Governo da Bahia

NOTÍCIAS

Comercialização do chocolate produzido por agricultores familiares cresce no mercado baiano e de outros estados

Segunda-feira, 18 de Março de 2019 / Bahia

Bombons originais com recheios de jaca, umbu, goiaba, cupuaçu e abacaxi, além de barras de chocolate com concentrações de cacau variadas é o carro chefe da Bahia Cacau, marca da agricultura familiar que vem conquistando o mercado baiano e de outros estados. O sele envolve a produção cacaueira de 118 agricultores familiares, entre eles, 58 assentados baianos. Atualmente, o mix de produtos com o selo Bahia Cacau fatura uma média de R$ 150 mil ao mês. 

Nessas quinta (14) e sexta-feira (15), com um caminhaozinho com baú refrigerado, a Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária e Adjacentes (Coopfesba), detentora da marca, está levando as iguarias da cadeia do cacau, para serem comercializadas, em venda direta aos consumidores, em bairros da capital baiana, como Ondina, Pituba e Barra, além da Superintendência Regional do Incra na Bahia, que fica no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Os valores dos produtos variam de R$ 2 a R$ 15. 

Metade dos produtos da marca é comercializada em Salvador. Há pontos em shopping centers e delicatessens que revendem as variações de chocolates e bombons. O restante da produção vai para estabelecimentos localizados em Pelotas (RS), Curitiba (PR), Brasília (DF) e São Paulo (SP), como também, para outras cidades baianas, entre elas, Vitória da Conquista, Itabuna, Ilhéus e Juazeiro. 

Cooperativa

Situada no município de Ibicaraí, a Coopfesba envolve agricultores cooperados de 16 municípios do Território de Identidade do Litoral Sul, inclusive, dos assentamentos Etevaldo Barreto, Vila Isabel e Loreta Valadares, implantados pelo Incra, que ficam no mesmo município. 
Segundo o presidente da Coopfesba, Osaná Crisostomo do Nascimento, que é assentado na área de reforma agrária Etevaldo Barreto, a cooperativa compra a arroba da amêndoa do cacau por R$ 220, enquanto no mercado o valor é de R$ 140. “Queremos chegar a R$ 300 por arroba para cooperados fidelizados”, planeja Nascimento. 

Criada em 2010, a agroindústria surgiu da necessidade de fortalecer a produção cacaueira e da cadeia do cacau para assentados e pequenos agricultores. A cooperativa atualmente trabalha com 22 famílias de agricultores que estão sendo incentivadas a produzir um cacau diferenciado, adotando novas técnicas de cultivo e cuidados específicos. 

Incra

Nascimento frisa que o Crédito Instalação do Incra e a assistência técnica foram importantes para o desenvolvimento da cooperativa. “Fomos beneficiados com os créditos Apoio e Fomento. Também recebemos o Pronaf. Boa parte desses recursos foi aplicada na melhoria das lavouras cacaueiras”, conta o presidente da cooperativa. 

As famílias assentadas aguardam o recebimento do Crédito Cacau que será aplicado na implantação de seis hectares de lavoura cacaueira irrigada por família. Como também, as mulheres assentadas estão na expectativa de serem beneficiadas com o Fomento Mulher. “Elas pretendem investir na fabricação da amêndoa cacau cristalizada e de cocadas”, acrescenta Nascimento. 

Produtos

Além dos derivados do cacau, a cooperativa produz também leite, aipim, banana e geléias. As barras de chocolate são comercializadas nas versões de 70%, 60%, 50% e 35% de concentração do cacau. Também são manufaturados mel de cacau, amêndoas caramelizadas, bombons e nibs. 

Explorando novos caminhos, a cooperativa está começando a investir na linha orgânica. “O mercado está pedindo por isso e já estamos pesquisando formas de cultivo para atender essa demanda. Atualmente, parte do cacau que adquirimos é orgânica”, conta Nascimento.
Os produtos da marca Bahia Cacau podem ser adquiridos através do site www.bahiacacau.com.br. A Coopfesba recebe encomendas pelo endereço eletrônico: bahiacacau@hotmail.com. De acordo com Ozaná Nascimento, a cooperativa tem parcerias comerciais com uma empresa de ônibus e de viação aérea para a entrega de produtos da marca em outras cidades e estados. 


Blogbraga/Assessoria de Comunicação Social do Incra/BA

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2019
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
PARCEIROS
Sportime Grupo Marabá Mimoaço Polícia Civil Dupará Açaí Kenni Henke Mineiros Evolucao Casa da Ferramenta Neli P&F Sutrans DM Reparos DPVAT Barreiras Contabilidade Rondon Luz motos G7 Forte Grãos Fontana Dique Denuncia Coyote Jaú Silvano Santos PM Global Fashion Work Elo Aço DBT Vida Farma Unopar Rabelo Paraíba Bem Brasil Pastel Epis BA Extreme Delicia Imperial Guarda Municipal Dr. Márcio Rogério Oeste Manutenção MaxCar CISO Click Tec