.11), com ministro Nardes, de mais uma sessão da 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, realizada em Salvador.

Para Leal, a intenção é boa, buscando a otimização da máquina pública, mas o projeto esbarra no “direito adquirido” pelas populações dos pequenos municípios de ter sua própria autonomia político-administrativa. “Como convencer a população de um pequeno município a voltar a ser um povoado? Sempre fui um crítico da criação de novos municípios – que, aliás, está congelada desde 1996 - mas será muito difícil passar no Congresso, casa eminentemente política, uma proposta que reduz o número de municípios e, consequentemente, o número de prefeitos e de vereadores”, prevê o chefe do Legislativo estadual, que além de assistir à palestra do ministro Augusto Nardes, foi também um atento ouvinte da exposição feita pelo estrategista político da Espanha, Antonio Sola.

O presidente da ALBA elogiou a realização da 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais - o maior encontro legislativo da América Latina - que contou com os apoios da Assembleia Legislativa da Bahia e do Governo do Estado da Bahia. “Quero agradecer ao deputado Kennedy Nunes (PSD-SC), presidente da UNALE, pela aposta na Bahia, ao mesmo tempo em que enalteço o trabalho incansável e competente da presidente da Comissão Organizadora da CNLE, nossa querida amiga, deputada Ivana Bastos (PSD-BA). Foi excelente o nível dos debates, muito bom o intercâmbio, e a participação dos parlamentares foi exemplar”, ressaltou Leal.


Blogbraga/ALBA - Assessoria da Presidência

Compartilhar no Whatsapp

JUSMARI OLIVEIRA PROPÕE CRIAÇÃO DE PRÊMIO NA ALBA A ESCRITORES BAIANOS

Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019 / Bahia

A deputada Jusmari Oliveira (PSD) está propondo que a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) crie um novo prêmio: o Osório Alves de Castro, a ser concedido anualmente a três escritores baianos selecionados pela Comissão de Educação da ALBA. A honraria, entregue sempre no dia 17 de abril, aniversário de Osório de Castro, será composta por uma placa e tiragem de mil exemplares de cada título a ser impresso pelo Legislativo. Quem for premiado pelo conjunto da obra terá um dos seus livros reimpresso.

O Prêmio Osório Alves de Castro tem duas grandes finalidades, explicou a parlamentar. A primeira delas é “manter vivo o nome de um dos maiores escritores da Bahia”, nascido no Oeste baiano, na cidade de Santa Maria da Vitória. Segundo Jusmari, ele deixou como legado “uma das obras mais originais da literatura brasileira, principalmente com o livro Porto Calendário”, que ganhou o prêmio Jabuti de Literatura em 1961.

A outra finalidade, ressalta a pessedista, é “valorizar aqueles que enfrentam todas as adversidades, as incompreensões, vencem os obstáculos e se dedicam a escrever poesia, romance, contos ou outras formas de literatura, e que precisam contar com o estímulo da Casa Legislativa”. 

O projeto de resolução, considera Jusmari Oliveira, “nada mais é do que a busca da luz das palavras para iluminar o presente e o futuro, sendo também um instrumento para incentivar a juventude a não tirar os olhos do farol das letras que nos conduz ao conhecimento”.


Blogbraga/ALBA - Assessoria da Presidência

Compartilhar no Whatsapp

Adolescente de 17 anos, grávida de 4 meses, é morta a tiros em Capim Grosso/BA

Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019 / Bahia

Foto de Divulgação

Uma adolescente de 17 anos, que estava grávida de 4 meses, foi morta a tiros, no final da tarde desta quinta-feira (21), por volta das 17h30. De acordo informações da Polícia, a garota estava sentada na porta de casa que fica no Bairro São Luiz em Capim Grosso/BA, quando os criminosos chegaram a bordo de uma moto e dispararam contra a vítima de nome Thaís de Matos dos Santos que morreu na hora.

A garota que estava gestante morava com o Pai. O corpo foi removido para o necrotério de Jacobina para exame de autópsia.

O crime será investigado pela Polícia Civil local. Os criminosos conseguiram fugir. A motivação e a autoria ainda são desconhecidas.


Blogbraga/Participação e foto de internauta

Compartilhar no Whatsapp

Sicredi está entre as 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil

Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019 / Bahia

Equipe do Sicredi durante a cerimônia de anúncio das empresas classificadas no ranking 

Além de avançar em categorias importantes do ranking, instituição financeira cooperativa ficou em 2º lugar na classificação de Serviços Financeiros 

Pelo nono ano consecutivo, o Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 4 milhões de associados pelo país, foi classificado no ranking das “150 Melhores Empresas para Trabalhar” no Brasil. A lista, divulgada nesta semana, é resultado da pesquisa realizada pela revista Você S/A, da Editora Abril, em parceria com a Fundação Instituto Administração (FIA), com mais de 250 mil trabalhadores de cerca de 500 empresas e instituições, incluindo o Sicredi, nas cinco regiões do país. 

As notas são utilizadas pelos organizadores do ranking para calcular dois indicadores: o Índice de Qualidade no Ambiente de Trabalho (IQAT), que é baseado na visão dos colaboradores, no qual o Sicredi atingiu 92,3, e o Índice de Qualidade na Gestão de Pessoas (IQGP), que é a avaliação feita pela publicação, em que a instituição financeira figura com 62,7. Os dois indicadores formam o Índice de Felicidade no Trabalho (IFT), onde o Sicredi atingiu a marca de 81,9.  

Na classificação setorial de Serviços Financeiros, o Sicredi foi destaque, ocupando o 2º lugar e tendo como pontos positivos enfatizados a criação de um grupo de diversidade, a adoção de um assistente virtual, chamado Hugo, para interpretação de libras, além de aulas da linguagem para os funcionários.  

Entre os indicadores usados para compor os índices, destacarem-se no IQAT “Employer Branding”, com nota 98,0; “Sustentabilidade e Diversidade”, (97,3); “Estratégia e Objetivos” (95,4); “Processos e Organização”, (94,8); “Comunicação Interna” (94,6) e “Participação e Autonomia” (92,9). Já nos índices relativos ao IQGP, os destaques foram “Processos e Organização”, que recebeu nota 92,3; “Estratégia e Objetivos”, (84,8); “Participação e Autonomia”, (76,5); “Relações Interpessoais”, (74,5); “Comunicação Interna”, (70,1); além de “Employer Branding”, que atingiu o índice 66,2.  

Segundo Rodrigo Wegener, superintendente da área de Gestão de Pessoas do Sicredi, o bom desempenho no ranking deste ano e de anos anteriores reflete a essência da instituição. “As pessoas são o centro da nossa atuação e com os nossos colaboradores, que também são associados, não poderia ser diferente. Por isso, buscamos atrair pessoas que se identifiquem com a causa do cooperativismo e nos preocupamos em oferecer as melhores condições para que elas exerçam suas atividades”, afirma. 

Atualmente o Sicredi tem com mais de 28 mil colaboradores, que atuam em 112 cooperativas espalhadas por 22 estados e no Distrito Federal. Em 2017, a instituição deu início a um processo de transformação no seu modelo de organização interna, adotando metodologias ágeis e proporcionando ainda mais autonomia aos colaboradores. 


Blogbraga/ Precisa Assessoria e Comunicação

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2019
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
PARCEIROS
CISO Luz motos Sportime DPVAT Barreiras Online Celulares Vida Farma Global P&F Mineiros Polícia Civil Minas Aço Oeste Manutenção PM Contabilidade Rondon Evolucao Real Dupará Açaí Guarda Municipal Mimoaço Delicia Jaú Elo Aço Dique Denuncia Grupo Marabá CMO Unopar Extreme Neli Bem Brasil Pastel Sutrans Ofertas - Hiper Santo Antonio G7 NET Imperial DBT Casa da Ferramenta Paraíba