Governo da Bahia

NOTÍCIAS

Estudantes surpreendem com inovações e tecnologias sociais em mostra de projetos realizada em Salvador

Terça-feira, 26 de Março de 2019 / Bahia

A inovação e a tecnologia social, de baixo custo e de grande alcance social, são duas características marcantes dos projetos apresentados por estudantes da rede estadual de ensino na Mostra da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Matemática da Bahia (FECIBA), que está sendo promovida, a partir desta segunda-feira (25) até quarta (27), pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador. A mostra reúne 23 projetos de iniciação científica desenvolvidos em sala de aula e será aberta oficialmente, nesta terça-feira (26), às 9h. Entre as inovações apresentadas estão biocombustíveis elaborados com borra de café, com o fruto da quixabeira e com o óleo de soja saturado.

A mostra é aberta ao público. Nos estandes montados no IAT, que faz parte da estrutura organizacional da SEC, os visitantes também poderão conhecer experiências como a pomada cicatrizante feita com a casca da jurema preta; o creme dental a base de juazeiro, o óleo de licuri; a ração para cachorros natural e livre de conservantes; e o bloco ecológico feito com a fibra de coco. Os resultados da iniciação científica também dizem respeito à identidade étnica e cultura dos Territórios de Identidade, com projetos voltados, por exemplo, à religião de Matriz Africana e à importância da Feira Livre para as comunidades locais.

Graças à relevância social dos projetos, uma comissão julgadora selecionará alunos expositores que receberão bolsa de Iniciação Científica Junior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (ICJ/CNPq), para darem continuidade às suas pesquisas. Além disso, a programação que marca o início das atividades do Ciência na Escola, neste ano letivo, inclui palestras, oficinas sobre temas como Empreendedorismo e Saúde e Meio Ambiente, além de formação com o Instituto Alana e videoconferência sobre “Ciência na Escola e IDEB: que relação é essa?”, com a Atina Educação.

Protagonismo – Os estudantes, que vieram de várias regiões da Bahia, estão apresentando detalhes dos projetos durante a mostra. Os alunos Marivaldo Mendonça e Jéssica Batista, ambos com 17 anos e cursando o 3º ano do Ensino Médio no Colégio Estadual Geovana Nogueira Nunes, no município baiano de Itatim, apresentam o biocombustível a partir dos frutos da quixabeira. “Nosso objetivo é criar pequenas áreas de reflorestamento e uma política de conscientização, na qual os resíduos retornam para a natureza sem agressão ao meio ambiente. Com este trabalho, chegamos à conclusão que o uso da flora como matéria prima para a criação de biocombustíveis é muito importante para os seres humanos. Provamos que a quixaba apresenta ótimos resultados para a produção de biocombustível mais sustentável”, afirmou Marivaldo.

A professora de Química e orientadora, Karine de Jesus, complementou: “A ideia de pautarem a pesquisa neste tema partiu deles e o mais importante foi perceber o senso de empreendedorismo e de protagonismo deles na busca de soluções de problemas sociais. Eles também são muito proativos, então se não têm um destilador, por exemplo, eles mesmo o produzem”.

Já as estudantes Amanda de Jesus, 17, e Maria Eduarda Oliveira, 16, ambas do 3º ano do Colégio Estadual Luís Cabral, no município de Canudos, autoras do projeto “Creme dental à base de juazeiro: uma alternativa de higiene bucal a ser implementada na Educação Infantil em Canudos”, destacaram a importância do juazeiro, árvore tipicamente sertaneja, símbolo da caatinga e adaptada ao clima semiárido. “Começamos a estudar essa árvore e vimos as suas propriedades analgésica, anti-inflamatória, antibacteriana, febrífuga e cicatrizante. Com isto, decidimos criar um creme dental de origem natural, sem aditivos químicos, para implementar em escolas da Educação Infantil de Canudos”, detalhou Amanda. A colega Maria Eduarda complementou: “Como o juá tem um sabor amargo, inserimos sabor para que as crianças não rejeitem”.

A coordenadora do projeto Ciência na Escola, Shirley Costa, falou sobre a Educação Científica na rede. “Percebemos o quanto esses meninos têm, com criatividade, determinação e autonomia, ido buscar soluções para problemas de suas comunidades, bem como o diálogo com o poder público de suas cidades. Isto, para nós, é a recompensa do trabalho, o resultado do esforço que a Secretaria vem fazendo para implantar a Educação Científica em todo canto da Bahia”.

Sobre o Ciência na Escola – Com o objetivo de promover educação científica nas escolas estaduais, a partir do protagonismo estudantil, o Programa Ciência na Escola é uma ação estratégica da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, que atua em cinco dimensões: disseminação de inovações tecnológicas na educação; formação de professores integrada a prática escolar; orientação e acompanhamento da gestão pedagógica; promoção do desenvolvimento endógeno local; e produção, divulgação, popularização e apropriação das tecnociências. Desta forma, o programa visa inovar e diversificar o currículo escolar, promovendo o acesso dos estudantes ao conhecimento científico, à cultura e à tecnologia, além de potencializar a produção e a divulgação científica.

Projetos apresentados:

Criação de biocombustível a partir dos frutos da sideroxylon obtusifolium (quixabeira) – Colégio Estadual Geovânia Nogueira Nunes - Milagres
Matemática - uma ação cidadã - Colégio Estadual Centenário - Itaberaba
SOS mundo novo – CETEP do Paraguaçu II – Mundo Novo
Protagonismo estudantil no controle do mosquito Aedes aegypti – Colégio Estadual Professor Carlos – Feira de Santana
Feira livre de Caetité: laços de sustento e cultura – CETEP Caetité
Ração para cachorros natural e livre de conservantes – Colégio Estadual Tereza Borges de Cerqueira – Caetité.
Biodiesel da borra do café – Colégio Estadual João Villas Boas - Brumado
Utilização da água produzida pelo aparelho de ar-condicionado no cultivo de mudas de umburana de cheiro – Colégio Estadual Antônio Batista - Guanambi
Canudos em versos  - Colégio Estadual Luís Cabral - Canudos
Ração de baixo custo para cães abandonados em Casa Nova – Centro Educacional Antônio Honorato – Casa Nova
Bloco ecológico com fibra de coco como alternativa para substituição da taipa - Centro Educacional Antônio Honorato – Casa Nova
Ziziphus creme dental a base de juazeiro: uma alternativa de higiene bucal a ser implementada na Educação Infantil em Canudos – Colégio Estadual Luís Cabral - Canudos
Pomada cicatrizante da casca da jurema preta – Colégio Estadual Getúlio Vargas – Casa Nova
Caminhão bombeiro – Colégio Estadual Maria José de Lima - Juazeiro
Produção de biodiesel como alternativa para reaproveitamento do óleo de soja saturado em Maracás – Colégio Estadual Edilson Freire - Maracás
Levantamento preliminar de borboletas do distrito de Ibitira de Rio Antônio – Colégio Estadual Professora Lia de Castro - Caetité
Oléo de licuri: uma alternativa barata e sustentável – Colégio Estadual Lauro Farani - Itaberaba
Deuses do Olimpo – CETEP Alagoinhas
Feira livre de Itaberaba: manejo, higiene e profilaxia dos alimentos – CETEP Itaberaba
Jardim dos orixás – Colégio Estadual João Durval Carneiro – São Gabriel (Irecê)
Como nosso berimbau começou a tocar – Colégio Estadual Domingos Barros – Conceição do Jacuípe
A arte de Ed Ribeiro e o ensino aprendizagem da cultura afro-brasileira (1265) – Colégio Estadual Maria Izabel de Melo - Caetité
Violência e abuso contra mulheres – CEEP TIC – Lauro de Freitas.


Blogbraga/Fotos: Maria do Carmo Pita/ ASCOM/ IAT

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2019
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
PARCEIROS
Elo Aço MaxCar Dupará Açaí Click Tec Delicia Paraíba Polícia Civil Extreme Sportime Bem Brasil Pastel G7 Evolucao Kenni Henke Imperial DM Reparos Jaú Global Dique Denuncia Dr. Márcio Rogério Casa da Ferramenta Coyote Grupo Marabá CISO Neli Mineiros PM Sutrans DPVAT Barreiras Vida Farma Silvano Santos P&F Fontana DBT Luz motos Unopar Mimoaço Guarda Municipal Rabelo Contabilidade Rondon Forte Grãos Oeste Manutenção