Governo da Bahia

NOTÍCIAS

Investimentos e capacitação visam aumento da produtividade da mamona na Bahia

Quinta-feira, 10 de Setembro de 2020 / Bahia

Para ampliar a produtividade e qualidade da mamona na Bahia, o Governo do Estado vem realizando investimentos nesse sistema produtivo e, nesta quarta-feira (09), deu início a uma formação de técnicos e dirigentes de organizações produtivas da região, para a implantação e funcionamento de campos de produção de sementes de mamona. 

São três módulos online, ministrados pelo Doutor em Ciência e Tecnologia de Sementes, Edson Alva, que também é especialista em mamona. A formação aborda temas como tecnologias de cultivo, melhoramento da mamoneira, maturação, colheita e secagem, beneficiamento, análise da qualidade, entre outras abordagens. 

O curso está sendo promovido pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do projeto Bahia Produtiva, em parceria com a Cooperativa Mista de Produção Aquisição e Serviço do Estado da Bahia (Coopersertão).  

A Coopersertão é especializada na produção de mamona voltada para a produção de biodiesel, e atua em parceria com as cooperativas dos Pequenos Produtores Rurais do Povoado do Aurora e Regional de Reforma Agrária da Chapada Diamantina e às associações dos Moradores de Queimado e Sapecado Comunidade e Desenvolvimento e Comunitária de Largo do Elói, que fornecem a mamona, beneficiando diretamente 270 famílias de agricultores familiares. 

A cooperativa foi contemplada por meio de edital do Bahia Produtiva e está recebendo investimentos de R$3,2 milhões, aplicados na construção de galpões para estocagem e beneficiamento da mamona com máquinas e equipamentos para o cultivo e irrigação. O investimento visa garantir a compra dos grãos da mamona dos beneficiários, minimizando a exploração comercial pelos atravessadores. A ação beneficia produtores dos Territórios de Identidade Irecê, Piemonte da Diamantina, Piemonte do Paraguaçu e Chapada Diamantina.  

A Coopersertão já possui experiência na comercialização da mamona e é a única entidade da agricultura familiar na Bahia que possui contratos vigentes de comercialização de grãos de mamona com a Petrobrás - PBIO, Bioóleo e Olma. A produtividade média das propriedades em sequeiro, dos beneficiários, é de 600 quilos por ano.  

O assessor especial da CAR, Ivan Fontes, explica que a Coopersertão vem sendo apoiada técnica e financeiramente pelo projeto: “Além dos investimentos em infraestrutura, com o objetivo de dotar a cooperativa de melhores condições para a produção e comercialização da mamona direcionada para biodiesel, estamos, também, fazendo formação especializada para as equipes técnicas da própria cooperativa, de outros empreendimentos parceiros e de instituições de assistência técnica, buscando ampliar a produtividade e qualidade da matéria-prima, aumentando os ganhos dos agricultores".  

Para o diretor da Coopersertão, Marcelo Brito, o projeto de campos e sementes chegou para alavancar a produção e organizar a cadeia produtiva da mamona: “A gente vinha a alguns anos sem poder disponibilizar sementes de qualidade para os produtores, o que nos resultou perdas e um produto com pragas e doenças. Com esse incentivo, que vai desde o plantio com sementes de qualidade, passando pela patrulha mecanizada para preparar esse solo, até chegar na comercialização, esperamos produzir melhor e com mais rentabilidade”. 


Blogbraga/Assessoria de Comunicação

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2020
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
Contabilidade Rio Grande - Parceira dessa Causa
PARCEIROS
Neli Dupará Açaí Midori Paisagismo P&F Online Celulares Rivaldo CISO ORIX G7 NET Guarda Municipal Delicia DPVAT Luz motos Sutrans Casa da Ferramenta ASMAT Extreme DBT Grupo Marabá Contabilidade Rondon Casa da Informática Dique Denuncia Paraíba Vida Farma Oeste Beton AFS Casa do Marceneiro Sportime Ofertas - Hiper Santo Antonio Global Imperial Polícia Civil Jaú Minas Aço LH Madeiras Posto PM