SECOM Nota Premiada ALBA

NOTÍCIAS

ANGICAL/BA: Prefeito de Angical tem contas rejeitadas

Quinta-feira, 06 de Dezembro de 2018 / Região

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quinta-feira (06/12), rejeitou as contas do prefeito de Angical, Gilson Bezerra de Souza, relativas ao exercício de 2017. O acompanhamento técnico das contas apontou irregularidades em diversos processos licitatórios e o não recolhimento de multas imputadas pelo TCM. O relator do parecer, conselheiro Ronaldo de Sant’Anna, multou o gestor em R$10 mil pelas irregularidades identificadas durante o exame das contas.

Também foi imputada multa no valor de R$19.728,00, que corresponde a 12% dos subsídios anuais, em razão da não redução da despesa com pessoal na forma e nos prazos previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal. Além disso, o gestor deve ressarcir aos cofres municipais a quantia de R$192.422,03, com recursos pessoais, em razão da não comprovação das despesas.

Segundo a relatoria, o acompanhamento técnico registrou o não encaminhamento para análise do TCM de processos licitatórios e de processos de dispensa/inexigibilidade. Também foram identificados casos de licitação efetuada em modalidade inadequada – envolvendo recursos no montante de R$514.854,00 – e a ausência de cotação de preços para aquisição de bens e serviços e da comprovação de publicidade de alguns processos.

Em relação às multas não pagas, o sistema indicou a pendência de pagamento de cominações impostas ao gestor, sendo três multas no valor total de R$14 mil e cinco ressarcimentos, que somam mais de R$29 mil.

As contas do município de Angical revelaram um déficit orçamentário da ordem de R$897.742,50, uma vez que a receita arrecadada foi de R$31.689.423,91 e a despesa realizada alcançou o montante de R$32.587.166,41.

A despesa total com pessoal representou 60,59% da receita corrente líquida do município, extrapolando, portanto, o limite de 54% previsto na LRF. Por ser o primeiro mandato do gestor, não foi aplicada a penalidade máxima, mas o mesmo foi advertido a respeito da redução do percentual, uma vez que, tal irregularidade pode levar a rejeição de contas seguintes.

Cabe recurso da decisão.


Blogbraga/TCM - Assessoria de Comunicação Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2018
Mundial FM 91,3
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
PARCEIROS
Dique Denuncia Global Floral Paraíso Dr. Márcio Rogério DM Reparos àguia motos Compre Bem Elo Aço Evolucao G&G Magazine Kenni Henke Silvano Santos Mimoso Segurança Extreme Luz motos Imperial Gil Fontana Coyote Jaú Case Paraíba Rabelo Mineiros PM Sportime Casa da Ferramenta Casas Baiana Delicia Mimoaço AUTOCAR Querência Máquinas Agrícolas Click Tec MaxCar CISO Online Celulares Cultura Effect renda extra P&F Grupo Marabá Oeste Manutenção G7 DBT Unopar Dupará Açaí Mimogás Pantanal Polícia Civil DPVAT Barreiras Contabilidade Rondon Guarda Municipal Neli Digital Informatica