SECOM 2 SECOM

NOTÍCIAS

Safra de algodão na Bahia deve colher cerca de 380 mil toneladas de pluma

Quarta-feira, 06 de Abril de 2016 / Bahia

A região oeste tem uma área de cerca de 227 mil hectares, representando 98% da produção na Bahia

Com uma área de 236,7 mil hectares, o estado da Bahia – segundo maior produtor de algodão do Brasil, pretende colher cerca de 380 mil toneladas de pluma nesta safra 2015/2016. O algodão produzido na região oeste da Bahia representa cerca de 98% de toda produção estadual, cultivando uma área de cerca de 227 mil hectares. Já a região sudoeste apresenta uma área de 9,5 mil hectares.

Segundo o levantamento do Programa Fitossanitário da Associação Baiana dos Produtores do Algodão (Abapa), a produtividade média estimada da Bahia é de 108@/pluma por hectare. “A Bahia sofreu uma redução de área de 14,7%, o algodão está com um preço reprimido internacionalmente, e com a estagnação do consumo da fibra, no mercado interno brasileiro, a situação se agravou. Porém, com a variação cambial o momento está propício para aumento no consumo pelas indústrias, e embora seja um processo lento, previsto para o próximo ano, a perspectiva é de mudança de cenário. Acredito, que em breve retomaremos a área, e no futuro teremos em torno de 500 mil hectares”, disse o presidente da Abapa, Celestino Zanella, em entrevista.

A expectativa é de uma boa safra de algodão. “O cenário atual nos mostra lavouras muito bonitas e lavouras em desenvolvimento vegetativo precisando de mais chuva. Assim, ainda não temos perspectiva de safra, para dizer se perdemos ou ganhamos alguma coisa, até então a situação é normal, e estamos trabalhando duramente nas propriedades com foco no controle fitossanitário. Acredito que se tivermos chuvas normais, poderemos ter uma excelente safra de algodão”, afirmou Zanella. 

Ações da Abapa - Para o presidente da Abapa, mesmo com todas as dificuldades, o setor tem conseguido fazer um bom trabalho no estado. “Recentemente, a Abapa intensificou, por meio do Programa Fitossanitário, o trabalho nas propriedades. Foram estabelecidos os núcleos agrícolas, liderados pelos próprios produtores, onde está sendo elaborado um manual de boas práticas agrícolas. Nos encontros, experiências têm sido difundidas e multiplicadas, melhorando significativamente o conhecimento de técnicos, agrônomos e dos próprios produtores. Acredito ser esse o caminho para fortalecer, ainda mais, a cadeia do algodão, nesse momento difícil que passa a agricultura no país”, disse Zanella.

Nos últimos cinco anos, em média 53% da pluma foram destinadas ao mercado interno (70% com destino à região sudeste) e 95% do caroço ao mercado norte e nordeste. Em 2015, o volume exportado de pluma do estado, representou cerca de 47% da produção local e teve como principais destinos a China, Indonésia e Coreia do Sul, que juntas absorveram cerca de 57% da produção.


Blogbraga/Ascom Abapa

Compartilhar no Whatsapp
TOP Qualidade 2019
Rádio Cidade FM 95,9
Facebook
Tempo
Moeda
Conversor de Moeda
Cotação

Cotações de Commodities fornecidas por Investing.com Brasil.
PARCEIROS
Paraíba ASMAT Mineiros Minas Aço Mimoaço Neli Bem Brasil Pastel Extreme Ofertas - Hiper Santo Antonio Sportime Unopar Real Dique Denuncia Guarda Municipal CMO Casa da Ferramenta Vida Farma DBT G7 NET DPVAT Barreiras Online Celulares Evolucao Contabilidade Rondon AFS Polícia Civil Luz motos Global ORIX PM CISO Jaú Oeste Manutenção Imperial Delicia Dupará Açaí Elo Aço Sutrans P&F Grupo Marabá